Beijos Calientes

Cerca de 1258 frases e pensamentos: Beijos Calientes

- O que tu quer de mim?
"Teu mate, teus beijos, abraços, teu amor!"

Carlos Eduardo Back

As gotas da chuva são carinhos
Abraços e beijos são gotas de amor.!

isabelRibeiroFonseca

Onde estará todos aqueles sonhos? aqueles planos? aquela vontade que tínhamos de ficarmos velhos juntos ? aquele sonho de vermos nossas crianças grandes, se formando, lembra? dos sonhos acompanhados de beijos... seus beijos, que por mais que eu procure outro igual, nunca mais acharei... seus lábios, seus olhos, nossos sonhos... tudo se foi... tudo se perdeu...

clayton passos

A tudo em minha vida sou grato!
pelos presentes vividos e os não vindos... Aos amores e paixões que tive, e as que possivelmente virão; às poucas e proveitosas leituras, e ao pouco que sei; às lágrimas e sorrisos; aos beijos e abraços apertados; às loucuras e meias loucuras; aos poucos momentos de aparente normalidade; aos esquecimentos e reminiscências; às ideias e ao coração, estas criaturas inquietas e indomáveis; ao leite materno, terno e doce; ao colo macio e aconchegante; ao olhar atento e cuidadoso; aos muitos conselhos e poucos sermões; aos amigos, parentes e achegados rsrs; aos meus mestres do Saber; aos que me inspiram e me motivam; aos que me criticam, pois, me corrigem; aos meus aluninhos, estes grandes sábios sempre a me ensinar; aos deuses todos a me proteger, em especial a Vênus, deusa do Amor e à senhora morte, a qual, ansiosa espera minha chegada. A tudo que me traspassa e me afeta sou grato!

Laécio Malta

“Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo. Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens, além daquele que há em sua própria alma. Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo” .Hermann Hesse

"Foi o que tu fizeste comigo, despertando a mulher e a vida dentro de mim... A tua intensidade me deu tanto, que apaixonei-me pelo que não dizias..." Grácia Monte

Falando de... Alma sensível

Tento não escrever, jamais te esquecer, meu amor.
Mas como desejaria despreza-lo... Não consigo!
Este silêncio mortal... Que falta que me fazes...
Contenho minhas sensações... De fracasso talvez?...
Porque não emites qualquer sinal de querer-me bem... De que sentes minha ausência?
Não te lembras de mim... Abandonaste-me completamente.
Sofro ao pensar que outra não qualquer uma dentre muitas, estando em meu lugar, (se é que alguma vez tive este lugar em teu coração) recebe os teus beijos e tuas carícias amadas que tanto quero...

Lágrimas desceram sentidas na certeza da existência deste outro alguém, a quem agora devota o teu amor. Confessaste-o pública e sutilmente, com quem dizia: “não estou só” e senti todas as comoções de minha alma desatando em prantos convulsivos de um coração abandonado. Pensava na dedicação que faria germinar os mais profundos sentimentos, dentro de meus mais íntimos pensamentos... Como doeu... Porque não eu...

Minha’lma sensível provoca meu corpo...
E continua a provoca-lo tão insistentemente, que desejo devorar tua boca, selando-a com aquele beijo insaciável e quente...

Daqueles que a ponta de minha língua contornava teus lábios tomando-o por completo, saciando minha sede há tanto tempo guardada...
Quero te seduzir em carícias devastadoras, libertando a mulher que tu, despertastes em mim.

Lembranças ressurgem... Transpareço a fêmea que te pertencia.

Minha nudez revelava o êxtase da espera por teus braços e somente entre mim e ti desabrocharam os segredos transgressores de minha paixão.

Tua voz entoava uma melodia de prazer feito guerreiro vitorioso nos campos de batalha... E depois, o banhar-se abraçados, sorvendo toda a agua de teu rosto, cujo sorriso me encantava , fazendo o coração pulsar de alegria e novos desejos... Insinuava-me, novamente faminta, mergulhando na volúpia daqueles momentos, arqueando meu corpo ao perfeito encaixe do teu...

