Carta de São Paulo a Coríntios

Cerca de 95 carta de São Paulo a Coríntios

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece,
não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal;
não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;
tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos;
mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor.

Paulo de Tarso

A OUTRA NOITE

Outro dia fui a São Paulo e resolvi voltar à noite, uma noite de vento sul e chuva, tanto lá como aqui. Quando vinha para casa de táxi, encontrei um amigo e o trouxe até Copacabana; e contei a ele que lá em cima, além das nuvens, estava um luar lindo, de lua cheia; e que as nuvens feias que cobriam a cidade eram, vistas de cima, enluaradas, colchões de sonho, alvas, uma paisagem irreal.

Depois que o meu amigo desceu do carro, o chofer aproveitou o sinal fechado para voltar-se para mim:

-O senhor vai desculpar, eu estava aqui a ouvir sua conversa. Mas, tem mesmo luar lá em cima?

Confirmei: sim, acima da nossa noite preta e enlamaçada e torpe havia uma outra - pura, perfeita e linda.

-Mas, que coisa...

Ele chegou a pôr a cabeça fora do carro para olhar o céu fechado de chuva. Depois continuou guiando mais lentamente. Não sei se sonhava em ser aviador ou pensava em outra coisa.

-Ora, sim senhor...

E, quando saltei e paguei a corrida, ele me disse um "boa noite" e um "muito obrigado ao senhor" tão sinceros, tão veementes, como se eu lhe tivesse feito um presente de rei.

Rubem Braga

1 corintios 13:4 a 7--Leer a biblia é uM bom ExercícioO!!

downloade_alk@hotmail.com

O amor é Paciente e bondoso. O amor não é ciumento e nen orgulhoso nem vaidoso. Nao é grosseiro nen egoísta. Nao se Irrita nen fica magoado. O amor nao se alegre quando alguem faz alguma coisa errada mas se alegra quando alguem faz o que é certo . O amor nunca desanima, porem suporta tudo com fé, esperança e paciência.

Michael bezerra de Souza

O Morumbi será um excelente palco para abrir a Copa, e o Maracanã outro ótimo palco para o encerramento. Em curto espaço de tempo, o Brasil precisa ter competência para fazer reformas e construir estádios. Mas não é só isso. Precisamos melhorar na cultura, infra-estrutura, transporte, saúde, educação. Estádio podemos construir. Gente é difícil corrigir. Espero que as pessoas encarregadas pelo planejamento sejam dignas.

Rogério Ceni, goleiro do São Paulo Futebol Clube

Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio.
Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia.
E outra vez: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são vãos.

(1 Coríntios 3, 18-20)

São Paulo

Agora me respondam alienados - Porque alguns de vocês estão "indignados" com as declarações desse cartola? O quê altera em vossas vidas as declarações desse senhor? Não levem isso tão a sério, se preocupem com coisas mais relevantes do seu cotidiano, se preocupem com o quê você vai ser e com o que irá lhe acontecer nos minutos adiante

São Paulo

O amor
"O amor é muito paciente e bondoso
Nunca é invejoso ou ciumento
Nunca é presunsoso nem orgulhoso
Nunca é arrogante nem egoísta, nem tão pouco rude
O amor nÃo exige que se faça o q/ ele quer
Não guarda rancor e dificilmente notará o mal que os outros lhe fazem
Nunca esta satisfeito c/ a injustiça
Mas se alegra quando a verdade triunfa
Se você amar alguém será leal para com ele
Custe o que custar
Sempre acreditará nele
Sempre esperará o melhor dele, e sempre se manterá em sua defesa
Há três coisas que perduram : a FÉ, A ESPERANÇA E O AMOR
E a maior destas coisa é O AMOR."

Epístola do amor segundo São Paulo

O POMBO



Um homem sentado numa praça
de Curitiba, São Paulo, Recife, Londres...


Aquele homem é o mesmo
em todas as praças do mundo?


