Beijos Arrepiantes

Cerca de 1643 frases e pensamentos: Beijos Arrepiantes

Você era perfeito, até me mostrar quem você realmente era. Mostrou sem querer e ao mesmo tempo jogou na minha cara.
Pediu o meu amor e não quis me amar.
Me viu sofrendo e continuou. Chorando, quase imporei que parasse, mas o som da sua risada era tão alta que abafou meus pedidos.
Sei que não te esqueci, sei que nunca vou te esquecer, por mais que eu queira.
lembro dos beijos, das caricias, da sua voz me sussurrando besteiras no ouvido, do seu braço segurando forte meus sobre a cama.
Lembro de tudo e dói.
Dói, porque são lembranças de algo que eu nunca pensei que você pudesse fazer comigo, coisas que eu nunca quis que acontecesse.

Amanda Bissi

A Língua fala, a Língua sente; Mas a Língua também toca e tocando faz-se canto, e o encanto se faz então... Presente!!!

Rudi Caldeira

Outono da minha vida

Adentrando ao outono da minha vida,
Um paradoxal inverno quente me anima.
E a primavera, florida, faceira e sorridente
Reflete a esperança de um dezembro caloroso,
Com o verão pulsando caloroso em minhas veias.

Com certeza um natal muito feliz
Entre familiares e amigos.
Um “adeus ano velho” ruidoso
Com prazerosos brindes, fortes abraços,
Estalados beijos e furtivas lágrimas.

Mais um Ano Novo repleto de promessas.
Que aventuras viverei em janeiro?
Viagens, estradas, novas paragens.
Fevereiro de olhares, sorrisos e afagos.
Conquistas merecidas, achados fortuitos,
Quiçá novos amores, explosivas paixões,
Prazeres incontáveis, noitadas inesquecíveis.

Assim a vida se renova, até a hora da partida.
Março trará corações dilacerados,
Almas partidas, bilhetes rasgados,
Pulseiras, anéis e colares jogados.
Roupas rotas, tênis gastos,
Revistas dobradas, livros esquecidos.
Enfim, páginas viradas, vidas passando.

Os passos antes largos, agora lentos,
Os olhos lassos, as nuvens altas,
Prolongados suspiros, ais, sussurros.
O tempo escoando entre dedos e frestas,
As ondas do mar lavando lamentos,
Na areia desenhando imagens funestas...
(J.M. Jardim, setembro/2013)

Juares de Marcos Jardim

E depois do mate o que terá?
- Beijos, abraços e muito amor ♥

Carlos Eduardo Back

Onde estará todos aqueles sonhos? aqueles planos? aquela vontade que tínhamos de ficarmos velhos juntos ? aquele sonho de vermos nossas crianças grandes, se formando, lembra? dos sonhos acompanhados de beijos... seus beijos, que por mais que eu procure outro igual, nunca mais acharei... seus lábios, seus olhos, nossos sonhos... tudo se foi... tudo se perdeu...

clayton passos

A Saudade é um preço, é uma consequência.
Saudade é o resíduo de momentos vividos, dos abraços e beijos trocados, das doces palavras que ouvimos, de olhares que nos arrancaram suspiros...
Saudade é o preço que pagamos pelo encanto que algumas pessoas trouxeram às nossas vidas. Saudade é a consequência da paixão que queimou, do amor que domina. Saudade é o sinônimo daquilo que o coração eternizou...

Alessandra Pinheiro

Garota, teus beijos têm fogo.
Queimaram meus lábios,
ficaram marcados em mim.

Augusto Branco

De todas as maneiras que te beijei, só não gostei das que ainda não provei.

Samuel F. Ferreira

Que nossas vidas sejam repletas de histórias de saudades, de beijos inesquecíveis e de abraços que nos acalentaram.

