Carta de Aniversário de Casamento

Cerca de 344 carta de Aniversário de Casamento

Meus amigos separados não cansam de perguntar como consegui ficar casado 30 anos com a mesma mulher. As mulheres sempre mais maldosas que os homens, não perguntam a minha esposa como ela consegue ficar casada com o mesmo homem, mas como ela consegue ficar casada comigo. Os jovens é que fazem as perguntas certas, ou seja, querem conhecer o segredo para manter um casamento por tanto tempo. Ninguém ensina isso nas escolas, pelo contrário. Não sou um especialista do ramo, como todos sabem, mas dito isso, minha resposta é mais ou menos a que segue:

Hoje em dia o divórcio é inevitável, não dá para escapar. Ninguém agüenta conviver com a mesma pessoa por uma eternidade. Eu, na realidade já estou em meu terceiro casamento – a única diferença é que casei três vezes com a mesma mulher.

Minha esposa, se não me engano está em seu quinto, porque ela pensou em pegar as malas mais vezes que eu. O segredo do casamento não é a harmonia eterna. Depois dos inevitáveis arranca-rabos, a solução é ponderar, se acalmar e partir de novo com a mesma mulher.

O segredo no fundo é renovar o casamento e não procurar um casamento novo. Isso exige alguns cuidados e preocupações que são esquecidos no dia-a-dia do casal.

De tempos em tempos, é preciso renovar a relação. De tempos em tempos é preciso voltar a namorar, voltar a cortejar, seduzir e ser seduzido. Há quanto tempo vocês não saem para dançar? Há quanto tempo você não tenta conquistá-la ou conquistá-lo como se seu par fosse um pretendente em potencial?

Há quanto tempo não fazem uma lua-de-mel, sem os filhos eternamente brigando para ter a sua irrestrita atenção?
Sem falar dos inúmeros quilos que se acrescentaram a você depois do casamento. Mulher e marido que se separam perdem 10 kg em um único mês, por que vocês não podem conseguir o mesmo?

Faça de conta que você está de caso novo. Se fosse um casamento novo, você certamente passaria a freqüentar lugares novos e desconhecidos, mudaria de casa ou apartamento, trocaria seu guarda-roupa, os discos, o corte de cabelo, a maquiagem. Mas tudo isso pode ser feito sem que você se separe de seu cônjuge.

Vamos ser honestos: ninguém agüenta a mesma mulher ou o mesmo marido por trinta anos com a mesma roupa, o mesmo batom, com os mesmos amigos, com as mesmas piadas. Muitas vezes não é a sua esposa que está ficando chata e mofada, é você, são seus próprios móveis com a mesma desbotada decoração.

Se você se divorciasse, certamente trocaria tudo, que é justamente um dos prazeres da separação. Quem se separa se encanta com a nova vida, a nova casa, um novo bairro, um novo circuito de amigos.

Não é preciso um divórcio litigioso para ter tudo isso. Basta mudar de lugares e interesses e não se deixar acomodar. Isso obviamente custa caro e muitas uniões se esfacelam porque o casal se recusa a pagar esses pequenos custos necessários para renovar um casamento.

Mas se você se separar, sua nova esposa vai querer novos filhos, novos móveis, novas roupas e você ainda terá a pensão dos filhos do casamento anterior.

Não existe essa tal “estabilidade do casamento” nem ela deveria ser almejada. O mundo muda, e você também, seu marido, sua esposa, seu bairro e seus amigos.

A melhor estratégia para salvar um casamento não é manter uma “relação estável”, mas saber mudar junto. Todo cônjuge precisa evoluir, estudar, aprimorar-se, interessar-se por coisas que jamais teria pensado em fazer no inicio do casamento. Você faz isso constantemente no trabalho, porque não fazer na própria família?

É o que seus filhos fazem desde que vieram ao mundo. Portanto descubra a nova mulher ou o novo homem que vive ao seu lado, em vez de sair por aí tentando descobrir um novo interessante par. Tenho certeza que seus filhos os respeitarão pela decisão de se manterem juntos e aprenderão a importante lição de como crescer e evoluir unidos apesar das desavenças. Brigas e arranca-rabos sempre ocorrerão: por isso de vez em quando é necessário se casar de novo, mas tente fazê-lo sempre com o mesmo par.

Como vê, NÃO EXISTE MÁGICA – EXISTE COMPROMISSO, COMPROMETIMENTO E TRABALHO – é isso que salva casamentos e famílias.”

Arnaldo Jabor

Sempre acho que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim. Como tudo na vida.
Detesto quando escuto aquela conversa:
- ‘Ah,terminei o namoro…
- ‘Nossa,quanto tempo?’
… - ‘Cinco anos… Mas não deu certo…acabou’
- É não deu…?
Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.
E o bom da vida é que você pode ter vários amores.
Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?
E não temos esta coisa completa.
Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é malhada, mas não é sensível.
Tudo nós não temos.
Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro.
Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico; que é uma delícia.
E as vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona…
Acho que o beijo é importante…e se o beijo bate… se joga… se não bate…mais um Martini, por favor… e vá dar uma volta.
Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra.
O outro tem o direito de não te querer.
Não lute, não ligue, não dê pití.
Se a pessoa tá com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não.
Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta.
Nada de drama.
Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, recessão de família?
O legal é alguém que está com você por você.
E vice versa.
Não fique com alguém por dó também.
Ou por medo da solidão.
Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado.
E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro.
Que medo é este de se ver só, na sua própria compania?
Gostar dói.
Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração. Faz parte.
Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo
E nem sempre as coisas saem como você quer…
A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta.
Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.
Na vida e no amor, não temos garantias.
E nem todo sexo bom é para namorar
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.
Nem todo beijo é para romancear.
Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar.
Enfim…quem disse que ser adulto é fácil?

