Natiruts

1 - 25 do total de 59 pensamentos de Natiruts

Eu quero ser feliz também navegar nas águas do
teu mar.Desejar para tudo que vem flores brancas,paz,iemanjà

Natiruts

Andei só

Preciso demonstrar pra ela que mereço seu tempo pra dizer
Um pouco das idéias novas e os lugares onde viajei
Se ela botar fé na minha história que é de rocha e vem do coração
Vou estender o pano mais bonito feito na ilha de Madagascar
Um Bob, um Djavan, um Jimmy na viola, humildade de quem sabe onde quer chegar
Reparei a flor no seu vestido só guerreiro de aura boa pode merecer
E ela parou, olhou, sorriu, me deu um beijo e foi embora
Não vi mais a gata mais tenho minha gaita pra me consolar

Andei só pela noite
Cantei um reggae pros cachorros na rua
Andei só pela noite
Cantei um verso daquele velho samba pra lua
Andei só pela noite

Preciso demonstrar pra ela que mereço seu tempo pra dizer
Um pouco das idéias novas e os lugares onde viajei
Se ela botar fé na minha história que é louca mas não é besteira não
Vou estender o pano mais bonito feito na ilha de Madagascar
Um Bob, um Djavan, um Jimmy na viola, humildade de quem sabe onde quer chegar
Reparei a flor no seu vestido só guerreiro de aura boa pode merecer
E ela parou, olhou, sorriu, me deu um beijo e foi embora
Não vi mais a gata mas tenho minha gaita pra me consolar

Andei só pela noite
Cantei um reggae pros cachorros na rua
Andei só pela noite
Cantei um verso daquele velho samba pra lua
Andei só pela noite
Tudo bem, a vida continua
Andei só pela noite

Natiruts

Leviatã

Use a inteligência agora
Pelo mundo afora
Saiba quem te adora
E quem quer te ver partir
O sentimento mora no coração
É o que te ensina a agir

Lobo na pele de lã
Estende a mão pra te ajudar
Vende uma idéia vã
Que vai te cegar
E sem se dar conta
Você vai concordar

Use a inteligência agora
Pelo mundo afora
Saiba quem te adora
E quem quer te ver partir
O sentimento mora no coração
Quem sabe a sua história
Saberá seguir

A serpente e a maçã
Estão aí pra te enfeitiçar
De uma nação vilã
Que diz te salvar
Se faz democrata e é também
A que escraviza e mata

Use a inteligência agora
Pelo mundo afora
Saiba quem te adora
E quem quer te ver partir
O sentimento mora no coração
É o que te ensina a agir

Nas garras do Leviatã
O teu algoz se diz redentor
Faz que te abraça e é teu fã
Mas quer te roubar
E a boca que beija
Vai te difamar

Use a inteligência agora
Pelo mundo afora
Saiba quem te adora
E quem quer te ver partir
O sentimento mora no coração
É o que te ensina a agir

Natiruts

Leve com você

Leve com você
Só o que foi bom
Ódio e rancor
Não dão em nada
Nada!...

Ouço aquele som
Lembro de você
Como acabou
Mas não tem nada não
Só guardo o que foi bom
No meu coração
O amor é como o sol
Sabe como renascer...

Sinto o calor
De mais um verão
Tudo ganhar cor
E de nada vai valer
Lamentar a dor
Nós temos que
Seguir em frente
A vida não parou
Vai ser difícil esquecer
Tudo o que passou
Mas são as quedas
Que ensinam a cultivar
O nosso amor...

Pensar no nosso futuro
Pensar no nosso futuro
Ser feliz!

Natiruts

Iluminar

A qualquer hora o mundo pode confundir sua cabeça.
É preciso ter amor para enfrentar o que aconteça.
Se a pressão que impede de ter a cabeça boa.
É preciso ter coragem e aprender a voar.
Porque os donos da cidade não tem pena de ninguém.
Os donos da cidade eles só querem aparecer. (ê ê)

Pense em cuidar do seu coração (na na na)
Não se engane em tanta ilusão (na na na)
Temos tantas coisas pra viver
Plantar a riqueza do nosso amor

Iluminar
Iluminar
É tempo de iluminar
Que é pra ver a beleza do nosso amor
Iluminar (Anda e vem)
Iluminar (deixa eu te)
Iluminar
Que é pra ver a beleza do nosso amor

Oh! Meu bem!
Meu amor!
Não vou desistir
Se nada mudou
Se nenhum amor tiver
Eu vou dizer não.

