Calor

Cerca de 1364 frases e pensamentos: Calor

Diz o Sábio que na antiguidade, em um povoado distante, as pessoas haviam se tornado frias, egoístas e pouco solidárias.
Reclamavam da frieza uns dos outros, mas não se permitiam mudar. Uma criança muito sensível, ao ver o que se passava, dirigiu-se aos céus e clamou uma ação do Divino, pedindo que lhe mandasse um sinal a fim de mudar o pensamento das pessoas do povoado, e após sua reflexão, adormeceu.
No dia seguinte, fora acordado pela sua família, pedindo que levantasse logo, pois algo muito estranho acontecia... Sua mãe lhe disse que o Divino lançara sua fúria sobre o povo, e que algo gélido, branco e intenso cobria as pastagens e deixava as pessoas com tanto frio a ponto de quase congelarem.
Vendo suas lavouras e animais sendo cobertos pela neve, as pessoas não tiveram escolha senão ajudar umas as outras para que pudessem salvar o máximo de animais e alimentos que conseguissem, e assim o fizeram. Porém, a noite chegou, e com ela, a neve mais e mais forte, tornava a situação calamitosa.
Vendo toda a situação e o frio a castigar a todos, o menino então sugeriu que em vez de cada família ficar em sua morada, poderiam todos ficar juntos, assim, o calor humano os ajudaria a suportar o frio, o que foi aceito por todos.
E Como em uma grande corrente, todos, em círculo, feito um caracol, se aninharam, e juntos, conseguiam suportar o frio da noite.
Antes do amanhecer, o menino, com sentimento de culpa, explicou seu pedido ao Chefe do povoado, e pediu perdão por submeter seu povo a tal sofrimento. Porém, foi abraçado pelo Líder, que com os olhos cheios de água, pediu perdão ao menino por deixar que a comunidade se torna-se um mau exemplo para crianças como ele. Se abraçaram bem forte e adormeceram.
E tamanha foi a surpresa de todos ao ver que, no dia seguinte, o sol brilhara majestosamente e o céu parecia mais azul do que nunca... A tormenta teve fim.
Com pulos de alegria, cânticos e abraços, o povoado festejou o “perdão Divino”, e logo recomeçaram suas atividades rotineiras.
No dia seguinte, logo após o amanhecer, o menino pediu ao Líder do povoado que reunisse a todos, pois durante a noite tivera um sonho, onde o Divino lhe revelara um comunicado...
Foi então que o menino, relatando seu sonho, disse que a tempestade que ocorrera não seria a única, e que todos os anos ela se repetiria... Falou mais, disse que quando os primeiros flocos gelados caíssem do céu, que servissem de alerta e reflexão sobre a união, a bondade e a solidariedade.
Finalizou o menino dizendo que a este fenômeno, chamar-se-ia Inverno, e que seria uma época para não se pensar no frio, mas no calor humano que todos possuem e podem compartilhar.

André Luis Fleck

As vezes sentimos o frio intenso, por falta de calor humano do próximo.

Willian Felipe FP

Hoje, é só frio?
Não tem calor?
Então, quero meu livro e o cobertor.

Suzana Pedroso

Hoje estou assim,
Em cacos
mil pedaços.

Hoje sinto saudades,
Busco verdades,
Em meio à tempestades.

Hoje queria cores,
Mas só encontro dissabores,
Sentimentos que se contorcem em mim.

Hoje queria um sorriso,
Um amor bonito,
Beijos sem compromissos.

Hoje queria vida,
Abraços,
Entrelaços,
Calor,
menos dor.

Autora: Aurilene Damaceno

Aurilene Damaceno

Bem me disseram que a temperatura iria cair, mais cedo ou mais tarde, o inverno ia mesmo chegar, era de se esperar. Só não podia imaginar que seria tão frio aqui sem você. Debaixo do cobertor, os pés ficam frios. Debaixo dos abraços, o coração continua gelado. Debaixo dessa imagem, há um coração congelado.
Esperando que talvez faça um tempo bom e que a previsão anuncie a chegada do verão, mais especificamente do calor. Quem sabe assim, posso me aquecer um pouco...

Larissa Salles

Então o nosso corpo é uma festa, de gritos, uivos translúcidos, lúdicos, irônicos, que dança e rodopia, que se deixar enraíza e ali mesmo se cria, mas inquietos que sente frio e sente calor, o frio da dor o calor do amor e por fim pode estar em todos os cantos em rhythmos de festa ou transparente através da sutileza do grito num corpo em existência real e visível.

