Carpe Diem

Cerca de 37 frases e pensamentos: Carpe Diem

"Carpe diem quam minimum credula postero."
Aproveite o dia de hoje e nada espere do dia seguinte.

Horácio

Carpe Diem - aproveite o momento

Horácio

Carpe Diem

Chega um dia em que tudo acabou,
Você já realizou metas,
Chorou, sorriu,
Batalhou, brilhou,
Obteve sucesso, fracassou,
Deu a volta por cima,
Viveu...
Nada mais parece satisfazer o desejo de novos desafios,
Novas conquistas,
Chega um dia em que nada mais parece ter graça,
Então você deita desapontado,
Encosta a cabeça no travesseiro,
E só então percebe que, o que foi feito não é nada,
E o que você ainda tem pela frente é grandioso, ousado,
Que você ainda tem muito a conquistar,
E que o tempo que lhe resta é curto demais para que você fique parado,
E no fim o que importa é aproveitar o dia, cada instante,
E que de nada terá adiantado o que já foi vivido, se não viver o hoje...
Portanto,
Viva, faça o que tiver que fazer,
Quantas vezes for possível,
Sem se preocupar,
E o que importa é o que acontecera daqui em diante,
Nada mais...
Viva a vida enquanto pode e ache motivos para ser feliz,
Motivos existem, basta querer enxergá-los...

M.menengoti

Carpe diem. Aproveitem o dia, meninos. Façam
de suas vidas uma coisa extraordinária."

Sociedade dos Poetas Mortos

Carpe Diem. Aproveite o dia, viva o agora, esqueça o que passou e o que irá passar. A vida é agora!

Douglas Hipolito

carpe diem quam minimum credula postero.
Colhe o dia presente e sê o menos confiante possível no futuro.

Horácio

Carpe Diem

As operações matemáticas da vida contrariam as regras da ciência, na vida as operações se contradizem, não respeitam a lógica, na vida nada é simples ou absoluto.

As somas muitas vezes se transformam em subtrações, elas parecem estar paralelas mas em sentidos opostos, quando somamos mais um dia aqueles que já vivemos automaticamente também subtraímos um dia daqueles que nos restam para viver, quando multiplicamos nossos sonhos também acabamos dividindo o nosso tempo, com isso a vida acaba se transformando para muitas pessoas em uma equação insolúvel , onde todos estão debruçados tentando obter o resultado final, sendo que na realidade o importante não está no resultado final, mas nas formas como você conseguiu equilibrar estas operações na vida.

O que afinal entendemos por aproveitar o dia presente se vivemos aprisionados entre o passado e o futuro.
Vivemos atormentados pelas nossas ações passadas que não podem mais ser alteradas, parecemos expectadores cativos do mesmo velho cinema abandonado onde nas madrugadas frias reprisa filmes de terror contendo somente os melhores momentos de nossos próprios erros e pecados, e ao invés de aprendermos com nossas falhas e arquiva-las, apenas voltamos á bilheteria para comprar um novo bilhete para a próxima sessão.
Ficamos sonhando ansiosos com um futuro que somente existirá se soubermos equacionar adequadamente as nossas ações no presente.

A solução para a equação da vida está no momento presente, é o resultado das suas atitudes e decisões agora, hoje, neste exato momento em que você está lendo esta linha do texto.

Não existe viver ontem ou amanhã , somente o HOJE .

Por isso Carpie diem

"Se tiver que amar, ame hoje. Se tiver que sorrir, sorria hoje. Se tiver que chorar, chore hoje. Pois o importante é viver hoje. O ontem já foi e o amanhã talvez não venha."

Carpe diem

Carpe Diem, "aproveite o dia presente", escreveu Horácio, um poeta guerreiro que habitou o vasto império romano, em tempos do principesco Augustus. Sensível como um barômetro, o velho Quintus Horatius Flaccus um dia elevou o olhar aos céus e captou o fluir silencioso das águas do rio tempo. A visão da transitoriedade aflorou na sentença: Carpe Diem, aproveite o dia presente, pois ele é tudo que é dado ao homem usufruir. Passado é história, água corrida que não volta. Futuro é hipótese, probabilidade apenas, incerteza e risco, impalpável demais para ser levada tão a sério.

Carpe Diem, nestas duas palavras latinas, um alerta, um conselho, uma filosofia de vida. Viver é já. Existir é hoje. Nenhum tempo além. Nenhum lugar além. Se tiver de ser, que seja eternamente agora. Ou talvez jamais, porque as águas do rio tempo não voltam – e ainda que voltassem não nos encontrariam, pois não seríamos mais os mesmos. Tudo flui, dizia Heródoto. Tudo muda. A única coisa que permanece é a improcedência. Nada é eterno, pois que tudo é chama, fluxo, incapacidade, escorregar-se, deixar de ser. Carpe Diem. Se tiver de viver, que seja agora.

A advertência de Horácio é sábia. É sobretudo útil. Talvez mais útil ainda nestes tempos sobrecarregados, de cenhos sombrios, estafados na tentativa de construir defesas antecipadas contra difusos perigos de um amanhã improvável. Apólices de seguro na mão, e vamos nós, seguros e inseguros.