Um homem pousa num banco
e seus pensamentos voam igualmente
como o pensamento de todos os homens
sentados numa praça qualquer


Eis um homem pousado voando
pelo mundo


Esse homem é um pombo
Esse homem é a paz


Será por isso que existem praças
para os homens pousarem
e soltarem as suas asas?

Hideraldo Montenegro

Manuel Antônio Álvares de Azevedo.
São Paulo - SP, 1831 - 1852.
Obras Principais: Obras I (Lira dos Vinte Anos), 1853;
Obras II (Pedro Ivo, Macário, A Noite na Taverna, etc), 1855



Nascido a 12 de setembro de 1831 em São Paulo, onde seu pai estudava, transferiu-se cedo para o Rio de Janeiro. Sensível e adoentado, estuda, sempre com brilho, nos Colégios Stoll e Dom Pedro II, onde é aluno de Gonçalves de Magalhães, introdutor do Romantismo no Brasil. Aos 16 anos, ávido leitor de poesia, muda-se para São Paulo para cursar a Faculdade de Direito. Torna-se amigo íntimo de Aureliano Lessa e Bernardo Guimarães, também poetas e célebres boêmios, prováveis membros da Sociedade Epicuréia. Sua participação nessa sociedade secreta, que promovia orgias famosas, tanto pela devassidão escandalosa, quanto por seus aspectos mórbidos e satânicos, é negada por seus biógrafos mais respeitáveis. Mas a lenda em muito contribuiu para que se difundisse a sua imagem de "Byron brasileiro". Sofrendo de tuberculose, conclui o quarto ano de seu curso de Direito e vai passar as férias no Rio de Janeiro. No entanto, ao passear a cavalo pelas ruas do Rio, sofre uma queda, que traz à tona um tumor na fossa ilíaca. Sofrendo dores terríveis, é operado - sem anestesia, atestam seus familiares - e, após 46 dias de padecimento, vem a falecer no Domingo de Páscoa, 25 de abril de 1852.

Luciane Schneider

Amor e perdão


Das passagens bíblicas temos o exemplo de São Paulo que antes de ser Paulo era só Saulo de Tarso e perseguidor dos cristãos. Antes da visão que teve na estrada para Damasco, matou inúmeros seguidores de Jesus. Mesmo sendo assassino, tornou-se um dos maiores seguidores de Jesus e cumpriu sua missão pregando o Evangelho de Jesus ao mundo, em especial aos pagãos.
Pois é temos um santo que antes fora assassino e a nossa visão hoje dos criminosos? Como pode ser termos um santo que antes de sua conversão havia matado milhares de fies e não aceitarmos que alguém que já cumpriu sua pena tenha convívio na nossa sociedade.
Paulo de Tarso teve numa mesma existência a oportunidade de nos mostrar que é a mudança é possível, uma vida de crime passou a ser uma vida de amor. Ninguém sequer cita o passado de Paulo, todos são falam do amor que ele transmitiu em suas mensagens.
Porque então não podemos perdoar aqueles que cumpriram sua pena?
O que há de errado em nossa criação? Porque não conseguimos esquecer o erro alheio? Porque ficamos sempre indagando o porque, o motivo do que levou a fazê-lo?
Falta ainda muito amor em nossos corações. Incrível como o amor somente se manifesta em nossas relações mais próximas. Sabe aquela frase: “É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã”? Pois achamos lindo, cantamos com toda força dos nossos pulmões. Mas acho que nunca paramos para questionar que pessoas? Amar a quem?
Pois é o que devemos fazer preciso amar a quem?
Precisamos aprender amar a todas as pessoas do mundo sem distinção. Não é nada fácil, porque temos uma coisa dentro de nos chamada preconceito, que precisamos eliminar esse sentimento para então dar vazão ao amor.
Amor é a única forma de perdoar, só consegue perdoar quem sabe amar!
Faça disso seu projeto de vida: aprender a amar!!!!!!!!!!!!!!!
Para quem sabe consiga perdoar!!!!!!!!

