Bebê

Cerca de 327 frases e pensamentos: Bebê

O Alcoólatra é aquela pessoa que odiamos e que bebe tanto como gostaríamos de beber.

Igor M. Torres

Quando,finalmente pensei no plano perfeito, o sono chegou para mim como chega a um bebê.

Ludmila Clio

NASCIMENTO E A MORTE, E SUAS COINCIDÊNCIAS
No dia do nascimento, a face do bebê é que define quem ele é e como ele é.
No dia da nossa morte, é o nosso rosto que nos define também. Inerte, somente o nosso rosto fica à mostra, pálido ou com certa cor, triste ou com ar de tranquilidade... É tudo que se busca em nós, no dia da nossa morte, o nosso rosto.
Flores são bem-vindas no dia do nascimento, flores adornam o dia do fim.
Pessoas nos visitam, na chegada. Pessoas nos visitam no dia do adeus.
Nossos olhos estão fechados quando chegamos ao mundo, não é diferente quando vamos embora dele.
Os que nos amam choram no primeiro dia. Os que nos amam choram na partida.
E se dói, ao respirarmos pela primeira vez, dói mais no dia final. Quando percebemos o ar faltando nos pulmões, dói no corpo e dói na alma.
Começamos e terminamos a vida sendo carregados.
Quantas coincidências ainda poderíamos elencar aqui? Muitas, se insistirmos em relacioná-las. No entanto, duas destacam-se por serem assombrosamente interessantes. Então, vejamos a primeira: do pó viemos e ao pó retornaremos, trazendo à tona um conceito de insignificância no início e no fim.
Agora, analisemos com minúcia: o pó nos constrói e nos desconstrói. Fora de qualquer convenção, o pó nos deixa desconfortáveis pela sensação de temporariedade, de finitude, de prazo de validade.
Que impacto insuportável e destrutivo seria essa coincidência em nós, não fosse existir outra, ainda mais surpreendente, que a neutralizasse. Falo da alma. Se somos corpo perecível, também somos alma vivente. A existência da alma é segunda coincidência de que falava. A mais bela de todas, ouso dizer.
Se o corpo frágil está no começo e no fim, a alma vivente está no começo, no fim e ultrapassa o fim. A grandeza da alma está em ser transcendente, seguir livre eternidade adentro. Enquanto o corpo nos aprisiona, a alma nos desencarcera.
Curiosamente, o nosso corpo começa sem forma no ventre materno, e disforme se revolve no ventre da terra, até desaparecer plenamente. Quando pensamos no corpo nos vemos um verme destituído de graça. Mas se olhamos para a alma, pelo contrário, elevamo-nos à compreensão do amor incondicional de Deus. Se o corpo é um pó desprezível, a nossa alma é o artigo de luxo, de valor inestimável, cuja essência está no hálito do próprio Deus que a soprou em nós e a fez existir. Braços e pernas e órgãos e todo resto que se diz corpo vieram do barro e ao barro retornam. Já a alma habita no corpo e dele se vai carregada no colo de Deus. O corpo é um ponto final e alma são as reticências.
Quando criança, quem já adormeceu no sofá da sala, e acordou na cama do seu quarto, compreende bem o corpo e a alma; o início e o fim; e todas as suas coincidências. Porque é assim o dia do nascimento e o dia da morte: no sofá, dormimos desajeitadamente, com o corpo torto e encolhido, descoberto e com frio, mas nos parece bom estarmos ali. Até que nosso pai nos pega no colo e nos leva à cama. Ele nos apoia na cama macia, nos cobre e sussurra palavras de carinho. Fecha as cortinas da janela, cuidadosamente, e o quarto fica à meia luz. O sono tranquilo toma conta de nós e os bons sonhos o adornam. O fato é que nos apegamos ao sofá. Deixar o corpo é como deixar o sofá da sala, aparentemente penoso. Não sairíamos dele se dependesse de nós mesmos. Então, Deus o fez perecível, como uma casa que vai ruindo até os escombros estarem todos no chão. Só então há liberdade para alma seguir o caminho de volta, feliz como a borboleta que acha o vão da janela e voa em direção ao sol.
E as coincidências? Arrisco-me a pensar que elas foram minuciosamente arrumadas aqui e ali, para que o homem se desapegasse do sofá e percebesse o conforto aprazível da cama. Mas a percepção é uma porta que podemos fechar dentro de nós, infelizmente. E é por negligenciarmos as evidências, que seguimos sofrendo com a iminência do ponto final, como se não houvesse alma, como se não houvesse reticências.

