Cativar

Cerca de 99 frases e pensamentos: Cativar

Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.

Antoine de Saint-Exupéry

A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar...

Antoine de Saint-Exupéry

Eu não preciso de ti.
Tu não precisas de mim.
Mas,
se tu me cativares, e se eu te cativar...
ambos precisaremos, um do outro

Antoine de Saint-Exupéry

Eu não preciso de ti. Tu não precisas de mim. Mas, se tu me cativares, e se eu te cativar...Ambos precisaremos, um do outro. Agente só conhece bem as coisas que cativou. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!

Antoine de Saint-Exupéry

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixa cativar."

Antoine de Saint-Exupéry

Cada um tem de mim exatamente o que cativou.

Charles Chaplin

Cada um tem de mim exatamente o que cativou, e cada um é responsável pelo que cativou, não suporto falsidade e mentira, a verdade pode machucar, mas é sempre mais digna.

Charles Chaplin

Eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E serei para ti única no mundo.

Antoine de Saint-Exupéry

- Exatamente, disse a raposa. Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos.
E eu não tenho necessidade de ti.
E tu não tens necessidade de mim.
Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás pra mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo...
Mas a raposa voltou a sua idéia:
- Minha vida é monótona. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei o barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora como música.
E depois, olha! Vês, lá longe, o campo de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelo cor de ouro. E então serás maravilhoso quando me tiverdes cativado. O trigo que é dourado fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento do trigo...
A raposa então calou-se e considerou muito tempo o príncipe:
- Por favor, cativa-me! disse ela.

Antoine de Saint-Exupéry

Estar entre virgulas, pode ser aposto, mas eu aposto o oposto... que vou cativar a todos, sendo apenas um sujeito simples!

O Teatro Mágico

O que quer dizer cativar? É uma coisa muito esquecida...Significa laços.

O Pequeno Príncipe

Menina mulher
Este teu olhar sereno sabe me cativar
Este teu sorriso pequeno mas que sabe me tocar
Este teu jeito de mulher menina,menina mulher que eu gosto de pensar
Me transmite alegria,serenidade e com verdade eu nao consigo te tocar
És distante,nao sei o que se passa com você mulher menina,menina mulher
Quisera eu ser um anjo e sobrevoar o teu mundo, te olhar mesmo de longe e falar: "Ei linda menina mulher..mulher menina..meu coração te quer

José Wilson Andrade

A RAPOSA E O PRÍNCIPE


E foi então que apareceu a raposa:
__Bom dia,disse a raposa.
__Bom dia,respondeu polidamente o principezinho,que se voltou,mas não viu nada.
Eu estou aqui,disse a voz,debaixo da macieira...
__Quem és tu?perguntou o principezinho.Tu és bem bonita...
__Sou uma raposa,disse a raposa.
__Vem brincar comigo,propôs o principezinho.Estou tão triste...
__Eu não posso brincar contigo,disse a raposa.Não me cativaram ainda.
__Ah!desculpa,disse o principezinho.Após uma reflexão,acrescentou:
__Que quer dizer "cativar"?
__Tu não és daqui,disse a raposa.Que procuras?
__Procuro os homens,disse o principezinho.Que quer dizer "cativar"?
__Os homens,disse a raposa,têm fuzis e caçam.É bemincômodo!Criam galinhas também.
É a única coisa interessante que eles fazem.Tu procuras galinhas?
__Não,disse o principezinho.Eu procuro amigos.Que quer dizer "cativar"?
__É uma coisa muito esquecida,disse a raposa.Significa "criar laços...".
__Criar laços?
__Exatamente,disse a raposa.Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual
a cem mil outros garotos.E eu não tenho necessidade de ti.E tu não tens necessidade de mim.
Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas.
Mas se tu me cativas,nós teremos necessidade um do outro.Serás para mim único no mundo.
E eu serei para ti única no mundo...
__Começo a compreender,disse o principezinho...Existe uma flor...eu creio que ela me cativou...
__É possível,disse a raposa.Vê-se tanta coisa na Terra...
__Oh!não foi na Terra,disse o principezinho.
A raposa pareceu intrigada:
__Num outro planeta?
__Sim.
__Há caçadores nesse planeta?
__Não.
__Que bom.E galinhas?
__Também não.
__Nada é perfeito,suspirou a raposa.
Mas a raposa voltou à sua idéia:
__Minha vida é monótona.Eu caço galinhas e os homens me caçam.Todas as galinhas se parecem
e todos os homens se parecem também.E por isso me aborreço um pouco.Mas se tu me cativas,
minha vida será como que cheia de sol.Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros.
Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra.O teu me chamará para fora da toca,como se fosse música.
E depois,olha!Vês lá longe,os campos de trigo?Eu não como pão.O trigo para mim é inútil.Os campos de
trigo não me lembram coisa alguma.E isso é triste!Mas tu tens cabelos cor de ouro.Então será maravilhoso
quando me tiveres cativado.O trigo,que é dourado,fará lembrar-me de ti.E eu amarei o barulho do vento no trigo...
A raposa calou-se e considerou por muito tempo o príncipe:
__Por favor...cativa-me!disse ela.
__Bem quisera,disse o principezinho,mas eu não tenho muito tempo.Tenho amigos a descobrir e muitas coisas
a conhecer.
__A gente só conhece bem as coisas que cativou,disse a raposa.Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa
alguma.Compram tudo prontinho nas lojas.Mas como não existem lojas de amigos,os homens não têm mais
amigos.Se tu queres um amigo,cativa-me!
__Que é preciso fazer?perguntou o principezinho.
__É preciso ser paciente,respondeu a raposa.Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim,assim,na relva.Eu te olharei
para o canto do olho e tu não dirás nada.A linguagem é uma fonte de mal-entendidos.Mas,cada dia,te sentarás mais perto...
No dia seguinte o principezinho voltou.
__Teria sido melhor voltares à mesma hora,disse a raposa.Se tu vens,por exemplo,às quatro da tarde,desde às três eu
começarei a ser feliz.Quanto mais a hora for chegando,mais eu me sentirei feliz.Às quatro horas então,estarei inquieta
e agitada:descobrirei o preço da felicidade!

