Cartas de Amizade Verdadeira

Cerca de 2094 cartas de Amizade Verdadeira

Quando uma verdadeira MULHER grita para o universo que está feliz. É porque ela quer que seu grito chegue ao infinito do céu e o alcance das estrelas para ajuda-la na luz que faz seu amor brilhar, diferente das MULHERES que gritam aos ouvidos umas das outras querendo demonstrar que apenas possuem o homem.
O amor não é um troféu, é um sentimento nobre.
Solte seu grito quando tiver a certeza que
ele habita dentro de você e seja. " feliz".

Goretti Mello

Bom é quando o sonhar custa bem pouco,
o amor é de graça
e a alegria é verdadeira...
Bom é quando o coração fica leve,
a alma se torna limpa,
e a esperança é toda renovada.
Bom é quando tudo se explica,
a tristeza não está mais presente,
e as emoções se tornam constantes.
Bom mesmo,
é amar sem medo,
sem segredo...

Vilma Galvão

A Poesia E Indefinida.

A Verdadeira Poesia vem de um lugar aonde não se pode dizer mas apenas os verdadeiros poetas sabem, Uma poesia e escrita de um modo incomum, Uma poesia e simplesmente, Um Modo único de tentar expressar um sentimento, Que e tão perfeito quanto o próprio nome já tenta expressar, Perfeição e saber de alguma forma expressar o que se senti, Ser poeta e tentar de alguma forma expressar um sentimento, O Amor, O Sentimento definido como Indefinido, Mas que todos passam a vida a tentar definir, Expressar O Amor E Uma Arte Que Poucos Sabem.

Jean.Frases

Não basta ser político esperto, porque a esperteza um dia se torna a verdadeira ignorância!
Político tem que ser inteligente, porque agindo assim ele consegue a simpatia dos que não são filiados e nem têm partidos algum!
Todos os políticos precisam entender, que nem sempre manobrar o povo é o melhor caminho e nem ajuda na grandeza da nação!
O povo sábio é o pesadelo pra qualquer político, pois ele tem o poder potencial, para desfechar toda empáfia e derruba-lo do poder para que ele caia no esquecimento!
O povo tem o privilégio de ver todos os políticos envelhecerem e perderem suas forças para outrem!
O seu poder não será pra sempre político, o tempo é seu inimigo imparcial, nada o faz parar, nem mesmo a própria morte!

Rosângela Aparecida Ribeiro

Muita das vezes nós devemos tomar a decisão certa
Pois a nossa verdadeira prisão se mantém dentro de nós mesmo
Presos em nossa própria confusão ou com o nosso sentimento oculto
Mas nem sempre é o que queremos, ou seja, o melhor para conosco de certa forma;

Contudo sei que acabamos sofrendo pela escolha que muita das vezes é a errada
Errada ao coração... Sem resposta da alma, sem alguma intervenção...
Não quero esperar... Por isso choro por dentro para me soltar em mim mesmo;

Julio Aukay

Apenas quando aceitei, sem contestações e por simples clarividências, que a verdadeira fé nasce do firmamento convicto naquilo que não se vê, compreendi, sem resíduo de descrença, que existe e existirá sempre uma força infinitamente maior e mais sábia que os ensaios de meus desejos. E mesmo revoltoso com fatos inesperados que subtraírem alguns dos meus melhores sonhos, não corromperei minha moral ou trapacearei meus próprios princípios. Porque descobri, também, que as circunstâncias adversas não funcionarão como justificativas íntegras para remodelar a solidez do meu caráter.
Cedo ou tarde, entendi que estar sem dinheiro não me eximia em nada de ser bondoso. Muitas vezes, os maiores gestos de caridade não me custavam mais do que a mísera migalha de saber partilhar da minha própria alegria.
Aprendi um dia que amar alguém com toda minha força não significava lançar sobre ela o estorvo de preencher as lacunas das minhas exigências, pois reconheci que, por maior esforço feito, nem sempre corresponderia às rigorosas expectativas alheias.
Compreendi, ainda, que ser livre não me credenciava como dono único da minha própria vida. Afinal, existem e existirão sempre pessoas ansiadas pelos meus regressos.
Mas, somente quando detive o dom de enxergar através das lentes de limitação dos humanos incrédulos, aceitei inteiramente essa plenitude divina que chamamos Deus. Obrigado Pai, pelo milagre mágico da vida, pela glória de me fazer um eterno aprendiz e, principalmente, pelo “toque torto” em ter-me feito tão DDA assim.
Agradeço a intercessão de Nossa Senhora, revigorando-me nas apatias das derrotas e erguendo-me nas vezes em que pensei covardemente desistir. Às inexplicáveis forças ocultas que surgem fantasiadas de pura intuição e me fazem mudar de ideia do nada. Agradeço, também, aos espíritos de luz que me conduzem pelos caminhos mais claros, e aos anjos guias, que me fazem sempre encontrar uma saída, quando a teimosia insiste em debandar-me pelos traiçoeiros atalhos tortos.
(Trecho dos Agradecimentos do Livro de Marcus Deminco, Eu e meu Amigo DDA).

