Calor

Cerca de 1351 frases e pensamentos: Calor

Sou fogo quando precisar de calor,agua quando quiser se refrescar e brisa suave quando necessitar se acalmar...

Carlos Hermel

No calor
tibum
porque
no frio
tá bom

Kiko Arquer

Quero mesmo é o calor do seu corpo colado ao meu em um dia frio e cinzento.

Death

E o tempo, em meu tempo, se faz caótico e com charme de quem se espreguiça do nada para se defender de coisa alguma.
Enquanto o mundo acontece a vida vai deslizando sem pressa de chegar, sabe se lá aonde.
Tenho a leve sensação que os dias perderam a sua acústica que imitava a vida sendo vivida. sinto febre!
As horas se tornam apenas mais um ponteiro que, meio doido, resolve rodar incansavelmente no mesmo sentido, enquanto fico a olhar seu rodopiar no mesmo ponto crucial das horas sempre iguais.
Chove, mesmo não sendo inverno, e não se sabe ao certo quem é quem em mais uma estação que não se firma.
Tomo meu café frio, feito na madrugada, e ascendo mais um cigarro na tentativa cega de ali, naquela droga infundada, me encontrar menos inútil. Não tenho produzido como antes e começo a enxergar a desordem dos copos deixados pelos cantos da casa.
Meu corpo grita como quem é atacado por choques imaginários, ora na cama, ora no banheiro, ora na varanda, ora em lugar algum, ora zumbi de mim mesma. Sinto frio!
De repente me vejo apegada ao afago da coberta que cai se arrastando pelo chão a me deixar em toca estilo moinho.
Não consigo dormir, mas isto não é nenhuma novidade, senão rotina daquilo que é de costume.
Sempre optei pela noite, aliás, sempre a troquei pelo dia e durmo no máximo boas quatro horas.
Isto fez dos meus dias apenas fragmentos do que sou.
Sinto-me improdutiva e tantas vezes incapaz de uma frase elaborada de bom gosto.
Saio como um sinal de alerta pelo mundo em busca do sol, pois talvez com ele sobre a pele eu consiga a trepidação de estar viva.
Volto ao meu recanto das letras na tentativa de, mais uma vez, rabiscar as minhas ilusões perdidas e meu fracasso com o mundo, no entanto sou flagrada pela ausência de inspiração.
Quando isto acontece é como se as palavras se emaranhassem feito hieróglifos e debochassem da minha incapacidade de escrever, isto mesmo: elas criam corpo, elas têm voz e de modo surreal elas zombam da minha quietude.

E então eu, tantas vezes dona daquilo que escrevo, vejo as letras levantarem seu dedo médio, em um gesto obsceno, na minha direção do tipo: foda-se!
É, preciso de mais um cigarro e uma dose de café, desta vez quente!

Laene Ribeiro (LLR)

Não reclame do calor pois está sensacional para ficar na geladeira. - LABJ

LABJ

DÉJÀ VU

E por todos os séculos te procurei,
Em algum tempo passado te amei,
Por isso contigo sempre sonhei.

Sei que já senti teu calor um dia,
Fostes o sol que com alegria
Enchia meus dias de poesia.

- Sei apenas que te encontrei!
E para ti, meus versos farei...
Para sempre este amor louvarei!

Verluci Almeida

O mundo tem certo charme que não se explica,
senão nas fotografias vistas com um olhar de quem tem febre.
Febre quase sempre é um calor que se pega do mar, do ar, da vida, da arte
e de todo o resto que, na maioria das vezes, nos deixa em desafio.
Em volta, o seco se entrelaça com o frio que chegou a poucos segundos,
e já nos entrega a certeza que logo entra em despedida.
Dormimos o sono dos desesperados, sobre efeitos de calmantes,
por toda a noite nublada e em chuva que se orquestra no telhado que protege.
Acordamos com a certeza de que a vida sabe como nos encantar
e que só ela nos apresenta as mágicas em suas verdades.
Mágica é esta coisa meio seca do sertão,
onde folhas caem sem saber para onde ir,
onde os ventos levantam suas poeiras desgastadas pelo tempo,
onde o sol arde sem piedade de machucar.
Mágica é esta coisa de infinito,
onde o céu encontra nuvens que intriga o sol
e árvores que, mesmo em todo seu cinza,
se pinta de amarelo com flores que agradecem a vida.

