Casal

Cerca de 487 frases e pensamentos: Casal

Só o cinismo redime um casamento. É preciso muito cinismo para que um casal chegue às bodas de prata.

Nelson Rodrigues

Não somos um casal melado, mas duvido que tenha alguém que duvide do nosso amor. Quer dizer, a gente duvida, mas a gente é louco.

Tati Bernardi

Ciúmes do passado

Não há casal no mundo que não discuta o ciúme, que não vivencie o ciúme. Uns levam o assunto com tranqüilidade, sentem ciúmes civilizados, que não tumultuam a relação. E outros são atormentados por esta praga, não podem olhar para os lados que o parceiro já fica de antena ligada. Uma chateação cotidiana.

Isso é cuidar do relacionamento? Isso é prova de amor? De certo modo, sim, é um zelo, um carinho – desde que as proporções sejam razoáveis. Você não quer perder seu amor para outra pessoa, então fica de olho. Não dá pra dizer que é uma insanidade, você está apenas reafirmando a posse do que julga ser seu.

A sensatez vai pras cucuias quando o ciúme não está mais relacionado ao presente, e sim ao passado de quem você ama, um passado que não foi compartilhado, um passado que você não conhece, um passado onde você não existia, onde você não foi traído, portanto.

Mas uma garota não quer saber de sensatez quando sente uma dor profunda ao ver, por exemplo, fotos do namorado cinco anos atrás, feliz da vida ao lado de amigos e amigas que ela não conhece. Ela sente ciúme dos discos que foram comprados antes da relação começar, sente ciúmes dos presentes que foram recebidos antes, sente ciúmes de roupas que foram compradas sem a opinião dela, sente ciúmes das alegrias que foram vividas bem longe da sua presença. Como você pode acreditar quando ele diz que não consegue se imaginar sendo feliz sem você, se cinco anos atrás ele estava passando férias em Trancoso com um sorriso de orelha a orelha? Algumas pessoas não colocam os pés em lugares onde seu amor foi feliz na companhia de outros. Se ele foi feliz em Trancoso, que Trancoso arda em chamas!

Já não é ciúmes o nome disso. Já nem mesmo é amor.

Martha Medeiros

Vi um casal de velhinhos surdos brigando de pertinho. O amor é um casal de velhinhos surdos. Pode brigar, mas não vai embora. Fica perto.

Tati Bernardi

O que o lirismo ocidental exalta não é o prazer dos sentidos, nem a paz fecunda do casal. Não é o amor satisfeito mas sim a paixão do amor. E paixão significa sofrimento.

Denis Rougemont

E sou rancorosa. Um dia um casal me convidou para almoçar no domingo. E no sábado de tarde, assim, à última hora, me avisaram que o almoço não podia ser porque tinham
que almoçar com um homem estrangeiro muito importante. Por que não me convidaram também? por que me deixaram sozinha no domingo? Então me vinguei.
Não sou boazinha. Não os procurei mais. E não aceitarei mais convite deles. Pão pão, queijo queijo.

Clarice Lispector

Domingo dia perfeito de um casal apaixonado fazer tudo que o amor lhes da direito.

Rafael

Sempre soube que seríamos amigos, não só porque podemos falar de tudo, mas também porque sabemos calar juntos.

Manuela Casal

“Não eram um casal perfeito, daqueles de cinema. Brigavam muito, ficavam um tempo sem se falar e nesse intervalo ainda rolava uma guerra de indiretas, cada um querendo ser o dono da verdade. Mas no fundo eles sabiam que tudo era joguinho bobo de orgulho, e que por trás das caras fechadas e bicos não se aguentavam de saudade. Tudo bem se eles passavam uma imagem de cão e gato, mas uma coisa é certa… Eles se amavam mais do que qualquer coisa.”

Caio F Abreu

Pacto que todo casal deveria fazer: Se eu achar que o nosso amor está acabando, prometo lembrar dos motivos que me fizeram te amar um dia...

Bárbara Coré

O Casal

Eles desligaram a luz e o seu globo branco brilha
um instante e depois dissolve-se, como um comprimido
num copo de escuridão. Depois a ascensão.
As paredes do hotel elevam-se na escuridão do céu.

Os seus movimentos crescem mais suaves, e eles dormem
mas os seus pensamentos mais secretos começam a conhecer-se como duas cores que se conhecem e correm juntas no papel molhado de um desenho do rapaz da escola.