Arnaldo Jabor

O casamento foi a maneira que a humanidade encontrou de propagar a espécie sem causar faltório na vizinhança. As tradições matrimoniais se transformaram através dos tempos e variam de cultura para cultura. Em certas sociedades primitivas o tempo gasto nas preliminares do casamento - corte, namoro, noivado, etc...- era abreviado. O macho escolhia uma fêmea, batia com um tacape na sua cabeça e a arrastava para sua caverna. Com o passar do tempo este método foi abandonado , por pressão dos buffets, das lojas de presente e das mulheres, que não admitiam um período pré-conjugal tão curto. O homem precisava aproximar-se dela, cheirar seus cabelos, grunhir no seu ouvido, mordiscar a sua orelha e só então, quando ela estivesse disraída, bater com o tacape na sua cabeça e arrastá-la para a caverna.

Luis Fernando Veríssimo

Sempre acho que namoro, casamento, romance, tem começo, meio e fim.
Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa:

- Ah, terminei o namoro….
- Nossa, estavam juntos há tanto tempo…
- Cinco anos…. que pena… acabou…
- é… não deu certo…’

Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.
E o bom da vida, é que você pôde ter vários amores. Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam. Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro? E não temos essa coisa completa. Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama. Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel. Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador. Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível. Tudo junto, não vamos encontrar. Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia. E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona…
Acho que o beijo é importante… e se o beijo bate… se joga… se não bate… mais um Martini, por favor… e vá dar uma volta .
Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar… ou não. Existe gente que precisa da ausência para querer a presença. O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta . Nada de drama. Que graça tem alguém do seu lado sob pressão?
O legal é alguém que está com você, só por você. E vice-versa. Não fique com alguém por pena. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia? Gostar dói. Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração… Faz parte.
Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo. E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse…A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível. Na vida e no amor, não temos garantias. Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear. E nem todo sexo bom é para descartar… ou se apaixonar… ou se culpar… Enfim…quem disse que ser adulto é fácil???

Arnaldo Jabour

Casamento de São Francisco de Assis

Vamos casar na praia?
Todo o céu abençoando?
O mar será nosso padre,
o sol e a lua os padrinhos,
Os peixes,os convidados.
As estrelas,os presentes.
A brisa será meu véu,
de conchas o meu bouquet.
As gaivotas num mergulho
nos trarão as alianças.
Nas areias nossas núpcias,
nas ondas do mar o nosso amor...
E num amanhecer glorioso
seremos eternamente um do outro.

Fernanda Jeanne

Casamento é complicado mesmo,são pessoas diferentes,que foram criadas por pessoas diferentes,q tinham vidas diferentes,que resolvem unir as vidas...
É comum brigas,desentendimentos,na medida do possivel,
mas precisamos também crescer e fazer valer a pena!
Com o tempo a relação se estabiliza.
Agente aprende a ceder para o bem do outro
a mudar para não machucar
a amar mais,a brigar menos

É um processo lento,mas que compensa

Roberta Teles

Sempre acho que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim.
Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa:

- 'Ah,terminei o namoro...'
- 'Nossa, quanto tempo?'
- 'Cinco anos...Mas não deu certo...acabou'
- É não deu...?

Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.
E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.
Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam. Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você
mesmo, como cobrar cem por cento do outro?

E não temos esta coisa completa.
Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é malhada, mas não é sensível
Tudo nós não temos.

Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro.
Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.
E as vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...
Acho que o beijo é importante...e se o beijo bate...se joga...senão
bate...mais um Martini, por favor...e vá dar uma volta.
Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra.
O outro tem o direito de não te querer.
Não lute, não ligue, não dê pití.
Se a pessoa tá com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não.
Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.

O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta.
Nada de drama.
Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro,
recessão de família?

O legal é alguém que está com você por você. E vice versa.

Não fique com alguém por dó também.
Ou por medo da solidão.
Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é
compartilhado.
E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar,
seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro.
Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?

Gostar dói.
Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração.
Faz parte. Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro
universo.
E nem sempre as coisas saem como você quer...

A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é
terapeuta.
Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.

Na vida e no amor, não temos garantias.

E nem todo sexo bom é para namorar.
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.
Nem todo beijo é para romancear.
Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar.

Vitor

O que não é o AMOR...