Tamy Henrique Reis Gomes

A LEI SECA!!! EM SÃO PAULO

A lei seca em são paulo só não está mais molhada porque tem chovido pouco.

Moro na zona norte da cidade e nas ruas do bairro próximas da minha casa todos os dias e principalmente nos fins de semanas, é um vestival de morotistas bebados, e motos em alta velocidade, sem capacetes, alcolizados, menores, com 2, 3 e as vezes mais pessoas na mesma moto, sem o silencioso da moto e tudo isso acontece diante das viaturas das polícias CIVÍL e MILITARES, essas motos passam por eles em alta velocidade o dia todo e a noite também.

A polícia não possue contingente para dar conta da demanda de problemas e a seleção que é feita de quém se deve abordar, parece ter critérios extremamente equivocados, ainda não fui parado por eles e também evito ao máximo beber quando tenho que dirigir, mas seria hipocrisia dizer que nunca o fiz, mas certamente se fosse abordado por eles naquela região iria questionar essa postura. Mesmo que me custasse um bom peteléco. kkkk

leo poeta

São Paulo, 03 de Outubro de 1992

Querido Maninho Cesar

É preciso uma canção, um som, talvez um barulho qualquer
um ruído estridente depois o silêncio da mente na calmaria total.
Escorre uma lágrima, outra e mais outra, embarga a voz
pela emoção, agita e entedia a mente ao mesmo tempo.
Dilata,dói, aperta, aflinge e atinge o super-égo.
É preciso uma razão, meditação, apenas um fato a toa
pra justificar a brecha emocional, entre um suspiro e outro há um transe real enexplicáel, contestável mais há...
é o q mais importa agora!!!
Acontecer é importante, ter um curso natural para as coisas acontecerem é fundamental.
Emotividade nem sempre é deixar o choro sair, a lágrima rolar, confusão da mente o essencial mesmo e poder existir infinitamente.

Sujeitar a interferir nos acontecimentos requer mais que ser racional é preciso sentir, derivar espaço, deliberar não se ver, ilimitar esforços, querer viver o instanteseguinte, acrescentar luz a penumbra, descobrir-se.
É preciso bem mais que uma canção envolvente,abstrata,
bem mais que os olhos observam, ainda mais que a pele sinta,
é preciso assumir o papel,o roteiro criado por você.
Basta deixar a alma vagar sem identidade, sem nome ou codi-nome.
O PRINCIPAL É SER FELIZ. E SER FELIZ É PRECISO!!!!

"SIGA SEU PRÓPRIO CAMINHO PRA SER FELIZ DE VERDADE"!!!

De sua Maninha que ti adora

"Crizinha"

G. Cesar Rodrugues S.

São Paulo, 03 de Outubro de 1992

Querido Maninho Cesar

É preciso uma canção, um som, talvez um barulho qualquer
um ruído estridente depois o silêncio da mente na calmaria total.
Escorre uma lágrima, outra e mais outra, embarga a voz
pela emoção, agita e entedia a mente ao mesmo tempo.
Dilata,dói, aperta, aflinge e atinge o super-égo.
É preciso uma razão, meditação, apenas um fato a toa
pra justificar a brecha emocional, entre um suspiro e outro há um transe real inexplicáel, contestável mais há...
é o q mais importa agora!!!
Acontecer é importante, ter um curso natural para as coisas acontecerem é fundamental.
Emotividade nem sempre é deixar o choro sair, a lágrima rolar, confusão da mente o essencial mesmo e poder existir infinitamente.

Sujeitar a interferir nos acontecimentos requer mais que ser racional é preciso sentir, derivar espaço, deliberar não se ver, ilimitar esforços, querer viver o instanteseguinte, acrescentar luz a penumbra, descobrir-se.
É preciso bem mais que uma canção envolvente,abstrata,
bem mais que os olhos observam, ainda mais que a pele sinta,
é preciso assumir o papel,o roteiro criado por você.
Basta deixar a alma vagar sem identidade, sem nome ou codi-nome.
O PRINCIPAL É SER FELIZ. E SER FELIZ É PRECISO!!!!

