Carta de Despedida

Cerca de 397 carta de Despedida

CARTÂO POSTAL

Pra que
Sofrer com despedida?
Se quem parte não leva, nem o sol, nem as trevas
E quem fica não esquece
Tudo o que sonhou eu sei
Tudo é tão simples que cabe
Num cartão postal
E se a história de amor não acaba tão mal
O adeus traz a esperança escondida
Pra que sofrer com despedida?
Se só vai quem chegou e quem vem vai partir
Você chora se lamenta, depois vai dormir
Sabe, alguém quando parte é porque outro
Alguém vai chegar num raio de lua, na esquina, no vento ou no mar
O adeus traz a esperança escondida
Pra quê?
Sabe, alguém quando parte é porque outro
Alguém vai chegar num raio de lua, na esquina, no vento ou no mar
Pra que querer ensinar a vida?
Pra que so...frer?

Rita Lee e Paulo Coelho

Despedida

Eu sou um de muitos que já passaram, e que ainda vão passar por esta terra,
Deixando pra trás um rastro de existência.
Um louco tentando escapar do absurdo coletivo.
Mais um medíocre aos olhos da humanidade.
Caminho sem rumo, sem direção a procura de uma ilusão, ao qual eu possa,
Chamar de amor.
Assim vou vivendo, queimando pouco a pouco, os sonhos que ainda me restam.
Digerindo a falsidade que me rodeia, rindo sozinho da demência humana.
Meus amigos são poucos, minhas conquistas menos ainda.
Mas minha coragem ainda triunfa, escondida na minha misericórdia.
E o corte da minha espada ainda se faz presente, dilacerando a altivez de quem ousar atravancar o meu caminho.
Vou-me assim vivendo, apenas com a pureza de um recém nascido.
Comprarei uma casa na montanha, distante de tudo e de todos.
Onde quem sabe em uma tarde fria de inverno ver-te-ei meu rosto refletido.
Em uma pequena poça de água formada pelas lagrimas que chorarei pela manha,
Ela me mostrara todos os anos que já se foram embora, darei meu ultimo suspiro, e um sorriso simples cansado pelo tempo, um estrondo ira cortar o silêncio quase angelical.
Logo após depois de uma imensa espera, finalmente irei acordar do sonho da vida.

Anjo de Galochas

QUE BOM SERIA

Que bom seria
Se não houvesse despedida
Porque é tão triste
O momento da partida.
Que bom seria
Se eu pudesse ver o dia
Ao lado dela
Amanhecendo
Que alegria!
Me desse ela
Toda a chance
Que eu preciso ter
Pra que a envolvesse
Em meus braços
E então lhe dizer...
Eu lhe diria:
Que ela é, minha alegria
Minha paz
E que irradia
Toda a força
Ao meu viver.
Diria mais
E muito mais
Eu lhe daria
E a veria como eu
Tão contente, de prazer...

Elciomoraes

O coração do poeta precisa de alguém
Que não queira despedida
Que seja pro fim da vida
Que tranque todas as saídas
E lá dentro só nós dois e Deus

O coração do poeta precisa de um amor
Que seja singular na trilha
Que seja sem armadilha
E no momento em turbulência
Seremos nós dois e Deus

Barquinho de papel no riacho a bailar
Seremos o nosso alguém
Depois que o meu Deus confirmar o amor
Então seremos felizes poetas

Irmão Lazaro e Danilo Souza

No Momento de Ir


...E quando o momento da despedida chegar, não me traga flores, que apesar do perfume não será o momento oportuno.
...Melhor que a beleza das rosas, traga-me folhas em branco, tinta e pincel, estes
Serão para relembrar os respingos da minha existência.


dedicatória em primeira Antologia ALB
para um ser humano "incrível" R.V.L.