É o escuro e o silêncio. A cidade no entanto está mais próxima esta noite. Com as suas janelas fechadas.
As casas vieram.
Eles permanecem embalados e esperam muito próximo,
uma multidão de gente com faces em branco.
no

Tomas Tranströmer

A espécie compromete-se com um casal a que haja amor entre os dois. Mas logo que se apanha servida, vira-lhes as costas e eles que se arranjem.

Vergílio Ferreira

Casal de patos.
Mas o tanque é velho e a doninha
os vigia.

Buson

VEJA ESSA HISTÓRIA...
Um casal de namorados estavam andando de moto:
Menina: Vai devegar estou com medo.
Menino: Não, isso é divertido.
Menina: Está me assustando...
Menino: Então Diz que me ama
Menina: Eu te amo, agora vai devagar.
Menino: Então me abraça.
A menina o abraçou:
Menina: Agora vai devagar.
Menino: Tira o meu capacete e coloca com você, ele está me machucando.
Menina: Está bem.
No jornal do dia seguinte:
Acidente: uma moto estava com o freio estragado, haviam duas pessoas e
apenas uma sobreviveu:
Moral: Quando o Namorado descia o morro viu que o freio não estava
funcionando, então pediu quis ouvir pela última vez a menina dizer que o
amava, depois de sentir o seu abraço pela última vez, e pedir para ela
colocar o capacete dele nela, para apenas ela sobreviver!
MANDE ISSU PARA TODAS AS PESSOAS Q VC DARIA O CAPACETE!!Se receber de
volta sinta-se querido(a)!!!

Desconhecido

O que os olhos não vêem

Há muito tempo atrás, um casal de velhinhos que não tinha filhos, morava em uma casinha humilde de madeira, tinha uma vida muito tranqüila, alegre, e ambos se amavam muito. Eram felizes. Até que um dia...

Aconteceu um acidente com a senhora. Ela estava trabalhando em sua casa quando começou a pegar fogo na cozinha e as chamas atingiram todo o seu corpo. O esposo acordou assustado com os gritos e foi à sua procura, quando a viu coberta pelas chamas, imediatamente tentou ajudá-la. O fogo também atingiu seus braços e, mesmo em chamas, conseguiu apagar o fogo.

Quando chegaram os bombeiros já não havia muito da casa, apenas uma parte, toda destruída. Levaram rapidamente o casal para o hospital mais próximo, onde foram internados em estado grave. Após algum tempo aquele senhor menos atingido pelo fogo saiu da UTI e foi ao encontro de sua amada. Ainda em seu leito a senhora toda queimada, pensava em não viver mais, pois estava toda deformada, queimara todo o seu rosto.

Chegando no quarto de sua senhora, ela foi falando:
- Tudo bem com você meu amor?
- Sim, respondeu ele, pena que o fogo atingiu os meus olhos e não posso mais enxergar, mas fique tranqüila amor que sua beleza está gravada em meu coração para sempre.

Então triste pelo esposo, a senhora disse-lhe:
- Deus, vendo tudo o que aconteceu, tirou-lhe as vistas para que não presencie esta deformação em mim. As chamas queimaram todo o meu rosto e estou parecendo um monstro.

Passado algum tempo, e recuperados, voltaram para uma nova casa, onde ela fazia tudo para o seu querido esposo, e ele todos os dias dizia-lhe: COMO EU TE AMO! E assim viveram 20 anos até que a senhora veio a falecer. No dia de seu enterro, quando todos se despediam, então veio aquele senhor sem seus óculos escuros e, com sua bengala nas mãos, chegou perto do caixão, beijou o rosto e, acariciando sua amada, disse em um tom apaixonante: - "Como você é linda meu amor, eu te amo muito".

Ouvindo e vendo aquela cena, um amigo que estava ao lado perguntou se o que tinha acontecido era milagre. Olhando nos olhos dele, o velhinho apenas falou:
- Nunca estive cego, apenas fingia, pois quando a vi toda queimada sabia que seria duro para ela continuar vivendo daquela maneira. Foram vinte anos vivendo muito felizes e apaixonados!

Na vida temos de provar que amamos! Muitas vezes de uma forma difícil. E, para sermos felizes, temos de fechar os olhos para muitas coisas, mas o importante é que se faça única e intensamente com AMOR!

Desconhecido

Uma mulher comedida e racional
colabora para fazer a fortuna de um casal,
enquanto que uma mulher sonhadora e sem tato financeiro
pode causar a sua ruína.