"SIGA SEU PRÓPRIO CAMINHO PRA SER FELIZ DE VERDADE"!!!

De sua Maninha que ti adora

"Crizinha"

G. Cesar Rodrigues S.

Quero conehcer o restante.. daqui de São paulo, quero andar entre os pontos que as pessoas colhem ouro, quero andar na terra seca do nordeste... caminhar com as gurias do sul...rs Ir num baile do Rio de Janeiro, ouvir eletronica em Minas Gerais... cantar musicas caipiras com os interioranos.Quero correr pelas dunas do Ceara,
Passear por Aparecida do Norte e ver nossa Santa Padroeira. Brincar com as pobres crianças do Espirito Santo. Pular nas chachoeiras de Foz do Iguaçu e sentir o gelado das aguas tomando meu corpo.
Chorar, olhando a Lua do na madrugada de PIAUI, e sorrir olhando o sol das praias litoranes do meu maior amor. São Paulo.

Bruno Lopes Maciel de Lima

Ressaca latina.

Eu estava no estopim dos protestos em São Paulo, em junho do ano passado. Acreditei, engajado, na nossa Primavera. Estampei mais de 1.000 camisetas, no meio da rua, no chão, sem se importar com as pontas dos dedos sangrando ou com a polícia exercendo seu pior "papel" sobre mim e sobre os meus pares.

Hoje, porém, estou estarrecido. Não pelos 7x1, apesar de ter torcido pela nossa Seleção. A ânsia de vômito é por causa de milhões de posts de brasileiros - alguns amigos próximos - que estavam achando tudo lindo até ontem e precisou perder no futebol - não uma derrota simples, uma derrota de 7x1 que sacode qualquer sonso - para soltar seu primeiro grito estérico e mal elaborado de protesto nas redes sociais.

Pois saiba: #vocênãomerepresenta!

Se o placar fosse ao contrário, 1x7 para nós, você não estaria achando o SUS tão ruim (até porque você tem plano de saúde), o ensino tão precário (porque você acredita que é crítico) e, até estaria pensando que acidentes como o do viaduto que caiu realmente acontecem de vez em quando (porque você não é engenheiro e não manja bulhufas sobre edificações).

A nossa derrota está em tantos pontos de exclamação de ódio recalcado. No nacionalismo sazonal. Está na porta do armário que se "abre" pelo motivo errado.

Uma pena, você merecia mesmo a vitória do Brasil.

#protesto #fifa #recalque #brasil #seleção #7x1 #ressaca #dilma #aecioneves #votonulo #politica #WorldCup #coxinha

Kléber Novartes

Um Sequestro em São Paulo

No ano passado um grande fato se ocorreu
Alguem sequestrado... oh meu Deus
O povo todo frustado
Pensando no que aconteceu

Quem sera pensavamos todos...
Sera alguem conhecido?!?
Parente ou amigo?!?!
E para nossa infelicidade foi Maria Aparecida
Quanta crueldade
Dela nao tiveram piedade

E nesse alvoroço todo muitas pessoas sofreram
Fora a familia e amigos
Foram seus dois filhos queridos
Ana Paula e Rodrigo que nao se esqueceram

Maria Aparecida confinada 45 dias
Sob a mao de muitas pessoas desconhecidas
Onde sua morte era temida
Durante todo o tempo vigiada
E para tudo o que queria fazer era controlada

De maos e pes atados
Sua boca tapada
Seus olhos vendados
E seu corpo preso ao chao
A judiavam sem perdao
E só de 8 em 8 dias seu banho era tomado
De 2 minutos na agua fria nao se passavam
Ela nao mais sorria

E em todos esses dias nos aqui fora sofrendo
Sem ter noticias..
E com um futuro proximo a vir
Todos o temendo

Sem saber como estava
Sem saber o que estava acontecendo
Sem saber como era tratada
Sera que estava sofrendo???
Mas é claro que estava...

Tudo era uma conjectura
De nada sabiamos
De tudo e todos temiamos
Oh... oq fariamos se algo de grave acontecesse???