Érwelley C. de Andrade ALB

Sábado ****


Já imaginou um adeus sem despedida. Uma declaração não declamada...
Um sorriso não aberto, um choro calado, uma dor escondida...
Já se imaginou no auge da dor e cega pela mesma não se achou...
Encarar o mundo sem o colorido de seus olhos, encarar os dias sem suas palavras...
Transformei-me em pó, nada, poeira...
Como posso seguir sem o adeus... Sem a nossa despedida...
Tenho que calar o beijo que não dei o abraço que não abracei...
Tenho que calar o meu coração que te chama, e grita até sangrar...
Minhas noites tem sido de completa solidão, o meu desabafo sem ninguém para ouvir...
O choro tem sido a demonstração da saudade que sinto aqui em mim... estou me sentindo metade , melhor menos que a metade...
Você me levou contigo, me restou o nada...
Levantar-me sem motivação, viver sem o por quê?
Como posso respirar sem o meu ar...
Perdi-me de casa, mas sei onde ela está...
Agora é aprender tudo de novo, é o mesmo caminho, mas estou a rastejar...
Eu vou me levantar, andar... Mas nunca mais serei a mesma. Você é a minha metade, nunca mais plena será...
O que se faz quando descobre que perdeu o seu norte? Ensinar-me a viver sem você...

felicity Secret

DESPEDIDA DE UM HERÓI ABALROADO

Na rua desvairada o carro vem em alta velocidade
Ameaça me abalroar, pois me encontro no meio dela.
Dela não saio, quero impor respeito ao valor que meu bairro merece.
Dente de tigre olho de sabre.
Revoltam entre si.
Se revoltam entre os dissociados.
Cambaleia de agonia.
A pancada foi forte, mas nada como deixar
De ir pro inferno sabendo que lá estarei calmo
ao lado do senhor satanás.
Quem de mim sorriu, não sorrirá mais.
O inferno festeja minha chegada!
A vossa desgrassensa que à mim pertencia,
hoje chora.
Foi quase em uma velocidade de 250 quilômetros
que me atingiu.
Meu corpo alem do inferno foi parar 100 metros depois.
Morria ali, na presença de casas, valas, pedestres, veículos, crianças.
sobre o sol que de tão quente fritou minha mente naquele pincho ardente.
Morria no não morrer!
A minha morte não foi o suficiente para mudar nada no bairro
foi apenas o começo de uma grande guerra sem fim próximo.
No cair da chuva e no deslizar das águas nas corredeiras de valas a céu aberto
meu bairro se despedia.
Vivia a reivindicar.
Morri ao protestar.

[Sim, sei!!i O inferno agora tem paz]

Arielson Pinto

Ensaio minha despedida em palavras um tanto indecisas que me fazem duvidar que pudesse me ir embora;
Jurava que o problema que nós passávamos era meu para que você tivesse tempo de me amar com todo o seu querer;
Sempre te exaltei com minhas doces palavras para que você pudesse entender o quanto você tinha valor para mim;
Chorava as taças de vinho deixada sozinha com amores que nunca ouvia o tom da felicidade, mas que nunca havia esperado que se magoasse;

Julio Aukay

Despedida

No descompasso do meu passo apressado,
do jeito,
sem jeito que sou.

Procurando teu abraço,
mais uma vez me perdi,
ao te pedir o teu amor.

Nem choro ,
nem vela,
nem fita amarela....
De nós nada restou.

Na poesia emocionada,
na saudade declarada...
Tudo o que eu tinha pra te dizer,
mas você não escutou.

Shalimar

Shalimar Catramby

Estamos conjugando verbos em tempos e modos diferentes, rastejando uma despedida que até pode nem ser o que queremos. Olha bem pra mim e decide que música pretendes dançar. Pode ser que eu tope. Pode ser que não, mas pelo menos saberei o o ritmo antes de decidir apertar o 'play' ou o 'eject'.