Carpe Diem, ouçamos Horácio, que perscrustou uma verdadeira profunda – e traduziu-a numa norma simples. Viver hoje – fazer hoje. Ser hoje. Sem essa de não poder ser feliz no domingo porque há contas a pagar na segunda. O conflito é amanhã? Deixa pra lá..... Amanhã você pode ser até enforcado, mas até que chegue amanhã, aproveite bem o seu pescoço. Viver no passado é neurótico, é inútil, é um viver virtual. Carpe Diem, colha seu dia, como quem colhe um fruto maduro, na hora exata. Um descuido e o fruto se perde.

"Carpe Diem" quer dizer "colha o dia". Colha o dia como se fosse um fruto maduro que amanhã estará podre. A vida não pode ser economizada para amanhã. Acontece sempre no presente.

Roberto Recinella

'Carpe diem. Seize the day, boys. Make your lives extraordinary.'

Dead Poets Society

CARPE DIEM,

Nas nossas vidas, existem momentos bons e ruins , depende de nós, escolher se vale a pena continuar lutando por aquilo, ou não. A vida é muita curta pra passar horas, meses ou até anos, vivendo a mesma coisa, chorando, sofrendo as vezes por um alguém, ou alguma coisa. O que vale dessa vida é o que se vive é o que se faz ♫
O que importa é se sentir bem, sua auto estima está sempre a mil, se você não buscar sua própria felicidade quem fará isso por você? Busque novos horizontes, razões e porquês que lhe completem, saber dar valor para as coisas mais simples, o amor próprio apresenta como um sentimento único, se colocando sempre em primeiro lugar, priorizando suas vontades e virtudes. Leve a frente dois vícios: sua felicidade, e sua vontade. Esses dois caminhando juntos levará você sempre ao extremo, onde ninguém poderá imaginar, pois só você saberá qual o melhor pra você, e uma decisão própria reflete muito mais, uma necessidade sua que deve ser obedecida.
Vivemos muitos momentos, vale refletir que cada um é único, exclusivo, se te fez rir ou chorar, priorize os bons, e aprenda com os erros dos ruins, o que vale é viver cada momento como se fosse o ultimo, vivendo sempre o presente para não se arrepender no futuro, e não deixar que o passado passe em branco, o mundo pode acabar, o tempo passar, as pessoas podem mudar, e você se pergunta, eu realmente vive?

''APROVEITE O DIA E CURTA CADA MOMENTO .''


Seize the day or die regretting the time you lost ♫

Vanessa Oliveira

Carpe Diem - Se preocupe com o agora. O amanhã é apenas uma sombra projetada das atitudes de hoje.

Thiago Manfredini

Carpe Diem

Viver o momento, o agora, o presente,
Acolher o dia com todas as emoções, sentimentos,
surpresas e oportunidades que ele nos traz!!
Viver o hoje com intensidade,
o amanhã, acontecerá naturalmente.
A vida não pode ser adiada,
no máximo, deixe-a em "standby"
Agradecer o momento, sempre!!
Não é por acaso, que chama-se: P R E S E N T E
Fundamental para nossa passagem por aqui,
porque só levaremos o que vivemos,
e o amanhã, à DEUS pertence!!

Vanya Moreira

"Carpe diem. Aproveitem o dia, garotos. Façam suas vidas serem extraordinárias."

Sociedade dos Poetas Mortos

Carpe Diem!

Estive notando que, somos seres mecânicos, vivemos numa eterna mecanicidade, acordamos, fazemos sempre as mesmas coisas, vamos ao banheiro, lavamos o rosto do mesmo jeito, ligamos o botão no automático e nem observamos o que fazemos ou como fazemos.
Nem nos damos conta de que A VIDA PASSA RÁPIDO, e já passou da hora de acordar e aproveitar ao máximo cada momento que ela nos oferece.
Observe-se!
É muito mais cômodo continuar a ser sempre uma vítima, vítima de si mesmo, da vida, das circunstâncias.
Abra seus olhos e comece seu dia observando-se, concentrando-se em tudo o que fizer, procure respirar fundo muitas vezes e aproveitar cada momento que a vida te oferece, sinta sua vida!

Carpe Diem aproveite o dia viva comece observe-se concentre-se

“Carpe diem...”


Já amei por acreditar na reciprocidade do amor...
Hoje, amo sem precisar de certezas...
Não tenho medo do talvez... Nada espero, nem mesmo amor...
Amo simplesmente porque me faz bem te amar...
Não importa que eu nunca desvende o mistério do teu silêncio,
O que há em mim é maior que eu, maior que minhas próprias crenças...
Como não dizer que te amo?
Eu te amo! E como te amo...
E a este amor incerto, pelo silêncio que nele habita
E não por outro motivo qualquer,
Quero deixar a clareza do que sinto,
E a certeza que nada espero, marcando em mim,
Na minha pele, o eterno...
E se um dia, tudo ou nada nos acontecer,
Não importa...
Não importa que tenha sido ilusão...
Eu vivi...
Estou viva!
Por isso, meu pequeno grande amor...
Nada precisas me dizer...
Estás em mim...
E eu, eternamente dentro de você,
E nós, mesclados...
Dentro de um coração,
“Carpe Diem...”

