Lucky - Luciano Castro

Encontrados 13 pensamentos de Lucky - Luciano Castro

Amizades - Lucky
Amizades, são boas, ruins e más. Tudo na vida tem dois lados, ate os amigos são assim, dedicados, fervorosos, nos defendem quando não precisamos, e nos esquecem quando precisamos, existem pessoas importantes na nossa vida, pessoas inesquecíveis e pessoas que gostaríamos de esquecer mas não conseguimos.

Porque a nossa vida é assim? Cheia de altos e baixos, com tantas coisas boas acontecendo e pessoas com inveja, ciúmes, nos destruindo, nos rebaixando ao pior que podemos sentir e não em ser. Existem pessoas que nascem com um dom, de magoar as outras, de inferiorizá-las, fazerem sentirem tudo de ruim que elas possuem. Sentimentos mesquinhos, tristes, e solitários, coisas que não gostamos de compartilhar, que odiamos dividir, com quem quer que seja.

Deveriam existir somente pessoas que vêem o melhor que temos a oferecer, pessoas com escrúpulos, que fazem as coisas pensando nas outras, e não em si, somos todos assim, egoístas, vazios, mesquinhos, e sempre queremos o melhor pra nos mesmos, a melhor fatia do bolo, e quase nunca percebemos, que o sorriso de outra pessoa vale mais que o nosso, ver alegres a nossa volta, valem bem mais, do que a nossa própria felicidade.

Errei mil vezes, apostando em quem não devia, e errarei mil mais, pois infelizmente, e não sei realmente o por que, eu acredito nas pessoas...

Lucky - Luciano Castro

Egocentrismo - Lucky
Hoje pensei na minha vida, e descobri tantas coisas que não gostei, coisas que me machucam e não sei porque não consigo me livrar delas, pessoas que me fazem mal, e eu as mantenho perto, gente que so da valor a si mesmo, e me chamam de egocêntrico, não sei se sou, posso ter varias atitudes assim, que me definiriam, mas quem não as tem?

Pra quem não sabe, egocêntrico, é quem acha que o mundo gira em torno de si, quem acredita que vem na frente em tudo, que os outros existem em favor dele, que a opinião dele vale mais, que ele é melhor.

Egoistas, todos somos, todos pensamos em nos primeiro, depois nos outros, alguns nem nos outros, sempre quando vamos comprar algo pra gente usar, comer, vestir, sempre vem o nosso bem estar antes, ou não?

Quantas vezes saímos pra jantar, convidamos outras pessoas, mas vamos pra um lugar ou um tipo de comida que a gente gosta? E briga com quem quer algo que você não ta afim de comer, ate gosta, mas não quer ir... isso é ser egocêntrico?

Quantas vezes compramos roupas pra usar, só porque a pessoa que a gente ama disse que ficou vulgar, ou aparece demais (tudo que a gente queria) e compramos só pra dizer, viu, fiz igual, isso é ser egocêntrico?

Quando escolhemos lugares para sair com os amigos, quantas vezes brigamos pra ir onde a gente quer? Onde a gente vai se sentir bem, e não liga a mínima se a outra pessoa vai se sentir assim? isso é ser egocêntrico?

Mas o pior egocentrismo que existe, é quando resolvemos AMAR alguém, sem realmente amar, fingir, fazer aquela pessoa acreditar que esta sendo amada, pra depois dizer que não, e pedir que ela nem fale mais com você, nada é pior que pensar em si nesse sentindo, fazer florecer um amor em alguém que você não pretende amar, iludir é pior que qualquer outra coisa, pra que mentir.

Eu pergunto, será que sou egocêntrico? Ou será que todos que estão lendo esse texto hoje já fizeram algum dos exemplos que eu dei? De certeza já fizeram, já mentiram, já iludiram, já foram pra um lugar pensando somente em vcs, já fizeram alguém sofrer sem motivo, todos, já fomos egoístas...

Lucky - Luciano Castro

DECEPÇÃO - Lucky

Esta palavra horrível, tem um significado tão bonito, tudo haver com o fim do ano, com o fim da era, do ciclo, da historia. Quantas vezes não nos decepcionamos na vida? Quantas vezes não nos iludimos, acreditamos em sonhos, em pessoas, em coisas, que não existem?

