Padre Fábio de Melo

Padre Fábio de Melo é um sacerdote católico, cantor, compositor, apresentador, poeta, escritor, professor, ligado a Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus. [Biografia de Padre Fábio de Melo]
151 - 175 do total de 203 pensamentos de Padre Fábio de Melo

Noite sem estrelas. Resta-me o brilho da lembrança que deixaram.

Padre Fábio de Melo

Não interprete ao pé da letra. Pelo corpo do texto estão as partes que compõem o sentido.
Esta regra vale para as relações humanas. É no conjunto dos detalhes que nos revelamos.
Mas na revelação há sempre a prevalência do mistério, o que no outro nunca é acessível.
A Hermenêutica é sempre bem vinda.

Padre Fábio de Melo

Bom mesmo é ser um cão. Ninguém se confunde com o seu latido.

Padre Fábio de Melo

A linguagem é labirinto.

Padre Fábio de Melo

E o que dizer aos que nunca dizem o que querem dizer?
Dizer que não sei o que dizer por não saber ao certo o que dizem?

Padre Fábio de Melo

É ofício do olhar chorar os excessos da alma.

Padre Fábio de Melo

Amor é que nem passarinho:
Quando engaiolamos pára de cantar, brilhar e perde a graça.
Vida de amor é presença e ausência. Na medida certa.
O amor é sentir saudade, pois é na saudade que conseguimos mensurar a importância das pessoas nas nossas vidas.

Padre Fábio de Melo

Tem dia que põe virgula, tem dia que põe reticências, tem dia que põe ponto final e tem dia que tem a necessidade de virar a página.

Padre Fábio de Melo

Paixão só aprendeu a ficar por pouco tempo. O amor gosta mesmo é de permanecer a vida inteira.

Padre Fábio de Melo

"O que falta muitas vezes, pra gente poder resolver os nossos problemas, é a simplicidade em enxergá-los. Retirar os excessos. Não permitir que os nossos excessos venham obscurecer a nossa visão, ou até mesmo, de nos impedir de encaminhar uma solução para aquilo que nos faz sofrer. Isso é ter fé. É a gente acreditar que Deus está do nosso lado no momento da nossa luta, no momento da nossa dor. E que portanto a gente tem o direito de ser simples. Quem traz no coração a certeza de que Deus é por ele, tem mais facilidade de adentrar nesse território da simplicidade. Porque não se sente sozinho sendo simples."

Padre Fábio de Melo

Dor que não recebeu o abrigo da palavra corre o risco de virar amargura.

Padre Fábio de Melo

Felicidade não é lógica.
Por vezes ela quebra todas as regras que dela conhecemos.

Padre Fábio de Melo

Há sempre um perigo no amor que tem utilidade. Enquanto o outro exerce uma função na nossa vida, corremos o risco de não experimentar o amor gratuito(...) A utilidade pode parecer amor, mas não é. Amor que se fundamenta na utilidade que o outro tem corre o risco de se transformar em abandono num futuro próximo.

(Trecho do livro "Tempo de esperas - O itinerário de um florescer humano")

Padre Fábio de Melo

Nem sempre a vida fala.
Por vezes o que temos dela é o silêncio!

Padre Fábio de Melo

Tempo não foi feito para ficar, ao contrário,
foi feito para passar.
E é bom quem passe.

Padre Fábio de Melo

"Cuidado com os olhares de quem não sabe te amar.
Eles costumam lhe fazer esquecer que você vale a pena!"

Padre Fábio de Melo

Nas entrelinhas é que dizemos. Bom terapeuta é o que escuta o que omitimos.

Padre Fábio de Melo

"A TRISTEZA é uma telha quebrada na casa da nossa vida, mas a ESPERANÇA é um cobertor que nos protege"

Padre Fábio de Melo

(...)Outro dia me pus a pensar que sou semelhante às mulheres da literatura de Érico Veríssimo.
Aquelas que enquanto os homens se ocupavam da guerra, elas se ocupavam do tempo e do vento.
Eu não tenho muitas definições a meu respeito; apenas respeito a dor de cada hora,
a esperança de cada momento.
E, se isso me define, então sou a dor que sabe esperar.

[ Trecho do livro Mulheres de Aço e de Flores]

Padre Fábio de Melo

" Uma pessoa é muito mais que um efeito que eu posso observar,

ela é a mistura de causas que as vezes eu desconheço,

mais que pela força do conhecimento da aproximação...

eu posso chegar!

Você sabe muito bem disso...

quantas vezes na vida somos observados

como um efeito sem saber das causas da nossa vida..."

Padre Fábio de Melo

Eu sei que é difícil esperar, mas Deus tem um tempo, para agir e para curar.Só é preciso confiar...não desista do amor, não desista de amar, não entrega a dor porque ela um dia vai passar.

Padre Fábio de Melo

"Não desperdiça seu tempo
Querendo ser flor antes da hora.
Cumpre o ritual de existir,
Compreendendo-se em cada etapa".

Padre Fábio de Melo

Quando o outro pelas mais diversas razões esperar pelo seu ódio, surpreenda-o com seu amor.

Padre Fábio de Melo

Ao virar a página, os erros cometidos deixavam de nos incomodar e a partir deles,
A gente seguia um pouco mais crescido

Padre Fábio de Melo

"Eu me experimento inacabado. Da obra, o rascunho. Do gesto, o que não termina.
Sou como o rio em processo de vir a ser. A confluência de outras águas e o encontro com filhos de outras nascentes o tornam outro. O rio é a mistura de pequenos encontros. Eu sou feito de águas, muitas águas. Também recebo afluentes e com eles me transformo,
O que sai de mim cada vez que amo? O que em mim acontece quando me deparo com a dor que não é minha, mas que pela força do olhar que me fita vem morar em mim? Eu me transformo em outros? Eu vivo para saber. O que do outro recebo leva tempo para ser decifrado. O que sei é que a vida me afeta com seu poder de vivência. Empurra-me para reações inusitadas, tão cheias de sentidos ocultos. Cultivo em mim o acúmulo de muitos mundos.
Por vezes o cansaço me faz querer parar. Sensação de que já vivi mais do que meu coração suporta. Os encontros são muitos; as pessoas também. As chegadas e partidas se misturam e confundem o coração. É nesta hora em que me pego alimentando sonhos de cotidianos estreitos, previsíveis. Mas quando me enxergo na perspectiva de selar o passaporte e cancelar as saídas, eis que me aproximo de uma tristeza infértil.
Melhor mesmo é continuar na esperança de confluências futuras. Viver para sorver os novos rios que virão.
Eu sou inacabado. Preciso continuar.
Se a mim for concedido o direito de pausas repositoras, então já anuncio que eu continuo na vida. A trama de minha criatividade depende deste contraste, deste inacabado que há em mim. Um dia sou multidão; no outro sou solidão. Não quero ser multidão todo dia. Num dia experimento o frescor da amizade; no outro a febre que me faz querer ser só. Eu sou assim. Sem culpas."

Padre Fábio de Melo