Cansei dessa Rotina

Cerca de 2063 frases e pensamentos: Cansei dessa Rotina

Rotina

Noite fria, janela aberta,
barulho dos ventos.
O silêncio se espalha,
se contorna entre os cantos do quarto.

O mundo todo parou,
como se realmente precisassem descansar,
as pessoas precisam do seu tempo.

Os objetos mais inválidos
tem seu tempo,
mostrando assim que
tudo foi criado com um objetivo,
mas durante a noite foram descansar.

Outro dia começa,
a noite se vai,
o sol toma conta do céu
com seus raios,
o barulho cobre o silêncio,
como se não houvesse como escapar.

A rotina,
o trânsito,
os desabafos,
os atrasos,
as desculpas,
os reencontros,
são poucos para um dia
para que ao anoitecer
tudo volta a ser como antes.

Noite fria, janela aberta,
barulho dos ventos,
O silêncio se espalha
(...)

Laiane Lopes

01 de Dezembro de 2013...
Olá, queria dizer que já faz um tempo que perdi aquela velha obsessão de escrever compulsivamente, de encher linhas e páginas com meus pensamentos e minhas perturbações interiores, meus poemas, meus contos, meus quadrinhos. Só toquei neste lápis para escrever esta carta. Hoje em dia estou trabalhando com mais seriedade e tendo uma rotina equilibrada, fazendo um curso duas vezes por semana, praticando esportes esportivamente. Deixei de lado os livros que deixavam minha cabeça inspirad.. inquieta e passei a assistir televisão, é legal, principalmente pra me ceg.. acalmar, pois fico sem pensar em nada. Minha vida social melhorou, estou me adaptando aos circ... círculos sociais de diversos tipos de pessoas.
Acho que era realmente uma elevaç.. ilusão ficar vivendo sossegado, bem, porém, com pouco dinheiro. Eu esperava poder continuar aquela ótim.. vida solitária cada vez desenvolvendo mais meu talen.. modo prejudicial de viver. Agora que estou ganhando mais dinheiro, posso comprar coisas fút.. e idiot.. que me deixam feliz e realizado. Pois, o que era estar feliz e realizado antes? O que eu queria da minha vida?
Era estar em contato direto com a natureza

Observar a noite

As estrelas cintilantes
mostrando seu brilho
apesar de distantes

A lua refletindo sua energia
interferindo em quem sentia
sua presença como companhia

Os barulhos do mato
no escuro teatro
um infinito ato

O cheiro das plantas
pelo orvalho regadas
por mim apreciadas

Sentir logo cedo
O gosto do fruto
Escolhido a dedo

Perceber o frio se afastar
a luz como um trem a chegar
e o sol enfim a brilhar

O som do pássaros
cantando nos galhos
inspirando meus passos

Doce de leite
pão caseiro
meu doce deleite

Chá de hortelã
olho pela janela
minha mente sã

Pego meu violão
sento na varanda
toco um nova canção

Com meu caderno
bem longe de todos
de tudo que é moderno
em meu carma eterno.

...................................................

1 de Dezembro de 2013
Olá, só queria dizer que estou me mudando, vou morar em algum lugar onde meus sonhos estão me esperando, lá não tem quase ninguém, talvez não encontre alguém. Vou para onde eu estarei feliz, pois minha vida até agora não tinha mais tanto sentido, mas daqui para frente não quero mais me esquecer, daquilo que me faz feliz pra valer, um abraço..

Crislambrecht

Na rapidez da vida haverá sempre uma beleza a descobrir.Não importa a mecanicidade da rotina .Sempre haverá algo que os nossos sentidos irão encontrar, irão contemplar e por fim se encantar...

