Cachorro

Cerca de 418 frases e pensamentos: Cachorro

AMIGO PRA CACHORRO!

Olhando a maneira como meu cachorro (Edu) me recebe quando me vê, o respeito e carinho dele por mim, fico a pensar quantas pessoas eu posso chamar de amigo.
O Edu assim como o seu cachorro se você tiver um, não se importa com o que tenho, com a roupa que estou, com meu humor, meu emprego, meu salário, a cor de meus olhos, o dia ou a hora. Ele sempre corre até mim, ele sempre vem quando eu o chamo, adora quando sento na grama junto dele. Me olha e mesmo sem poder falar, parece que sabe exatamente o que estou sentindo, se estou triste, percebe, e mesmo percebendo, permanece ali do meu lado. Tem dias que não vejo ele, porém, os reencontros são sempre com a mesma alegria. Parece que ele tem orgulho de andar ao meu lado, de me ter como amigo dele, sim, me considero amigo do Edu, respeito ele, trato ele bem, alias, apenas retribuo. Ainda ontem deitei na grama, em poucos minutos ele apareceu e sabe o que fez? Deitou-se do meu lado e me olhou no fundo dos olhos, ali, percebi a perfeição da obra de Deus, e a missão do Edu, me fazer sentir-me bem, sempre.
Será que ainda existe pessoas afim de serem amigas uma das outras como um cachorro é para nós?
Fazemos algo que eles não podem, pensar, ter consciência de nossas ações. Mas não é isto que nossa espécie comumente mostra. Damos tão pouco valor a quem está ao nosso lado, tratamos tão mal quem gostamos e, traímos a confiança e trocamos aqueles que chamamos de amigos.
Eu, quero muito um dia encontrar um amigo humano com as mesmas características de um cachorro. Amigo que dê atenção, que goste de mim por admirar quem sou, que me entenda em um olhar, que me dê motivos para confiar nele, assim como eu o farei. Amigo que seja simples e perceba que é ali, na simplicidade de momentos que a verdade mora. Amigo que me console com um abraço, que esteja ao meu lado quando a vida me machucar, que não se importe com meu humor, apenas sente-se ao meu lado e seja minha companhia. Amigo que seja sincero em suas palavras e caráter, que seja meu melhor amigo, que jamais me faça sentir sozinho, mesmo quando a distância estiver presente. Amigo para me ajudar a ser melhor, que aponte erros e ajude a encontrar o caminho da melhora. Amigo que saiba como a vida é breve, por isto, guarde cada risada, lágrima, momento na memória de seus melhores dias. Amigo que queira outro amigo, que se espelhe na amizade simples e sincera de um cachorro e que claro, trate com respeito e também goste de cachorros. Creio que um dia terei um amigo assim, e tenho certeza, será mais um amigo, pois, o Edu é aquele amigo insubstitúivel, o Edu é amigo pra cachorro.

Roger Stankewski

Pareço legal mas já lati pra um cachorro pra ver se ele entendia. =/

Abeçair

Na área de conforto
vale a mesma coisa
um cachorro vivo
e um leão morto.

Evan do carmo

Maria do Socorro... é afim do Zé Galinha mais namora o Zé Cachorro.

maria rita

Parem todos os relógios, desliguem o telefone,
Evitem o latido do cachorro com seu osso suculento,
Silenciem os pianos e com tambores lentos
Tragam o caixão, deixem que o luto chore.

Deixem que os aviões voem em círculos altos
Riscando no céu a mensagem Ele Está Morto,
Ponham gravatas beges no pescoço dos pombos brancos do chão,
Deixem que os guardas de trânsito usem luvas pretas de algodão.

Ele era meu Norte, meu Sul, meu Leste e Oeste,
Minha semana útil e meu domingo inerte,
Meu meio-dia, minha meia-noite, minha canção, meu papo,
Achei que o amor fosse para sempre: Eu estava errado.

As estrelas não são necessárias: retirem cada uma delas;
Empacotem a lua e façam o sol desmanchar;
Esvaziem o oceano e varram as florestas;
Pois nada no momento pode algum bem causar.

W.H. Auden

Tv de Cachorro


Me derreta no azeite,
me coma frito ao molho rosé,
me asse pela metade,
tv de cachorro na tv.

Me cozinhe ao rolê,
ou à fricassê,
tostado ou cru,
bem vestido ou nu.

Na panela de pressão,
regado com parmesão,
sou o homem ideal
para sua refeição.

Horácio Leal

Quando o dono da casa gosta de você, os filhos gostam, os empregados gostam, até o cachorro gosta.

Stephem Beltrão

O livro é o melhor amigo do homem - não importa o que digam do cachorro.

Ediel

O Chaves a Serie de tv e Diabolica o cachorro se chama Satanas e a Bruxa diz : Diabo e você....

Roberto Gomes Bolaños

Eu, o menino e o cachorro...

E eu só reclamava da vida...
reclamava da noite porque eu não dormia,
reclamava do dia porque eu sofria,
reclamava do frio que me gelava a alma,
reclamava do calor que me atirava ao desânimo.