Augusto Branco

Almocei ao lado de um casal. Ela dizia “você não tem atitude”. E ele ficava quieto. Ela dizia “custava ter se oferecido pra me levar, você sabia que eu tava nervosa”. Ele só coçava a testa. Ela dizia “cê pagou quanto”. Ele fazia com os dedos “três”. Ela gritava “três paus??? tá vendo, cê tem preguiça de procurar”. Ele enfiava a cabeça na palma da mão esquerda. Ela dizia “cê vai querer tentar?” Ele olhava o cardápio. Dai ficaram em silêncio uns vinte minutos. Até que ela falou “seu suco não veio, quer o meu?”. E ele quis. Amar um homem é, basicamente, desistir.

Tati Bernardi

Estória de nós dois

Diz-se que um jovem casal começou a namorar, ele um conquistador nato, daqueles que pegam fila só pra poder passar uma cantada, ou simplesmente ter a oportunidade de arrancar um sorriso de uma garota bonita. Ela romântica de chorar ao ler um romance ou assistir um filme, mas do que romântica ela era difícil, difícil é pouco, ela era o tipo de pessoa que não falava nem oi pros caras, para que eles não achassem que estavam levando vantagem. Quis o destino que esses dois começassem a namorar, e no primeiro encontro o namorado disse frases românticas, lhe comprou coisas, a acariciou como ela gostava, tudo que se pode pensar ele o fez, achando que estava sendo o cara, que já havia ganho todo o seu afeto, que já havia conquistado aquela garota. Já na casa da namorada, o rapaz perguntou quase que convicto, já esperando uma resposta positiva:
- Hoje eu te conquistei?
Ela o olhou bem nos olhos e disse com desdém:
- Não chegou nem perto.
Ele ficou surpreso, nunca tinha ouvido aquela resposta em sua vida, feito isso ele disse prometendo:
- Hoje eu não te conquistei, mas amanhã é outro dia, eu prometo te conquistar amanhã.
Dito isso ele foi embora, nem um beijo a garota lhe deu, nem tão pouco um tchau.
Por mais incrível que possa parecer, a garota ficou um pouco sem graça, na verdade ela tinha sido conquistada naquele momento em que ele disse que não ia desistir, só não queria dizer pois sabia que se o fizesse o rapaz perderia o interesse nela e talvez os dois nunca mais se veriam, como ele tinha feito com tantas outras. Passado o momento de fúria do rapaz ele começou a pensar “é melhor que seja assim, ela não perde por esperar amanhã eu vou conquistá-la custe o que custar”.
Na outra noite, ele foi mais afetuoso que antes, tanto o fez que acabou por ganhar um beijo, ele até tentou fazer com que aquele beijo durasse mais tempo mas não conseguiu, crente que tinha conseguido conquistar a garota, voltou a perguntar no final da noite:
- Hoje eu te conquistei?
Ela queria dizer que sim, mas se conteve e respondeu:
- Desculpe, mas não, ainda falta muito pra você me conquistar.
O rapaz se conteve e foi embora, ainda tentou dar um beijo de boa noite na namorada, mas foi em vão, ela virou o rosto e ele teve que se contentar em lhe beijar a maçã do rosto. Lhe beijou o rosto e disse:
- Amanhã eu tenho certeza que eu vou te conquistar.
Depois de dito isso virou as costas e foi embora.
Ele voltou todas as noites que se seguiram, durante 3 anos, a cada vez que perguntava a garota se já a havia conquistado, mesmo que a noite tivesse sido inesquecível ela dizia a mesma coisa, que ainda não, a verdade é que depois de 3 anos ele já não esperava ouvir ela dizer que sim, era até melhor assim pois ele começava a nutrir um sentimento, ele não reconhecia, mas começava a gostar daquela garota que a toda noite esperava cada vez mais dele, e por mais que fizesse não conseguia fazê-la dizer aquela frase que talvez seria o fim de tudo, que sim ele a tinha conquistado. Nesses 3 anos ela tinha se tornado ainda mais bela que no começo, antes uma menina, agora uma mulher, assim como ele, ela não reconhecia mas sim, estava amando-o.
A cada dia ele chegava mais cedo em sua casa, queria ficar o maior tempo possível com ela e talvez assim a conquistar, ela adorava isso gostava de sua companhia mesmo não reconhecendo que o amava, ele era inteligente, bonito, engraçado, tudo que esperava de um cara.