Katiana Santiago

Vamos mudar o foco, inverter as prioridades, remodelar o figurino e principalmente reescrever um nova história. Pode parecer pouco, simples ou dar tudo errado outra vez .... mas uma coisa será certa ... Você sairá da rotina. E perder o fôlego as vezes é preciso para que você aprenda a respirar

Grazielle Dias

Renovação!
Não deixe que se chegue ao fim, Recomece antes mesmo de acabar. E assim sucessivamente sempre quando ele o final, você avistar.
Se a fogueira já queimou quase toda a lenha que nela existia e já não faz mais claridade, então tente alimenta-la com uma nova lenha, e verás que a capacidade de fogo será igual ou até mesmo maior do que a do passado.

Bruno B. Botelho

"Seguindo sempre na mesma rotina, espero não fracassar."

Kauan Reis

Vida, tem hora que você é tão ingrata!
Não posso suportar a distância que você me proporciona ao me afastar de amigos queridos. A sua rotina é ingrata, vida.
A sua exigência nos torna capitalistas, trabalhadores (in)cansáveis e ainda por cima colocam amores intensos que contribuem no afastamento dessas pessoas queridas.
Ah, vida! Por que é tão ingrata? Ou sou eu que sou tão insaciável a ponto de querer todos por perto, sempre?

7 de Dezembro de de 2012

Cris Paulino

Quando foi a última vez que você se pegou caminhando, mas não caminhando para cumprir seus afazeres rotineiros... Falo daquela caminhada despretensiosa, sem pressa, sem rua certa e sem relógio no comando?
Quando foi a última vez que, caminhando, você olhou para cima, para aqueles ângulos de visão que normalmente nossa pressa não permite?
Pois é... As paisagens mudam, as estações revelam suas belezas, suas cores, e nós, parte desse sistema, raras vezes deixamos nossas vidas robóticas de lado pra simplesmente observar a criação da qual somos parte.
E que bem danado nos faz! Alivia as tensões, acalma a mente, traz uma sensação gostosa de paz...
É relembrar o óbvio... Sempre andamos para frente, mas a escolha do que carregamos conosco, ou deixamos para trás a cada passo dado, é uma escolha pessoal de cada um.

André Luis Fleck

Qual é o plano parceiro?

Qual é o plano parceiro, se do tempo já não domino faz tempo
Dos dias e noites não entendo, o por que de tanto contratempo
Lá na infância me via, brincando por longas tardes
E mesmo que imaginasse, o tempo assim não corria
Se hoje tivesse 500 dias, talvez ainda faltasse
Horas, minutos, segundos, na correria de meus dias

E onde então está o pause parceiro, preciso me reorganizar
Vida louca assim não dá... o tempo voa, escoa e decola
Talvez, se ao invés de mais tempo, tivesse mais dois braços...
Trabalharia dobrado, daria mais abraços... quem sabe olhasse pra mim
Já que de mim, as vezes tem tudo, mas pra mim, não sou atento assim

Mas o controle é Ele quem tem... e me pergunto impaciente
Qual o plano Onipotente? Por que acelerar assim?
Logo me vem a mente, que saibamos melhor do tempo
Aproveitar cada momento, sem dele ser prisioneiro
Afinal é ele grande parceiro, das memórias de minha vida
Testemunha íntima dos fracassos e glórias vividas...

Que bom será quando reaprender a ouvir meu coração
Entender que seu ritmo constante, não se modifica em meio ao turbilhão
Mantem seu compasso, mesmo que o corpo exija
"Vamos, acelere o passo, olha o tempo, o compromisso, o atraso"
Não será mais ele o culpado da correria das minhas andanças
E nos verdes campos da vida, serei eu o potro xucro domado.

