Boa tarde de Domingo

Cerca de 67 frases e pensamentos: Boa tarde de Domingo

Um domingo de tarde sozinha em casa dobrei-me em dois para a frente - como em dores de parto - e vi que a menina em mim estava morrendo. Nunca esquecerei esse domingo. Para cicatrizar levou dias. E eis-me aqui. Dura, silenciosa e heróica. Sem menina dentro de mim.

Clarice Lispector

E sou rancorosa. Um dia um casal me convidou para almoçar no domingo. E no sábado de tarde, assim, à última hora, me avisaram que o almoço não podia ser porque tinham
que almoçar com um homem estrangeiro muito importante. Por que não me convidaram também? por que me deixaram sozinha no domingo? Então me vinguei.
Não sou boazinha. Não os procurei mais. E não aceitarei mais convite deles. Pão pão, queijo queijo.

Clarice Lispector

Domingo, Junho 24, 2007

Era de tarde e eu senti saudades do seu sorriso. alguém sorria tão bonito na rua, e da janela do ônibus eu vi, e era um sorriso que me lembrou o seu. Bem que me disseram que depois de muito tempo sem falar com alguém, qualquer raiva vira saudade pura. Não tenho medo de clichês: amor realmente não basta quando duas pessoas vivem momentos diferentes. Quando o amor é de primeira, e no olhar as almas se encontram e se amam, o amor pode ser extremamente bonito, mas também frágil demais. E mais uma vez sendo comum, lhe digo que sentimentos delicados são como cristais. E, portanto, digo também que há vasos que precisam ser tratados com extrema delicadeza. E palavras rudes são tombos altos. A decepção condicionaliza o amor, que, para ser amor, há de ser incondicional. Ainda que as almas saibam que o amor é de verdade, as pessoas precisam conhecer profundamente o caráter da outra para não precisar ficar segurando o vaso o tempo inteiro. Nos amávamos, não tenho dúvidas. E, por isso - somente e o bastante - não tivemos medo de deixar o vaso sobre a mesa. E hoje quando eu olho os cacos, um deles é a janela do ônibus pela qual eu vi um sorriso que me lembrou o seu. E me deu saudades. E mais do que lembrar dos passeios que não chegaram a acontecer, as comidinhas gostosas e os desenhos que não fizemos, os seus casos de amor que você não me contou, as alegrias e as tristezas que não aumentaram ou diminuíram ao dividirmos, mais que tudo isso eu olho para os cacos e lembro de tudo que está em cada um deles. Tudo o que aconteceu e fez de mim uma pessoa melhor. Porque a alma ainda ama. Se eu tivesse cola, eu juro que tentava colar. ainda que não fosse nunca ficar igual.

Mariana Chagas

O domingo está acabando — já é tarde — amanhã a gente começa de novo. Eu me sinto às vezes tão frágil, queria me debruçar em alguém, em alguma coisa. Alguma segurança. Invento estorinhas para mim mesmo, o tempo todo. Me conformo, me dou força. Mas a sensação de estar sozinho não me larga.

Caio Fernando Abreu

Um conto suicida

Domingos à tarde são horríveis! Insuportáveis! Suicidas! E ali estava ela. Olhando a chuva cair pesadamente da janela de seu quarto, no décimo quinto andar. E sobre a cama estavam fotos espalhadas, cartas rasgadas, cinzas de cigarros, copos de bebidas... E no rádio tocava 'While My Guitar Gently Weeps', dos Beatles. E sentada na janela do décimo quinto andar, estava ela, com o cabelo desgrenhado, a roupa molhada de vodca e lágrimas, tênis sujos. E segundos depois estava ela estirada no chão da cidade, com a chuva a lavar seu sangue.

Sabrina Niehues

Não trate como noite de sexta quem te trata como tarde de domingo.

W. gomes

O dia amanheceu pra te olhar,
A noite caiu pra te amar
A tarde então?
Preciso ter você!

Amilton Manuel Domingos

Domingo Dublado...

Tarde, cine, pipoca...
Na hora dos ingressos:
Pai, o filme é nublado!

Francismar Prestes Leal

Lembro-me das tardes lindas de domingo , sei que ainda pensas em mim ...
Lembro-me do cheiro da terra molhada , dias de chuva ao teu lado ...
Lembro-me dos segredos revelados , dos amores escondidos , dos beijos roubados , da boca dormente , dos pés flutuando , dos olhos cheios d'água , lembro-me de teu sorriso , do doce mel que escorria dos teus lábios , das noites acordadas , madrugadas acordadas , noites mal dormidas , corações apertado ;
Começo ... Fim
F.

Daniele Lestranger

Vamos?

Vamos caminhar juntos enquanto a garoa cai sobre nós na tarde abafada de domingo? Vamos tomar o mais saboroso sorvete sentados na calçada e dividindo o mesmo fone de ouvido para admirarmos um belo rock and roll? Vamos correr sem direção e jogarmos sorvete um no outro? Vamos deitar lado a lado e rir de tudo como também sentarmos e falarmos sério? Vamos ao parque nas manhãs nubladas e cantar o mais alto possível mesmo sendo nós desafinados demais? Vamos fazer uma viagem longa e voltar um dia depois porque não teremos muita grana? Vamos cultuar ao nosso Deus juntos e pra sempre? Vamos nos encontrar hoje para combinarmos tudo? Vamos?

Thales Grulha

Se o domingo a tarde é o período mais nostálgico da semana pra mim.
Sábado a noite é um afrodisíaco sem fim.

Waceila Miranda

Algumas vezes,muito ocasionalmente,digamos às quatro horas da tarde de um domingo chuvoso,Emma se sente em pânico e quase não consegue respirar com a solidão.