Houve um dia em que a namorada acordou mais cedo, estava cantando, na verdade sempre cantava, só quando o namorado estava na sua casa é que ela se mantinha séria, pra não estragar o plano de fazê-lo a conquistar toda noite, nesse dia ela pensou, que talvez fosse melhor que seu namorado soubesse que já havia conquistado nesses três anos não uma vez e sim centenas de vezes, mas a cada vez de uma forma diferente. Em seu trabalho o namorado pensou que ele podia ficar com ela todo sempre, mesmo sabendo que não a conquistaria nem em 100 anos, essa noite ia ser especial ele iria pedir para casar com ela. Saiu de seu trabalho, a velocidade do seu automóvel era demais, ele dava graças a Deus por ter um carro tão rápido, tamanha era a felicidade e a velocidade em seu automóvel que numa curva do caminho até a casa de sua futura esposa, ele acabou por bater seu automóvel, e perder sua vida. A namorada em casa foi avisada, no mesmo momento caiu em prantos por perder o amor de sua vida, nas circunstâncias em que ocorreram as coisas, e o pior sem dizer a ele que ele a havia conquistado, desde a primeira noite, desde quando ele prometeu que a conquistaria, mas agora era tudo em vão a única coisa que lhe restou fazer foi chorar, o pranto daqueles que amam, e por algum motivo não podem estar com quem se gosta.
O namorado abriu os olhos tudo era tão claro, tão bonito como nunca tinha visto, foi recebido por um rapaz, melhor, um anjo, ele não tinha reparado em suas asas, o anjo lhe perguntou:
- Como você está?
Ele disse:
- Bem, mas que lugar é esse, porque eu não cheguei na casa da minha namorada?
O anjo lhe olhou com uma tristeza e respondeu:
- Infelizmente você estava indo muito rápido, não calculou direito uma curva no seu caminho e morreu vitimado por um acidente, uma colisão de seu automóvel em um poste.
Nesse momento ele ficou triste, e começou a chorar, em sua mente se perguntava porque tinha acontecido aquilo, porque, ele estava tão feliz, ia fazer outra pessoa tão feliz.
Então ele fez a pergunta:
- Como está aquela que eu amo?
O anjo lhe disse que ela estava profundamente deprimida, chorava muito, convulsivamente, e assim como ele não entendia porque ele partiu tão cedo, a deixando sozinha.
Nesse momento ele olhou bem nos olhos do anjo e pediu:
- Você pode fazê-la feliz pelo menos mais uma vez para que eu possa ficar em paz? Esse é um daqueles últimos desejos, já que eu não pude pedir enquanto estava com vida talvez eu possa pedir agora.
O anjo respirou fundo, acho que anjos não respiram mas tudo bem, e falou:
- Para que ela tivesse mais um momento de felicidade você precisaria estar vivo, ela ia dizer hoje que desde o primeiro encontro que vocês tiveram, você a tinha conquistado e que todos os dias posteriores também, mas de formas diferentes, e cada vez mais e mais, e pra sua felicidade ela ia aceitar ficar com você pro resto da sua vida.
O rapaz ficou pensando e pensando, e falou:
- Porque tinha que acabar assim, porque eu não pude dizer a ela o que sentia, é só isso que eu quero saber?
O anjo não demorou muito e com toda a calma do mundo disse:
- Vocês tiveram tempo o suficiente pra dizer o que sentiam um pelo outro e mesmo assim não o fizeram, por mais que eu queira pensar que vocês diriam isso hoje, eu sei que não e mesmo que isso acontecesse pense em quanto tempo vocês já perderam até então com essa brincadeira, que só acabou por fazer mal a você e a ela, talvez se você não fosse tão metido a conquistador não estivesse aqui, e ela se tivesse lhe dito o que sentia desde o começo não faria você correr feito louco, dia após dia em busca de uma resposta, vocês perderam tempo é tudo que eu tenho a dizer, e agora está na hora de você buscar seu descanso final.
O jovem, ainda sem entender disse:
- Bom, já que não tenho outra alternativa.
Assim ele foi, conheceu o paraíso, e esperava dia após dia que ela fosse a seu encontro, enquanto isso não acontecia, ele soprava beijos ao vento, torcendo para que o vento entregasse àquela que um dia ele tinha conquistado e amava mais que a vida pois se tudo tivesse que acontecer de novo, ele faria, só mudaria o fato de nunca ter dito em vida que a amava.

Sivas e a hiperatividade cerebral