O mundo é duro, punitivo, e quem sabe... sábio, ele nos machuca, bate com o martelo na cabeça, e nos coloca de volta nos eixos, faz a gente perceber, que tudo não passou de ilusão, que a pessoa amada, não existia, que o castelo construído em cima de um sonho, era de areia, sem rei, nem rainha... uma simples onda do acaso, desmancha tudo.

Pessoas que imaginamos serem de um jeito, são de outro, pessoas são falsas, traiçoeiras, falam da gente pelas costas, coisas que não teriam coragem de falar na nossa frente, e dizem na nossa frente, coisas que não teriam coragem de falar pelas costas, dizer eu te amo, dentro de um quarto fechado, no ouvido de alguém, é muito fácil, amar de verdade, tão difícil.

Já me decepcionei com amigos, amantes, família, pessoas, sempre pessoas... a variável é tão grande, acho que pra ser feliz, só com um cachorro mesmo, pois pelo menos ele não te engana, gosta de você de verdade, pelo que você é, sujo, limpo, molhado, suado... Ate quando você briga, volta e tenta te fazer carinho, por que não somos assim?

Mais uma pessoa passou não minha vida, e hoje o ciclo acabou, mais uma vez em decepção, falsidade, mentiras, e historias mal contadas, pessoas tristes e machucadas, e eu me pergunto, pra que? Era muito mais fácil não ter sonhado, não ter dado esperança, ou a falsa esperança, não ter feito amar, nunca diga eu te amo, para mais tarde dizer me esquece, ninguém merece isso, muito menos alguém que foi sincero e se entregou de verdade pra você.

As mentiras que a gente conta que pensamos ser inofensivas podem machucar alguém a ponto dessa pessoa ate querer que o mundo acabe, por que então não sermos verdadeiros? Por que dizer que queremos o que não queremos? Ou ao contrario, dizer que não queremos exatamente o que aquela pessoa nos oferece? Dinheiro? Amizades? Falsas amizades? Diversão? O que é a vida alem disso?

Tentamos em vão buscar a felicidade, mas esquecemos que vivemos de momentos felizes e não de felicidade, ninguém é 100% feliz, ninguém infelizmente consegue isso, sempre temos angustias, esperanças, sonhos... e quando vemos, DECEPÇÃO...

Decepção move a vida, nos faz andar, ir pra frente, girar a roda, o moinho, crescer, ficar mais forte, ter entusiasmo de viver, de conquistar, de tentar de novo, de desafiar a vida, e quem sabe um dia, não ter mais uma decepção... viva a vida.... e foda-se o mundo.... odeio gente que me decepciona...

Lucky - Luciano Castro

Ano Novo, Vida Velha... - Lucky


Estava agora aqui fazendo uma reflexão do meu ano que passou, e percebi coisas boas, algumas ruins, e muitas que eu preferia esquecer, este ano foi marcante em minha vida, como nenhum jamais havia sido, tive tantas esperanças e tantas decepções, fortes... Inimagináveis, coisas que eu preferiria esquecer, mas como tudo na vida é passageiro, as lembranças boas ficaram as ruins servirão de lição pra aprender, errar e corrigir.

Este ano que passou tive uma surpresa que todos podem pensar ser ruim, mas não é, descobri diversas amizades, que não eram amizades, pessoas interesseiras que se aproveitam do meu coração mole, ser bom, têm seus castigos, ajudar os outros sem olhar a quem é reconfortante, saber que muitas vezes me enganei e me perdi e ate mesmo joguei fora uma amizade por isso, é gratificante, pois pra mim ficou a saudade da pessoa que eu conhecia, e não a decepção da que eu descobri ser a verdadeira.

Todos têm duas caras, todos somos falsos, falamos com quem não gostamos, fingimos gostar, mas poucos se aproveitam, disso, fingindo gostar demais, andando junto, por benefícios, sem escrúpulos, só com falsidade... Para essas pessoas, desejo o melhor em 2011, pois elas precisam de ajuda, não eu... Quem mente, engana e difama, esquece do mais importante, mente pra si mesmo, e essa mentira se torna a maior verdade, e quando menos espera, você deixou de ser o que você pensa, pra ser o que os outros pensam, e isso, infelizmente, é falta de caráter...