Marcus Deminco

FÉ VERDADEIRA
Parábola

Em Deus louvarei a sua palavra,
em Deus pus a minha confiança
Salmos 56:4

Um alpinista iniciou a escalada de uma montanha, uma das mais altas do mundo.
Ao final do segundo dia, a noite chegou junto com um forte vento, que anunciava nevasca para a madrugada.
Estava muito escuro e não era possível enxergar mais que 10 centímetros à frente.
No entanto, ele tentava galgar alguns metros para chegar a uma plataforma para acampar naquela noite.
Foi quando escorregou numa lâmina de gelo e caiu num abismo de trevas.
Caía a uma velocidade vertiginosa, sentindo a terrível sensação de ser sugado pela força da gravidade.
O alpinista continuava caindo e toda a sua vida, num filme rápido, passava em sua mente.
Foi quando sentiu um forte solavanco que quase partiu seu corpo ao meio.
Era a corda de segurança na sua cintura, presa a uma estaca cravada no gelo que todo alpinista utiliza para sua segurança.

Nesse momento, de profundo silêncio, suspenso nos ares, o alpinista fala baixinho:
- Deus, me ajude.
De repente, uma voz grave e profunda vinda de todos os lados respondeu:
- O que você quer de mim, meu filho?
- Salve-me! - respondeu o alpinista.
- Você realmente acredita que eu o possa salvar?
- Eu tenho certeza, meu Deus.
- Então corte a corda que o mantém pendurado.
Houve um momento de silêncio e o alpinista pensou:
Se eu cortar a corda vou cair e morrer.

Dias depois, o pessoal do resgate encontrou o corpo congelado e morto do alpinista, agarrado com as mãos duras à corda que o sustentava.
Ele estava a apenas meio metro do chão.

Ou seja
Sabe o que é a fé verdadeira?
É confiar em Deus.
Sempre.

Caio Góes
Pastor

Siga A PALAVRA DE DEUS

DEUS, MEU AMOR
Louvor

Ali estava a luz verdadeira,
que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.
João 1:9

Deus.......................É o meu refúgio tranqüilo.
Deus.......................É o meu amor puro.
Deus.......................É a minha esperança maior.
Deus ......................É a minha paz interior.
Deus.......................É a minha luz brilhante.

Caio Góes
Pastor

Siga A PALAVRA DE DEUS

Diálogo entre um buscador incansável e a vida:

- ‘Onde está minha verdadeira Casa? Quando meu sofrimento vai acabar?’, o buscador nostálgico pergunta.
- ‘Você já está em casa’, responde a Vida, ‘mesmo no meio da sua dor‘.
- ‘Mas eu não consigo ver isso agora!’, responde o buscador.
- ‘Claro que você não pode’, responde a Vida. ‘Por isso desista de tentar vê-la no futuro. Simplesmente descanse nesta experiência do momento presente de ser incapaz de ver. Descubra que você está em Casa mesmo nessa sensação presente de nostalgia, mesmo nessa frustração, mesmo no seu fracasso de escapar a este momento. Para quem isso tudo esta aparecendo exatamente agora?‘

Riva Almeida

A verdejante campina
é uma verdadeira escola:
Na simplicidade ensina
sonhar ao som da viola!

O sorriso de criança
é o despertar que uma rosa
faz, na aurora da esperança,
uma fonte luminosa!

Deus fez, num ato supremo,
a pintura mais completa:
Arco-íris num extremo
e no outro a luz do poeta!

Com a esperança distante
e a força por extinguir...
pequena luz é o bastante
para o nosso olhar seguir!

Construí meu universo
nos pilares da poesia.
Cada estrela, a luz de um verso;
cada verso, um novo dia!

No duelo de titãs
a vitória é do clarão
quando o sol, todas manhãs,
rompe o véu da escuridão!