Um dia - David Nicholls

;era uma tarde de domingo e o sol esquentava minha mão, a que tapava meus olhos.
Lembro vagamente de um sorriso, algumas gargalhadas na verdade, vinha de duas amigas minhas, logo após comentários bizarros sobre o que se passava na tela do computador, chamaram de amor.
Sem generalização, pode ser que essa estória nunca tenha acontecido, logo na contradição digo, foram bons os momentos.
;algum tempo se passou e o que menos parece é que se tenha passado algo, realmente.
Como sempre volto no mesmo assunto, vou pautar pra lembrar daquela calça preta de uma quinta feira a noite, quando a comprei.
O que me recorda? A música que estou a ouvir.
Sei que a faixa é a 8 de um cd regravado qualquer.
Que de qualquer coisa nada tem, e sim de músicas boas, que alguém tivera me passado, cito uma das duas amigas, do começo do texto.
Saudades dela eu tenho, saudade de tudo eu tenho, agora já não os tenho, modifiquei com o tempo, pra uma aceitação justa.

Karina Araújo.

O teu sorriso e tão lindo como um arco-íris numa tardezinha de domingo

Edson Victor do Nascimento Brizon

Tudo insistia em ressurgir em meus pensamentos naquele dia. Era uma tarde de domingo, fria e solitária. Memórias, quais eu não queria lembrar, somente esquecer. Pessoas que diziam que estariam comigo do começo ao fim, indo embora sem ao menos dizer adeus. Eu já estava acostumada com algumas decepções, mas como me acostumar com o fato das pessoas desistirem de mim sem ao menos tentar? Isso eu não aceito, mas mesmo assim, elas desistiam. Minha alma está tão vazia como uma pluma em um dia com muita ventania e eu só, sem nada pra reverter isso. Meus dias estão sendo comovíveis pra quem vê de longe sem entender. Eu queria explicar a todos o que estava havendo comigo, mas eu não sabia descrever. Eu não sabia explicar aquele vazio, só sabia dizer o quanto doía, e o quanto esse sentimento estava acabando comigo, dia após dia. E sabe, eu não sei dizer ao certo nem o porque de eu levantar todos os dias da cama, talvez eu tenha esperanças de que as coisas melhorem, mesmo sabendo que isso demore, mesmo sabendo que talvez nunca melhore. Mesmo sabendo que ninguém se importa. Eu vou continuar tentando, mesmo sabendo que a estrada pra felicidade é longa..

Júlia Mello

"NUMA TARDE DE DOMINGO"

"Lembro bem daquela tarde:
Sol se pondo, ares em renovação...
Você se deixou envolver pela brisa do mar.
Ouvi o som da sua felicidade com o estourar das bolhas do espumante.
Olhos vivos... castanhos...
Sorriso intenso... gratuito...
Pássaros cantores chegaram para vê-la;
O verde ao redor, para exalar o seu perfume.

Cenário de uma praça, numa tarde de domingo".

Mais em lavinialins.blogspot.com

Lavínia Lins

Tediosa tarde de domingo,
me apego a lembranças...
Deixo a música tocar.

Heredion

Eu juro, meu coração é como um pássaro livre
em uma preguiçosa tarde de domingo.

Antebellum

Boa tarde...
Que motivo me faz, a esta hora, em pleno domingo,
escrever esta mensagem pra você?
Bem, somente algo ou alguém muito especial...
Neste caso específico, são os dois motivos, que são muito mais que especiais:
O primeiro motivo é...
o/...o/...o/...
FELIZ ANIVERSÁRIO!!!
O outro é...
Agradecer por sua amizade...
Que Deus abençoe muito você neste domingo e que venham muitos outros, com muitas alegrias, repleto da verdadeira felicidade, muita amizade leal, mas principalmente,
muita paz, e amor sincero! Parabéns!!!
Beijos no coração!!!
Deste novo amigo de sempre...Isaque

Isaque Ramos

Acordo tarde, me lastimando por esse deslize.
Tantas coisas para resolver!
É domingo, e a chuva se insinua em pingos escassos que deslizam pela vidraça.
Penso nos transtornos que ela me trará, um dia de sol seria bem mais proveitoso.
Enquanto preparo o café do meu filho, faço uma retrospectiva da semana e planejo minhas ações: Tenho contas a pagar, pendências a resolver, armários a arrumar, trabalhos acumulados e vários outros desafios pela frente.
Sinto-me só e fraca, estou desanimada.
Finalmente enfrento a chuva e o passeio matinal com o cão.
Paro no caixa eletrônico, preciso de dinheiro. Meu filho terá aula extra de matemática.
Mais à frente, o mercadinho. Bananas e uvas para o café da manhã.
Dou a volta na quadra enquanto a chuva aperta.
Penso na semana que está por vir e o desânimo persiste.
Ao cruzar o posto de gasolina, me deparo com uma pessoa que dorme em cima de um papelão sob a árvore.
É um homem ainda muito jovem.
À sua volta, uma porção de chão ainda seco.
Sobre o corpo, uma coberta suja e fina.
Tento adivinhar os motivos desse abandono, da vida fútil e oca desse quase menino.
Tento projetar em mim mesma o vazio do seu estômago e da sua mente ao despertar.
Atravesso a rua e recebo na pele, como uma bênção, a chuva que refresca finalmente as árvores.
Penso nas contas que serão pagas, nos armários cheios de roupas e sapatos a organizar.
E me vem uma nova ideia para dividir amanhã com a equipe.
Afago meu cão saudável, vejo meu filho navegando na internet e se divertindo com um filme em inglês.
Não estou mais só, sou envolvida por um sopro divino.
Tudo agora é luz, sinto-me plena.

Heidi Georg