Briga

Cerca de 531 frases e pensamentos: Briga

FIM DE UMA AMIZADE
Se você deixou de ser minha amiga
Vamos deixar de nos falar sem briga
Manter-te-ei aqui no meu coração
E na minha solidão
Quero lembrar-me com carinho de você
Não sei como isso foi acontecer
Simplesmente acabou a sua amizade
E se acabou é porque nunca foi de verdade
Mas pode crer que eu sempre fui seu amigo
E te fazer o bem foi o meu pior castigo
Desejo-te muita paz e que seja muito feliz
Na verdade a tua felicidade eu sempre quis.
Se atrapalho sua vida me perdoa, querida
Se fui um estorvo eu saio de sua vida
Só, só levarei a sua imagem
Buscarei em outra alguém
A amizade verdadeira que busquei em você
Só não quero outra vez chorar e sofrer.
Na verdade amizade verdadeira
Não causa esta dor tão derradeira
Simplesmente acabou a amizade
E se acabou é porque nunca foi de verdade.

Antonio Ademir Fernandes (Nenê)

Amar é não conseguir ficar brava, mas fingir que está - só para não perder a razão.

Ana da Mata

Me desculpa, mas de alguma forma eu achei que precisava te dar uma explicação, eu fui embora da sua vida e você já deve ter percebido (espero que sim). Escrevi para te dizer que o amor que um dia eu senti, fez as malas, pegou uma carona até a estação e entrou no primeiro ônibus que viu pela frente, sem sequer ler o destino. O amor foi embora, eu meio que mandei ele ir, a gente brigava sempre e a convivência já não estava fácil, mas não posso mentir que me doeu, eu até sai na porta, o vi pegar uma carona e desaparecer no horizonte. É isso. O amor acabou. No dia em que ele foi embora, eu acordei mais cedo, troquei as cortinas e os tapetes, pra disfarçar todo o estrago que ele tinha feito, coloquei uma musica calma para tocar, comecei a ler um ou dois livros, adotei um cachorrinho abandonado, voltei a ver desenhos e tomar sorvete. No dia em que ele foi embora, nem doeu tanto, a vida não estava fácil junto dele, eu cantava mais sozinho que cantor solo uma musica pra dois, as brigas eram inevitáveis, a gente sempre quebrava muita coisa e num dia desses eu acabei por me quebrar também, mais ele se foi e agora canto sozinho e sem plateia, em cacos espalhados pelo chão do quarto. No dia em que ele foi embora, agradeci a Deus pela paz, alguns minutos depois culpei o senhor por tanta solidão, era ruim com ele e é pior sem ele agora, decidi guardar as fotos numa caixa em cima do guarda-roupa e quis me guardar junto delas naquela caixa para ver se voltava naquele tempo, o amor foi embora e levou tudo o que tinha, levou parte de mim também. Sempre sobra comida, com ele aprendi a cozinhar pra dois e agora sobra arroz, feijão, beijos, abraços e lagrimas. No dia em que ele foi embora, fiquei sem saber o que fazer, o tempo não passava ou quem sabe o dia dobrou de tempo, e mesmo sabendo toda a dor que ele causava eu o quis de volta, os socos na boca do estomago e os nós na garganta e os cortes na alma nem doíam tanto, dói mais essa solidão que ficou depois que ele foi embora, a TV perdeu a imagem e o som, a agenda de contatos estava cheia de nomes e vazia de corações amigos, a internet caiu e ar ficou emperrado no mínimo ou talvez fosse toda a minha frieza se manifestando. No dia em que ele foi embora, eu aprendi a dor de desejar que não fosse mais do que um pesadelo, pobrezinho, amarrou uma trouxinha nas costas e seguiu sem olhar pra trás, talvez quisesse evitar meus olhos cheios de água que pediam perdão, minha boca num sorriso forçado que por dentro era ilusão, minhas pernas bambas que me impediam de dar um passo sequer para mudar alguma coisa, o amor não olhou pra trás, ainda bem, ele tinha o dom de me ver por dentro e naquele momento eu era ruína, poesia sem rima, canção sem som, eu era fim e ele era a continuação, a minha reticencias que foi embora e me deixou em ponto final. No dia em que ele foi embora, todo o tesouro do mundo seria dado em troca para que ele voltasse, mais eu não tenho muito, só umas moedas no bolso e muito vazio no coração, o mais triste de tudo talvez seja isso, o amor foi embora e não deixou lembranças. Alguém, não me lembro quem, disse que o viu embarcar em um ônibus diferente, daqueles que não levam gente e não tem destino final. Se um dia você o ver, perambulando por ai, me faça um favor. Diga que o quero de volta, porque o amor foi embora mais eu ainda o amo muito.