Sayuri Suto Salvador

Após 5 anos, fundador do Carpe Diem; “Não estamos mais se aproximando de expressar o dia presente e sê o bom"

Bot

Carpe diem, quam minimum credula postero, é uma expressão em latim que significa “aproveite o dia de hoje e confie o mínimo possível no amanhã”.

Horácio Flaco (65 a.C.- 8 a.C.)

Carpe Diem

os travesseiros têm garras
que me seduzem com firmeza
a ficar e a ficar
so no len ta men te
desperto por inconsciência
surpreendida por alguma violência:
em meus sonhos
sangro vértebras
sangro negro sangue espesso
sangro as úlceras múltiplas
que guardei
que esqueci
quando fracassei no paraíso: mas de súbito.

vejo claro
como se houvesse luz, como
se houvesse luz
disparo contra meus próprios pés
como se fosse mentira
abandono os meus próprios meios
como se fosse por verdade
sangro a morte
sangro azul negro azulado
como se pela primeira vez
estivesse sentindo

realidade.
(um dia poderia bem aqui
respirar aliviada)

Ana Catarina de Castro

A falácia do Carpe Diem
-colha o dia/aproveite o momento- (“Colhe o dia presente e sê o menos confiante possível no futuro”)
Uma grande ironia; como todas as religiões, existe um abismo entre o que está escrito em seus livros sagrados e o que se é interpretado, posteriormente o que se é refletido no sentido das ações. Carpe Diem é um conceito que na teoria produz uma cinética/movimento (necessidade de se aproveitar o agora), o que converge em sua ampla maioria a convergência a felicidade, ao prazer. Discrepância; a felicidade é estática/estagnada, a principio não existe de fato uma evolução no periodo da felicidade, o que existe é a contemplação. A felicidade é relativa; existem graus, tipos, diferentes formas de vos expressar, tanto quanto a tristeza, porém a ponte que existe converge ao postulado de que na tristeza existe um processo de reflexão, existe uma necessidade de mudanças, necessidade de cinética, na felicidade não. Pois bem, então o Carpe Diem se baseia em produzir uma cinética, sem pensar necessariamente no futuro; Hitler fez isso, é um choque compreender que nessa perspectiva não existe uma necessidade do Carpe Diem ser benevolente em sua totalidade. Aquecimento global: “Por que se importar com o desmatamento? o Capitalismo necessita de lucro AGORA, não existe amanha, a necessidade de cinética é HOJE!”, Carpe Diem. Principio da Plenitude; O ser humano é pleno, todo ser possui um potencial de transformação, porém isso não significa que ele ira se transformar, o potencial é estático, é necessaria cinética, são necessarios desafios, problemas, dores, perguntas. Dualidade, a cinética é de certa forma contraria ao prazer, a felicidade plena. O Carpe Diem necessita de cinética, portanto necessitaria ele de desafios, problemas, dores, perguntas? Mas sem pensar no amanhã, sem confiança do futuro; fazer de tudo então para resolver as consternações diárias agora e portanto não aproveitar o momento, na verdade fazer de tudo para sair desta situação, portanto a necessidade não seria viver o Carpe Diem, mas sim a necessidade de sair dele? Não existe uma resposta. O grande problema é, como nos livros sagrados, nós seres “humanos” interpretamos seus ensinamentos de formas faláciosas e usamo-nas inreflexivamente, gostamos de botar a culpa sempre nos outros, nunca para nós mesmos, e nesse postulado esquecemos de uma parte muito importante das nossas vidas, como sociedade; O FUTURO! Transamos sem camisinha, destruimos tudo o que vem da natureza, chingamos nossos semelhantes, desprezamos outros seres, não nos respeitamos, infelizmente roubamos, matamos, estupramos, viciamos, alienizamo-nos. Enfim, fudemos tudo em função do Carpe Diem; “Não existe amanha mesmo, não existe KARMA”. De fato, após a morte no sentido ego, eu, não existe de fato um karma, porém existe uma grande possibildade da sociedade ainda continuar existindo e lógicamente esse tal de karma se propaga pelo ambiente, e existe uma grande possibilidade também (postulando que existe reencarnação) que quando voltamos a terra, o universo terá absorvido o karma e indiretamente de alguma forma (efeito borboleta) ele voltará a voce. Portanto tire suas próprias reflexões, questione o Carpe Diem, até onde vai a felicidade, até onde não existe um amanha, até onde não existem consequencias, seria necessario aproveitar a vida, evoluir, mas sem necessariamente viver eternamente em felicidade plena? Compreender que é necessaria a tristeza para a felicidade existir, compreender que respeito é para quem se da respeito, analisar que EXISTE um amanhã. Em suma; não leve nenhum texto ao pé da letra, filtre, adquira uma capacidade de discernimento (garantindo assim um conhecimento) e questione-se!

Lucius Scarabotolus Gattalis