Marcos Kinka

Eu estou atordoado.
Seu corpo, seus cabelos
Sinto sede, falta de ar
Só sua boca para saciar.
Eu tento conter as sensações
Mas minha imaginação não deixa
O seu rosto, a sua pele
As tatuagens ocultas que me desperta.
A sua essência perfumada
Atrai o calor e alivia
Ao mesmo tempo que seus olhos hipnotiza.
Eu sei, pareço louco,
Mas logo verás
Que esse louco romântico
Será seu Amor e você...
O motivo de seus poemas.

AndersonMelocomelo

CALOR DE PAIXÕES

Lavra/Sítio/Tempo: Edson Cerqueira Felix | N. Iguaçu – RJ, BR (23/05/2014).

Preito à: Poesia Brasileira.

O mar tornou-se ainda pesado
E solidificou-se

Os membros estão amortecidos portanto
Conquanto carne à prova de fogo

Um dalit de castidade intocável
Liberdade das ansiedades da carne
Conquanto espiritual life

É essência divina amor
Mesmo aquele sem calor / De paixões

http://apoesiaefamiliar.blogspot.com.br/2014/06/calor-de-paixoes.html

EDSON CERQUEIRA FELIX

Se você quiser
Eu fico.
Se você pedir
Eu fico.
Se quiser sumir
Eu fico.
Se não me quiser mais,
Eu finjo.

Finjo estar bem,
bem sem você
sem seu amor
sem seu calor.

Vitória Rossas Leite

O que espero? Que você perca a cabeça, a sutileza, a inocência, e se atire nessa paixão, que me fez perder o chão e que agora me causa aflição, calor, precisão de você em mim.

Flávia Abib

Flávia Abib

Calor e sequidão não perturbam o cristão justo e fiel, porque a presença do Senhor é para a sua alma um refrigério.

Helgir Girodo

Desculpa, mas nossa vida é marcada por estações. Há momentos que o verão predomina, vem o calor, os ventos bons, mas há momentos que o inverno chega e traz a tempestade e parece destruir o nosso jardim.

Anderson Lima

Não tenho estrutura para morar no polo norte, prefiro o calor das ruas e das calçadas.

Anderson Lima

Laranja cor de outono, tempo nostálgico, mágica transformação entre folhas e flores, calor e frio, amor e paixão.

Flávia Abib

Flávia Abib

Porque eu gosto é de calor, Zé, e que de preferência me arda na pele. Frio, pra mim, só a dois e um cobertor de testemunha. E, ainda assim, vai ter calor.

Lívian Magalhães

O assunto mais interessante de analisar quando abordamos o tema sobre condução térmica é o efeito Peltier-Seebeck que exibe a propensão dos elétrons em conduzir calor através de um sólido eletricamente condutivo.

João Marcos Brandet

Esta é minha fraqueza, meu caro Sinclair, pois às vezes percebo que não deveria sentir tais desejos, que são um luxo e uma fraqueza. Seria mais digno e mais acertado estar simplesmente à disposição do destino, sem aspirações de qualquer ordem. Mas não posso, é a única coisa que não posso fazer. Talvez tu o consigas um dia. É muito difícil, é o único verdadeiramente difícil. Já sonhei em consegui-lo, mas não o consigo realizar, me dá medo. Não posso decidir-me a ficar tão desnudo e tão só em meio da vida; também eu sou um pobre cão fraco, que necessita de um pouco de calor e de alimento e gosta de sentir-se de vez em quando entre seus semelhantes. Aquele que verdadeiramente só quer seu destino já não tem semelhantes e se ergue solitário sobre a terra, tendo ao seu lado somente os gélidos espaços infinitos. (Demian)

Hermann Hesse

Com você eu quero tudo,
Quero ir mais além,
Quero beijos na chuva,
Quero paixão, sentimentos,
Orgasmos múltiplos.

Com você eu fugiria,
Atravessaria mares e oceanos,
Com você eu não teria medo,
Eu me entregaria por inteira,
Com você eu seria eu mesma.

Com você eu quero mais,
Quero noites intermináveis,
Respiração rápida, acelerada,
Quero estremecer sem medo,
Com você não existiria segredos.

Autora: Aurilene Damaceno

Aurilene Damaceno

S E C A

Um vento fraco e morno
Balança o limoeiro do quintal.
Da terra árida sobe um bafo infernal.
Os raios do sol parecem fios de óleo quente
Escorrendo testa abaixo.
As folhas de couve, murchas;
O espinafre, seco.
Sob esta ínfima sombra que resta, leio.
E as palavras derretem de calor.

Denair Inês Guzon