Eras ali o meu homem amado, tão amado...

Eu apenas uma louca , frágil e sensível mulher que te confessara paixão. Tornei-me tua e tão tua... Não importa...

Este desejo continua a queimar minhas entranhas com intensidade tamanha, despertando a sensação de ao acordar, estar ao teu lado... Tu me olhas sorrindo... Sempre este teu sorriso suave... Mas é a tua fotografia que vejo iluminada por um céu tão azul...

Jamais entenderei o enigma de teu olhar ante ao meu carinho declarado e tu jamais entenderás o meu afeto... O quanto conjugam paixão, sentimento e desejo, florescendo o belo... O quanto desejo tuas mãos a acariciar-me o dorso tão delicadamente quanto os teus beijos.

Saudades tuas.

Saudades de mergulhar em teu corpo, sentir teus contornos harmoniosamente junto ao meu...
Esta paixão que excede a qualquer entendimento e que traz a doce quietude do meu corpo refeito em sonhos deliciosos... Suaves sensações de ti...
Preciso confessar-te o quanto quero abraçar-te novamente demonstrando meu afeto sincero. Sentir teu carinho e expandir-me nos meus... Ainda que lágrimas de gozo ou tristeza tomem o meu olhar... Preciso rever-te... São saudades do coração...
Grácia Monte

Gracia Monte Barradas

Porque eu vou me curar
com uma dose de loucura
me dê mais um drink
de beijos teus sob a Lua

Alex Zach Biondo

alice meu rosto e me beije de mansinho
alice minha pele e me abrace com carinho

alice ( alise )

jasiel

Linguagem dos beijos
Realmente o amor é um vocabulário
Que eu nunca entendi
Mas vou inventar letras
Vou criar palavras pra te resumir
E tudo que eu guardei até hoje em silêncio
Não vai ficar mais secreto
E pra me declarar
Eu vou criar então um novo alfabeto
Pra nós dois
(Refrão)
E com apenas um olhar
Vou te dizer amo você amo você
E se corpo arrepiar vai transbordar
Nosso prazer muito prazer
E cada vez que eu te tocar
Sintonizar nossos desejos
Mesmo que não entenda nada
Eu posso traduzir na linguagem dos beijos

Silmara Nogueira Pedro Vianna e Marcos Léo

O medo é bom, nos protege. Mas o medo também afasta, nos devora.


Autora: Aurilene Damaceno

Aurilene Damaceno

O rapaz só deve beijar à rapariga quando deseja-à,
gosta, está apaixonado ou realmente ama a garota ( o
mesmmo deverá acontecer com a garota para com o
rapaz ); Quando a rapariga ñ corresponde ao beijo é
porque ñ gostou, tem vergonha ou foi supreendida elo
rapaz.
Se ambos gostam um do outro deverão convidar-se
( um ao outro ) à dar um passeio, um deles deverá dar
iniciativa para o que o clima seja um tanto quanto
agradavel para os dois.
Obs: nunca esforça um (a) menino (a) para o beijar, o
beijo deve ser dado por livre vontade ñ esforçar.
Escrito em 2003/04/18

Lubanzadio António Miguel.

A vida pode me afastar de você, o mundo pode conspirar contra nosso amor. Talvez eu nunca mais olhe em seus olhos, mas nada nunca vai tirar das minhas lembranças o sabor de seus beijos, sua pele macia junto ao meu corpo nas mais rigorosas noite de inverno.
Mesmo longe sei que o amor nos une como um elo infinito feito de esperança.

Cleverson Modesto

"Sonhos reais"

Passei meus olhos por você
Passei minha mão pela minha barba
Tomei meu gole de vinho
E esqueci que tenho um cigarro acesso entre os dedos

Eu perdi o meu olhar
Dei nó na barba
E com a taça na mesa
Me lembrei dos seus beijos, dos seus beijos...