AílaSampaio

AilaSampaio

Meus versos nunca foram tão decorados em uma pré-despedida na qual não te faça arrepender-se ou desistir de ir para nunca mais voltar;
Não parta sem antes perceber os pedaços que me deixa ou não espere os meus lamentos para com os seus deboches poucos significantes;
Porém saiba bem que não te procurarei em qual quer esquina que me dê motivos incabíveis para tentar te trazer de volta;
Espero que algum dia você me veja com a imensa felicidade que outro coração tenha me dado, um belo sorriso no rosto e sensações inexplicáveis;

Julio Aukay

A despedida

Afinal tudo aconteceu como eu previa, só não podia acreditar. Aquela mesma história triste se repetiu. Bastou que eu fexasse os olhos por um único instante pra ver você partir assim tão fácil, da mesma forma como apareceu. Foi só eu soltar tuas mãos por um segundo pra ter que te ver caminhando em outra direção. Naquele dia eu ia te dizer como você era perfeito, mas não havia mais tempo. Não, eu não estou triste, eu sei que você também me quis, talvez não com tanta intensidade, mas quis. Eu queria te falar como as coisas passaram a ser tão claras depois que você surgiu, mas você não pôde me ouvir. Não se preocupe, todas as palavras que eu falei naquele dia com certeza serão esquecidas. E eu não estou falando de amnésia. Só vão restar as cicatrizes, estas nunca somem. Você não terá mais que ouvir minhas palavras, no final não vai restar mais nada. Eu só queria uma história diferente pra construir.

Jullie Alves

Vida rouca, outra ida, despedida,
Lida leve, vida vévi,
Se cuida.... como eu nao me cuido,
que eu vivo,
Como der ou como posso,
Mas como posso?
Vivendo no Osso, nos destroços,
De uma vida antes viva agora véu,
Véu preto, Luto !!
Mas nao deixo de lutar,
De olhar o luar, imaginar, sonhar...
E há de melhorar,
Um dia,
Manhã branda, fogo intenso,
TUDO eh tenso !
Penso,
E isso basta, antes que troque de casca,
Canto e escrevo nesse inverno,
Curto esse frio eterno,
Nessa vida linda e curta,
A qual eu curto e quase surto !

]Renato Broz

Renato Broz (O Dom Quixote pós moderno)

Despedida

Resposta :

Eu deixo você ir, não porque não te quero mais. Mas por saber que no momento já não suprimos a necessidade um do outro e por saber que você precisa de algo melhor. A vida é assim… Deixe chover, deixe vir tempestades e dias sombrios, mas quando as nuvens do céu se abrirem e o sol aparecer iluminando novamente, vou olhar para o arco-íris e lembrar sempre de você, por que você fez parte da minha história.

Hoje já não estou com raiva pelas coisas ruins que aconteceram, muitas das coisas que eu cobrei, ficarão perdidas pra sempre no tempo de nossa existência. E não quero nos tornar meras sombras do que éramos. Não que eu queira voltar ao passado, longe disso, mas não quero viver este presente ingrato, cheio de duvidas, e magoas que eu estava criando e que eu me achava no direito de cobrar. Eu sei que estou errada por pedir além do que você poderia me oferecer, mas eu me encontrava num momento tão difícil da minha vida, que acabei cobrando de quem mesmo distante, se encontrava mais perto de mim. Perdão!

Acho inútil ficar aqui tentando encontrar palavras pra contar uma história que já conhecemos. Hoje como disse no texto a baixo é um outro dia e como um livro de paginas em branco quero reescrever minha história diferente. Agora com uma bagagem maior, acredito que não cometeremos daqui pra frente os mesmo erros com as pessoas que encontraremos pelo caminho. E isso só é valido para livros em branco, com páginas limpas, pois quando as páginas já são rabiscadas, mesmo que passemos uma borracha, sempre ficarão as marcas.

O vídeo é lindo e oportuno, a música traduz bem o que a alma sente.

Espero que seu arco íris não demore aparecer.