Cê tava com doença que dá em burguês a toa
Cegando o sol da América do Sul
Com crise de identidade escrava da sorte
Tipo São Paulo quando quer ser Nova Yorque (ê ê)

Pense em cuidar do seu coração (na na na)
Não se engane em tanta ilusão (na na na)
Temos tantas coisas pra viver
Plantar a riqueza do nosso amor

Iluminar
Iluminar
É tempo de iluminar
Que é pra ver a beleza do nosso amor
Iluminar (Anda e vem)
Iluminar (deixa eu te)
Iluminar
Que é pra ver a riqueza do nosso amor

Oh! meu bem
Meu amor
Não fique assim
Nem tudo acabou
Se nenhum amor tiver
Eu vou dizer que não é
Eu vou é cantar pro sol
E vou desejar com fé
E vou enfeitar de flor
O mundo que eu puder

Natiruts

Mau reggae é roots

Meu Reggae é Roots
Palavras também
Mas o meu coração
É brasileiro...

Deixa eu aprender
O que é o amor
Por mais difícil
Que isso seja...

Deixa que a chuva vem lavar
A mente de alguém que deseja
Sair cantando por aí
Tentando sempre imaginar
Frases estranhas prá dizer
Mensagens simples de entender...

Cantando eu mando um alô: Oi!
Para você que acreditou
Que podia ser mais feliz
Vendo o outro ser feliz...

E abriu seu coração
E seu sorriso
Todo para ela...

Natiruts

Me namora

Lembro que te vi caminhar
Já havia um brilho no olhar
E junto com um sorriso seu
O teu olhar vem de encontro ao meu
E o meu dia se fez mais feliz
Mesmo sem você perto de mim
Mesmo longe de mim...

Eu fico o tempo todo a imaginar,
O que fazer, quando te encontrar
Mas se eu fizer, o que vai dizer?
Será que é capaz de entender?
Mesmo se não for eu vou tentar,
Vou fazer você me notar
Por isso eu vim aqui te dizer...


Me namora, pois quando eu saio eu sei que você chora
E fica em casa só contando as horas
Reclama só do tempo que demora
Abre os braços vem e me namora
Eu quero dar vazão ao sentimento
Mostrar que é lindo o que eu sinto por dentro
Beleza essa que eu te canto agora
Abre os braços vem e me namora

Eu penso estar vivendo uma ilusão
Sem saber se me quer ou não?
Quem dera se a resposta fosse sim
Mas acho que já nem liga pra mim
Se for assim o meu coração
Sofre, só, sem você em vão
Bate mais triste, então....

Mas ele ainda pode se alegrar
Se de repente você reparar
Que com você também aconteceu
Que sente amor tão grande quanto o meu...
Abra os olhos, veja quem te adora
E sonha com você no mundo a fora
E volta só pra te dizer...

Me namora, pois quando eu saio eu sei que você chora
E fica em casa só contando as horas
Reclama só do tempo que demora
Abre os braços vem e me namora
Eu quero dar vazão ao sentimento
Mostrar que é lindo o que eu sinto por dentro
Beleza essa que eu te canto agora
Abre os braços vem e me namora

Me namora, pois quando eu saio eu sei que você chora
E fica em casa só contando as horas
Reclama só do tempo que demora
Abre os braços vem e me namora
Eu quero dar vazão ao sentimento
Mostrar que é lindo o que eu sinto por dentro
Beleza essa que eu te canto agora
Abre os braços vem e me namora

Natiruts

Não chore meu amor

Não chore meu amor tudo vai melhorar
Não fique tão aflita se algo desandou
Vamos pedir proteção à mãe natureza
Para que o brilho do amor
Possa em nossa vida chegar
E que a força da paz, luminosos astrais
Estejam sempre perto da gente
Para a tormenta o vento forte levar
Do universo vem nossa força
Não estamos juntos á toa
Traz o good wind que é pra gente voar

Joga o sorriso no ar
E faça toda a noite brilhar
Joga a tristeza pro ar

Quando a terra se fez o chão da vida
E a floresta morada do sagrado
Oceano de fogo congelado
Um pedaço de lua um pedaço de luz
Na noite preta as mensagens do sol
As origens da saudade

Lá fora muitos homens querem esconder
A verdadeira força que eu posso ter
Privando minha mente de evoluir
Assim fica mais fácil de me distrair
O rap é a voz, o samba a emoção
O rock energia, o reggae elevação
E todos vieram do mesmo lugar
África... África

Foi de lá que veio essa fruta cor
E aqui do Brasil as outras misturou
Do céu o verde o mar então nasceu você
Eu tento, mas confesso não posso esconder
Quero me banhar nas águas desse mar
Pra me fortalecer eu vou me perfumar
Com o seu cheiro lindo e o seu amor

Mulher menina...Beleza de vida
Mulher menina...Acredite na vida
Nunca desista...Acredite na vida!!