Gabriel Hudson Souza

Será que realmente uma melhor amiga desistiria de uma amizade por uma simples briga? ou Será que ela nunca foi a sua melhor Amiga, se ela realmente é a melhor ela nunca te deixará, porque as melhore amigas sempre se entendem.

Adrieli de Souza

Antigamente as meninas se orgulhavam quando conseguiam cozinhar melhor que suas mãe. Hoje em dia algumas meninas já se orgulham por beber mais que seus pais ou por sair no soco melhor que seus irmãos...

Hudson Pessini

Para algumas pessoas cult, de portugues exagerado, apenas tenho vontade de dizer: 'Dar-te-ei um tapa de costa de mão'

Paella Al' Vircia

O que ando aprendendo?
Tantas coisas...
Uma delas é que,
Nunca se ganha uma briga,
Brigando.

Juliana Serafim

O Amor não machuca,
São pessoas que não sabe amar,
Que machuca a gente!

Juliana Serafim

Sozinha eu brigo comigo mesma. Contigo eu brigo comigo e com você

CapituInovadora

Engana-se quem pensa que o petróleo é a maior fonte de energia no mundo atual, a verdade é que o amor e o ódio são as maiores fontes de energia, no mundo atual e em toda a história humana.

MOURA OLIVEIRA, João Pedro Rocha de

Tudo bem que aquele mamífero roedor bípede não nos deixou
passando necessidades... Mas ele ME deixou. Isso não é pior?

NORMALIZANDO A VIDA (JULIANA RODRIGUES)

Quer parar uma briga ou vencer uma discussão? Diga apenas VOCÊ TEM RAZÃO.

Roberto Netto

BRIGA DE CASAL

Vieram brigando dentro do carro. Música alta, velocidade alta, voz alta.
Bruno respirava fundo e esfregava o próprio rosto. Lara competia com a rádio num choro de soluços, mas não se sabe se o sentimento externado era raiva ou tristeza... talvez os dois.
A briga seguiu até o apartamento dela. Ficaram mudos no elevador. Lara no espelho limpando a maquiagem borrada e Bruno sem dizer uma palavra. Distantes.
Os dois estavam tão cheios de suas verdades que tanto orgulho não cabia num diálogo. Era impossível trocar palavras sem farpas.
-Acabou! Vai embora! - Disse Lara.
Bruno hesitou, pensou em ficar pra tentar explicar tudo novamente, mas o super-ego não o permitiu perder essa guerra.
Ele foi! Juntou os pedaços do celular pelo chão, pegou as chaves, bateu a porta, chutou o vasinho de plantas, ficou meia hora dentro do carro esmurrando o volante, respirou, deu partida e se dirigiu ao primeiro boteco que lhe servissem porções etílicas analgésicas.
Ela disse vai, na certeza que Bruno jamais a abandonaria. Ele foi, na certeza de que Lara jamais o deixaria ir embora.
Mas não foi isso que aconteceu!
Ambos ganharam o conflito. Eu diria que deu empate!
Lara está lá agora rasgando algumas fotografias e cheirando o ursinho que ela ganhou no ultimo dia dos namorados. Bruno já está na 6ª dose de Seleta. Já nem consegue mais dirigir pra casa. Tomou um taxi.
-Qual o destino Senhor?
-Edifício Bahamas por favor!
É clichê, mas é verdade. Não havia outro lugar em que ele quisesse estar. Se quer se lembrava de outro endereço que não fosse o dela.
Bruno voltou! Bateu na porta.
-Me deixa entrar amor?
Ela abriu, o abraçou forte e lhe deu um tapa na cara! - Nunca mais me deixe! - disse ela acariciando a bochecha estapeada.
Ali mesmo eles já se entrelaçaram.
Sentiram medo. Perder quem se ama dá um medo danado!
E agora? De quem é a vitória?
Vai saber... Acho que ninguém ganhou nessa história. Ambos perderam a batalha, jogaram a toalha branca. Muitas vezes quando se perde, muito se ganha!
Estão lá! Como foi muito o desgaste, se recuperam nos vestiários. (Risos)
Fizeram as pazes, massagens, saca**gens...
Opa! Vamos parar por aqui!
Enfim...
FIM!

"O amor é isso!"

Ninna Carpentier

Dou um boi para não entrar numa briga, e uma boiada para que não me coloquem.

Ronaldo Gusmão