- Não é amor abusar do outro e considerá-lo como seu. Certidão de casamento
e certidão de nascimento naõ são escrituras de propriedade.
- Não é amor o outro pedir que você caminhe num ritmo que não é seu.
- Não é amor acusar o outro com ódio.
- Não é amor ameaçar o outro com raiva, gritos ou lágrimas.
- Não é amor promover discussões para saber quem está certo ou quem esta errado.
- Não é amor oferecer conselhos que não foram pedidos.
- Não é amor julgar o outro e avaliar todos os seus problemas.
- Não é amor suportar o outro como se fizesse um favor.
- Não é amor testar o outro o tempo todo.
- Não é amor precisar estar sempre certo e ter todas as respostas.
- Não é amor fechar-se e recusar a conversar com o outro
- Não é amor castigar o outro e se vingar quando o outro erra.
- Não é amor lembrar-se de tudo o que o outro fez de errado.
- Não é amor chamar sempre a atenção do outro.
- Não é amor minar a autoconfiança.
- Não é amor usar o outro para os próprios objetivos e dispensá-lo.
- Não é amor jogar suas emoções em cima do outro.
- Não é amor abandonar o outro quando ele não atende as suas exigências.
Duvido que, em seus relacionamentos você não tenha cometido nenhuma
destas falhas. E outras podem ser acrescentadas
"porque a sua própria lista é mais significativa para você"
Vivemos num tempo dificil, a sociedade esta neurotizada,
cada pessoa - ou a maioria - olha apenas para o próprio umbigo.
preocupa-se com os proprios interesses
descompromissada com instituições, ética, cidadania, ou seja:
que se dane o mundo!
Por isso precisamos repensar a sociedade a partir da nossa vida,
para deixarmos de viver o que não é o amor e saborearmos deliciosamente
a existência que nos foi oferecida.
Vale encerrar lembrando o saudoso educador Charbonneau,
que terminou uma das suas palestras esmurrando a mesa com força
e clamando:
Por Favor, amem-se!"

Adryforever

Ser mãe é a tarefa mais séria que Deus pos no livro da vida.Ser mãe não é como casamento, afinal não há divórcio entre mãe e filho, é um pacto eterno entre dois seres.É um amor maior, não explicável pelos poetas, não conheço nenhuma poesia ou texto que descreva o milagre de ser mãe.
É carregar o filho no ventre por nove meses, é senti-lo, espera-lo.Gerar um ser, um serzinho que vai ter caracteristicas tuas, que vai ser teu, que vai vir de dentro de ti.
É tua a responsabilidade de fazer com que ele se sinta amado, é tua a responsabilidade encaminhar ele nesse mundo que agora parece mais cruel que nunca.Ser mãe é ser anjo da guarda, protetora, melhor amiga, confidente.. Ser mãe é ser carinho constante, olhar que aprova, é ser respeito, é ser responsável por uma vidinha que por longos anos vai depender de ti pra tudo, e mais tarde vai aprender a voar.
Ser mãe faz você esquecer a maldade, faz você renovar as esperanças, faz você dar o melhor em tudo, afinal agora é você quem tem que cuidar de alguém.Ser mãe faz você esquecer de si, e pensar só no filho.Ser mãe é ser leoa.Ser mãe é ser fada encantada que agora vai contar mil história e cantar mil músicas infantis.Ser mãe é ser educadora, é dispensar o fútil e pensar somente no futuro.
Ser mãe é um presente de Deus.

Beta Lotti

1 - Sempre acho que namoro, casamento, romance, têm começo, meio e
fim. Como tudo na vida.
Detesto quando escuto aquela conversa:
'Ah, terminei o namoro. . . '
'Nossa, de quanto tempo?'
'Cinco anos. . . Mas não deu certo. . . acabou'
É não deu. . . '
Claro que deu!
Deu certo durante cinco anos, só que acabou.
E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.

2 - Hoje, no alto dos meus 33 anos e tiozão, não acredito muito nos
'opostos que se atraem'.
Porque sempre uma parte vai ceder muito e se adaptar demais. E sempre
esta é a parte mais insatisfeita.
Acredito mais em quem tem interesses em comum.
Se você adora dançar forró, melhor namorar quem também gosta; se você
gosta de cultura italiana, melhor namorar alguém que também goste.
Freqüentar lugares que você gosta ajuda a encontrar pessoas com
interesses parecidos com os seus.
A extrovertida e o caretão anti-social é complicado e, depois, entra
naquela questão de 'um querer mudar o outro', ui!
Pessoas mudam quando querem. E porque querem. E pronto. E demora!

3 - Cama é essencial !
Aliás, pele é fundamental. E tem gente que é mais sexual, outras que
são mais tranqüilas.
O garanhão insaciável e a donzela sensível eu acho meio estranho.
Isto causa muitas frustrações e dá-lhe livros de auto-ajuda sobre sexo.
Assim como outras coisas, cada um tem um perfil sexual. Cheiro,
fantasias, beijo, manias, quanto mais sintonia, melhor.

4 - Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas
que se somam.
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você
mesmo, como cobrar cem por cento do outro?
E não temos esta coisa completa.
Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ele é malhado, mas não é sensível.
Às vezes ele é boa companhia, mas não é tolerante.
Tudo nós não temos.
Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.

5 - Pele é um bicho traiçoeiro.
Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais
básico que é uma delícia.
E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona. . .
Acho que o beijo é importante. . . e se o beijo bate. . . se joga. Se
não bate. . . mais um Martini, por favor. . . e vá dar uma volta.