E caráter não muda, não se ganha, não se ajeita... Se tem uma coisa que posso dizer com propriedade, é que tenho caráter, sou verdadeiro, digo as coisas pra quem não quer ouvir, não ligo pro que os outros pensam de mim, isso é problema deles, eu sou, eu faço, eu vivo, ninguém pode fazer isso por mim, esse ano que passou perdi muito, dinheiro, amigos (ou não), pessoas que eu gosto ou gostava... Mas ganhei tanto... Descobri tanto sobre mim, sobre a minha vida, que por isso digo ano novo, vida velha...

Eu já estava com saudade do meu verdadeiro EU, aquele cara batalhador, pra frente, com escrúpulos, que preza as amizades, a família, o trabalho, os filhos, o lar... Aquela pessoa que da valor ao que tem, e mata um leão por dia, como se fosse uma besta selvagem, que decide metas, realiza sonhos, e faz como diria Amir Klink “precisamos tirar os planos da gaveta, e agir”, nada acontece por acaso, nada vem de mãos beijadas, sem batalha, não se ganha a guerra, e se estou parado, fico no passado e não posso mais andar pra traz, e muito menos ficar esperando a vida passar.

A vida é pra se viver, curtir intensamente, viver cada minuto, e com o aprendizado desse ano digo, parei, mas curti, vivi mas não cresci, corri pra ficar parado, e agora fechei meus olhos, encontrei de novo minha alma, e resolvi correr, pra frente, sempre...

Amei, não fui amado, fui amado e não amei, mas sigo amando, a vida, as pessoas, as coisas, a vida é bela, feliz e alegre, porque perder tempo odiando alguém? Pessoas passaram, almas ficaram, sonhos não se realizaram, construi castelos sem fundamentos, e fundamentos sem castelos, tudo ilusão, mas foi bom, aprendi, e curti intensamente cada momento, vivi de verdade, me entreguei, e se tem uma coisa que tenho certeza faço muito bem, é amar, na plenitude da palavra, de não ver erros, nem defeitos, aceitar as pessoas como elas são, e viver com elas, ou sem elas, não guardo magoa de ninguém que passou por toda a minha vida, o mundo fará a cobrança, se hoje choro, amanha estarei rindo, e depois talvez chorando de novo, e sigo.

Porque o importante é

Viver, e não ter a vergonha de ser feliz,

Cantar e cantar as belezas de ser um eterno aprendiz,

E eu sei,

Que a vida podia ser bem melhor e será,

Mas isso não impede que eu repita,

É bonita, é bonita e é bonita....

FELIZ 2011 a todos....

Lucky

Lucky - Luciano Castro

Pura Beleza... - Lucky

Existem pessoas que são belas por natureza, não aquela beleza falsa propiciada pelos incontáveis anúncios de moda ou por padrões ditados pelas grandes grife, mas sim, aquela imaculada, pura, interna e externa, aquela que você sente ternura ao olhar, que te faz bem, que faz sentir puro, livre, leve.

Certas pessoas são assim, um olhar meigo, um jeito doce de ser, uma beleza indescritível, gestos, modos, falar, pensar e agir. Que vão nos cativando, conquistando, e quando vemos estamos ali, admirando, sem nada a dizer, olhando atônitos feito bobos, alguém que é bela, pelo simples fato de existir.

Essas pessoas são como anjos, que vêem a terra, em sua etapa final, apenas para transmitirem, esperanças, felicidade, brilho como de uma estrela, passam em nossas vidas como meteoros, que lembraremos para sempre, e nessas horas, que sonhamos em ser como o pequeno príncipe, e ter uma redinha, e pescar aquele cometa, para seguir ele para onde quer que nos leve, pois caminhos juntos com essas pessoas, certamente serão de um brilho incrível, uma felicidade indescritível.

Pessoas que vivem sozinhas, que pelo mais estranho que pareça cativam a todos, e vivem sem ninguém, porque tem um defeito tão destrutivo dentro delas, que é se apaixonar, por quem só quer o seu brilho, e uma estrela nasce pra brilhar, não para ser ofuscada por alguém que acha que vai pegar pra si, a luz, a intensidade com que essas pessoas brilham.