Antoine de Saint-Exupéry

Saber valorizar cada momento da vida ao lado de um alguém especial é poder cativar cada vez mais o sentimento que um sente pelo outro...

Alessandro Ferraro

As palavras podem mexer na emoção...
Mas apenas atitudes cativar um coração...

Josyas

Simples assim

Bem simples é amar,
Basta Chegar,
Basta cativar
Abraçar, beijar

Bem simples é conviver
Basta Querer,
Basta Acontecer
Fazer, viver

Bem simples é sentir
Basta perceber
Basta compreender
Envolver, reconhecer

SUPER SIMPLES

Márcia Gordinho

A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixa cativar.

O Pequeno Príncipe

‎" – O que quer dizer cativar ?
– É uma coisa muito esquecida … Significa criar laços . "

Antoine de Saint-Exupéry

Nesta magia.

“ – Não – disse o príncipe. – Eu procuro amigos. Que quer dizer “cativar”?
– É algo quase sempre esquecido – disse a raposa. Significa “crias laços”...
– Criar laços?
– Exatamente – disse a raposa. – Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu também não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo...
– Começo a compreender – disse o pequeno príncipe. – Existe uma flor... eu creio que ela me cativou...” (O pequeno príncipe)

São de literaturas puras e belas, de palavras mágicas e fantasias que me fazem suspirar, que eu tiro o meu melhor. O melhor do mundo, e daquilo que desejo do mundo. É nessa pureza que eu acredito, é essa pureza que eu cativo. – “Mas eu não estava seguro. Lembrava-me da raposa. A gente corre risco de chorar um pouco quando se deixou cativar...” (O pequeno príncipe) – Eu corri todo este risco por você. Me deixei cativar, quis lhe cativar, crias laços. Eu procurei enxergar com o coração aquilo que aos olhos era invisível. E mesmo assim hoje não posso chorar. Porque não chega a tanto, porque o que sinto por você é puro, sem ambição de posse. Cativei apenas coisas boas. – Olha, ontem, eu fiquei a te olhar por um tempo, cara a cara, olhar teu rosto de menino iluminado com a luz da lua, fiquei acariciando teu rosto, sentindo teu perfume, me deliciando com teu sorriso e tentando não lembrar que logo acabaria. Aproveitei do primeiro ao último beijo. Me encaixei em seu abraço, afaguei meu rosto em teu peito. E fiquei sonhando... cativando aquele momento.

Apontei para as estrelas e fiquei olhando elas brilharem para nós. Então você falou em meu ouvido: “Toda vez que olhar para elas, lembrarás de mim”. – Inevitavelmente, eu lembrarei. E o brilho delas será como música, que despertará um sorriso em minha face ao lembrar dos nossos momentos – do nosso tempo.