E assim se começa o dia em um mundo sobre telas de mistérios.
Mundo que se parece com o seu, mundo que poderia ser meu,
Mundo que se pinta em pinceis imaginários e tintas invisíveis.

Laene Ribeiro (LLR)

"Calor, ardência, fogo, cálido, temperatura elevada, picante, intenso, nada nomeia, o que sinto quando te vejo. No que me transformo quando te sinto, nada."

(Flávia Abib)

Flávia Abib

Só você pode aliviar o calor que está a me atormentar.
Só você pode com apenar o roçar e teus lábios
em minha pele, me aquietar para depois dormir e sonhar.

Mirna Rosa

Carlos Augusto está se sentindo com muito calor, e por isso está quase pelado na frente do ventilador!

Carlos Augusto de Oliveira

Que este calor imenso, seja fio condutor de cada vez mais calor humano entre nós

ronaldo reys

Ahhh! Mas que delicia são as noites de calor, dessas que anunciam o verão. Aquela que desassossega o meu povo guerreiro que se junta na esquina envolta da mesa pra botar o papo em dia e brindar com cerveja!

Patrícia Paiva V,

"Falta luz sem você. Falta o calor na tua ausência. Oca de luz e calor fico, perco o sentido da vida. Fria, insensível, indiferente, só a luz da sua alma e o calor do seu abraço, me trará à vida de volta."

(Flávia Abib)

Flávia Abib

Usar o Facebook é como olhar o sol por uma janela: você consegue apreciar sua luz, mas não sente o calor que ele emana.

Gabriel Pedroza

Tem horas que sobe-me um calor pelo corpo, que tenho vontade de ficar nua: de pensamentos, de desejos, de sombras, de olhares, das extravagâncias do ego, dessa paixão sem limite. Despir todos meus medos, anseios, assombros, e vestir-me apenas de você, apenas de sua pele, apenas do seu cheiro.

(Flávia Abib)

Flávia Abib

Ouço o vento e rumores de pessoas resmungando que está frio e gelado, tudo o que sinto é o verão em meu coração e este é insuperável.

Cris Prizo

Deus é calor que envolve o coração e preenche tantas faltas

Katiana Santiago

De quem são aquelas sombras
Perdidas como outras tantas,
Sem nomes, sem retratos,
Espalhadas como sujeiras
Pelos pedaços de calçadas.
Não sabe o que é frio
Não imagina o que é calor,
Sem cor, sem sentimento.
Esperando, o tempo, o momento,
Alguma forma de alento.

Pablo Gabriel Ribeiro Danielli

Como chuvisco que refresca o calor
assim é uma demonstração de carinho inesperada
Só faz bem!

Amelia Mari Passos

Há o amante,
e o amor.
A paixão - quente! - para o amante, sempre com calor;
e o coração, delicado, batendo para o amado.

Há a vontade de estar junto, mas a necessidade de estar às vezes sozinho.

O desejo de jogar tudo pro alto, e com o amante viajar o mundo!...
mas a necessidade de dar ao Sr. Amor, carinho.


Há alguns deveres e alguns direitos...

o dever de amar, o direito de chorar - por não saber quais escolhas fazer!
o dever de estar ali, o direito de fugir. Fugir, para com o amante ter!
o dever de dar prazer ao Sr. Amor... e o direito de S E N T I R prazer.
o dever de devorar... o direito de ser devorado.
o dever de dar a mão... o direito de pôr a mão, e de sentir o outro apaixonado...
o dever de andar junto!... mas o direito de dar à carne aquele sentimento imundo!...
o dever de dar o coração por inteiro ao Sr. Amor... Mas o direito de sentir, do amante, todo aquele calor.

Giovanna Contador