Minha alma no azul se expande...
parece um sonho sem fim.
Sendo o nosso amor tão grande
sinto o céu dentro de mim!

Assim como não se para
o tempo, naturalmente,
o grande amor não separa
duas almas no poente!

O maior prêmio da vida
é escalar até o final
sendo as pedras da subida
estandartes do ideal!

Mentira, uma falsa imagem
que revela cicatrizes
nas pessoas que assim agem
por serem muito infelizes.

Deus concedeu ao artista
um talento transcendente
por enxergar além vista
o que seu coração sente!

João Batista

O som mais perfeito que ouvir e logo me encantei.
De forma verdadeira e única transmite o que há de melhor.
Uma felicidade sem tamanho ou medidas.
Que faz transbordar pelo olhar intenso, pelos gestos de carinho, pelo comportamento que acelera as batidas do meu coração, mas acalmando minha mente.
Um som que trouxe em meio às confusões do dia, deu me a tranquilidade das montanhas.
É a música mais tranquilizante como o som dos rios de águas constantes que vivem em minhas lembranças.
Dos momentos intensos em que nos amamos;
Ou dos momentos que no simples olhar sabemos e queremos nos pertencer.
Um som de brilho que ajuda a conhecer o poder mágico e reparador da felicidade.
Seu sorriso, o som do seu sorriso amor é o melhor som ao meu olhar!

Marilene Sousa

História ...
Cada um tem a sua..
Verdadeira...falsa..suave..intensa..
Contada em verso e prosa...
Por vezes emociona..
Por vezes amedronta...
Por vezes consola..
Deixa-me falar daquela que alegra o coração ..
Daquela que ensina a virtude da Vida..
No sorriso da mulher amada...
Que ama por amar...sentindo-se feliz..
Justamente por também sentir amada..
Em um carinho..em um gesto..uma emoção ...
Traz o sorriso..ah e este sorriso...
Muda o mundo!!!

FELICIO

A Verdadeira Obediência

Por Thomas Watson

I. A obediência verdadeira deve seguir a regra correta. Obediência deve ter como regra a Palavra, pois este é o fundamento: "À lei e ao testemunho!" (Is 8.20). Se nossa obediência não estiver de acordo com a Palavra, será uma oferta de fogo estranho, nós adoraremos e Deus nos dirá: "Quem requereu isto das tuas mãos?" O apóstolo condena a adoração prestada humildemente a anjos (Cl 2.18) e os judeus se diziam relutantes em ir a Deus diretamente, pois seria mais humilde se prostrar diante dos anjos, desejando que fossem mediadores para com Deus. Nesses dois exemplos, temos uma demonstração de humildade na adoração a anjos, entretanto era algo abominável porque não havia a Palavra de Deus validando tal ato. Não era uma obediência, mas uma idolatria. A obediência de filhos é aquela que condiz com a vontade revelada do Pai.

II. A obediência verdadeira deve ser iniciada pelo princípio correto, que é o princípio nobre da fé: "Para a obediência por fé" (Rm 16.26). "Todas as obras aceitáveis procedem da fé", disse Agostinho. Uma macieira brava pode dar frutas agradáveis aos olhos, mas são amargas porque provêm de uma raiz que não é boa. Uma pessoa de boa conduta pode obedecer externamente a Deus, o que aos olhos dos outros pode parecer glorioso, mas sua obediência é amarga, porque não provém da raiz doce e agradável da fé. O filho de Deus lhe obedece pela fé e, com isso aprimorando seu serviço, torna-se agradável, além de muito mais aprazível. "Pela fé, Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício do que Caim" (Hb 11.4).

III. A obediência verdadeira deve ser para finalidade correta. A finalidade determina o valor da obra. A finalidade da obediência é a glorificação de Deus. O que tem estragado muitos dos serviços gloriosos é o fato de que a finalidade estava equivocada. "Quando, pois, deres esmola, não toques trombetas diante de ti, como fazem os hipócritas, nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens" (Mt 6.2). As boas obras deveriam brilhar, não queimar. "E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará" (ICo 13.3). Devo dizer o mesmo quanto a um objetivo sincero. Se nem sempre eu obedeço e não tenho um objetivo sincero, de nada me aproveitará. A obediência verdadeira contempla Deus em todas as coisas: "Será Cristo engrandecido" (Fp 1.20). Embora um filho de Deus erre o alvo, mesmo assim está olhando para o alvo certo.

