Virginia Cavalcanti

Encontrados 4 pensamentos de Virginia Cavalcanti

Nada do que acontece será perdido. Nenhum esforço será em vão se o possível, apenas o possível, for permitido pelo ânimo de cada um. Muitos aqui se encontram, de formas diferentes, numa situação de entrave, sentem-se diante do impasse. Ora, isso é apenas a aparência da real natureza das coisas. Na verdade, a única grande arte de viver consiste em agir, não como uma ação de controle, posto que isto prejudicaria a sinceridade do movimento, mas sim agir para acompanhar e direcionar pelo desejo e escolha consciente aquilo que simplesmente nos pertence. Vemos muitos dentre vocês agoniados com impasses antigos. Coisas que ficaram enlatadas na garganta e vocês engordam por dentro, provocando um excesso de peso na alma, se perguntando: Meu Deus, como é que eu posso continuar a lidar, suportar isso? E a cada vez que as queixas são engolidas, as coisas pioram...O melhor é falar, desabrochar com as palavras tudo que está a lhes incomodar. Digam a si mesmos e aos outros o que sentem. Essa é a forma melhor de comunicação e laços poderem estreitar...

Virginia Cavalcanti

A vida, com suas respostas, não está nas cartilhas do que aprendemos na escola da cabeça. A vida está na ponta dos seus dedos, do seu beijo, capazes de fazer desabrochar uma mulher e muitas vidas dentro de cada momento a que você escolha se abraçar. Seu toque vale mais que mil palavras - este é o seu tesouro, é através do seu toque que você se entenderá sempre com o mundo. Assim como um cego, porque sua luz está na alma, é com ela que você enxerga verdadeiramente. Nunca duvide do valor disto. Fuja dos padrões que lhe foram ensinados para enquadrar sua visão, ou suas visões de visionário sonhador que são o alimento do seu caminhar. Toque tudo aquilo e aqueles que você deseja para absorvê-los no âmago do seu amor que é grande e valioso.

Virginia Cavalcanti

Tua história é uma caixinha de segredos que eu quero abrir bem devagar, sem pressa alguma. Com a delicadeza, respeito e alegria de quem reconhece estar sendo iniciado na maravilha de conhecer e possuir uma pessoa.

Virginia Cavalcanti

Quero colocar, meu filho, a minha dúvida. Quero te dizer que não sou perfeito, embora tenha pretendido muitas vezes - principalmente diante de você - ser o senhor de todas as respostas. Quero esclarecer, sim, que na verdade, muitas vezes desisti e quis virar as costas para o amor, para o prazer, para a felicidade, com medo do revés. Mas, ainda assim, de alguma forma, renasci. Porque sou humano. E somos feitos deste jeito, de esperança e dor. De fracasso e vontade de acertar. De uma grande luz e força que de repente despenca numa incompreensível confusão - para de novo tentar e se encontrar logo adiante. E se de algum jeito, meu filho, eu não for capaz de vivenciar esta verdade com clareza diante de você, não me julgue pela minha força e fraqueza aparentes. Não sou teu único parâmetro, embora o primeiro. E tudo que eu quero é que, se não for da minha capacidade, que seja da própria vida que você receba esta melhor herança: a de compreender e viver que somos dúvida. Humanos. E que a duvida é o que nos permite questionar e engrandecer e não deve, jamais, servir de desculpa para o não-ser.

Virginia Cavalcanti