Te desejo boa sorte nesse novo caminho que você esta trilhando e obrigada por tudo.(Nov 6th, 2011 3:50pm)

Beijos eternos,

Amah

CORDEL DE NOVELAS

Belíssima Despedida de solteiro
A próxima vítima O rei do gado
O profeta Roque santeiro
Sassaricando O bem amado

Cabocla Da cor do pecado
A favorita Estrela guia
O astro Cordel encantado
A padroeira Eterna magia

Alma gêmea As três Marias
A sucessora Vereda tropical
Mulheres de areia Maria Maria
Selva de pedra Lua de cristal

Olho no olho Pecado capital
O amor está no ar
Salomé Fera radical
Escrava Isaura Livre para voar

Aquele beijo Toma lá da cá
Carinhoso Sabor da paixão
Corpo a corpo Direito de amar
Final feliz Explode coração

Pedra sobre pedra O casarão
Terra nostra O mapa da mina
Dancin days A próxima atração
Cambalacho Negócio da China

Feijão maravilha Gina
A gata comeu Marron glacê
Anjo mau gente fina
Tiêta Voltei pra você

Roda de fogo Bambolê
Laços de família Esplendor
Começar de novo Renascer
Amor eterno amor

Mandala Vila Madalena
Torre de babel Escalada
Deus nos acuda Helena
Minha doce namorada

Eu prometo A viagem
Viver a vida Um sonho a mais
Vida nova Irmãos coragem
A sombra dos laranjais

América Pátria minha
Paraíso Tropicaliente
Gabriela a Moreninha
Por amor A vida da gente

Chega mais cama de gato
Beleza pura felicidade
Mico preto Bicho do mato
O dono do mundo celebridade

Um anjo que caiu do céu
Fina estampa sete pecados
Dona Xepa Barriga de aluguel
De corpo e alma Coração alado

Baila comigo Estúpido cupido
O amor é nosso Passione
O noviço O homem proibido
Tempos modernos O clone

Quatro por quatro Locomotivas
Louco amor Pecado rasgado
Como uma onda Água viva
Sol de verão corpo dourado

Sinhá moça Meu bem querer
Perigosas peruas Vira lata
Senhora do destino Quem é você
Zazá Rainha da sucata

Fogo sobre terra Bang bang
Porto dos milagres Araguaia
Jogo da vida Pacto de sangue
Era uma vez Saramandaia

De quina pra lua Brilhante
Marina Meu bem meu mal
Pai herói Coração de estudante
Cubanacan Paraíso tropical

Sinhazinha flô Desejo proibido
O primeiro amor Hipertensão
Partido alto Sétimo sentido
Vale tudo insensato coração

O outro Anjo de mim
Morde e assopra Padre Tião
Pé na jaca terras do sem fim
Meu pedacinho de chão

O cravo e a Rosa Duas vidas
Te contei Que Rei sou eu
O semiDeus fera ferida
As três irmãs Sonho meu.

Guibson Medeiros

Sufocado por essa falta de entendimento, tendo o maior desconforto no fim do caminho;
A despedida pode não ser tão dolorosa, sem ensaios na frente do espelho que possam criar um teatro tão dramático;
Impenetrável são os sentimentos que ao início se fez com tão frágil promessas, pensamentos confusos que resultou em frustração;

Julio Aukay

Entre uma nota e outra estão implícitas tantas lágrimas de alegria, tantos choros de despedida, tantos sonhos de conquistas.

Quando ouço dedilhar aquela música ao luar nem sei o que fazer, porque não quero e não vou chorar.
Posso então dizer que é o orvalho no olhar, mas é lembranças, lembranças de amar, de amar...

Toque outra vez, toque de novo, toque o velho, toque no novo que eu traduzo estas notas e escrevo nova letra na música nada lenta deste tempo que não perdoa, não esquece e só, só voa.

Pousa agora, pousa na partitura, pousa nas cordas, pousa na lua, mas pousa agora e descansa, num ritmo mais lento, para eu abraçar teu sentimento e você deitar no meu ombro e dançar todos os sorrisos, toda as lembranças.