A unica coisa que podiamos fazer era sentar e esperar
E com nossas lagrimas a derramar
E com os olhos inchados
Só podiamos rezar
Ter calma paciencia e esperança
Que um dia tudo se alcança

Choravamos muito sem pudor
Suportando toda a dor
De ter uma tia sequestrada
Sendo judiada
Nesse mundo de horror

E em todos os dias uma reza jamais faltou
Pediamos a Deus todos os dias dizendo:
Maria Aparecida Jesus te cure
Jesus te salve
Jesus te liberte

E voce se curou...
se salvou...
E se libertou...
Desse trauma tao horrivel
Que em sua vida passou

Mas Nao era só isso
Rezavamos tambem
Maria Apareciada se Jesus te Libertar...
tu seras eternamente livre

E faziamos tudo isso com fe e esperança
Tendo a certeza de que Deus é mais forte que tudo e todos
E conosco a sua lembrança

E no dia 31 de dezembro
Faltando 20 minutos para meia noite
Eis que vem a boa noticia
Aparecida sorria
Voce esta livre novamente
Junto a sua familia
De volta a sua vida
Mas nao mais como era antes

Esses dias deixaram muitas marcas
Não só a voce mas a todos tambem
Que sofremos muito com sua ausencia
E garanto que voce tambem

Mas agora vamos recuperar o tempo perdido
Aproveitar o nao vivido
E deixar que o tempo cure as cicatrizes
De horror, agunia e medo ocorrido

Hoje te dou parabens
Por ter sido forte em tudo que passou
Agora esta tudo bem
A sua fe nao fraquejou
Agora gritemos Amem
Voce se salvou

O seu renascimento foi consagrado
Por Jesus aclamado
E a chance de viver novamente
Foi-lhe abençoado...

E hoje agradeço
A todos que por ti rezaram
Toda sua familia e amigos
Que suas rezas jamais faltaram!!!

Patricia Saraiva Ferrraz novembro de 2004

São Paulo,uma cidade que mesmo poluída,conserva sua arquitetura ainda colorida.
Cidade das contradições,das misturas de todas as nações,raças,cores,religiões.
Da pressa,da correria, da garoa, dos alagamentos,da pobreza e da riqueza,da insegurança, da esperança.
São Paulo,onde nasci ,vivo e espero morrer...
Mas ainda quero acompanhar o desenvolvimento sem vírgula, pois seu lema determina: SÃO PAULO NÃO PODE PARAR !

[OBS: Não adianta falar mal da CIDADE - Ela é o reflexo do que somos,como agimos e a somatória das escolhas que fazemos ! ]

>> Parabéns aos Paulistanos(Os que nasceram na Cidade/Capital ).
>> Parabéns aos Paulistas(Os que nasceram em qualquer Cidade do Estado de São Paulo).
E todos que escolheram essa CIDADE para viver !

Cissa Sousa

www.pequeninapoesias.com.br

CABO FRIO X SÃO PAULO ...12/06/2014

ILUSTRE POETA ...AMIGA ...MINHA HOMENAGEM NO DIA DE

HOJE POR TÃO LONGA CAMINHADA JUNTOS ...MEU ABRAÇO ...MEU

BEIJJJO ESPECIAL ...MEU APREÇO E A HONRA EM NOME DE

TODOS AMIGOS POETAS...VIDA LONGA E FELICIDADES

ETERNA

gente digitem copiem e colem o link abaixo no seu

navegador Explorer

Sincero o Único

...:: Estado ::...

Estar em estado louco no estado de São Paulo
É estar em um louco estado em estado deplorável
Muitos passam o tempo passando o tempo passado
Enquanto tentam seu espaço no espaço apertado
Fazem sem pensar, outros não sabem fazer
Guiados por notícias fictícias na tv
Enfrentam amassados de manhã o metrô lotado
Pagando com trocados que sobraram do cigarro.