IV. A obediência verdadeira deve ser uniforme. Um filho de Deus tem consciência de um mandamento, assim como de outro. Todas as coisas feitas para Deus devem ser feitas com o mesmo zelo. Todos os mandamentos de Deus têm o mesmo selo da autoridade divina sobre eles. Se eu obedeço a um preceito porque meu Pai celestial me mandou, pela mesma razão devo obedecer todos os outros. Assim como o sangue corre por todas as veias do corpo e o sol no firmamento percorre todos os signos do zodíaco, a obediência verdadeira de um filho de Deus segue tanto a primeira tábua quanto a segunda da Lei. "Então, não terei do que me envergonhar, quando considerarem todos os Seus mandamentos" (SI 119.6). Obedecer a Deus em algumas coisas na vida cristã e não em outras revela um coração doente, como o de Esaú que obedeceu a seu pai ao lhe buscar carne de caça, mas não agiu da mesma maneira em questões superiores, como na escolha de sua esposa. Obediência de filho aponta para cada um dos mandamentos de Deus, assim como a agulha aponta na direção da magnetita. Se Deus nos chama para fazer coisas que para nós são como a cruz, se somos filhos, mesmo assim obedeceremos nosso Pai.

Essa exigência de plena obediência nos leva a uma pergunta: Quem pode obedecer a Deus em todas as coisas?

Podemos responder que: conquanto um herdeiro adotivo do céu não possa obedecer todos os preceitos perfeitamente, ele o faz zelosamente. Ele atesta cada mandamento: "Ora, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa" (Rm 7.16). Ele se alegra em cada um dos mandamentos: "Quanto amo a tua lei!" (SI 119.97). Seu desejo é obedecer cada mandamento. "Tomara sejam firmes os meus passos, para que eu observe os teus preceitos" (SI 119.5). Quando ele falha, olha para o sangue de Cristo para que corrija seus defeitos. Essa é uma obediência zelosa que, ainda que não seja para satisfação, é para aceitação.

V. A obediência verdadeira deve ser constante: "Bem-aventurados os que guardam a retidão e o que pratica a justiça em todo tempo" (SI 106.3). A obediência de filho não é como uma figura para se colorir, que logo esta acabada, mas é como a corrente sanguínea que sempre continua, é come fogo no altar, sempre queimando (Lv 6.13).

Thomas Watson

Quando se tem fé verdadeira, o que chamamos de decepção no dicionário da fé é uma indicação do caminho de Deus para se chegar a vitória. Renunciar, acreditar verdadeiramente na misericórdia Divina, não é um processo fácil; se assim fosse o coração do ser humano não teria sido comparado a um solo fértil e cultivado, e a palavra de Deus, a um arado que prepara o solo para fecundar abundantemente. Deixemos que Deus seja a referência e a luz da nossa vida.
Profª Lourdes Duarte

Prof Lourdes Duarte

“A verdadeira poesia vem de dentro de você;
O verdadeiro verso é você.
Por isso me torturo tanto, penso tanto, hmm imagino tanto.
Sei lá, você se tornou uma parte de mim, uma parte existente.
Seria bom se eu não te conhecesse… Mas quem eu estou querendo enganar? Acabei me apegando, ou melhor, me apaixonando.”

Maiara Pietra Tomaz

A verdadeira mulher e aquela que n. quer ser outra pessoa quer ser ela mesma
Vejo o céu todos os dias todas as noites,
Mas sempre quando olho, percebo que ele esta diferente.
Não sei o motivo nem a razão, mas esperai...
Olha lá, esta lá, achei o problema,
Mas espere porque essa estrela só aparece à noite, será que e para brilha mais que as outras.
Mas porque de manha ela não esta lá, mas der repente essa estrela n. esta mais no céu.
Nem de manha nem a tarde muito menos a noite... A estrela mais bela se apagou?
Dois anos se passou, a estrela continua sumida, mas espere lá o que estou a ver.
Será que a estrela do céu veio para a terra para brilhar...
Meu deus, mas ela e a mais bela mesmo,
Se deus criou a terra em seis dias, nos sete ele fez você.

