Bandida

Cerca de 57 frases e pensamentos: Bandida

De tanto a minha mocinha perder no final cheguei a conclusão que sou bandida.

Tati Bernardi

A tristeza é um bichinho que prá roer tá sozinho. E como rói a bandida. Parece rato em queijo parmesão.

Adoniran Barbosa

Tanta gente bandida vivendo feito rei, e tanta gente boa crucificada quando quer fazer o bem e consertar o mal.

Lya Luft

Sou bandida
Sou solta na vida
E sob medida
Pros carinhos teus
Meu amigo
Se ajeite comigo
E dê graças a Deus

Chico Buarque

Aprenda que: Tem dias que estou hiper sensível e tem dias que estou bandida. Portanto, quando eu estiver sensível, cuide de mim. E quando estiver pra bandida cuide muito bem de você!

Tati Bernardi

‎"De tanto a minha mocinha perder no final cheguei a conclusão que sou bandida."

Tati Bernardi

"De tanto minha mocinha perder no final,
cheguei a conclusão que sou bandida."

Tati Bernardi

Entre tantas e tantas mulheres,
de paixão e de sonho,
justo a mais complicada,
sem tempo, bandida e desinteressada
é que eu quero ter comigo...

Augusto Branco

"PAIXÃO BANDIDA

Preciso encontrar
um novo amor!
e dar um novo
rumo a minha vida!
A solidão
está me
consumindo
aos poucos!
Nunca pensei
que eu
fosse tão fraco
assim,ao ponto
de perder
meu próprio
equílírío!

Gilmar Fontes

Saudade Bandida Faz Sofrer.



Sou acometido de um sentimento que me pegou de surpresa, será que foi Saudade?
Dizem que saudade é bandida, porque rouba a calma da gente.
se existe algo á ser roubado, então consiste um coração em se deixar levar por sí só.
Somente ficaria ele dependente de tal ser quando realmente estivesse ele sentindo desejo em ve-lo.
Procurando um não sei quê, se demora á acordar pra realidade e depois foi tarde demais para voltar ao que chamara de sensatez.
Caracterizando assim um sentimento com nome já conhecido e temido por muitos: Saudade.
Seria saudade bandida mesmo?, que levara consigo nossa disfarçada felicidade.
Fiquei entendido de ser eu, quem teria que sair sozinho dos meus pequenos deslizes, e subir nos degraus da minha suposta felicidade, onde uma tal saudade não pudesse alcançar.
Passaria o tempo que fosse necessário em seduzir meu Eu, de forma que tivesse como sair das minhas frustrações.
Ações de puro dessabor que uma severa manifestação de saudade haveria de me acompanhar, seria ela companheira do infortúnio?
Ou somente mostrava-me que eu teria muito o que me desdobrar mediante uma situação de suma aparência do desespero, que estaria por vir.
As causas de tal sentimento poderia ser vestígios de uma saudade, já vencida pela satisfação dos sonhos, que os ventos da solidão parecem insistentes em levar.
jogar fora minhas piores decepções é correr ao encontro do meu principal querer, que é pensar possuir você.
Alguém conhece a face da solidão? quem se habilita em conhece-la de verdade, em sua pior forma;
ou seria bobo o bastante para enfrenta-la, correndo o risco fatal de acabar sem pelo menos saber o que realmente lhe acontecera.
Só sabendo o que estaria enfrentando, quando lhe tivesse perdido o que realmente o viesse á fazer falta.
Sim, terias que procurar ajuda, mas em outro lugar, um lugar bem distante do que poderia ser realidade, pois a realidade é no momento deseperadora, e sem o menor desejo em amenizar-te de suas dores.
Pesadelo, fantasma, desgraça ou falta de uma presença, ausencia que se faz presente, ou presença que insiste em não se apresentar.
Seria o ápice da loucura ou lucidez ausente! surpresa que faltara ou sanidade delinquente!!
Dirigir assim um sentimento é o mesmo que jogar o carro ao poste, e dizer que foi ele que ficou em sua frente.
Considerando que estaria-mos em perfeito estado de sanidade, se pensar-mos desta forma, se fomos nós que viemos em nos proteger com essa atitude.
Saudade está fugindo de sí, e escondendo-se em suas entranhas, Tornando as pessoas em suas próprias vítimas no seu mundo de solidão que nos perturba.
Não sobra muita coisa se não a melhor parte de nós , como se viesse um furacão de " você foi capaz disso?".
Como se alguém precisa-se de uma mão "amiga" em nos empurrar ainda mais para os nossos piores medos, e colocasse assim suas opiniões desnecessárias.
Vem sentir saudade e saberá o que é sofrer, sentindo a mesma dor dos que ficam á espreita da solidão e no encalço do desespero.
Pensando duas vezes pois antes de fazer o que te vem no pensamento, vagando no pensar de um insano.
duras palaveras saem dessa boca, que almeja o desfrutar do seu ser, outrora esquecido, e desaperdebida é tua presença.