Natiruts

Palmares 1999

A cultura e o folclore são meus
Mas os livros foi você quem escreveu
Quem garante que palmares se entregou
Quem garante que Zumbi você matou
Perseguidos sem direitos nem escolas
Como podiam registrar as suas glórias
Nossa memória foi contada por vocês
E é julgada verdadeira como a própria lei
Por isso temos registrados em toda história
Uma mísera parte de nossas vitórias
É por isso que não temos sopa na colher
E sim anjinhos pra dizer que o lado mal é o candomblé
A energia vem do coração
E a alma não se entrega não
A energia vem do coração
E a alma não se entrega não
A influência dos homens bons deixou a todos ver
Que omissão total ou não
Deixa os seus valores longe de você
Então despreza a flor zulu
Sonha em ser pop na zona sul
Por favor não entenda assim
Procure o seu valor ou será o seu fim
Por isso corre pelo mundo sem jamais se encontrar
Procura as vias do passado no espelho mas não vê
E apesar de ter criado o toque do agogô
Fica de fora dos cordões do carnaval de salvador
A energia vem do coração
E a alma não se entrega não
A energia vem do coração
E a alma não se entrega não

Natiruts

Quero ser feliz também

Cresça, independente do que aconteça
Eu não quero que você esqueça
Que eu gosto muito de você

Chego e sinto o gosto do teu beijo
É muito mais do que desejo
Me dá vontade de ficar
Teu olhar
É forte como água do mar
Vem me dar novo sentido pra viver
Encantar a noite

Quero ser feliz também
Navegar nas águas do teu mar
Desejar para tudo o que vem
Flores brancas, paz e Iemanjá

Cresça, independente do que aconteça
Eu não quero que você esqueça
Que eu gosto muito de você

Chego e sinto o gosto do teu beijo
É muito mais do que desejo
Dá vontade de ficar
Seu olhar
É forte como água do mar
Vem me dar novo sentido pra viver
Encantar a noite

Quero ser feliz também
Navegar nas águas do teu mar
Desejar para tudo o que vem
Flores brancas, paz e Iemanjá

Natiruts

Verbalize

Enfrentarei todo o mal, só pra te ver
Junto da boca do mar, quero viver
A musa do meu astral, mentalize
Para acalmar geral, verbalize

Todas as luzes e todos os sons
E nem a claridade de um sonho bom vai
Abrir os meus olhos e a minha cabeça
Se pra toda a idéia eu tiver uma barreira
Faço o que faço, sou o que sou
E de nada importa o que se falou
Dos versos do povo dessa tradição
Eu quero é cantar pro resto dessa vida!

Enfrentarei todo o mal, só pra te ver
Junto da boca do mar, quero viver
A musa do meu astral, mentalize
Para acalmar geral, verbalize

Natiruts

"Nem o mais sábio iria entender
Quando sem pressa o sorriso chegou
Cheiro de mato, a luz e o breu
E o seu silêncio por tudo falou
Não esconde o orgulho que é para ninguém ver
Que o pecado tem razão de ser
Inevitáveis a rosa e o mel
Sons do seu corpo em acordes do amor..."

Natiruts

"Leve com você, só o que foi bom"

Natiruts

O valor de um amor não se pode comprar
Onde estará a fonte que esconde a vida
Raio de sol nascente brotando a semente

Natiruts

Os anos passam sem parar
E não vemos uma solução
Só vemos promessas de um futuro que não passa de ilusão
E a esperança do povo vem da humildade de seus corações,
Que jogam suas vidas seu destino nas garras de famintos leões

Natiruts

Não gaste palavras para viver de iludir os seus sonhos tão raros com mentiras...

Natiruts

Olhe vá em frente
Não se esqueça
Liberdade dentro da cabeça
E a cabeça fora do que há
De mal prá você...

Natiruts

Sinto o calor de mais um verão, Tudo ganha cor!

