Cartas de Tristeza

Cerca de 1350 cartas de Tristeza

ME LIBERTE, PELO AMOR PRÓPRIO

Eu não mereço ficar presa com as lembranças que guardo. Me liberte da tortura de não te ter ao meu lado por mais nem um segundo. Me permita viver sem ti, sem me assombrar ao acordar e sentir o seu cheiro no travesseiro, na fronha limpa que você nem se quer encostou a cabeça. Porque não há tortura maior do que sentir o seu sabor nos meus lábios e não poder toca-lo.

A bagagem que carrego sozinha dói e você não esta ciente do mal que me faz. Estou escrevendo para desabafar com o nada, ele melhor do que ninguém sabe o vazio que me tornei. Hoje estou furada, incompleta e massacrada. Pelo amor próprio que um dia eu me orgulhei de ter, por favor me liberte.

Você conseguiu o que muitos lutaram para ter e foram mal sucedidos. Me devolva a pulsação natural do meu coração, me liberte da alienação de te amar sem te ter. Estou cansada de sonhar acordada e abraçar o vento porque ele é tão doce quanto você e eu me tornei uma diabética a um passo do infarte.

Quero viver comigo mesma e me apaixonar loucamente milhares de vezes até cansar da paixão. Infelizmente você, e sua falta de graça, cortaram meu barato. Me liberte desse carcere que me encontro, liberte-me e liberte a ti mesmo. Corte o fio de aço que nos une e nos balança. O arrebente.

Porque eu não te amo, eu te odeio, com todas as letras bem juntinhas. Odeio o modo como se apossou do meu corpo e lavou minha mente assim que me conheceu. Mais ainda, odeio a forma que permiti me entregar a ti e gostar da sensação intensa e cheia de adrenalina que sua droga me causou, seja lá o nome dela, não era amor. É um sentimento revolucionário, desconhecido de todos, um sentimento só nosso. Liberte esse sentimento e me esvazie da forma mais pura que há. Me deixe voar sem cortar-me as asas que hoje já não te pertencem. Me deixe viver sozinha sem carregar sua mala fantasma nas costas. Me liberte, mesmo que por um tempo, em condicional. Preciso me desprender de ti, mesmo que aos poucos, mas me desprender de restos que não servem nem de comida aos meus cachorros. Por favor, retire suas queixas, me tire do xilindró por falsas acusações, eu não teria feito com você nada que você não quisesse. Não teria me prendido a ti se não me fosse permitido, então pela liberdade, não me acuse a amor perpétuo.

Andressa Fernandes

DIAS ASSIM...

Vontade de qualquer coisa,
De fugir sem levar nada,
De chorar e dar risada
Sem precisar de motivo
Ou de qualquer incentivo…

Vontade de não sair,
Desligar o som de fora
Esquecer que corre a hora
Mergulhar só no meu mundo,
Me entender por um segundo…

Vontade de ficar só,
Conversar com meu espelho,
Suplicar-lhe um conselho
Pra depois fazer o oposto
E deixar o erro exposto.

Mas em quê fico à vontade?
Tem dias que são assim,
Uma lacuna sem fim,
Uma saudade que vem
E nem se sabe de quem…

Verônica Miyake

CONTRASTES

Existe muita tristeza
Na rua da alegria
Existe muita desordem
Na rua da harmonia

Analisando essa estória
Cada vez mais me embaraço
Quanto mais longe do circo
Mais eu encontro palhaço

Cada vez mais me embaraço
Analisando essa estória
Existe muito fracasso
Dcntro do largo da Glória

Analisando essa estória
Cada vez mais me embaraço
Quanto mais longe do circo
Mais eu encontro palhaço

Ismael Silva

Hojé estou numa tristeza,
que so vendo pra acredita
não é por amor veio assim sei-la.

Desidir joga tudo por alto
e vive o que tenho perto de mim
nada de ir tao longe la ja é o fim.