Para tudo e para todos eu tinha uma resposta,
para a minha derrota eu sempre tinha um culpado,
para o meu desamor sempre tinha um "alguém",
para tudo uma reclamação,
eu era o próprio azedume

Ai de quem me criticasse,
que apontasse o erro que eu não enxergava,
para tudo tinha que haver um culpado,
eu era a vítima do sistema, das pessoas, do mundo,
eu sempre fui traído, enganado, sofrido...

Carregava aquela cruz pesada de ódio,
e eu só reclamava da vida,
seja de noite, seja de dia.

Até quem dia, um menino, desses meninos de rua,
me pediu uma ajuda, e eu já estava pronto para ofendê-lo,
quando ele pegou na minha mão e arrastou-me,
se é que um menino tão pequeno teria essa força.
No canto da rua ele me mostrou um cachorro muito sujo,
que estava com a pata como que quebrada e cheio de feridas.
O menino puxou a minha mão e fez chegar perto do cachorro.
Ele olhava pra mim e depois para o cachorro,
e falou numa voz que eu não consigo esquecer:
- Moço, sara ele pra mim! é o meu melhor amigo.

Não sei porque e nem quero saber,
mas eu não aguentei e chorei...
Chorei como criança, como quem abre uma torneira,
como se uma porta que estava fechada
há muito tempo dentro de mim,
se abrisse escancaradamente...

O menino não entendeu o meu choro e perguntou:
- Ele vai morrer moço? è grave assim...

Despertei do meu choro e agarrei aquele cachorro com muito cuidado.
Levei-o até a minha casa, poucos quarteirões dali,
e tratei daquele cachorro como se fosse um filho,
e o menino, que vivia pelas ruas,
foi ficando, e cuidou de mim,
curou minhas feridas,
antes mesmo de eu curar as feridas do cachorro.

Hoje, não reclamo mais de nada,
tudo para mim tem um sentido,
tudo é perfeito, até o que dá errado.
Faz 16 anos que o menino de rua pegou na minha mão,
mudou a minha vida, transformou esse ser.
Mostrou-me o caminho do amor,
amor que restaura, cura, seca feridas, renova,
traz esperança, e esperança é o nome do amor.

E esse menino, que hoje me chama de pai,
destranca portas e janelas da minha alma todos os dias,
quando segura na minha mão e me agradece por cada coisa tão pequena,
os banhos, as roupas, a comida, a escola, a adoção,
coisas que muita gente tem e não dá nenhum valor,
ele me recompensa com carinho e dedicação.

Hoje é a sua formatura, e eu nem sei o que dizer,
sou grato a Deus por ele entrar na minha vida,
por quebrantar meu coração,
e não largar mais a minha mão.

Hoje eu bendigo a vida.
Valorize a sua vida, preencha-a com o amor.

Eu acredito em você

Paulo Roberto Gaefke

Eu, o menino e o cachorro

E eu só reclamava da vida…
reclamava da noite porque eu não dormia,
reclamava do dia porque eu sofria,
reclamava do frio que me gelava a alma,
reclamava do calor que me atirava ao desânimo.
Para tudo e para todos eu tinha uma resposta,
para a minha derrota eu sempre tinha um culpado,
para o meu desamor sempre tinha um “alguém”,
para tudo uma reclamação, eu era o próprio azedume.
Ai de quem me criticasse,
que apontasse o erro que eu não enxergava,
para tudo tinha que haver um culpado,
eu era a vítima do sistema, das pessoas, do mundo,
eu sempre fui traído, enganado, sofrido…
Carregava aquela cruz pesada de ódio,
e eu só reclamava da vida,
seja de noite, seja de dia.
Até quem dia, um menino, desses meninos de rua,
me pediu uma ajuda, e eu já estava pronto para ofendê-lo,
quando ele pegou na minha mão e arrastou-me,
se é que um menino tão pequeno teria essa força.
No canto da rua ele me mostrou um cachorro muito sujo,
que estava com a pata como que quebrada e cheio de feridas.
O menino puxou a minha mão e fez chegar perto do cachorro.
Ele olhava pra mim e depois para o cachorro,
e falou numa voz que eu não consigo esquecer:
- Moço, sara ele pra mim! é o meu melhor amigo.
Não sei porque e nem quero saber,
mas eu não aguentei e chorei…
Chorei como criança, como quem abre uma torneira,
como se uma porta que estava fechada
há muito tempo dentro de mim,
se abrisse escancaradamente…
O menino não entendeu o meu choro e perguntou:
- Ele vai morrer moço? è grave assim…
Despertei do meu choro e agarrei aquele cachorro com muito cuidado.
Levei-o até a minha casa, poucos quarteirões dali,
e tratei daquele cachorro como se fosse um filho,
e o menino, que vivia pelas ruas,
foi ficando, e cuidou de mim,
curou minhas feridas,
antes mesmo de eu curar as feridas do cachorro.
Hoje, não reclamo mais de nada,
tudo para mim tem um sentido,
tudo é perfeito, até o que dá errado.
Faz 16 anos que o menino de rua pegou na minha mão,
mudou a minha vida, transformou esse ser.
Mostrou-me o caminho do amor,
amor que restaura, cura, seca feridas, renova,
traz esperança, e esperança é o nome do amor.
E esse menino, que hoje me chama de pai,
destranca portas e janelas da minha alma todos os dias,
quando segura na minha mão e me agradece por cada coisa tão pequena, os banhos, as roupas, a comida, a escola, a adoção, coisas que muita gente tem e não dá nenhum valor,
ele me recompensa com carinho e dedicação.
Hoje é a sua formatura, e eu nem sei o que dizer,
sou grato a Deus por ele entrar na minha vida,
por quebrantar meu coração, e não largar mais a minha mão.
Hoje eu bendigo a vida.
Valorize a sua vida, preencha-a com o amor.

