Bater de Frente

Cerca de 5485 frases e pensamentos: Bater de Frente

“No caso das borboletas, o bater de asas de uma delas em um determinado lugar do mundo pode gerar uma movimentação de ar que, intensificada, desencadearia a alteração do comportamento de toda a atmosfera terrestre, para sempre. Parece loucura, mas acontece todos os dias, e chamamos de acaso.”

Teoria do Caos Efeito Borboleta

E ao coração que teima em bater, avisa que é de se entregar o viver.

Marcelo Camelo

Mas isso não se trata de quão forte pode bater. Se trata de quão forte pode ser atingido... e continuar seguindo em frente.

Rock Balboa

Hora de virar a página, ensaiar o sorriso mais bonito, recompor o coração e ensina-lo a bater novamente. Mágoas, rancores e decepções são deixados de lado na medida em que percebemos que o mundo não pára pra esperar a gente acordar e decidir viver.

Tudo simples, nada fácil. Só quem cai e se machuca sabe o tamanho do seu ferimento, o tempo que levará pra cura-lo, o quanto dói.(...)

Márcia Duarte

Errar e bater a cara contra o muro nos ensina que fomos além dos nossos limites.

Eduardo Henrique Correia da silva

Todo resto é bater punheta. Subir no palco é gozar! Pronto, falei.

Pitty

A mão que afaga pode bater, o fogo que queima aquece no inverno. Tudo na vida pode ser visto como bom ou mal, depende de quem observa.

Davi Khouri

In The Event Of My Demise-
No caso de eu morrer
quando meu coração não mais bater
Espero ter morrido por um principio
Ou por algo que eu tenha dedicado minha vida
Eu irei morrer antes da minha hora
Porque sintoa sombra da morte perto de mim
Tantas coisas que eu gostaria de ter feito
Antes de ter chegado a minha morte
E achei que teria essa possibilidade
E limpei a última lágrima dos meus olhos
Eu amei todos que foram positivos
No caso de eu morrer


No caso de eu morrer não chorem por mim
Eu irei dividir meu conhecimento com o mundo, eles saberão que estive aqui
Saberão que falei a verdade, que quiz dizer exatamente cada palavra que falei


Se eu vou morrer antes de acordar
vou deixar minha familia bem com todo o dinheiro que eu fiz
Vou dar ao meu filho o que ele precisa, diferente de seu pai
É um ciclo, torna você em um psico
Todos os dias lutas por trás dos sorrisos, ninguém te ama


Agora que estou aqui, aqui está um homem
Não sou perfeito, mas estou a procura
Procuro a perfeição e outro, desperdiçando o tempo
Parece louco mas estou tentando escapar da minha mente
Tentando apagar o tempo
Esperando que vocês não percebam
Quando eu estava na pior
Embora eu sabia que eles estavam vendo, eu não podia parar
Tantas coisas que gostaria de ter feito
Tantos sonhos, desperdiçados sem nenhuma promessa
De dentro da escuridão eu luto para ver a luz
Brigando pela noite
Batalhando com todo as minhas forças
Alguns não verão isso desse modo
Outros irão me elogiar
Mas todos irão concordar que eu fiz tudo do meu jeito

Tupac Amaru Shakur

É duro para alguém bater-se com uma sociedade dominante, mas é ainda mais duro ter de postular uma que não existe.

Hugo Hofmannsthal

Se me abandonar, ainda vivo um pouco, o tempo que um passarinho fica no ar sem bater asas, depois caio, caio e morro.

Clarice Lispector

Quem bater primeira dobra do mar
Dá de lá bandeira qualquer
Aponta pra fé e rema

É, pode ser que a maré não vire
Pode ser do vento vir contra o cais
E se já não sinto teus sinais
Pode ser da vida acostumar

Será, Morena?
Sobre estar só, eu sei
Nos mares por onde andei
Devagar
Dedicou-se mais
O acaso a se esconder
E agora o amanhã, cadê?