André Luis Fleck

Não, não estou carente, o que não quer dizer que não poderia estar. Vivo em uma era onde qualquer demonstração de exaustão, de desabafo com uma ilusão solitária, é traduzida automaticamente como um gesto de fraqueza, de mi mi mi... Antes de qualquer "personagem" no qual vc possa imaginar que eu seja, aqui vive um ser humano, que vive, sente, cria e recria uma vida que nem sempre é da forma que fôra idealizada, e desta forma como ser humano, me frustro, me etedio e me entristeço às vezes sem um motivo considerável ou explicável. Estou na geração que o dia parece menor e mais pesado, com tantas responsabilidades e obrigações... Para se sentir capacitada é necessário labutar todos os dias, nada vem fácil, pelo menos para mim nunca veio.
Entendo quando alguém desabafa com um simples "estou de saco cheio", não interpreto como uma reclamação da vida e sim como uma válvula de expelir estresses acumulados dia após dia com as rotinas de sobrevivência de quem não desiste nunca em buscar o crescimento pessoal e receber a simples recompensa de ser Feliz!

Michele Leite

Meu dia a dia adia o dia que haverá rotina. Tenho muitas responsabilidades e outras tantas que as tomo para mim. Mas o que me cansa é gente cansada. Me cansa o abraço postergado. O caso ao acaso. O descaso?

Sandra Teschner

Ao que trabalha,
Um dia não basta.
O dia passa, sem que veja,
pois, quando acorda os braços,
já estão dormindo, os olhos.
Eles não se cansam de morrer
todo dia.
Não importa se está quente,
ou frio,
Não importa se está doente,
febril.
Faça chuva ou faça sol,
você tem que estar lá,
às 4, 5, 6, 7...
da manhã, que seja !
A gente morre a cada dia,
do mesmo jeito.
Contudo, os preguiçosos
ah... os preguiçosos,
Não tem pressa...
Nada a declarar,
quanto aos preguiçosos,
afinal, a vida é um Fred !

mateus meireles

Cotidiano

- Não era amor!
Quando fecho os olhos, quase posso ouvir a porta se batendo outra vez. Você partindo sem olhar pra trás, me deixando em pedaços impossíveis de se reparar!
- Não era amor!
Eu só queria acreditar que, dessa vez, a vida havia me dado você de presente!
Já foram tantas tentativas frustradas... Por que não!?
Doce ilusão... Logo me vi saindo por aquela -maldita- porta, sem ao menos olhar pra trás.
Mas você sabe... Eu sei que sabe! A porta pela qual saí, foi aberta por você...
- Você não levou apenas meu coração. Levou meus sorrisos, meus sonhos e projetos.
Vai culpar-me por tê-lo feito ir, mas esquece das tantas verdades que escancarei ao longo dos dias. Tentando fazê-lo enxergar que tudo estava esvaindo, escorrendo pelos dedos, enquanto me fazia acreditar que não se passava de um mau momento!
- Você se esquece de que não se trata apenas de você, sobre como se sente...
Acredite, nesse momento, não há motivos para sorrir!
E se acontecer, tenha certeza que me peguei pensando em algum momento vivido por nós - isso sempre acontece.
Eu só queria tornar as coisas mais simples.
Confesso: você tentou abrir os meus olhos sobre nós, mas não se moveu para, junto comigo, reverter essa situação.
Eu sempre amei seu jeito de falar, de lidar, você sabe. Mas amava mais ainda quando uma frase vinha acompanhada de uma intensa vontade de mudar as coisas- ou tentar. Eu não te culpo, apenas. Eu te culpo também!
- Ainda lembro a primeira vez que nos vimos... Você irresistivelmente lindo! Espalhando carisma naquela mesa de bar!
Sua camisa vermelha, a maneira como passava a mão no cabelo vez ou outra... Cada detalhe me hipnotizou. Não demorou muito para eu dar-lhe meu telefone... E foi ali meu erro! Tudo isso poderia ser evitado...
- Eu estava ali, naquele bar, por acaso. Pelo mesmo acaso que te trouxe pra mim. Seu olhar sereno invadiu minha alma de tal forma que eu não consigo explicar. Seu jeito de menina, e aquela sensualidade escondida por trás daquele jeito tímido: o bastante para pedir seu número. Mais uma semana e eu já o tinha decorado em minha memória. Sinceramente, não consigo ver como um erro. E, ouvir você dizer isso, me faz crer que, minha melhor escolha foi ter saído por aquela porta naquela tarde de sábado.
- Acabou! Não há mais o que discutir...
Sinto um gosto salgado em minha boca agora... É bom que tenha ido. Eu não ia querer que me visse assim!
Você desistiu de nós!
Acabaram-se as brigas, as discussões, as noites em claro de tanto pensar...
E também os abraços, beijos e reconciliações.
Em seus braços, sentia que nada poderia me afetar. E pensar que não tenho mais isso, me faz chorar!