6 - Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra.
O outro tem o direito de não te querer.
Não lute, não ligue, não dê pití.
Se a pessoa tá com dúvida, problema dela; cabe a você esperar ou não.
Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos. Mas se
a pessoa REALMENTE gostar, ela volta.
Nada de drama.
Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, filho,
doença, dinheiro, pressão de família?
O legal é alguém que está com você e por você. E vice versa.
Não fique com alguém por dó também. Ou por medo da solidão.
Nascemos sós. Morremos sozinhos. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado.
E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar,
seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro.
Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?

7 - Gostar dói.
Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração.
Faz parte. Você namora outro ser, de outro mundo e outro universo.
E nem sempre as coisas saem como você quer.
A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra. Afinal, você não é terapeuta.
Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível. Na vida
e no amor, não temos garantias.
E nem todo sexo bom é para namorar. Nem toda pessoa que te convida
para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear. Nem todo sexo
bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar.
Enfim. . . quem disse que ser adulto é fácil?*

Christian Pior

Casamento reatado é uma calça velha que a cada dia rasga num ponto diferente. Jamais será outra vez inteiro, e com o tempo, não haverá remendo que fique. Restará aos cônjuges expor a bunda prá sociedade que sempre soube da realidade escondida nos panos gastos da hipocrisia.
Afinal, a sociedade é justamente o retrato dessa forçação de imagens que não correspondem ao seu perfil. Em suma, equivale a dizer que todos escondem de todo o mundo o que todo o mundo esconde de todos. Um círculo vicioso.

Demétrio Sena - Magé-RJ.

BONECA DE CROCHÊ

Um homem e uma mulher estavam casados por mais de 60 anos.
Eles tinham compartilhado tudo um com o outro, tinham conversado sobre
tudo, não tinham segredo entre eles afora uma caixa de sapato que a mulher guardava em cima de um armário e tinha avisado ao marido que nunca abrisse aquela caixa e nem perguntasse o que havia nela.
Assim por todos aqueles anos ele nunca nem pensou sobre o que estaria
naquela caixa de sapato. Mas um dia a velhinha ficou muito doente e o
médico falou que ela não sobreviveria. Então o velhinho tirou a caixa de cima do armário e a levou pra perto da cama da mulher. Ela concordou que era a hora dele saber o que havia naquela caixa.
Quando ele abriu a tal caixa, viu 2 bonecas de crochê e um pacote de
dinheiro que totalizava 95 mil dólares.
Ele perguntou a ela o que aquilo significava, ela explicou:
- Quando nós nos casamos minha avó me disse que o segredo de um casamento feliz é nunca argumentar/brigar por nada. E se alguma vez eu ficasse com raiva de você que eu ficasse quieta e fizesse uma boneca de crochê.
O velhinho ficou tão emocionado que teve que conter as lágrimas enquanto pensava 'Somente 2 bonecas preciosas estavam na caixa. Ela ficou com raiva de mim somente 2 vezes por todos esses anos de vida e amor.'
- Querida!!! - ele falou - Você me explicou sobre as bonecas, mas e esse dinheiro todo de onde veio?
- Ah!!! - ela disse - Esse é o dinheiro que eu fiz com a venda das bonecas,a dois dólares cada...

Kelly Fagundes

Casamento Infernal

Cansei de você querer me controlar.
Estou quase enlouquecendo, ta difícil agüentar.
Nosso namoro era perfeito...
Esse inferno começou depois que a gente se casou!
Você acha que depois do casamento, passou a ser meu dono.
Essa falta de confiança, já está me tirando o sono.
Acho que esse casamento foi a pior besteira que já fiz.
Chega de sofrimento tomei uma decisão, quero a separação!
Agora vou ser uma mulher nova...Solteira e feliz!