Não da pra pensa em mais nada
com essa tristeza que me cala
o jeito é traduzir em rima o que a vida não ensina.

quem sabe amanha estarei contenti
e me libertarei da tristeza que se faz presente
deus esta no comando não temerei
faço disso minha força em nome da lei.

essas palavras não tem grande importancia, mas para mim serve de esperança,
o dia termina e enfim a tristeza que deu em mim deu em ti.

ilton cruz

Ao contrário

Gosto De féu na boca,
Desanimo entranhado nas carnes Sem forças,
sem vontade Tudo me é estranho e sem gosto
Tudo é seco e sem vida
Pessoas são bonecos chatos
O céu tão limpo, para mim é escuro
E o mundo gira ao contrário
Estou tonto !
O sorriso é triste e mente
O consolo não vem
O mar é nada
O som está alto, e os pássaros me irritam

Lenísio Lima

Lenísio LIma

Breve Momento Só

E aquele amor bonito...
Já não sei mais o que escrever, já não consigo encontrar palavras para escrever e aliviar mesmo que uma pequena parte da dor que hoje sinto, amenizar mesmo que por um breve momento a culpa que carrego por não saber cuidar, não valorizar o amor que mais me quis.
Onde estão aquelas palavras que ganhavam vida ao simples toque de uma caneta num papel em branco? Até as palavras me abandonaram, mas entendo, pois as palavras que aqui escreveria, são as palavras que deveria ter dito à ela, aquelas palavras que nunca entraram em seu coração.
E hoje aqui estou, tentando encontrar as palavras para uma poesia, mas o que consigo escrever, já não brota de um coração apaixonado, as palavras, essas, que já não sei onde estão não formam poesias, formam, expressam a culpa de um coração que se calou perante um amor, aquele amor que lhe dava a vida, que lhe fazia sorrir...

A.J.Hilzendeger

Acordei diferentemente que das outras manhãs,
olhei no espelho e vi que estava chorando por dentro,
senti dor no peito e angustia na garganta,
tentei expressar a alegria que me é peculiar...
sem sucesso.
abri as janelas e portas do apartamento
e não consegui abrir meu lindo sorriso.
sei conscientemente que minha angustia é pequena
comparada com a desilusão de muitas pessoas com a vida,
pois eu amo minha vida,
tenho pessoas que amo incondicionalmente,
e pensando nelas que dei um chute na tristeza
e depois de uma reflexão profunda
consegui finalmente mudar o rumo do meu dia....
Tudo na vida vale a pena quando você tem alguém que ama.
O amor muda não apenas seu dia mas sua vida.

altairtico

Minha Rosa

Aonde está a Rosa
Pela qual me, apaixonei?
Será que a perdi?
Não consigo mais achá-la

Será que sou eu?
Que não consigo mais vê-la?
Como viverei sem ela?
Quem irá aformosar meu jardim?

Ela parece estar tão perto,
Mas não a vejo,
Sinto-a raramente.

Procurarei-a sem cessar
Até que a lua e as estrelas
Parem de embelezar...

O meu triste luar.

Victorino Silveira Rios

Ela chegou, se apresentou.

Bem-vinda, logo disse.

Não foi mais embora.

Já faz alguns anos,

Não somos amigas,

Velhas conhecidas.

Moramos juntas.

O que diria de morar,

com sua inimiga?

Me preenche o vazio,

Que ela mesma me causa,

Nas noites, sozinha,

Me encho de traumas.

Vás embora, querida,

Não a quero faz tempo,

Não vês aqui o transtorno?

Vá com o vento!

Tu causas ferida,

Passou tua hora,

Não há mais espaço,

Pra essa história!

Chegou o momento

De dizer-te adeus,

Pra recomeçar a vida,

Com um novo Deus!

Por isso, vá, vá...

Deixe-me aqui, só.

Um dia ei de encontrar-te,

Mas você, meu bem,

Não irá me reconhecer,

Serei jovem,

Serei luz, e você,

Não há de me ter.

hg

E estarei aqui nestes dias também

Gostaria de escrever um poema com profundidade
Mas a sensibilidade não me alcançou
Tantas coisas pra dizer
Num momento em que as palavras não são suficientes
Onde um olhar falaria mais gravemente
E com maior eloquência e lucidez.

Gostaria de expressar-me gravemente
Sobre as emoções que se sente
Quando o mundo parece te devorar
E o peito respira apertado...
Quando as soluções parecem tão distantes
E inalcançáveis, e o desespero toma conta
De todo seu potencial, dizimando-o.

O que eu desejaria, enfim,
Mesmo não conseguindo escrever
E não conseguindo transmitir
a angústia como tal ela está sendo conduzida
por todo meu eu, consumindo minha mente e minhas ideias
É que houvesse um olhar, um único olhar
Que me dissesse eu te entendo apesar de você não conseguir falar
Apesar de você não conseguir escrever
Apesar de você não saber enxergar a solução
Um olhar que me dissesse estarei aqui
Quando a areia se desmanchar sob seus pés
E te puxar, eu estarei aqui por todos esses dias
Esperando os dias azuis,
E estarei aqui nestes dias também.