Paulo Roberto Gaefke

É melhor criar um cachorro, do que expectativas sobre determinadas coisas.

Pedro Felipe B. Silva

O SACRIFICIO

Hoje matei um cachorro. Seu nome era Rex. Um vira-latas baixinho e simpático. Não me lembro quando nem como ele chegou lá em casa, mas sei que estava conosco há vários anos. Estava doente, na verdade, muito doente com pelo menos duas doenças diferentes que não sei dizer o nome. Andava devagar, triste, quase não comia. E se antes atormentava todos os vizinhos com o barulho, agora nem conseguia mais latir. Tirei a seringa do bolso, tirei a capa de proteção da agulha, tirei a vida do cãozinho. A agulha atravessou facilmente a sua pele dura. Num ultimo e desesperado esforço ele tentou morder a seringa. Estava tão fraco que não tive trabalho para segura-lo. O veneno barato entrou silenciosamente e em alguns instantes a respiração diminuiu e depois parou. Olhei para ele uma última vez. Seco, sujo. Um dos olhos tinha se estufado e estava com o dobro do tamanho do outro, tinha também adquirido um tom cinza sombrio que me fazia ter certeza que já estava cego há semanas, desde que adoeceu... Bom, gosto de pensar que o sofrimento dele acabou. 3/2/10

Sidney Saymon

Acho que hoje faz dois anos que meu cachorro morreu. Seu nome era Rock. Ele era um vira-latas legítimo nascido do cruzamento de outros dois vira-latas. Um cão de personalidade forte, mandibula firme, humor questionável e um moicano muito engraçado. Ficou conhecido como o Psicopata Amarelo... Saudades do bichano. Se existir um céu dos cachorros tenho certeza que ele está lá, feliz em um camisa de força. [21/12/2010]

Sidney Saymon

Não Sou Cachorro, Não!

A moda?
É pra pessoas
Sem estilo próprio...

Francismar Prestes Leal

E de repente você chega na festa, chega com ela, de mão dadas, ai eu penso que cachorro, aquele cretino me enganou. Sim eu sinto raiva, tento mostrar a garota incrível que você perdeu . Danço com todos, dou moral pra todo homem bonito que passa e me elogia, fico rindo mais do que o normal, e entendo aquela frase que diz: Os que mais sorriem, são os que mais querem chorar. Algumas pessoas me perguntam por você, e eu digo que não sei, ele é passado.
E de longe eu vejo a sua cara me olhando, como quem diz você é mesmo louca, não sabe mesmo o que faz, você não presta, nunca gostou de mim. E então eu sorrio como quem diz, eu também acho o mesmo de você. ai alguém chega e pergunta de mim pra você e diz que eu estou linda , e você acha isso o cúmulo, diz que não tem mais nada comigo, e que eu realmente estou linda, e diz isso como quem quer quebrar a cara de quem te falou isso, porque no fundo eu sou sua, você me possui, e por trás de toda aquela maquiagem, daquela roupa super curta e provocante está a sua princesinha.
O incrível é que ela me implica a noite toda, me olha com aquela cara como quem diz, pra você ver … eu ganhei.
E no final da noite, quando a gente menos espera, de alguma forma tudo da certo, você a deixa em casa, passa de frente a festa e vê que eu ainda estou por lá, de uma maneira inexplicável eu me pego conversando com você, sem saber direito quem ligou pra quem, porque isso era o que queríamos desde o início da noite, e no final de tudo quando eu acordo pra realidade eu estou mais uma vez em seus braços, provando novamente dos seus beijos, que são os melhores do mundo, e escutando você dizer: É maravilhoso ficar com você minha princesa, eu te amo, parece que sempre fica melhor, e eu não sei o que você tem que eu prometo não voltar, mas pode passar o tempo que for eu volto. Ai eu penso é uma pena você não ser o cara certo, porque eu realmente gosto de você, e eu sei o que eu tenho, tenho um ar de desafio, que você tem que vencer sempre pra ver se ainda é o meu dono, aah eu também tenho o maior amor do mundo, e infelizmente eu sirvo como prêmio de consolo no meio da noite, que te dá durante a madrugada aquele amor, aquele momento que você procura o dia todo. Eu sei, porque comigo também é assim.

Amanda Emília

Quer entender o que significa amor de verdade? Então entenda o que significa o olhar de um cachorro para seu dono que o ama.

Rikardo Ribeiro