Zeca Baleiro

Zeca Baleiro (1966) é um músico, cantor e compositor brasileiro. Suas composições já foram interpretada por Gal Costa, Simone, Elba Ramalho, Luíza Posse, entre outras. Em 2011 lançou um livro de crônicas "Bala na Agulha" [Biografia de Zeca Baleiro]
1 - 25 do total de 40 pensamentos de Zeca Baleiro

Minha tribo sou eu.

Zeca Baleiro

"Amoras silvestres
No passeio público
Amores secretos
Debaixo dos guarda-chuvas
Tempestades que não param
Pára-raios quem não tem
Mesmo que não venha o trem
Não posso parar
Tempestades que não param
Pára-raios quem não tem
Mesmo que não venha o trem
Não posso parar..."

Zeca Baleiro

Porque hoje eu só quero chorar como um poeta do passado, e fumar o meu cigarro na falta de Absinto.

Zeca Baleiro

A saudade é um filme sem cor que meu coração quer ver colorido

Zeca Baleiro

Solidão não cura com aspirina.

Zeca Baleiro

Minha cara, minha Carolina
A saudade ainda vai bater no teto
Até um canalha precisa de afeto
Dor não cura com penicilina.

Zeca Baleiro

Telefone não basta ao desejo
O que mais invejo é o que não vejo.

Zeca Baleiro

Tudo o que se ganha nessa vida é pra perder
Tem que acontecer
Tem que ser assim
Nada permanece inalterado até o fim...

Zeca Baleiro

Tudo que se ganha nessa vida é pra perder.

Zeca Baleiro

Telegrama


Eu tava triste tristinho
mais sem graça que a top model magrela
na passarela
eu tava só sozinho
mais solitário que um paulistano
que um canastrão na hora que cai o pano
tava mais bobo que banda de rock
que um palhaço do circo vostok

mas ontem eu recebi um telegrama
era você de aracaju ou do alabama
dizendo nego sinta-se feliz
porque no mundo tem alguém que diz
que muito te ama que tanto te ama
que muito (muito) te ama que tanto te ama

por isso hoje eu acordei
com uma vontade danada
de mandar flores ao delegado
de bater na porta do vizinho
e desejar bom dia
de beijar o português da padaria
oh mama oh mama oh mama
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu papa

Eu tava triste tristinho
mais sem graça que a top model magrela
na passarela
eu tava só sozinho
mais solitário que um paulistano
e um vilão de filme mexicano
tava mais bobo que banda de rock
que um palhaço do circo vostok

mas ontem eu recebi um telegrama
era você de aracaju ou do alabama
dizendo nego sinta-se feliz
porque no mundo tem alguém que diz
que muito te ama que tanto te ama
que muito te ama que tanto (tanto) te ama

por isso hoje eu acordei
com uma vontade danada
de mandar flores ao delegado
de bater na porta do vizinho
e desejar bom dia
de beijar o português da padaria
oh mama oh mama oh mama
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu papa

(mê dê a mão vamos sair pra ver o sol...)

Zeca Baleiro

Vejo os pombos no asfalto
eles sabem voar alto
mais insistem em catar as migalhas do chão

Zeca Baleiro

Não se move uma montanha por um pálido pedido... para isso há muita chama no coração do bandido.

Zeca Baleiro

Melhor é dar razão a quem perdoa,
melhor é dar perdão a quem perdeu.

Zeca Baleiro

O coração do homem-bomba faz tum tum
Até o dia em que ele fizer bum!

Zeca Baleiro

Não quero ser triste
Como o poeta que envelhece,
Lendo Maiakovski de conveniência.

Zeca Baleiro

a saudade
é um filme sem cor
que meu coração quer ver colorido

a saudade
é brigitte bardot
acenando com a mão
num filme muito antigo

Amor-perfeito pelo chão
Em quantidade...

Zeca Baleiro

"Te dou um Céu
Cheio de Estrelas
Feitas com caneta bic
Num papel de Pão."

Zeca Baleiro

Eu quero que você vá pra bem longe
pra Sumatra ou Jacarta
Eu quero que você vá pra Ohio
Eu quero que você vá pra o raio
que a parta

Zeca Baleiro

Igual a mim quanto trouxa que tem
Que se apaixona e chora também
Você quer ser o meu mal
Mas sabe que podia ser meu bem

Zeca Baleiro

Não creio em santos e poetas,
Perguntei tanto e ninguém nunca me respondeu

Zeca Baleiro

"Agora às vezes as pessoas querem fazer uma tese de mestrado numa canção..."

Zeca Baleiro

Vida vida, noves fora, zero

Zeca Baleiro

Nada tenho vez em quando tudo
Tudo quero mais ou menos quanto
Vida vida, noves fora, zero
Quero viver, quero ouvir, quero ver
(Se é assim quero sim, acho que vim pra te ver)

Zeca Baleiro

A depender de mim
Os psicanalistas estão fritos
Eu mesmo é que resolvo os meus conflitos
Com aspirina, amor ou com cachaça
Os gritos todos virarão fumaça
A dor é coisa que dói e que passa
Curar feridas só o tempo há de.

Zeca Baleiro

A Depender de Mim

A depender de mim
Os psicanalistas estão fritos
Eu mesmo é que resolvo os meus conflitos
Com aspirina amor ou com cachaça
Os gritos todos virarão fumaça
A dor é coisa que dói e que passa
Curar feridas só o tempo há de
Toda regra para o bem da humanidade
É certo necessita de uma exceção

A depender de mim
Os publicitários viram bolhas
Eu sei como fazer minhas escolhas
E assumir os erros que lá vem
Se a alma finca pé os medos somem
Menino nunca deixe que te domem
Mau pai dizia o verdadeiro homem
Sabe o que quer ainda que não queira
Besteira é não seguir o coração

A depender de mim
Os padres e pastores serão tristes
Eu penso mesmo que deus não existe
E ainda assim quem sabe eu creia em deus
Se deus é o outro nome da verdade
Deste momento até a eternidade
Eu levo entre mentiras e trapaças
Besta felicidade frágil farsa
.do que preciso riso preces e paixão

Zeca Baleiro