Elas vivem em um céu tão escuro, um mundo so delas, perdidas dentro de si, as vezes a beleza pode ser um martírio, as tornando solitárias, pq quem se aproxima, so quer brilhar ao seu lado, e não brilhar com elas, mas algumas vezes elas tem sorte, e conhecem alguém que faz o que elas mais precisam, são como o sol para uma flor, na quantidade certo, aquece, alimenta, produz, e faz elas florescerem, e ficarem belas, lindas e maravilhosas...

Todos temos um sol, que nos iluminará, muitas vezes esta ao nosso lado, ali, lindo, brilhando, e fechamos os olhos, pois não queremos ver o que parece ser a maior verdade, precisamos do sol, precisamos da vida, das estrelas, do brilho, da felicidade. Da pura beleza...

Dedicado para alguém especial de pura beleza...

Lucky - Luciano Castro

Erros - Lucky

Parei, pensei e descobri quem eu sou?

Sou uma criança, que erra muito, tentando acertar, que luta pra ter as coisas, que não desiste fácil, que já fez o que todo mundo um dia quis fazer, acordei e disse, não vou fazer mais nada, vou cair de vez, e pelo incrível que pareça, eu o fiz...

Amadureci, cresci, mudei, apanhei, e aprendi... Tudo acaba, a tristeza acaba, a solidão acaba, mas infelizmente, a felicidade acaba, as amizades acabam, e pessoas que a gente quer esquecer não conseguimos, e quem a gente não quer esquecer, nos esquece...

Já lutei quando deveria ter desistido, bati quando deveria ter feito carinho, apanhei quando merecia compaixão, tive amor por quem nem respeito por mim tinha, não amei quem me amava, ajudei quem não merecia, recusei ajuda pensando ser forte o suficiente para não precisar, errei, nossa e como errei...

Hoje vejo o como aprendemos com os erros, como eu mudei, como meu caráter ficou mais forte, ajudo sem esperar nada em troca, amo a vida, amo as pessoas como não deveria amar, minto pra mim, dizendo que todas são que nem eu, que fazem as coisas sem querer algo, mas não são, pessoas são egocêntricas sempre, pensam nelas, depois nos outros... Meu maior erro...

Infelizmente eu acredito nas pessoas, e elas se aproveitam disso, mas o que é o mundo senão amar ao próximo, a pessoa mais importante é quem anda comigo, e não eu, se eu fizer de tudo para ver essa pessoa feliz, se eu der meu melhor, ela fará o mesmo por mim, ou não... Se não fizer, simplesmente troco quem esta ao meu lado, e tento de novo, e de novo, e mais uma vez...

Se eu pudesse voltar no tempo, tanto coisa pra arrumar, tantas vezes que deixei de falar, ou falei o que não devia, mudaria tanto na minha vida... Mas é o passado, não existe voltar atrás, e se existisse, eu erraria tudo de novo, pois não teria aprendido, magoaria igual pessoas que não deveria magoar, me magoaria com outras que não deveriam me magoar, aprendemos com os erros, com as quedas, nunca com a vitoria... A vitoria é o melhor, mas não nos da o melhor, o aprendizado que precisamos... Errar é bom, é humano e nos torna melhores...

Viver, errando, aprendendo, e sempre crescendo... Seja como eu, aceite seus erros, se perdoe, para poder perdoar os outros, sempre pense nas atitudes que você toma, em como afetariam as outras, e se coloque no lugar delas, você queria isso pra você? Se não quer, não faça, não machuque quem pode ser que esta ali, só porque gosta de você.

Lucky - Luciano Castro

Você - Lucky

Quantas vezes me peguei vagando em meu pensamento, e do nada ele para e volta sempre no mesmo lugar, na mesma pessoa, numa frase, num momento, num silencio constrangedor, de quando me sinto perdido, e ao mesmo tempo me encontro, repleto, sereno, feliz, e com saudades de momentos que ainda não aconteceram, mas como eu queria que eles existissem.

Uma mistura de passado que não existe, presente que deveria ocorrer e um futuro que vai acontecer, momentos translúcidos dentro de minha imaginação. Uma sombra que vem perdida em meio a um raio de luz, que vai clareando, uma forma aparecendo, e um rosto surgindo.