Anne Caroline Barbosa

CASAMENTO


Eu sempre conversei com várias pessoas ao longo da minha pequena vida sobre esse assunto, já que, nessa época “moderninha” que vivemos, as pessoas vulgarizaram o amor e decidiram abandonar o casamento e partir pro “morar juntos”. Ok, nada contra, até porque, a pessoa mais próxima de mim hoje já quis se adaptar a esse estilo de “vida a dois”, e viu o quanto isso pode fracassar diante de qualquer tentação.
Nada contra aos casaizinhos que eu conheço que moram juntos, vocês até aparentam serem felizes, confesso. Mas, pensando pelo lado RACIONAL da situação, não é a melhor coisa a se fazer quando os sentimentos estão sendo expressos por aquela famosa frase que virou vírgula:
“EU TE AMO”
Sempre tive a minha opinião formada sobre esse assunto, muitos até me criticam por eu dizer que um dia vou casar, por eu ter meus princípios formados independentes de religião, família ou influências de quaisquer espécies. Já me acostumei em ser chamada de “quadrada” ou “fora de moda”, mas, sinceramente? EU NÃO ME IMPORTO. Simplesmente por saber que estou fazendo o que é certo e tenho as maiores chances de ser feliz e, quem sabe, um dia completar bodas de ouro como meus avos estão completando.
Pra mim, essa idéia de ”morar juntos” é sinônima de covardia e medo. Por isso que, na maioria dos casos, essa idéia não dá certo e resulta em sofrimento, dor e uma solidão insuportável. O descrédito ao casamento e ao verdadeiro amor levou a maioria das pessoas a acreditarem que “morar juntos” é a melhor coisa. Como se fosse um “test drive”: a gente experimenta uns 5 anos e depois, se for pra ser MESMO, a gente casa.
Que tipo de pensamento é esse? A cada dia que passo, eu acredito mais ainda que o mal do ser humano seja NÃO PENSAR.
E a mulher vive com aquele homem acreditando que ele a ama incondicionalmente (e vice-versa), que ele está com ela por acreditar nisso tudo que “uniu” eles. MENTIRA. Como pode haver crença nesse amor se eles tem medo de se casarem e não dar certo? QUANDO A GENTE AMA, A GENTE TEM CERTEZA DA FELICIDADE.
Quando eu vejo um casamento de tantos anos como o dos meus pais, dos meus avos, eu consigo ver um amor sincero, consigo ver a crença deles naquele amor que os uniu. Imagino que, quando meu pai foi pedir minha mãe em casamento, ele deve ter dito:
“OLHA, EU QUERO CASAR COM VOCÊ PORQUE EU TE AMO E SEI QUE VOCÊ ME AMA E NÓS VAMOS SER FELIZES PARA SEMPRE.”
E, hoje, 20 anos de casamento prova que eles se amavam e se casaram para serem felizes. Mas, vendo esses homens que NÃO pedem a namorada em casamento, mas a submetem a morar junto com ele, a acreditar que ele a ama e que aquilo vai ser eterno. Caramba, se vai ser eterno, ENTÃO CASA. Custa?
Mas, se não quer casar, está simplesmente dizendo: “Eu não amo ninguém o suficiente pra casar, então, já que a gente dá certo na cama e eu tenho um apartamento, que tal a gente morar juntos até encontrar alguém pra gente casar? Somos jovens, vigorosos, não quero perder tempo. Topa?” E a idiota topa!
Poxa... Não estou criticando ninguém, mas é o que eu penso, e eu imagino não estar tão errada assim. Como alguém pode provar que acredita no amor que sente e no amor que é sentido pela outra pessoa se ela tem medo daquilo não dar certo? ENTÃO, NÃO É AMOR.
Como pode esse amor ser verdadeiro se não existe a certeza de serem felizes? De tudo isso ser eterno? De mais tarde eles terem filhos e se orgulharem por construírem uma vida juntos? De passar por crises e viver momentos que superem qualquer sofrimento? Não é amor. Mas, uma atração. Aquela coisa popularmente chamada de “tesão”, “gama”. Depois que isso passa, o relacionamento termina e, mais dois seres humanos frustrados, que não querem casar e não acreditam nessa felicidade plena que está reservada pra todo mundo, basta a gente fazer o certo e tentar ser o melhor que a gente pode ser.
O problema é que ta todo mundo indo pra cama com todo mundo, todo mundo saindo com todo mundo, todo mundo “amando” todo mundo, chifrando todo mundo, abandonando todo mundo. E, depois, sobra essa coisa vazia, que eles tentam preencher em novos estilos de vida.
Filmes, livros... São ótimos. Nos deixam em paz, atualizados, e nos faz ter bons momentos e, até sonhar um pouco. Mas não fazem parte da realidade. A realidade não tem NADA A VER com toda aquela falsa felicidade que a ficção mostra. O problema é que, hoje em dia, tudo ta influenciando tudo; e os valores? O casamento não é uma “modinha”. Ele está fundamentado, fixado em teorias de felicidade plena, e não faltam exemplos de pessoas que viveram felizes ao lado de quem se casou quando ainda era adolescente.
Eu nem sei se alguém vai parar pra ler esse texto, se existem pessoas que ainda se importam com isso, que ainda querem ser felizes e procuram pela felicidade. Mas, se existe alguém aí do outro lado da telinha, então, gentilmente, eu peço pra você pôr a mão na consciência e pensar só um pouquinho em tudo o que eu escrevi.
Se você ama, então prova. Mostra que você acredita nisso e que tem certeza que vai ser feliz ao lado dessa pessoa, sem pensar se um dia vocês darão certo ou não. As crises virão... Isso é inevitável. Mas a superação existe exatamente para a gente superar. E, se estivermos ao lado de quem a gente ama, fica tudo mais fácil. O casamento não se resume a sexo. Mas a uma vida inteira ao lado de quem a gente ama. Hoje, ninguém conhece minha avó mais que meu avô e vice-versa. Foi uma vida inteira juntos, acordando juntos, dormindo juntos, almoçando juntos, passando por todas as dificuldades juntos, passando momentos felizes juntos. Eles se conhecem, se entendem, sabem tudo um do outro.
As pessoas seriam mais felizes se tivessem essa consciência e, ao invés de alugarem um apartamento e irem morar juntos, dissessem:
“Eu sei que você tem qualidades e defeitos, sei que vivo errando e você também, sei que a gente discorda em alguns assuntos, e que concorda em outros. Sei que tenho os piores defeitos, mas também possuo qualidades. E, é por isso que nos amamos. E, hoje, eu quero casar com você pra te provar que eu acredito que nós vamos ser felizes juntos, para sempre. Que eu não vou amar ninguém mais do que eu amo você, que eu sei que você me ama muito também, e nada pode impedir a nossa felicidade. Eu acredito nisso tudo que uniu a gente, e é por isso que eu estou disposto a passar todos os momentos que a vida nos der a oportunidade de viver, seja pra crescimento ou para eternas lembranças. Construiremos uma vida juntos, e, se depender de mim, seremos felizes para sempre. Quer casar comigo?”
Depois disso, vocês se pertencem. Ninguém vai tirar um do outro, estão ligados, foi feito um pacto. Enquanto que, só morando juntos, a qualquer hora vocês podem se separar e, depois, naquela mesma cama, outra pessoa estar dormindo no lado esquerdo, perto do abajur, onde você costumava dormir.
ACREDITAR. As pessoas também esqueceram o que é isso.
Você não tem culpa de ter crescido vendo casamentos frustrados, mas, nem por isso, você vai querer “testar” a felicidade. Mete a cara e vai em frente. Se meu avô não tivesse tomado coragem aquela noite e pedido a minha avó em casamento, quem sabe, ela teria aceito o pedido do outro rapaz que estava afim dela e, toda essa felicidade que eles esbanjam por estarem a 50 anos juntos, nunca existisse.
Sem mais delongas... Vê se você se conscientiza e passa a esquecer os traumas que sempre te perseguiram, que sempre te atormentam e passe a acreditar na sua felicidade. Porque o único culpado pela nossa infelicidade somos nós mesmos. Depois, não adianta dizer que o casamento é uma constituição falida. Quem acreditou nessa teoria foi você. A nossa vida é o que a gente pensa.
Pense nisso ;)