Lilian Seiko Kato

Enquanto a pessoa está viva, muitas vezes, é tratada como lixo. Ninguém a nota, ninguém sequer se dá ao trabalho de entender o ser humano dentro dela ou de simplesmente tranquiliza-lá com um simples olhar ou um sorriso, daí a pessoa resolve se matar, e quando o faz, logo surgem as teorias esdrúxulas, para explicar um ato que talvez não tivesse ocorrido caso tivessem se dado ao trabalho de prestar atenção na pessoa enquanto ainda havia tempo. Assim quando se mata sente-se mais vivo do que quando vivia, pois pela primeira vez está ganhando atenção e saindo do sofrimento que já era maior do que a própria vida, indo em direção ao nada para deixar de existir.

O ideal é que ficasse uma mensagem, para que aprendessem a valorizar mais a vida que tem se são felizes nela, e a respeitar o sofrimento do próximo e dar atenção e ser amável com as pessoas, abrir os olhos e enxergar a sala por inteiro para não cometerem o erro de induzir outros a se sentirem infelizes o suficiente a ponto de decidirem que não querem mais viver.

Lucas AM

Flor de cemitério ( conto)


Era uma noite gélida e sem lua quando um botão de rosa nasceu na sepultura de Amanda, Uma jovem que havia morrido de tristeza, definhado apos perder o único amor de sua vida para a morte, Jason havia morrido em batalha na guerra pelo seu pais.
Aquele botão de rosa que nascia era o sinal que ela havia encontrado seu amor em outra vida, que agora Amanda e Jason podiam fiar juntos por toda eternidade.

O vento uivando como um demônio tentando com toda fúria destruir a futura flor. Corujas e Morcegos contemplavam sua luta, rindo em deboche ao seu esforço inútil pela vida…

- Pra que lutar pela vida quando ela sera vivida neste lodaçal o inferno onde não existe alegria so morte e dor?
-Ela sera apenas uma rosa escura e sem beleza!
-Ela vai morrer antes mesmo do raiar do sol.

A flor ouvia a conversa e ao invés de murchar de tristeza, ela encontrou forças na fraqueza ergueu seu caule, ainda era uma inocente, não havia abertos seus olhos para a podridão do mundo que a cercava, ela tinha fé que seria belo seu futuro. E assim resistiu a flor a um dos mais furiosos vendavais.
Quando os primeiros raios de sol brilharam no horizonte e foi tornamo claro o céu, alguns pássaros cantavam brindando o novo dia. O botão de rosa abriu-se e sua cor tão linda jamais havia sido vista naquele lugar tão escuro era um magenta vibrante, em cada pétala o sol batia e refletia um novo tom de rosa.

Linda perfeita e unica em um ambiente totalmente controverso a si, na terra ouvia-se o sussurro de novos brotos dizendo:
”Venham, venham ver esta flor de beleza jamais vista”
E a cada dia o cemitério ia ficando colorido pra mostrar que ate mesmo na morte existe beleza, se tivermos forças pra lutar.

Conto escrito por Annh Cavalcante em dezembro de 2011.

Annh Cavalcante

Porque so escrevo sofrer?


Porque so escrevo sofrer?
Porque não escrevo paixão?
Porque eu não falo de amor?
Porque sofre meu coração!

A minha vida é um erro sem fim,
É um poço de solidão,
Por isso não falo de amor.
Porque pra ele não há razão!

Não há razão pra sorrir,
Nem pra cantar o amor,
So vivo tão infeliz,
So posso escrever sobre a dor.

A dor que nunca deixei,
Nunca deixei de sentir!
Mas por um momento eu pensei,
Que realmente fosse feliz.

Annh Cavalcante

Daí você se vê triste e magoado. Porém resolve acreditar nas pessoas, acredita que com o tempo tudo vai se ajeitar e você será feliz. Não é questão de ser tolo, infelizmente quando se gosta de alguém, não se consegue ficar longe, não se consegue abrir mão dessa pessoa, pois vai doer de mais.
Sabe-se que dar tempo ao tempo, às vezes não é a melhor solução. Determinada situação te machuca e a tal pessoa também, porém não se pode fugir, ir embora e esquecer, afinal, a tal pessoa te prende ali, e você também não quer desistir dela.
Aí, você vive triste para tentar ser feliz.