- Você é muito tola, menina! Tola demais pra perceber o que se encontra em frente aos seus olhos.
Você foi a melhor coisa que me aconteceu até hoje, acredite!
Mas cega o suficiente pra perceber que, apesar de ter saído por aquela porta, eu não a fechei. E se eu não a fechei, é porque, de algum modo, eu nunca quis sair. Nunca quis sair por aquela porta, nem tão pouco do seu lado, quiçá do seu coração...
Chora. Pode chorar! Contanto que me deixe enxugar suas lágrimas...
- Volta! A porta está aberta desde que você se foi... Entra, tranca, e joga a chave fora!
- Não ERA amor. É amor... E sempre vai ser!

Liza Alvernaz e Matheus Hudson

...o que sucede é que tudo me cansa e aborrece, esta maldita rotina, esta repetição, este marcar passo. Distraia-se, homem, distrair-se sempre foi o melhor remédio. Dê-me licença que lhe diga que distrair-se é o remédio de quem não precisa dele... (O homem duplicado)

José Saramago

Quando a prática é reprisada de forma igual, nossas experiências se congelam no tempo que, ao seu tempo, torna o tempo acelerado.

Tchilla Helena Panitz

O QUE NINGUÉM VÊ

Vendo as horas no pulso, no qual pulsa
a batida da vida presa ao peito,
ninguém vê como o fútil é aceito,
como tratam a alma com repulsa…

E se brilha, no céu, a estrela avulsa,
ocupados estão com qualquer feito
para ver como o simples é perfeito,
já que a vida, tão breve, está convulsa.

A mim basta viver sempre à mercê
destas regras que dita a sociedade…
Quero a vida com mais serenidade!

Porque o dia que vai ninguém revê
e a estrela no céu, que ninguém vê,
se cair… Ah! Destrói qualquer cidade!

Verônica Miyake

Amo contemplar estrelas,
estão lá, sempre brilhando…
Mas eu sempre labutando,
quase nunca posso vê-las.

Verônica Miyake

Parede Azul


Na carcomida parede azul
da colônia de férias dos "insetos",
os mais variados...
Aracnídeos, fungos e até platelmintos
'origamam-se' no espaço reivindicado
pleiteando o seu lugar ao sol
o seu lugar ao sul.
Como que em um molde perfeito
a massa de mira dos olhos
encaixa-se na alça de mira da TV.
Pontualmente,
sistematicamente,
completamente sem controle.
Você vai sendo moldado dia a dia!
Vai sendo castrado
convencido e se deixando convencer
de que não convence mais ninguém,
nem a si mesmo.
E como se não bastasse tal disparate
assim como os fungos, insetos e platelmintos da parede azul
confinados à insignificância de sua mediocridade
você já até gosta de estar aí como está.

J.W.Papa

FACE FRIA DO TRAVESSEIRO


Ar frio,
ar fresco.
Assobio do vento.
Nuvens pretas eu vejo.
Ajeito-me.
Viro o travesseiro.
Aperto-o.
De modo que fique do meu jeito.
A parte quente para baixo.
E a face fria em meu queixo.
Fico imóvel.
Deitado.
Enrolado.
Só desejo.

bruno estevam

Viver na rotina é colocar a vida no piloto automático. Pode ser mais fácil, prático, mas não há a emoção de superar cada desafio.

Alessandra Souza