Mônica Árêas

Não seja bebê.
"E quando tudo parecer que já está perdido, PARE e lembre de quando era apenas um bebê!
Quando brincavam com você escondendo o rosto com as mãos e do nada se descobriam e você demonstrava uma extrema felicidade, pois o que parecia perdido naquele momento havia acabado de ser encontrado, mesmo nunca tendo saído da sua frente!
Agora não somos mais bebês, então cabe a nós saber que nada está perdido, tudo está a sua frente, basta você descobrir!!!"

Saimon Lima

O caminho do amor e da paciência merecem ser reforçados sempre, dia-a-dia como um bebe que começa a gatinhar afim de firmar seus passos para aprender a andar.

Raquel Freire

Acorda
levanta
anda
come
bebe
rir
volta
vai
pula
chuta
mela
sai
entra
vira
mexe
bagunça
estuda
rir
lancha
torce
curte
imagina
anseia
vive
dorme.

Cristyene Allinson

Realizar um sonho é como esperar um bebê. É preciso cuidar, amar e se dedicar enquanto o sonho ainda está dentro de nós. Respeitando o seu tempo. E quando o sonho ganha vida, ele está pronto e perfeito! Deseje e permita-se sonhar!

Parto Pelo Mundo

- Sabe Wendy quando o primeiro bebe riu
pela primeira vez, o riso dele quebrou em
milhares de pedaços e todos eles saíram
pulando, e esse foi o começo das fadas.
- Por isso - continuou Peter, simpático - devia
existir uma fada para cada menino e menina;
- Devia existir? Mas não existe?
- Não. As crianças sabem de tanta coisa
hoje em dia que logo param de acreditar
em fadas. E toda vez que uma criança diz
" Eu não acredito em fadas", uma fada cai
morta em algum lugar.

Livro: Peter Pan

Meu embrião,meu bebe, meu adolescente,meu adulto. Estamos separados mas porém sempre juntos.

Edna Caetité

vamos fazer magica bebe?
vc faz a minha roupa desaparecer..
e eu faço vc enlouquecer..
e no abra cadabra.. e no pirim pim pim
a gente vai fazendo magica..

M.I.R.L ( Maria Isabel Ribeiro Lopes )

Tem poesia que se bebe
Tem poesia que traga
Tem poesia que se abraça
Tem poesia que se beija
Tem poesia com quem se deita
Poesia com quem se sonha, se deseja

Magaiver Welington

Olhos fechados

Nas flores que formam teu nome,
o seio de aconchego do mar a que lhe bebe.
Teu sol é em suma meu pronome,
tua boca rosa, ar que empalidece.

Do concupiscente de bruma,
ao qual de beijo enalteço.
Do sol a que há de enervar,
tua luz a que há de ser meu endereço.

Me tenho a que lhe ter,
da chuva que de texto.
Dois corpos de literatura,
rasura a que desenho.

Poesia irresignável,
tardo a que de dia.
De teu rosto inenarrável,
teu amor é minha vida.

danielmuzitano

Ela é como o céu novo e horizonte de fonte límpida
É água que quem bebe rejuvenesce e ainda mais vive
É chuva que chove o mel e adoça a pele e seus encantos
É ar que se vive a respirar é magia de voar.

amauri valim

Vivo Amando Você
Claro, Você Não Me Dá Valor e Até Falo Que Nem "Bebe"
Tim Adolo Paissão, e Voçe Ao Menos Me Dá Um
Oi De Colaboração!

Alex Alves de Souza

O que é magia negra para quem bebe vinho simbolizando o sangue de Cristo?

Sandro marques Solidario

''Ele sai. Ele ri. Ele bebe. Ele beija. Ele é feliz. Por que você insiste em se privar da vida? Por uma paixão perdida? Tudo nessa vida tem despedida.''

Haline Farias

Quando voce era bebe voce era lindo e dengoso,agora que voce ja e um homem voce e sexy e gostoso.

Lilianeli

Se a vida não fosse dura, bebé não viria ao mundo chorando...

Nissmade