Angelo Gabriel PC

Tal felicidade

A felicidade se acabou.
O que fiz eu pra ter tampouco temor?
Estou perdida num tempo que não vai voltar.
Nesse tempo, apenas paro...
e observo o mar.

É um mar de ilusões,
um mar seco,
um mar negro...
Um mar que jamais terá seu fim.

Aquilo que chamam de tristeza
habitou aqui...
E a tal da felicidade
se esqueceu de mim...

Virgínia Dessotte

Para Onde Vai a Alma ?

Mãe
vi-te ainda há pouco
e eras menina
apesar de todos os teus anos
não sei
porque razão a imagem
congelou
no momento
em que a tua voz soou
e agora que te vejo
com o peso duma indecifrável idade
ele - o caminho
ela - a vida
fundem-se
e sei , percebo neste instante,
que essa fusão
gera o tempo
em que a única coisa que fica
é a imagem congelada
desligada da voz
e por mais que eu olhe
a menina que vi ainda há pouco
tenho medo de olhar...

(para onde vai a alma
quando a luz queima a nascente ?...)

Fonte: Távola de Estrelas

Luiz Sommerville Junior

É tão difícil
- Ó música que impiedosamente me castiga!
Escrever conceituando o silêncio
Sua brancura é demasiada
Sua negrura tão excessiva
- asfixiante ! –
Que a surdez
Inviabiliza a boca
- Ó beijo atmosférico que me rejeitas ! ... –
Fechando-a
Na mente que busca em vão
A anestesia
Para a palavra ferida



Távola de Estrelas - Inaudível

Luiz Sommerville Junior

Eu espero ansioso
na minha janela
e você não vem...
Conto as estrelas
perdi as contas,
e você não vem...
Estou ansioso,
esperançoso.
Saudoso.
E agora,
medroso.
E. Você.
Não. Vem.

Sonhos roubados
amores deixados,
desejos acabados.
amigos levados.

Agora.
Sei.
Porque.
Você.
Não.
Vem.

Da mensagem que fica
dessa noite sofrida,
escutem nossos irmãos...
“e valorizem a vida”.


Homenagem ao rapaz que discutiu com a namorada e foi para casa achando que ela ia aparecer, ou ligar, e ficou esperando. Infelizmente a menina decidiu ir a uma festa com os amigos (Kiss, Santa Maria - RS). De manhã ele recebeu uma ligação, mas não a que esperava... Briga boba e orgulho, fizeram ele perder o que mais amava. Mas apesar de toda a dor, ele deixou uma mensagem que teve muito valor nessa hora. " Valorize a pessoa que você ama e está do seu lado".

Cristiano Vieira

Essa sensação de fracasso , que me faz fracassar .
Olho na janela e vejo imensidão mas não sei por onde caminhar.
Parei no tempo , não sei continuar . Só penso, penso e penso o tempo todo no tempo.
E em meio a um mar de palavras que guardo , não sei expressar . Nesse desalento de coisas que acomúlo , carrego para o fim de minha vida e me afasto cada vez mais .
Por isso sou um fracassado, um enorme fracasso como pessoa. É a razão de eu estar perdido.

Devon Glynn

A Vida é…

… esse amontoado de acontecimentos, é esse vai e volta de alegrias e tristezas… de belezas e horrores, de respostas, ou da mais absoluta incerteza…
… a vida é essa onda que vem, de surpresa, nos sacode pra lá, nos joga pra cá, nos desfaz por inteira…
... são esses dias quentes, que nos aquece… ou que quase neva em nossos corações…
… é o ter, o perder, é o longe e o perto, é esse "não sei o quê" dentro de você...
.... é aquela lágrima que cai, mesmo sem a gente perceber… é aquele abraço caloroso ou a indiferença…
… a vida é um momento, um leva e traz de acontecimentos…
... é esse chorar, gritar, é esse desespero de nunca mais reencontrar… é essa alegria de viver, sorrir, esperar…
… a vida é esse caminho, esse turbilhão de encontros e desencontros, é o tudo e o nada, é o nascer e o morrer….
…A vida é você comparecer quando ela passar por você….

Aurilene Damaceno