Doce o mar, perdeu no meu cantar

Só eu sei
Nos mares por onde andei
Devagar
Dedicou-se mais
O acaso a se esconder
E agora o amanhã, cadê?

Los Hermanos

‎"A porta está fechada, não adianta bater. E foi tão bom constatar que não me atinge mais. Não me entristece, não me aborrece, não me tira o sono. Passa por mim. Mas, não me atravessa. Foi-se o tempo. E foi-se o tempo faz tempo."

Tati Bernardi

A sorte, para dominá-la, é necessário bater nela e contrariá-la.

Maquiavel

A sorte é mulher, e querendo dominá-la, é necessário bater nela e forçá-la"

Maquiavel

"Graças a Deus, sou uma pessoa que não tem inimigos. Deixa até bater na madeira... não posso dizer que de tal pessoa eu não gosto, posso até não me ralacionar muito com elas, mas não tenho inimigos. Luto para não ter, sou até meio falso às vezes, trato todo mundo bem, sou muito vaselina. Ajo assim deliberadamente. Já tive até quem eu pudesse odiar, mas não entro nessa. É um peso desnecessário. Sou muito egoísta, centrado em mim mesmo, para me incomodar assim com os outros."

Cazuza

Vá bater nos túmulos e perguntar aos mortos se querem ressuscitar: eles sacudirão a cabeça num movimento de recusa.

Arthur Schopenhauer

Seu coração pode bater pelas pessoas, mas só uma vai fazer ele acelerar.

Pequena Sereia

A DOR QUE DÓI MAIS

Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, dóem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade.
Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Dóem essas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o aeroporto e ele para o dentista, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

Saudade é não saber. Não saber mais se ele continua se gripando no inverno. Não saber mais se ela continua clareando o cabelo. Não saber se ele ainda usa a camisa que você deu. Não saber se ela foi na

Martha Medeiros

Trancar o dedo numa porta dói.
Bater com o queixo no chão dói.
Torcer o tornozelo dói.
Um tapa, um soco, um pontapé, doem.
Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua,
dói cólica, cárie e pedra no rim.
Mas o que mais dói é a saudade.

Saudade de um irmão que mora longe.
Saudade de uma cachoeira da infância.
Saudade de um filho que estuda fora.
Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais.
Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu.
Saudade de uma cidade.
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.
Doem essas saudades todas.

Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.
Saudade da pele, do cheiro, dos beijos.
Saudade da presença, e até da ausência consentida.
Você podia ficar na sala e ela no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá.
Você podia ir para o dentista e ela para a faculdade, mas sabiam-se onde.
Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã.
Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor,
Ou quando alguém ou algo não deixa que esse amor siga,
Ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.
Saudade é basicamente não saber.
Não saber mais se ela continua fungando num ambiente mais frio.
Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.
Não saber se ela ainda usa aquela saia.
Não saber se ele foi na consulta com o dermatologista como prometeu.
Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania
de estar sempre ocupada;
se ele tem assistido às aulas de inglês,
se aprendeu a entrar na Internet
e encontrar a página do Diário Oficial;
se ela aprendeu a estacionar entre dois carros;
se ele continua preferindo Malzebier;
se ela continua preferindo suco;
se ele continua sorrindo com aqueles olhinhos apertados;
se ela continua dançando daquele jeitinho enlouquecedor;
se ele continua cantando tão bem;
se ela continua detestando o MC Donald's;
se ele continua amando;
se ela continua a chorar até nas comédias.

Saudade é não saber mesmo!
Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos;
não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento;
não saber como frear as lágrimas diante de uma música;
não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.
Saudade é não querer saber se ela está com outro, e ao mesmo tempo querer.
É não saber se ele está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso...
É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer;

Miguel Falabella

Edward: "Um coração morto, gelado, podia bater de novo? Parecia que o meu podia."

Stephenie Meyer