A fumaça do meu cigarro se confunde com a da lareira
E eu não sei o que é imaginação
E o que é você
Às vezes eu sonho acordado
E vivo feliz os meus sonhos
E o que é você

Marlon Pires Leandro

A esplêndida cruzada para o futuro
Não afirma em suas entrelinhas quem sou
Promulgo as pérolas do meu desejo e o ritmo da minha carne...
A perspectiva luta com a melancolia
Entre o amor e o ódio dividido nas emoções
Entre momentos de filósofos e ira de bárbaros...
Em meus lábios consenti tristes beijos
Diante de uma fascinação doce e invencível.
As pálpebras cerradas promovem uma convulsão de imagens
É sempre uma agitação cheia de prelúdios, borboletas, flores e amores desencontrados...
Tais Martins

Tais Martins

'Guga!
Parabéns, querido!
Você é o quarto filho que Deus me deu.
Amo você!
Muito obrigada, por fazer o meu filho feliz.
Você é uma benção!
Que Deus te proteja sempre!
Um beijo carinhoso
Bete
12/junho/2014
Um cartão iconográfico Egypto mensagem-encontrei na Calçada da padre João Manuel, endereçado ou deixado cair, Confesso que paro diante dos Escritos seja cunhado em metais ou em Alfabetos.

Bindes, Fá - Enamorada

E esse amor que tem cheiro de poesia, sabor de notas musicais, sorrisos e beijos e nada a mais...

Leandro Flores

Use os meus beijos

Use os meus beijos,
para se satisfazer.
Cada um com um sabor
todos dedicados a você.

Use os meus beijos,
abundantemente quentes,
Deliciosamente ardentes,
para encharcar-te de prazer.

Use-os molhados,
Utilize-os dedicados.
Busque novas texturas,
Aproveite-os com gula.

São nos meus beijos,
que encontrara,
toda a minha “fúria “
em possuir você.

Enide Santos 13/06/14

Enide Santos

Perco-me em seus beijos a ponto de não me importar com nada além da única real circunstância que justifica a nossa existência naquele momento: nós.

Marianna Kiss

Sussurros...

Lembra-te de meus beijos molhados...Do sussurro em teu ouvido...Dos gritos de prazer e loucuras de amor que o tempo nos guardou ... Como vinho amadurecendo em toneis, sinta o sabor único e especial dos momentos que são tão nossos...

Meu coração guardou-te como um semi-deus , chamado em oração. Tens razão ,sou diferente. Eu ' sinto"...

Apaixonada , sou insaciável e quente. Loba voraz a deleitar-me nos afagos dos braços amado. Sou paixão plena e tal vulcão em erupção, quando tocada em minha alma, derramo todo o néctar de prazer...

Dissestes certa vez que o ' amor que tu procuras e idealizas, somente Deus pode te dar ", então deixa-me sonhar... Deixa-me sonhar em teus braços, pois se o que sinto não existe , estes são os fragmentos dos sonhos que remanescem em meu ser , preciosamente guardado no coração de menina...

Grácia Monte

Gracia Monte Barradas

Cuidado com aquilo que você vê e ouve: um aeroporto já viu mais beijos sinceros que muitos casamentos e hospitais já ouviram mais orações sinceras que muitas igrejas.

Talita Galhardo

Crepuscular do Amor

Luz eminente que me persuade mirar
Tua índole subsidia-me aliciar.
Energia póstuma da fausta natureza a raiar
Opulente sutileza que me faz declamar.
Imaculada como um júbilo singelo
Almejam os anjos com a tua tocata.
Rosas semeiam aos teus pés
E ao crepuscular da tua plácida dádiva
Meus olhos abrumam do teu arcano
É um pierrô donativo do amor.
Teus beijos me alimentam deste mar sequioso
Como numa terra plangente de indulgentes
Como burlam simplórios compassivos.

L.F. Magister