Zeca Baleiro

Zeca Baleiro (1966) é um músico, cantor e compositor brasileiro. Suas composições já foram interpretada por Gal Costa, Simone, Elba Ramalho, Luíza Posse, entre outras. [Biografia de Zeca Baleiro]
1 - 25 do total de 55 pensamentos de Zeca Baleiro

"Amoras silvestres
No passeio público
Amores secretos
Debaixo dos guarda-chuvas
Tempestades que não param
Pára-raios quem não tem
Mesmo que não venha o trem
Não posso parar
Tempestades que não param
Pára-raios quem não tem
Mesmo que não venha o trem
Não posso parar..."

Zeca Baleiro

Meu amor minha flor minha menina
Solidão não cura com aspirina
Tanto que eu queria o teu amor
Vem me trazer calor, fervor, fervura
Me vestir do terno da ternura
Sexo também é bom negócio
O melhor da vida é isso e ócio
Isso é ócio

Minha cara, minha Carolina
A saudade ainda vai bater no teto
Até um canalha precisa de afeto
Dor não cura com penicilina

Meu amor minha flor minha menina
Tanto que eu queria o teu amor
Tanto amor em mim como um quebranto
Tanto amor em mim, em ti nem tanto

Há mais solidão no aeroporto
Que num quarto de hotel barato
Antes o atrito que o contrato

Telefone não basta ao desejo
O que mais invejo é o que não vejo
O céu é azul, o mar também

Se bem que o mar as vezes muda,
Não suporto livros de auto-ajuda
Vem me ajudar, me dá seu bem

Meu amor minha flor minha menina
Tanto que eu queria o teu amor
Tanto amor em mim como um quebranto
Tanto amor em mim, em ti nem tanto"

Zeca Baleiro

Porque hoje eu só quero chorar como um poeta do passado, e fumar o meu cigarro na falta de Absinto.

Zeca Baleiro

A saudade é um filme sem cor que meu coração quer ver colorido

Zeca Baleiro

Solidão não cura com aspirina.

Zeca Baleiro

Minha cara, minha Carolina
A saudade ainda vai bater no teto
Até um canalha precisa de afeto
Dor não cura com penicilina.

Zeca Baleiro

Telefone não basta ao desejo
O que mais invejo é o que não vejo.

Zeca Baleiro

Tudo o que se ganha nessa vida é pra perder
Tem que acontecer
Tem que ser assim
Nada permanece inalterado até o fim...

Zeca Baleiro

Tudo que se ganha nessa vida é pra perder.

Zeca Baleiro

Telegrama


Eu tava triste tristinho
mais sem graça que a top model magrela
na passarela
eu tava só sozinho
mais solitário que um paulistano
que um canastrão na hora que cai o pano
tava mais bobo que banda de rock
que um palhaço do circo vostok

mas ontem eu recebi um telegrama
era você de aracaju ou do alabama
dizendo nego sinta-se feliz
porque no mundo tem alguém que diz
que muito te ama que tanto te ama
que muito (muito) te ama que tanto te ama

por isso hoje eu acordei
com uma vontade danada
de mandar flores ao delegado
de bater na porta do vizinho
e desejar bom dia
de beijar o português da padaria
oh mama oh mama oh mama
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu papa

Eu tava triste tristinho
mais sem graça que a top model magrela
na passarela
eu tava só sozinho
mais solitário que um paulistano
e um vilão de filme mexicano
tava mais bobo que banda de rock
que um palhaço do circo vostok

mas ontem eu recebi um telegrama
era você de aracaju ou do alabama
dizendo nego sinta-se feliz
porque no mundo tem alguém que diz
que muito te ama que tanto te ama
que muito te ama que tanto (tanto) te ama

por isso hoje eu acordei
com uma vontade danada
de mandar flores ao delegado
de bater na porta do vizinho
e desejar bom dia
de beijar o português da padaria
oh mama oh mama oh mama
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu papa

(mê dê a mão vamos sair pra ver o sol...)

Zeca Baleiro

Vejo os pombos no asfalto
eles sabem voar alto
mais insistem em catar as migalhas do chão

Zeca Baleiro

Não se move uma montanha por um pálido pedido... para isso há muita chama no coração do bandido.

Zeca Baleiro

Minha mãe não pariu nenhum punk! No entanto aqui estou eu!

Zeca Baleiro

Melhor é dar razão a quem perdoa,
melhor é dar perdão a quem perdeu.

Zeca Baleiro

O coração do homem-bomba faz tum tum
Até o dia em que ele fizer bum!

Zeca Baleiro

Não sei dizer o que há em ti que fecha e abre
Só uma parte de mim compreende que a voz dos teus olhos
É mais profunda que todas as rosas...
Ninguém, nem mesmo a chuva, tem mãos tão grandes...

Zeca Baleiro

Não quero ser triste
Como o poeta que envelhece,
Lendo Maiakovski de conveniência.

Zeca Baleiro

Tudo silencia, ouço só meu coração...

Zeca Baleiro

Baby, por você minha alma gela e treme, Sou o jabá da sua FM, Sou a CUT e você o grevista
Baby, o cupido é que foi o culpado, Pode crer quero ser seu amado,Quero ser seu Amado Batista.

Zeca Baleiro

Morena, toma esse poema...
Meu canto de seriema, meu doce de buriti...
Morena, minha vida é tua...
Prometo te dar a lua, se a lua tu me pedir...

Zeca Baleiro

Ah bela morena!
Ah morena bela!
Quem foi que te faz tão formosa?
És mais linda que a rosa debruçada na janela.

Zeca Baleiro

Se tudo passa, como se explica...
...o amor que fica nessa parada...
amor que chega sem dar aviso...
Não é preciso dizer mais nada...

Zeca Baleiro

a saudade
é um filme sem cor
que meu coração quer ver colorido

a saudade
é brigitte bardot
acenando com a mão
num filme muito antigo

Amor-perfeito pelo chão
Em quantidade...

Zeca Baleiro

Nem bem acordo
Já espio teu retrato
Faço um trato com o espelho
Hoje eu não quero sentir dor
Hora do almoço
Falo teu nome
Santo nome em vão
O que consome
Meu corpo moço
Fome ou solidão

Não quero nada
Essa estrada eu já sei aonde vai dar
Vai dar em nada,
Não quero ir, nem voltar

Cinco da tarde
Tudo arde
Coração e céu
Fico com ar de
Quem espera
Um aceno um sinal
Já noite alta
Não sinto sono
Não te esqueço mais
Viro do avesso
Adormeço
Cansada de mim sem paz

Não quero nada
Essa estrada eu já sei aonde vai dar
Vai dar em nada,
Não quero ir, nem voltar

Hoje eu não quero dor
Hoje eu não quero flor
Não quero nada
Que rime com o amor

Zeca Baleiro