Natiruts

Há mil formas para sorrir, só uma para ser feliz

Natiruts

A felicidade é tão bela
Mais que a única rosa amarela
E tão linda rosa ela é
Que protegê-la é ato de fé

Natiruts

Leve com você
Só o que foi bom
Ódio e rancor
Não dão em nada
Nada
Ouço aquele som
Lembro de você
Como acabou
Mas não tem nada não
Só guardo o que foi bom
No meu coração
O amor é como o sol
Sabe como renascer
Sinto o calor
De mais um verão
Tudo ganhar cor
E de nada vai valer
Lamentar a dor
Nós temos que
Seguir em frente
A vida não parou
Vai ser difícil esquecer
Tudo o que passou
Mas são as quedas
que ensinam a cultivar o nosso amor
Pensar no nosso futuro
Pensar no nosso futuro
Ser feliz

Natiruts

Fogueira de Desilusões

Parabéns, conseguiu
Destriu o coração de que não tem
Como falar, se defender
E nas mãos um livro para aprender
Que o respeito e as honras são só para quem
Tem mil moedas de ouro para comprar
Alma, sorrisos, status e paixões
Que até parecem que vem lá do coração
Mais não vem não
Vai em frente seja feliz
Tente sempre realizar
Os sonhos seus e de quem encontrar
E te pareçam sinceros também
Só não se esqueça que o amor, é de vidro
E que alguns sorrisos que te dão, são de cera
Que nossa vida aqui, na cidade
É uma fogueira de desilusão
Com faísca de felicidade
É uma fogueira de desilusão
Com faísca de felicidade

Natiruts

Cantar

Cantar (meu cantar), não deixa a alegria ir embora
O meu cantar (meu cantar), não deixa a alegria ir embora
Acordamos de manhã bem cedo para trabalhar
Deixando em casa os filhos, com olhar de esperança
Acreditando que alguns poucos homens venham a se lembrar
Do que prometeram iô iô, na tarde de um belo dia
Guardo até hoje a camisa que você me deu
Que dizia em letras grandes o Brasil é todo seu
Mas só que eu não me lembrei de então perguntar
Se um dia iô iô, esse homem ia voltar
A pisar na lama ao menos para agradecer
Com a mesma falsidade a quem o fez enriquecer
É...é difícil meu irmão, mas se você não tentar
Não pense que eles tentarão, não
É...é difícil meu irmão, mas se você não tentar
Não pense que eles tentarão, porque
Quem te governa não quer saber de você
Quem te governa não quer te ver feliz
Quem te governa não quer te ver sorrir
Quem te governa não merece ter nascido aqui no Brasil, no Brasil!
Cantar (meu cantar), não deixa a alegria ir embora
O meu cantar (meu cantar), não deixa a alegria ir embora
O que adianta brigar por mudanças se nós
Não nos dermos as mãos, caminharmos todos juntos
O que adianta a gente reivindicar se lutamos entre nós
Matamos nossas crianças
Guardo até hoje a camisa que você me deu
Que dizia em letras grandes o Brasil é todo seu
Mas só que eu não me lembrei de então perguntar
Se um dia iô iô, esse homem ia voltar
A pisar na lama ao menos para agradecer
Com a mesma falsidade a quem o fez enriquecer

Natiruts

Eu Luto

Eu luto pela paz que me ensine a iluminar meu próprio interior
Pra que os dias tão ruins dessa realidade
Não se tornem razão pra destruir o bem dentro de mim
Quem pensou que ele desistiu de dizer palavras de paz pela cidade
Talvez não aguentou a pressão e se entregou à rota mais fácil de seguir
Mas pouca visitada pelos homens fortes
Talvez não aguentou a pressão e se entregou à rota mais fácil deseguir
Mas nunca visitada pelos deuses
Quem discriminou achando que te diminuiu
Perdeu seu precioso tempo com bobagem
Mas nós só sentiremos pena de você
Ao ver toda riqueza reluzir
Nas coisas que você não sente
Quem falou que ela desistiu de viver não conhece a verdade
Pois os que só querem escravizar você
Tentarão sempre confundir a lucidez na sua frente
Pois os que só querem escravizar você
Tentarão sempre confundir a paz está na sua mente
Eu luto pela paz que me ensine a iluminar meu próprio interior
Pra que os dias tão ruins dessa realidade
Não se tornem razão pra destruir o bem dentro de mim

Natiruts

Não vou cultivar tristeza
Ficar sofrendo é besteira

Natiruts