Simone Guerra

Eu te amei, em cada dia da minha vida.
Te amei de janeiro a dezembro,
Eu te amei em cada entrada da primavera,
Te amei em cada partida do verão.
Eu te amei todas as horas possíveis,
Eu te amei nas impossíveis também.
Te amei nas horas de carícias,
Te amei nas horas de solidão.
Eu te amei sozinha, a cada final de semana,
A cada entrada silenciosa de cada mês
Eu te amei sem poder te amar,
Amei sem saber, o que estava por vir.
Eu te amei sem querer saber do amanhã,
Te amei em cada parte escrita seu nome em mim.
Eu te amei nos feriados, nas férias,
Amei no natal, ano novo e aniversário.
Te amei no calor e no frio,
Amei em segredo.
Amei sabendo que não ganharia nada em troca.
Mas te amei.
A cada bom dia em mensagem,
A cada sorriso em alguma atitude,
A cada beijo quente,
A cada momento único.
Amei nos dias que nem se quer me amava,
E também nos dias em que te odiava,
Te amei nos dias de raiva,
Te amei com tanto amor.
Mas amei, amo e amarei,
E não será esta tempestade que me fará mudar o rumo.
Por que eu amo cada erro,
Cada acerto,
Cada nervosismo nosso quando em presença.
E será que tem como não te amar?
Te amarei a cada mil anos,
E se ainda restar te dúvidas,
Te amarei de novo.

Daniela Schutz (Maktub-iv)

Ah se perto de mim estivesse,
Não pensaria duas vezes.
O beijaria com fervor,
O beijaria com amor.

Érica Silva EssaKynha VersoEmFoto

Como se esquecer dos seus doces beijos se nem mesmo consigo esquecer os seus olhos nos meus.

Guilherme Lourenzo

Das pessoas, roube beijos, abraços, sorrisos; mas jamais pense em roubar a felicidade de alguém.

Gritos Suaves

Sobre Estrelas e Apaixonados

... e num momento raro de inveja: elas se jogavam. Se atiravam na imensidão do pequeno instante de um beijo.

Sílvio Fagno

É um amor mal resolvido que quer se resolver.
São corações parecidos procurando a todo custo se entender, mas não conseguem.
Se amam, mas se afastam.
Se querem, se desejam, mas não se tocam.
Se olham, se separam e voltam a se encontrar.
O que pretendem? Quão felizes são?
Promessas guardadas, beijos adiados, felicidade temida.
Os sentimentos se confundem...
Ah o amor e sua facetas, a vida e suas peças, as paixões e suas dúvidas.
Calafrios, frio na barriga e voz trêmula...
que é isso, afinal?

Kalinne Callou

SOU

Sou flor da madrugada, prazer que inebria teus sentidos
Sou sussurros no ouvido, beijos na nuca
Corpo febril procurando o aconchego dos teus braços
Eu sou... O enigma que te faz delirar!

Alma Poeta

Talvez a flor não retribua os beijos do colibri porque sabe que ele sempre volta . E mesmo sem ser beijado o colibri retorna pq a beleza e doçura da flor é irresistível, ele sabe que não vive sem ela

Flavia Neris

Bendito seja o acaso nas noites de verão! A celebrar com pão de forno,carne macia, jamón, mussarela, pancetta, lechuga, tomates, huevos e la cerveza!
E bendito seja o molho dos temperos da alma, o que traz teus beijos...

Jorge Bettiol

Se perguntassem-me do que lembro...
Eu responderia...
Lembro dela, daquele olhar meigo, olhos escuros e misteriosos, daqueles lábios sorrindo, daqueles beijos de mentira, daquela voz soando como uma doce canção embriagando a alma
Se perguntassem-me do que sinto falta...
Eu responderia...
Sinto falta dela, daquele corpo entre meus braços, daquela pele branca, suave e gostosa, daquelas mãos pequenas, daqueles dedos vagando entre meus cabelos desgrenhados
Se perguntassem-me o que quero...
Eu responderia...
Quero ela, quero acreditar que tudo aquilo não foi apenas um sonho fantasioso, mas se foi apenas isso, mesmo assim quero descobrir uma forma de sonhar outra vez
Se perguntassem-me o que vou fazer agora...
Eu responderia...
Nada, não vou fazer nada, e não posso fazer nada, apenas esperar que as nuvens me tragam ela de volta algum dia.

César Costa

Plantei sorrisos ao te ver, afim de alguns beijos colher.

Duda kauã