Paulo Master

Ser autêntica?
E quem eu sou?
Um emaranhado de células, carne e gordura, músculos, veias...
Sentimentos reprimidos por ninguém mais além de mim
Um poço profundo, com uma mola no fundo que me impulsiona...
Quando desço e desço sempre, volta às minhas origens de não ser ninguém;

Alguém num minuto de atenção, que cava a própria cova, onde covarde se aloja
Com medo das perturbações da vida
Bandida
Ordinária
Masoquista

Aquilo que reside entre o sim e o não, mas o oposto do talvez, quem sabe...
Uma atrocidade, com rosto desfigurado, que ora se encara, ora não está mais lá
Aonde terá ido?

Reflexo do egoísmo, de ser uma só e ainda ser muitas
Do hibridismo contido na essência de ser uma mulher com muitas faces
Que se despe de suas máscaras, armaduras
Se protege com o escudo do sarcasmo
Marasmo
Sei lá...

Composto de água e sangue...
Vontade enorme de voar, para longe, ir para casa, sempre...
Casa sem endereço fixo, onde o chão parece algodão
E o toque macio é reconfortante
O vento envolve como um abraço e não há sons, nem multidão

Já não era sem tempo,
Fobias que cegam, laços do intransponível
Prisão sem grades, um plano infalível
Gestos, frases, tudo marcado
Cicatrizes que alucinam, não há nada verdadeiramente ali
Pulsos, tornozelos, não existem correntes

Então vá, o que a impede?

Um soluço, a voz que cala
Desvanecida pelos ruídos da existência,
Múltiplos
Loucos
Confusos

Segue a rota do sol
Que arde como lava
Queima, assa, para sacudir o corpo que cai

E ao se libertar da prisão sem limites, voe para o norte, para o sul
Não importa
Lá estará ela
Escondida no peito, corroendo como o tempo ao ferro
Um amarelo manchado, queimado, aos pedaços

Rótulo e cobiça e só era preciso um abraço
Laço
Faço de tudo para dar voltas
Fujo, corro e ainda me persegue
Esse ruído...cortante,
Translada essa coisa, coisada que fala e diz:
Nada
Não é nada
Vai passar...

Cortezolli

SAFADA

Ele te manda watts te chama de meu amor
Pede um beijo seu ele quer seu calor
Mas seus beijos são meus ,você tem que entender
Que no rala e rola eu te dou prazer.

Chamo de safada faz cara de bandida
Você mulher amada é muito atrevida
Quero os seus beijos todinhos pra mim
Você minha paixão meu anjo querubim

Eu te desejo te quero e te amo
Tenho ciúmes daquele ¨ pé de pano ¨
Deixa de ser chata e se entrega pra mim
Pois a nossa historia não chegou ao fim

Pedro Ribeiro

Essa “coisa bandida” que bate aqui no meu peito é estranha e ao mesmo tempo tão prazerosa...
Você tem um jeito de sorrir que me deixa imobilizada e o seu beijo é mais que viciante.
E o abraço? Sem comentários...me envolve ...
Adoro te dar carinho e você sabe retribuir com um jeitinho quase de “mineiro”.. irresistível!
Gosto quando você lembra de algo que eu gosto e faz acontecer!
Poucas vezes na vida acontece uma ligação inexplicável com quem se acaba de conhecer.
Dizem por aí que é coisa de “pele”, não dá pra fugir só tem que sentir.
Sei lá, essa “coisa” fora da lei instiga secretamente os meus desejos mais ocultos.
Minha deusa interior (livro 50 tons) realiza e se encontra no seu corpo de uma forma gostosa e nossa.
E é nesse momento que a gente se devora...Eu te devoro.
Gosto de você.. gosto de estar com você.
Este sentimento é todo seu! Cuide dele se quiser.

Natália Gomes

E a vida, tão mocinha e bandida... faz de mim furacão e poesia.

Camila Custodio

Nossa vida eh bandida e o nosso jogo eh bruto. Hoje somos festas amanhã seremos l luto

Mc Smith

Eu chamo ela de bandida ela me chama de vilão

Mc Daleste

Sabe a saudade? Então...ela bateu!!! Me deu uma surra daquelas ! Doeu horrores! Bandida!!!
Mas eu não sou de levar desaforo pra casa e só pra mostrar quem manda aqui...resolvi matar a saudade!

Mell Glitter

Me chama de devassa.. de bandida..
me chama de amor.. ou de tua..
se preferir...
mas me chama pro teu mundo..
me chama pra tua vida..
so diz : vem ca.. e eu vou..

M.I.R.L ( Maria Isabel Ribeiro Lopes )

Vou levando essa vida chamada de bandida, mas com amor no coração.

Emerson Bulcão

Não basta ser bandida, tem que ter talento e também classe (i)

TamyresScapolan