O Teatro Mágico

O Teatro Mágico é um grupo musical da cidade de São Paulo criado em 2003 por Fernando Anitelli. A banda reúne elementos do teatro, da poesia, da música, do circo e do cancioneiro popular
1 - 25 do total de 71 pensamentos de O Teatro Mágico

Enquanto houver você do outro lado,
eu consigo me orientar.

O Teatro Mágico

Tem horas que a gente se pergunta por que é que não se junta tudo numa coisa só?!

O Teatro Mágico

O Anjo Mais Velho
(Fernando Anitelli )

"O dia mente a cor da noite
E o diamante a cor dos olhos
Os olhos mentem dia e noite a dor da gente"

Enquanto houver você do outro lado
Aqui do outro eu consigo me orientar
A cena repete a cena se inverte
enchendo a minha alma d'aquilo que outrora eu deixei
de acreditar

tua palavra, tua história
tua verdade fazendo escola
e tua ausência fazendo silêncio em todo lugar

metade de mim
agora é assim
de um lado a poesia o verbo a saudade
do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no
fim
e o fim é belo incerto... depende de como você vê
o novo, o credo, a fé que você deposita em você e só

Só enquanto eu respirar
Vou me lembrar de você

O Teatro Mágico

De Ontem Em Diante

De ontem em diante serei o que sou no instante agora
Onde ontem, hoje e amanhã são a mesma coisa
Sem a idéia ilusória de que o dia, a noite e a madrugada
são coisas distintas
Separadas pelo canto de um galo velho
Eu apóstolo contigo que não sabes do evangelho
Do versículo e da profecia
Quem surgiu primeiro? o antes, o outrora, a noite ou o dia?
Minha vida inteira é meu dia inteiro
Meus dilúvios imaginários ainda faço no chuveiro!
Minha mochila de lanches?
É minha marmita requentada em banho Maria!
Minha mamadeira de leite em pó
É cerveja gelada na padaria
Meu banho no tanque?
É lavar carro com mangueira
E se antes, bem antes, um pedaço de maçã
Hoje quero a fruta inteira
E da fruta tiro a polpa... da puta tiro a roupa
Da luta não me retiro
Me atiro do alto e que me atirem no peito
Da luta não me retiro...
Todo dia de manhã é nostalgia das besteiras, das besteiras e das besteiras que fizemos ontem

O Teatro Mágico

... E tua ausência fazendo silêncio em todo lugar... Só enquanto eu respirar vou me lembrar de você...

O Teatro Mágico

“Pra falar verdade, às vezes minto
Tentando ser metade do inteiro que eu sinto
Pra dizer às vezes que às vezes não digo
Sou capaz de fazer da minha briga meu abrigo (…)”

O Teatro Mágico

É, me esqueci da luz da cozinha acesa
de fechar a geladeira
De limpar os pés,
Me esqueci Jesus!
(A Fé Solúvel)

O Teatro Mágico

Porque a gente nunca sabe de quem vai gostar. (Ana e o Mar)

O Teatro Mágico

De repente toda mágica se acabou e na nossa casinha apertada
Tá faltando graça e tá sobrando espaço
Tô sobrando num sobrado sem ventilador
Vai dizer que nossas preces não alcançaram o céu
Coração que inda vem me perguntar o que conteceu
Conta se seu rosto por acaso ainda tem o gosto meu
(A Bailarina E O Soldado De Chumbo)

O Teatro Mágico

Pra falar a verdade, às vezes minto tentando ser metade do inteiro que eu sinto.

O Teatro Mágico

As coisas óbvias e simples passam despercebidas, muitas vezes, diante de nós, e a gente perde a poesia, a poesia do cotidiano, a poesia do nosso teatro mágico. Ontem acabou, passou, já foi. Daqui a pouco nem existe ainda, nem começou. E a gente só tem agora pra poder se declarar,pra poder criticar, pra poder olhar no olho, pra poder se confessar, pra ser e estar.

O Teatro Mágico

Enchendo a minh'alma d'aquilo que outrora eu deixei de acreditar

O Teatro Mágico

O milagre que esperei nunca me aconteceu, quem sabe só você pra trazer o que ja é meu.

O Teatro Mágico

teu sorriso eu vou deixar na estante, pra eu ter um dia melhor

O Teatro Mágico

Há uma alma em mim, há uma calma que não condiz

O Teatro Mágico

Quanta mudança alcança o nosso ser. Posso ser assim, daqui a pouco não. Posso ser assim daqui a pouco? Se agregar não é segregar. Se agora for, foi-se a hora. Dispensar não é não pensar. Se saciou, foi-se embora. Quanta mudança, daqui a pouco... Se lembrar não é celebrar. Dura-lhe a dor, quando aflora. Esquecer não é perdoar. Se consagrou, sangra agora. Tempo de dar colo, tempo de decolar. O que há é o que é e o que será, nascerá. Nasss... será? Reciclar a palavra, o telhado e o porão. Reinventar tantas outras notas musicais. Escrever um pretexto, um prefácio, um refrão. Ser essência, muito mais. Ser essência muito mais. A porta aberta, o porto, a casa, o caos, o cais. Se lembrar de celebrar muito mais. A poesia prevalece, a essência, a paz, a ciência. Não acomodar com o que incomoda. Vou, vou engarrafar essa dor, vou engarrafar a saudade, vou me embreagar de tristeza. Bendizendo ela vira beleza. Gentileza gera gentileza.

O Teatro Mágico

"Se lembrar de celebrar muito mais..."

O Teatro Mágico

Todo dia de manhã é nostalgia das besteiras que fizemos ontem.
(De ontem em diante)

O Teatro Mágico

Estar entre virgulas, pode ser aposto, mas eu aposto o oposto... que vou cativar a todos, sendo apenas um sujeito simples!

O Teatro Mágico

Não interessa se você é letrado ou não, o que importa é se você vive aquilo que fala!

O Teatro Mágico

Sejamos todas as capas de edição especial,
Mas porém...
Contudo...
Entretando...
Toda via...
Não obstante...
Sejamos também a contra capa, porque ser a capa e ser contra-capa, é a beleza da contradição. É negar a si mesmo. E negar a si mesmo, é muitas vezes encontrar-se com Deus... como o teu Deus!

O Teatro Mágico

Será que a sorte virá num realejo?
Trazendo o pão da manhã
A faca e o queijo
Ou talvez... um beijo teu
Que me empreste a alegria... que me faça juntar
Todo resto do dia... meu café, meu jantar
Meu mundo inteiro...
que é tão fácil de enxergar... E chegar

Nenhum medo que possa enfrentar
Nem segredo que possa contar

Enquanto é tão cedo
Tão cedo

Enquanto for... um berço meu
Enquanto for... um terço meu
Serás vida... bem vinda
Serás viva... bem viva
Em mim

Será que a noite vira num vilarejo
vejo a ponte que levara o que desejo
admiro o que há de lindo e o que há de ser... você

Enquanto for... um berço meu
Enquanto for... um terço meu
Serás vida... bem vinda
Serás viva... bem viva
Em mim

"Os opostos se distraem
Os dispostos se atraem"

O Teatro Mágico

A maioria das pessoas passa de oito a doze horas por dia
fazendo coisas que não fazem sentido na vida delas
PERMITA-SE! PERMITA-SE!

O Teatro Mágico

Nunca deixe de ouvir com outros olhos.

O Teatro Mágico

Quero você inteira e minha metade de volta

O Teatro Mágico