W. Iazzetta

AVALIAÇÃO NECESSÁRIA

Em São Paulo, por exemplo, os alunos da rede pública acabaram de ser avaliados pelo Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo). Mais de cinco milhões de estudantes foram avaliados. É a maior avaliação já feita no Brasil. Só neste ano, tivemos a adesão de quase 400 dos 645 municípios do Estado. Consideramos essencial que esse levantamento tenha o apoio de todos, de maneira que possamos mensurar recursos e programas destinados à educação. É importante destacar que o Saresp não tem nenhum aspecto punitivo. Sua função é realizar um diagnóstico anual das escolas para que o gestor público e a equipe de professores conheçam sua rede de ensino, analisem as deficiências e multipliquem experiências positivas. A metodologia de ensino e a verificação da apreensão de conteúdos passam, hoje, pela solução de problemas, elaboração de projetos, apresentação de seminários, análises de provas, redações, textos. Nesse contexto, o professor tem de abandonar o papel de facilitador para assumir a função de problematizador. A ele cabe instigar a curiosidade dos aprendizes, lançar dúvidas, estimular questionamentos. E, para isso, é fundamental conhecer o resultado de uma avaliação externa como a do Saresp. O governo federal, desde a gestão do presidente Fernando Henrique Cardoso, investiu nessa política de avaliação. O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e o Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica) constituem importantes instrumentos de avaliação externa que contribuem para a compreensão dos indicadores de qualidade da educação brasileira. O Saeb é feito por amostragem, o que é o correto, porque o governo federal não tem rede pública e, portanto, não precisa conhecer aluno por aluno em um sistema de avaliação. Já no Enem, a avaliação é universal, é um caminho inteligente para substituir o vestibular -hoje, o único sistema de ingresso nas universidades nacionais. O Saresp também é universal. Desde o início do mandato do governador Geraldo Alckmin, seu resultado é estudado em âmbito estadual, depois nas diretorias de ensino e, em seguida, nas escolas, com os pais. Os indicadores municipais são encaminhados para as prefeituras, e as escolas da rede particular que aderem à avaliação também recebem o resultado, para que trabalhem suas deficiências. Não há objetivo de comparação entre alunos, entre escolas, entre regiões. Não há um ranking. O trabalho com os resultados é pedagógico. Até porque, as escolas têm públicos singulares, alguns mais complexos, outros menos. Públicos que exigem cuidados diferenciados, focados em áreas específicas. E a autocomparação é mais eficiente do que a classificação no ranking, pois é importante saber como estava uma escola em determinado ano e como foi seu desempenho no ano seguinte. Outro dado relevante para a educação e que está diretamente ligado à qualidade do ensino é a taxa de evasão escolar. Uma vez detectada com altos índices, indica que a escola não é acolhedora e que o aluno não se sente motivado para a participação e para a aprendizagem. São Paulo tem a menor taxa de evasão escolar do Brasil, embora tenha a maior rede pública nacional. Apenas 0,7% das crianças de 1ª a 4ª série abandonam nossas escolas. Já entre 5ª e 8ª séries, o índice é de 2,8%, e, no ensino médio, de 7,2%. Números muito baixos em relação aos dos demais Estados -e também em relação aos países do Primeiro Mundo. Estamos certos de que essas avaliações e percepções podem nos ajudar a planejar uma educação de qualidade, sem improvisações, típicas de programas eleitoreiros. Temos o respaldo de pesquisas e estudos fundamentados na observação de experiências realizadas em países que deram um salto de qualidade na educação. Países que só conseguiram resultados favoráveis devido às políticas educativas de continuidade. O Brasil, infelizmente, tem a marca dos personalismos. Cada administrador quer deixar sua bandeira. Sua insígnia. Para tanto, acaba destruindo o que fizeram seus antecessores políticos. Insistimos na idéia de trabalhar para que a bandeira da educação tenha mais peso e tremule mais alta que as partidárias ou individualistas. É essa a nossa filosofia. É esse nosso desejo mais sincero.


Publicado na Folha de S. Paulo

Gabriel Chalita