lucas

A Verdadeira Raiz do Mal

O poder de influência de uma pessoa sobre outra, para moldar o seu comportamento, está bem expresso no dito popular: “diga-me com que tu andas e eu te direi quem és”.
É com base neste princípio que o Arqui-Inimigo de nossas almas se utiliza de instrumentos para tentar e estimular a muitos a avançarem na prática do mal.
Isto é notório no uso do meio cultural-artístico, especialmente através da música moderna e das produções de Hollywood.
Ledo engano portanto, pensar que lutar para tentar impedir o estabelecimento de um governo mundial para que não se perca as liberdades individuais, seria a solução dos problemas do mundo, ou mesmo pensar, como não poucos pensam, e se empenham para a sua consumação para o mesmo fim, não é definitivamente a resposta para o problema do mal.
Porque este está ligado ao coração humano e dali pode ser removido somente pelo poder de Jesus Cristo, quando nos entregamos voluntariamente a Ele.
Um Sabetai-Zwi, Alester Crowley, Albert Pike, Charles Darwin, entre muitos outros são apenas meros instrumentos através dos quais Satanás dá à humanidade, em maior dimensão, aquilo que ela procura, a saber, liberdade para expressar todo o seu potencial pecaminoso contrário à vontade de Deus.
De modo que nosso Senhor Jesus Cristo afirmou que todo homem é escravo do pecado e se encontra portanto, debaixo da escravidão de Satanás, e disso pode ser libertado somente pelo Seu poder divino.
Eis então, apresentada em poucas linhas, a real causa do mal que afeta o mundo. Não vem de fora, vem do nosso próprio interior que se manifesta e se expressa exteriormente com maior intensidade quando tentado e estimulado para a prática do pecado.
Se não fosse a restrição que o Espírito Santo vem fazendo ao longo dos séculos, para que este mal não se alastrasse, de há muito a própria humanidade teria colocado um fim em si mesma.
Lembremos que a iniquidade que conduziu à prática de uma barbárie e violência tão extrema nos dias de Noé, conduziu ao extermínio de todos com exceção de Noé e de sua família, para que através deles se desse início ao repovoamento da Terra.
As coisas parecem estar marchando na mesma direção nos nossos dias, uma vez que nosso Senhor nos ensinou que os últimos dias seriam como os dias de Noé, pois é notável que a violência tem se espalhado de forma desenfreada, uma vez que o Espírito Santo já não está restringindo como dantes, o pecado naqueles que buscam o mal, e o resultado será o de que Cristo arrebatará aqueles que amam a justiça e a verdade, para que sejam traduzidos os juízos de Deus descritos nas páginas do Apocalipse sobre aqueles que deram crédito à mentira.

“2Ts 2:3 Ninguém, de nenhum modo, vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia e seja revelado o homem da iniqüidade, o filho da perdição,
2Ts 2:4 o qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus ou é objeto de culto, a ponto de assentar-se no santuário de Deus, ostentando-se como se fosse o próprio Deus.
2Ts 2:5 Não vos recordais de que, ainda convosco, eu costumava dizer-vos estas coisas?
2Ts 2:6 E, agora, sabeis o que o detém, para que ele seja revelado somente em ocasião própria.
2Ts 2:7 Com efeito, o mistério da iniqüidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém;
2Ts 2:8 então, será, de fato, revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus matará com o sopro de sua boca e o destruirá pela manifestação de sua vinda.
2Ts 2:9 Ora, o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais, e prodígios da mentira,
2Ts 2:10 e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos.
2Ts 2:11 É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira,
2Ts 2:12 a fim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça.”