Mayara Freire

Poesia – Desilusão

Estou casado de esperar, o que não há o que esperar,
Estou cansado de amar, quem não tem amor pra dar,
Estou cansado de passar noites em claro, a meu silencio velar,
Estou cansado de chorar, pro quem nunca vem me consolar,
Preciso me redimir, não posso mais me inquinará,
Preciso de um coração, que possa me abrigar.

Autor - Carlim do som

DIÁRIO DE UMA SOLTEIRA
A vida é uma caixinha de surpresas...Quem tá casado admira a vida de solteiro e quem tá solteiro tá doido pra casar.
Ambas as situações têm seus prós e seus contras . Como quase tudo, claro!
A modernidade é a grande desculpa : Casamento aberto, sexo a três, casas separadas, namorido, tico –tico no fubá..Só aumentando a distância de ser NORMAL ( ou como se fazia antigamente, já que hoje proliferam as denominações para diversos relacionamentos): Papai, mamãe e filhinhos...De preferência todos morando na mesma casa e FELIZES!!!!
A vida de solteira é uma delícia: É o sonho de consumo de muita gente : Ser independente, ter dinheiro no bolso, amigos, carro, grau de instrução, bons empregos, compras, infinitas compras, viagens, ficantes...
Quem está de fora morre de vontade de ser livre.
A vida de casada também tem suas vantagens: Companheirismo, planos a longo prazo, filhos, sexo garantido, bens de consumo, dormir de conchinha, envelhecer junto.
Esses dias vi um casal de idosos no mercado. Ela perguntava o que ele queria almoçar no outro dia, comprava legumes fresquinhos, chamava ele de “ meu filho” , tinha uma letra pendurada no pescoço, advinha de quem era a letra? Do marido claro!. Ele pagou a conta, sem reclamar e também a tratava como “ minha filha”. Esse casal ,do século passado, tinha uma harmonia..Estão quase em extinção. Acho que nem conseguiriam viver sem o outro. Cabelos branquinhos...coisa linda de se ver. A moça do caixa me chamou. Era a minha vez e eu tava distraída , centrada naqueles dois, saudosista de coisas que nem vivi e quase não se vê mais. As avós de hoje em dia nem tem mais cabelo branco. Namoram e fazem compras pela internet! Rsrr
Outro dia na fila do banheiro duas mulheres conversavam: Reclamavam dos maridos. O de uma viajava demais o da outra só pensava em futebol...Ambos compareciam de menos, inclusive financeiramente. Elas suspiravam insatisfeitas. “ Bom mesmo é ser solteira” falavam e concordavam.
Penso que as relações estão cada vez mais falidas. Aquela paixão de início da relação se transforma em costume, apatia, reclamações. Aqueles casais aparentemente felizes...Com o passar dos anos viram estranhos. É só sair pra um barzinho num sábado à noite. Há casais que não trocam sequer uma palavra, ficam sentados um de frente pro outro, comem devagar, pagam a conta e vão embora em silêncio...mão dadas? Nem pensar!
Claro, o panorama não é tão negativo assim. Há os que não se desgrudam..Os que mesmo juntos há muito tempo são companheiros e amantes fiéis... Mas há os que no primeiro obstáculo não resistem à pressão de ser dois e rompem. Um casamento que começou com uma gravidez indesejada e na adolescência, por exemplo.
Estar solteira e poder ir pra onde se quer, com quem se quer. Curtir os bons momentos, viajar pra praia com uma galera enorme e todos os dias chegar de manhã em casa, passar um carnaval em Salvador e voltar com mil telefones na bagagem, tomar todas e ter o dinheiro pra pagar a conta, dormir com creme na cara, assistir duas vezes aquela comédia romântica em pleno sábado à tarde ( bem ao estilo Comer Rezar e Amar..), sair sem destino..Usar aquela camisola velha e furada... Passar creme de abacate no cabelo, passar mil cremes na cara... Paquerar descaradamente seu dentista gatinho, tomar a iniciativa e mandar uma bebida para aquele bonitão da mesa ao lado, mesmo que ele não tenha te dado a menor bola. Chegar cantarolando no trabalho depois de uma noite de amor bem quente e sem compromisso! Nunca cozinhar por obrigação mas dar um jantarzinho pros amigos e todos começarem a festa na cozinha, almoçar fora, jantar fora...Quando bem quiser, no meio da semana!
Vai ser sempre assim. Quem tá de fora quer entrar e quem tá dentro quer sair, ou não!!! . Muitas noites , de camisola nova, sua mãe fez você jogar aquela furada fora. Abraçada ao travesseiro suspira ...Dá uma vontade de dormir de conchinha...de ter companhia para viajar sem destino , ouvindo música alta e filosofando... sobre o amor!