Descubro que estou curtindo alguém, que chego a sentir falta do que nem aconteceu ainda, é o sentimento mais puro de uma paixão que vem surgindo, quando quero viver aquilo com tamanha intensidade que chego a me perder, e não me achar mais, e vou querendo buscar cada vez mais e me perdendo no meu mundo.

As coisas vão ficando mais alegres, a vida mais fácil, coisas estressantes ficando maravilhosas, um congestionamento que antes era agoniante, passa a ser algo que me faz viajar no pensamento e me remeter de novo, a aquele rosto, aquela voz, aquela pessoa que eu busco e quero, e que normalmente não me da bola.

De repente surge um sorriso, um brilho no olhar, uma mudança de humor, e a vida muda, e sentimos o chão sumir, o corpo tremer, e parece que estamos voando, num céu sem limites, sem fins, e tornando tudo possível. Quando algo vem e nos puxa, com tamanha intensidade, que perdemos o fôlego, o momento, o tempo para, o coração dispara, a respiração acelera, e sinto um lábio quente tocando a minha boca.

Então abro os olhos, afastando aquilo tudo, tentando me recompor, pensando o que ta acontecendo, imaginando como fiquei assim, e quando a escuridão some, a luz aparece, o sonho acaba, e avisto... quem eu mais desejava... VOCÊ.

Lucky - Luciano Castro

borboletas e jardins - Lucky

Porque sempre escolhemos pessoas para nos apaixonarmos e não sermos correspondidos?

Quase sempre queremos alguém que nos vê com outros olhos, como um amigo, como um irmão, como alguém que nunca beijariam ou ficariam, nem mesmo nos dariam a chance de tentar, de provar, de descobrir que podemos ser justamente quem essa pessoa espera, procura, e nunca encontra.

Quantas vezes ouvimos ela se lamentar, chorar, emprestamos o ombro, compartilhamos segredos, confessamos coisas que temos vergonha de dizer ate pro espelho, com medo da nossa própria moral brigar, e ela nada de descobrir que somos exatamente o que ela tanto reclama que não encontra?

As vezes somos como borboletas, vagamos, perdendo tempo procurando um jardim para estacionar, ficar, não sair mais, e vivemos ouvindo a frase que as borboletas passam, mas o importante é o jardim, e se não formos cheios de flores, de cores, de esperança, será que as borboletas virão?

Cultivar o jardim é tão fácil, ter humor, viver bem, arrumado, limpo, feliz, tratar a todos como se fossem únicos, como pessoas, todas são especiais, todas merecem atenção, e a que a gente mais da essa atenção, nunca percebe que ela que faz as nossas flores nascerem, nossa grama ser verde, nosso céu ser azul, nosso sol brilhar.

E seguimos sofrendo, ouvindo historias de jardins ruins, sem flores, com chuva e insetos, sem o mais importante, um sol, um brilho, uma luz, sem vida. E essa pessoa passa sozinha, marca nossa vida, muda nossa historia, e um dia depois de um tempo, percebe que o que fazia bem pra ela, é alguém que ela afastou, chorando, cortando, podando.

Então somos encontrados por outra borboleta, seguimos novos rumos, novos caminhos, tiramos os espinhos das flores, limpamos as rochas, construímos novos sonhos, criamos novas esperanças, nos afastamos da pessoa inicial, e ai ela sente nossa falta, quando já é tarde, sente falta do amigo, do ombro, da pessoa que dividia alegrias e dores, e percebe que o mundo mudou, deu voltas, e ela não é mais a borboleta, e sim um jardim sem vida.

Lucky - Luciano Castro

Falsidade... - Lucky


Imaginamos sempre que as pessoas são verdadeira s com a gente, doce ilusão, ledo engano, ninguém é verdadeiro, todos mentem, eu minto, você mente, nos mentimos, a mentira é necessária para a sobrevivência humana, muitas vezes são idiotas, pequenas, coisas simples, para ver alguém feliz, algumas para ver alguém triste, mas a grande maioria é egoísta e só serve para a gente mesmo se sentir bem.