Silvio Dutra

A Verdadeira Justiça Social

Ao estudioso que se aplica à tentativa de compreender o que seja a verdadeira justiça social aplicada no mundo, focalizando toda a sua atenção em um ponto específico, como por exemplo, o da distribuição da renda; ou o da regulamentação do trabalho; ou ainda a aquisição de bens de consumo, formas de acesso à educação, à informação, aos serviços de saúde, etc, sem que se faça uma análise da condição humana desde a fundação do mundo até os nossos dias, quanto a todos os itens referidos, com uma paciente e cuidadosa avaliação de todos os aspectos envolvidos em tudo o que possa ser considerado um avanço ou ganho para a humanidade, é bem possível que se chegue à conclusão e defesa de determinadas ideologias pela ilusão de que há nelas a própria substância da verdadeira justiça social.
Todavia, uma análise abrangente da história do que chamamos de desenvolvimento social da humanidade, sem preconceitos e balizada por princípios justos e verdadeiros, conforme os que encontramos revelados na Bíblia, há de nos conduzir seguramente à conclusão de que este mundo é tenebroso, e que toda a humanidade se encontra desde que o primeiro homem pecou, debaixo da maldição proferida por Deus, quanto às condições extremamente injustas que o homem padeceria e praticaria como consequência do seu pecado.
Todos sofrem deste mal, e toda a criação geme a um só tempo conforme dizer do apóstolo Paulo em Romanos 8.
O chamado progresso experimentado pelos EUA depois da Guerra Civil de Secessão, na segunda metade do século XIX, com a expansão da indústria petrolífera com Rockefeller, do aço e da construção civil com Carnegie, da eletricidade com J P Morgan, e das ferrovias com Vanderbilt, foi à custa de jornadas de trabalho dos operários, em condições insalubres, de até doze horas diárias por seis dias por semana, e com salários irrisórios, para a acumulação de capital e lucros exorbitantes pelos referidos monopolistas; os quais, para resguardarem seus interesses, por décadas, corrompiam ou usurpavam o poder governante.
Mesmo com a posterior quebra dos monopólios, Rockefeller, por exemplo, se tornou mais milionário ainda com a posse da maior parte das ações das novas empresas criadas.
A nova classe média, que passou a ter acesso, no início do século XX, a produtos que dantes era considerados inacessíveis, como o automóvel, por exemplo, fabricados a preços populares por Ford, caiu, desde então, no padrão consumista que alimenta a economia mundial mesmo nos blocos comunistas, aí incluídos a própria Rússia e China, que fez do dinheiro (o deus Mamom) o grande objeto de desejo inclusive das massas.
E este novo modo de vida ditado pela mídia e estimulado pelos próprios fabricantes e detentores de bens e serviços, tem conduzido por sua vez ao padrão extremamente liberal de uma sociedade que despreza os valores de uma sadia moralidade bíblica, e que apoia o individualismo dominado pela ganância, contra um viver coletivo em prol da família e da sociedade – quando falamos coletivo não estamos aludindo a comunismo ou socialismo, porque independente do regime político sob o qual se viva, seja democrático ou não, este sentimento individualista permeia o coração do homem pós-moderno, mesmo nas chamadas atividades coletivas, onde cada um procura sobrepujar o seu companheiro.
Assim, este sentimento devorador por obtenção de posição de poder financeiro, passou da elite para a população em geral nas sociedades moderna e pós-moderna.
Se antes, o homem era escravo do patrão, agora ele é escravo do dinheiro.
E a Bíblia alerta, quer a ricos, quer a pobres, que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males, e que aqueles que desejam ser ricos se acumulam de muitas dores, e perdem a fé em Deus.
Nunca haverá portanto, neste mundo, dominado pelo pecado e amaldiçoado em razão do pecado, uma verdadeira justiça social construída pelo próprio homem.
Entretanto, esta busca de uma justiça verdadeira não é uma utopia, ela será uma realidade plena quando da manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo, em sua segunda vinda, em poder e grande glória, para estabelecer o seu governo juntamente com os santos sobre a Terra.
Ademais, de que vale a justiça que se baseia apenas em um ou mais dos aspectos citados no início deste artigo, se o homem permanecer sendo escravo do pecado?
Assim, a maior justiça de todas, que podemos obter neste mundo, independentemente da injustiça que grassa sobre o mundo desde que o primeiro homem pecou, é aquela que recebemos pela fé em Jesus Cristo, que nos torna justificados perante a exigência da santidade e justiça de Deus.
E esta justiça há de compensar todas as formas de injustiça que possamos sofrer neste mundo.

Silvio Dutra

"A Sabedoria da Não-Violência

A vida verdadeira é como a água:
Em silêncio se adapta ao nível inferior
Que os homens desprezam.
Não se opõe a nada,
Serve a tudo.
Não exige nada,
Porque sua origem é da fonte imortal.
O homem realizado não tem desejos de dentro,
Nem tem exigências de fora.
Ele é prestativo em se dar
E sincero em falar,
Suave no conduzir,
Poderoso no agir.
Age com serenidade.
Por isto é incontaminável."

Lao-Tsé

Paixão

Paixão gigante, gritante, alarmante.
Paixão verdadeira, certeira ou às vezes pura besteira.
Paixão avassaladora, animadora, destruidora
Sentida, vivida e quase sempre mal resolvida.
Paixão é isso!
É como projetar uma casa.
Você desenha as paredes, teto, janelas, portas e por fim entrega o projeto ao dono.
Mas assim como o projeto de uma casa, é a paixão.
Nem sempre sai do papel.

gj