Maria Carolina Oliveira

Ser solteiro (a) ou ser casado (a): o que você quer ser?
Bom seria se pudéssemos ficar com o que há de bom em cada opção. Mas não podemos.
Podemos perfeitamente ser sozinhos, se por esta condição optarmos. Mas aí está – o que me parece – uma grande armadilha. Sim, realmente existem inúmeras vantagens em ser sozinho. Tudo aquilo que é tido como ruim na condição de comprometido passa a ser maravilhoso na condição de sozinho.

Estar em qualquer lugar, a qualquer hora, com qualquer pessoa. Estar só quando assim se quer. Estar com os amigos, quando for conveniente. Viajar, ficar, ir ou não ir. Tudo é possível. Tudo pode, cada qual dentro de seu padrão de vida.
Entretanto, tem algo que não muda nunca: o desejo de amar e ser amado (a). E o amor é possível sozinho somente até certo ponto. Depois, quando chega o desejo de compartilhar, é preciso comprometer-se.

Rosana Braga

Quem dera pudéssemos ser uma pessoa diferente a cada 6 meses, ser casados de segunda a sexta e solteiros nos finais de semana, ter filhos quando se está bem-disposto e não tê-los quando se está cansado. Por isso é tão importante o auto conhecimento. Por isso é necessário ler muito, ouvir os outros, estagiar em várias tribos, prestar atenção ao que acontece em volta e não cultivar preconceitos. Nossas escolhas não podem ser apenas intuitivas, elas têm que refletir o que a gente é. Lógico que se deve reavaliar decisões e trocar de caminho: Ninguém é o mesmo para sempre.

Pedro Bial

Nunca dormi com mulher feia, mas já acordei com várias.
(Enviada por Jhonny)

Casamento é a única instituição onde se conquista a liberdade por mau comportamento.
(Enviada por Jaksson)

Sou alpinista. Só o cume interessa.
(Enviada por Ari)

O casamento é a tentativa mal sucedida de extrair algo duradouro de um acidente. (Albert Einstein)
(Enviada por Laiane)

Bingulim é igual carro, se você não sabe manobrar, é melhor você ter um pequeno. (Kaquinho Big Dog)
(Enviada por Vitor)

Casamento é como submarino, pode até boiar mas foi feito para afundar.
(Enviada por Josiane)

Desfilar com mulher feia é igual ao mormaço da praia: não parece mas vai te queimar!
(Enviada por Marcos)

Pior que não ter onde cair morto, é não ter onde ficar em pé vivo.
(Enviada por Marlon Godinho)

Se você se acha mais forte que uma galinha... bote um ovo.
(Enviada por Gabriel Pensador)

Herói é o covarde que não teve tempo de fugir.
(Enviada por Laiane)

Dirigir é só para adultos e crianças com carteiras de motorista falsas. (Homer Simpson)
(Enviada por Tfgam)

Eu bebo porque sou egoísta. Gosto que o mundo gire em torno de mim!
Sexo é pura Matemática: primeiro você diminui as roupas, depois divide bem as pernas e por último reza pra não dar multiplicação.
(Enviada por Gustavo)

Sexo é como vestibular, não importa a posição, o importante é entrar!
(Enviada por Mila)

Se você consegue rir quando tudo deu errado, é porque já descobriu em quem por a culpa.
(Enviada por Zero)

Não existe esse papo de colocar só a cabecinha. Pênis não tem ombro.
(Enviada por Salimzinho)

Na vida tudo é passageiro, menos o trocador e o motorista.
(Enviada por Filipe)

Virgindade é que nem picolé: acaba no pau.
(Enviada por Gui)

Sexo não tem nada a ver com amor. Tanto é verdade que o governo me fode há anos e eu não sou apaixonado por ele.
(Enviada por Susana Valadão)

O governo e o banco são meus sócios, mas só eu trabalho.
(Enviada por Carlos Spinola)

Homem é que nem orelhão, 75% estão ocupados e o resto tá tudo estragado!
Se você sentir duas bolinhas encostando na sua bunda, não se reocupe, o pior já passou.
(Enviada por Weslei Perdomo)

Transar é arte, gozar faz parte, engravidar é moda, assumir é que é foda!
Em casa de ferreiro, ferro na mulher dele.
(Enviada por Guto)

Só me enganei uma vez: quando acreditei estar enganado! (Professor Girafales)
(Enviada por Lucas Bandeira)

Se a vida fosse fácil, bebê não nascia chorando.
(Enviada por Laura)

Se puta fosse flor, minha cidade seria um jardim.
(Enviada por Pitoko)

A inveja é que nem pirataria, se você está bem te copiam, se está mal não presta mais.
(Enviada por André Ferreira)

Beijo é igual cigarro, não sustenta mas vicia!
(Enviada por Marcinha)

O mundo é legal porque é uma bola. Se fossem duas, seria um saco.

desconhecido

Meus avós já estavam casados há mais de cinqüenta anos
e continuavam jogando um jogo
que haviam iniciado quando começaram a namorar.