Não para de tocar, repete o estribilho tantas vezes que puder, vá dedilhando nestas cordas para que a música amarre todo o tempo num só instante, num só momento que dure para sempre, porque é isto que a música faz.

Andre Saut

UMA CARTA DE DESPEDIDA***ESQUECI VOCÊ***

PORQUE VOCÊ, ESTÁ ME OLHANDO ASSIM,
SE TEM AO LADO QUEM VOCÊ PROCUROU?
EU CONSEGUI, O QUE É MELHOR PRA MIM
EU ESQUECI VOCÊ, QUE ME MALTRATOU,QUE ME HUMILHOU
VOCÊ NÃO QUIZ, O MEU AMOR
ACHOU POBRE DEMAIS, SEM VALOR
VOCÊ PRECISA, ME ENTENDER
EU CONSEGUI, POR VOCÊ NÃO MAIS SOFRER
VOCÊ UM DIA FOI, TODA A RAZÃO
QUE TIVE EM MINHA VIDA PARA SORRIR
MAS EU NÃO PENSEI QUE SEU CORAÇÃO
NÃO CONHECIA O AMOR, SÓ SABIA FINGIR,
SÓ SABIA MENTIR.
VOCÊ NÃO QUIZ, O MEU AMOR, ACHOU POBRE DEMAIS. SEM VALOR.
VOCÊ PRECISA ME ENTENDER, EU CONSEGUI,
POR VOCÊ NÃO MAIS SOFRER,
EU CONSEGUI, LHE ESQUECER.....

COMPOSIÇÃO DE DIVANIL GARCIA.

divanilgarcia

Quanto vale.

Quanto vale um homem?
Não “essezinho” que se emociona
Com uma despedida,
Com uma partida inesperada,
Com uma (ou a falta) declaração de amor.
Não este que vai às lágrimas
Ouvindo músicas, vendo filmes,
Lembrando momentos.
Esse não, esse não conta.
Afinal! Isso é risível pra não dizer ridículo ou cafona.

Digo homem MAIÚSCULO.

Que não tem medo de magoar alguém.
Que se dá bem na vida independente da forma.
Que mantém a neutralidade
Diante das malesas do mundo,
Que não se deixa levar por estas “bobagens” da vida.
Falo do homem que não vê beleza
Num por de sol, num céu estrelado.
Que não contempla o mar com um olhar
De admiração.
Esse sim é forte.

Quanto vale?

Quanto vale o homem
Que não se abala nem se sensibiliza.
Não tem lágrimas, não precisa de um abraço,
Não sente saudades?

Que valor terá depois que
Permitiu que as coisas ásperas da vida
Acabassem com sua capacidade de sentir?

Prefiro acreditar que tem maior valor aquele que permite ser medido pela sua capacidade de se emocionar, pela sua emotividade, pela sua vulnerabilidade, pelos seus sonhos, pela sua humildade, pela sua fragilidade e, principalmente pela sua humanidade.
Certamente este tem muito mais valor. Ao menos eu creio nisso.

Moacir LuÌs Araldi

O melhor lugar do mundo nunca foi
um lugar


Chegou a hora da despedida, eu
sabia que ele tinha que ir, a hora já
se avançava, ah como eu queria
congelar o tempo quando estivesse
com o meu amor, o abracei sem
nenhuma intenção de soltá-lo, aquele
abraço era o bom da vida, o abracei e
encostei minha cabeça em seu
ombro, por algum tempo ficamos ali
em silêncio, só ouvindo o coração um
do outro, seu corpo era quente, e eu
gostei muito disso, quando íamos nos
soltar, ele me da um beijo na testa, e
logo após eu trago o seu rosto pra
perto para que eu pudesse beijá-lo,
por mais que quisesse o beijar na
boca, dei apenas um beijo em sua
bochecha, um beijo estralado, pude
sentir sua respiração, nos soltamos e
olhamos um no olho do outro, ah!
Aqueles olhos, eram lindos, lindos
olhos castanho claro.

Juliana Félix