OSHO em o livro Orange

Encontrado 1 pensamentos de OSHO em o livro Orange

O NOME DE JESUS

Se o nome de Jesus o toca, sente-se em silêncio e permita que o nome o toque.

De vez em quando, diga silenciosamente 'Jesus' e espere. Isto se tornará um mantra. É como nasce um verdadeiro mantra.

Ninguém lhe pode dar um mantra; você tem que descobrir o que o atrai, o que o toca, o que cria um grande impacto em sua alma.

Se for 'Jesus', ótimo. Sente-se em silêncio, repetindo 'Jesus', espere, e permita que o nome penetre fundo, no mais fundo recôndito do seu ser - permita que chegue ao centro. E deixe acontecer! Se você começar a dançar, ótimo; se começar a chorar, ótimo; se começar a rir, ótimo.

Seja o que for que aconteça, permita. Deixe acontecer, não interfira, não manipule. Deixe acontecer e você terá os primeiros vislumbres de prece e meditação, os primeiros vislumbres de Deus. Os primeiros raios começarão a penetrar na noite escura da sua alma.

Qualquer som que você ache belo e estético, qualquer som que crie emoção e alegria no seu coração, funciona. Mesmo que não pertença a nenhuma língua, isto não importa - você pode descobrir sons puros que vão ainda mais fundo.

Porque quando você usa uma certa palavra, ela possui um certo significado - esses significados criam limitações. Usando um som puro, não há nenhuma limitação, ele é infinito.

OSHO em o livro Orange