A regra do jogo era que um tinha que escrever a palavra
'NEOQEAV' num lugar inesperado para o outro encontrar
e assim quem a encontrasse deveria escrevê-la
em outro lugar e assim sucessivamente.

Eles se revezavam deixando 'NEOQEAV'
escrita por toda a casa,
e assim que um a encontrava era sua vez de escondê-la
em outro local para o outro achar.

Eles escreviam 'NEOQEAV' com os dedos no açúcar
dentro do açucareiro ou no pote de farinha
para que o próximo que fosse cozinhar a achasse.

Escreviam na janela embaçada pelo sereno
que dava para o pátio
onde minha avó nos dava pudim que ela fazia com tanto carinho.

'NEOQEAV' era escrita no vapor deixado no espelho
depois de um banho quente,
onde a palavra a iria reaparecer depois do próximo banho.
Uma vez, minha avó até desenrolou um rolo inteiro de papel higiênico
para deixar 'NEOQEAV' na última folha e enrolou tudo de novo.

Não havia limites para onde 'NEOQEAV' pudesse surgir.

Pedacinhos de papel com 'NEOQEAV' rabiscado
apareciam grudados no volante do carro que eles dividiam.

Os bilhetes eram enfiados dentro dos sapatos
e deixados debaixo dos travesseiros.

'NEOQEAV' era escrita com os dedos na poeira
sobre as prateleiras e nas cinzas da lareira.

Esta misteriosa palavra tanto fazia
parte da casa de meus avós quanto da mobília.

Levou bastante tempo para eu passar a entender
e gostar completamente deste jogo que eles jogavam.

Meu ceticismo nunca me deixou acreditar em um único
e verdadeiro amor,
que possa ser realmente puro e duradouro.

Porém, eu nunca duvidei do amor entre meus avós.

Este amor era profundo.

Era mais do que um jogo de diversão, era um modo de vida.

Seu relacionamento era baseado em devoção
e uma afeição apaixonada,
igual as quais nem todo mundo tem a sorte de experimentar.

O vovô e a vovó ficavam de mãos dadas sempre que podiam.

Roubavam beijos um do outro
sempre que se batiam um contra outro naquela cozinha tão pequena.

Eles conseguiam terminar a frase incompleta do outro
e todo dia resolviam juntos as palavras cruzadas do jornal.

Minha avó cochichava para mim dizendo o quanto meu avô era bonito,
como ele havia se tornado um velho bonito e charmoso.

Ela se gabava de dizer que sabia como pegar os namorados mais bonitos.

Antes de cada refeição eles davam graças a Deus
e bênçãos aos presentes por sermos uma família maravilhosa,
para continuarmos sempre unidos e com boa sorte.

Mas uma nuvem escura surgiu na vida de meus avós:
minha avó tinha câncer de mama.

A doença tinha primeiro aparecido dez anos antes.

Como sempre, vovô estava com ela a cada momento.

Ele a confortava no quarto amarelo deles,
que ele havia pintado dessa cor para que ela ficasse
sempre rodeada da luz do sol,
mesmo quando ela não tivesse forças para sair.

O câncer agora estava de novo atacando seu corpo.

Com a ajuda de uma bengala e a mão firme do meu avô,
eles iam à igreja toda manhã.

E minha avó foi ficando cada vez mais fraca, até que,
finalmente, ela não mais podia sair de casa.

Por algum tempo, meu avô resolveu ir à igreja sozinho,
orando a Deus para zelar por sua esposa.

Então, o que todos nós temíamos aconteceu.

Vovó partiu.

'NEOQEAV' foi gravada em amarelo
nas fitas cor-de-rosa dos buquês de flores do funeral da vovó.

Quando os amigos começaram a ir embora, minhas tias, tios,
primos e outras pessoas da família se juntaram
e ficaram ao redor da vovó pela última vez.

Vovô ficou bem junto do caixão da vovó e,
num suspiro bem profundo, começou a cantar para ela.

Através de suas lágrimas e pesar,
a música surgiu como uma canção de ninar
que vinha bem de dentro de seu ser.

Me sentindo muito triste, nunca vou me esquecer daquele momento.

Porque eu sabia que mesmo sem ainda
poder entender completamente a profundeza daquele amor,
eu tinha tido o privilégio de testemunhar
a beleza sem igual que aquilo representava.

Aposto que a esta altura você deve estar se perguntando:

'Mas o que NEOQEAV significa ?'

'NEOQEAV' = Nunca Esqueça O Quanto Eu Amo Você

desconhecido