“ – À noite, tu olharas as estrelas. Aquela onde moro é muito pequena para que eu possa te mostrar. É melhor assim. Minha estrela será para ti qualquer uma das estrelas. Assim, gostaria de olhar todas elas... Serão todas suas amigas. E, também, eu lhe darei um presente...” - “ – As pessoas vêem estrelas de maneiras diferentes. Para aquelas que viajam, as estrelas são guias. Para outros, elas não passam de pequenas luzes. Para os sábios, elas são problemas. Para o empresário, eram ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Tu, porém, terás estrelas como ninguém nunca as teve...”- “ – Quando olhares o céu à noite eu estarei habitante uma delas, e de lá estarei rindo; então será, para ti, como se todas as estrelas rissem! Dessa forma, tu, e somente tu, terás estrelas que sabem rir.” (O pequeno príncipe).

E eu já sinto falta. Eu já tenho mais mil questões sem soluções em minha cabeça. – O que você quis dizer com ‘saudades tristes’? Eu acho que compreendo. – Perdoa-me por ser grossa e estar sempre dentro de uma armadura, é que eu sei que o amanhã vai chegar e isso aqui não vai ser mais real. – Lembra-te quando eu disse que tudo ao seu lado parece mais fácil? É que não existe ‘tudo’ ao seu lado, só existe você. É a fantasia que se solta, e que só prende a nós. – Lembra-te todas as palavras que te disse? Elas se engrandecem cada vez mais, toda vez que te encontro, que me olha nos olhos e conversamos, eu acredito cada vez mais em você. Eu tenho cada vez mais fé de que vai conseguir tudo que você quer. – Lembro-me de quando tudo começou e fico rindo, lembra-te que de vez em quando eu te batia? – Lembra-te quando eu bebia e falava pelos cotovelos mais bobeiras do que costumo falar? Ah, que bom que você relevou isso até hoje. – Quem bom que durou até hoje, porque eu aprendi tanto com você, vou levar tanto de você dentro de mim, que juro que não me importo que para você não seja nada. – Mas sei que aí dentro, existem minhas palavras que eu espero que estejam com você nos momentos em que eu não estiver para lhe mostrar o quando você é capaz, e o quanto eu te admiro.

Preciso lhe falar, o quanto você fica belo de cores escuras, estava tão lindo ontem com sua camisa preta – ou azul marinha, na escuridão não deu para definir bem. Preciso lhe falar que às vezes parece que te assusto, e que isso é prazeroso. Preciso lhe falar que enquanto você não gosta de dominar, dominar é tudo que mais aprecio – e que mesmo assim não te domino e aprecio. Preciso lhe falar que sou romântica assumida, mas não existem palavras a seu lado que expressem o que eu quero falar, e como você costuma dizer, – eu aprendi – ‘a falar com o corpo’. Preciso lhe confessar que cada palavra sua gera mil pensamentos em minha mente, e que o valor da sua experiência rega a sementinha de sabedoria que começo a cultivar dentro de mim. Preciso lhe falar... mas escrever é tão melhor, pois não irei receber respostas.

“ – E quando estiveres consolado (a gente sempre se consola), tu ficarás contente por teres me conhecido. Tu serás sempre meu amigo. Terás vontade de rir comigo. E às vezes abrirás tua janela apenas pelo simples prazer... E teus amigos ficarão espantados de ver-te rir olhando o céu. Tu explicarás então: “Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!” E eles te julgarão louco. Será uma peça que te prego...
E riu de novo.
– Será como se eu lhe houvesse dado, em vez de estrelas, montes de pequenos guizos que sabem rir...” - “ – Será lindo, sabes? Eu também olharei as estrelas. Todas as estrelas serão como poços com uma roldana enferrujada. Todas as estrelas me darão de beber...” (O pequeno príncipe).

Porque eu estarei cultivando aqui dentro de mim o brilho das estrelas até que não seja mais possível. E ficarei lembrando da tua boca, teus braços e tuas palavras – de uma forma tão pura que só poderei rir. Desenharei com os dedos teus passos de mel em caminhos de flores e guardarei esta magia aqui comigo. Significa “criar laços”.


“Então, eu me sinto feliz. E todas as estrelas riem docemente.” (O pequeno príncipe)

Gabriella Beth Invitti

“Não importa o tempo que levamos para cativar o coração de alguém, o importante é marcarmos o nosso lugar para que mesmo ausentes, nos façamos presentes!”

Desconhecido