Quantas vezes mentimos para magoar alguém por querer, ou fingimos gostar de alguém que não gostamos, que não suportamos, que não podemos nem ver perto da gente, mas fingimos adorar a pessoa, conversamos com ela, como se fossemos os melhores amigos, pelas costas falamos mal dela, todos são assim, se alguém me disser que não fala de pessoas, por favor, me ensine um assunto mais legal que eu não conheço.

Mas a pior falsidade é quando fingimos gostar de alguém, fazemos as coisas pensando em nos mesmos, mas fingimos que é pelo outro, dizemos eu te amo, fingimos ser a pessoa mais importante e na realidade, queremos é justamente o oposto, não se apegar a ela, somente aproveitar o tempo juntos, ficar longe dela é melhor que conviver com seus problemas, seus defeitos, e ate mesmo quem sabe suas qualidades insuportáveis.

Como é fácil diminuir alguém com mentiras, difamando, e ainda mais quando é pra ela mesma, dizendo que alguém falou isso, ou aquilo, colocar pra baixo a pessoa, como se ela fosse culpada dos nossos fracassos pessoais, e querer que ela sinta a culpa e carregue a dor por algo que ela não fez, a falsidade é tamanha, que conseguimos fazer o outro pensar que realmente errou.

Não sei de quem é a frase, mas uma mentira bem contada, pode se tornar uma grande verdade, se quem contar acreditar nela, então se fazemos isso, confiando que o problema é do outro e não nosso, fácil, transformamos a mentira em verdade absoluta pra nos mesmos, e continuamos com o mesmo defeito e acreditando que a culpa não é nossa... conseguimos o melhor agora, ser falso com a gente mesmo.

Lucky - Luciano Castro

Medo de amar - Lucky


Sabe quando você descobre que ta gostando de alguém, e percebe que esse alguém pode não gostar de você, ou ate mesmo pode gostar, mas você não sabe, pois tem medo. Medo de se entregar, de se soltar, de tentar sentir algo alem de gostar, mas por que sentir então.

Amar pode ser tão bom, se não existir o medo de errar, de permitir, de viver, de curtir, de sentir, de se entregar e não esperar nada em troca, amor não pede nada em troca, isso que as pessoas não entendem, para amar, basta uma pessoa e não duas, amor é um sentimento egoísta, é gostar ate de quem não merece, é um sentimento puro, que não mede qualidades nem defeitos.

Mas porque o medo de amar, de descobrir que gosta de alguém, o maximo que pode acontecer é não ser correspondido, já dizia o grande poeta Mario Quintana “como é bom morrer de amor e continuar vivendo”, sabendo que tudo pode melhorar, que o que você sente hoje, pode ser diferente de amanha, e ser cada vez melhor. Amar nunca é em vão, nunca causa dor e nunca nos faz mal.

Talvez não ser amado seja mil vezes pior, em todos os sentidos, saber que fizemos de tudo para alguém que não nos deu valor dói, saber que lutamos sozinhos, mas espera eu não acabei de dizer que amar é um sentimento único, egoísta, se fizemos e não recebemos, a culpa é nossa? Acho que não, com certeza é da pessoa que tinha medo de amar, e não nos amou, ou fingiu amar.

Por isso que eu aprendi a tempo, amar é bom, viver intensamente também, saber que alguém gosta da gente melhor ainda, mas podemos antes de mais nada, amar a nos mesmos, amor próprio faz tão bem, ensina a se valorizar, então aprendemos que podemos amar sempre, sem esperar que sejamos amados, o importante é saber que tentamos, que vivemos, que estávamos realmente amando, sem medos, pois o medo, não nos leva a nada, e quem quase ama, nunca amou.

Lucky - Luciano Castro

Atitudes e Palavras - Lucky

Existem tantas diferenças entre o que falamos e o que fazemos, diferenças tão grandes e significativas, que muitas vezes parecemos uns idiotas, falamos com tal propriedade e fazemos o contrario, quem mais nos ilude e nos engana sempre consegue o que quer, coração fala por quem se apaixonou, sempre alguém que não presta, que não vale, ou que é exatamente o que a gente vive dizendo que não suporta.

Somos tantas vezes enganados por nos mesmos, imaginamos, criamos sonhos, e fazemos apologias pros outros, quando queremos dar conselhos, não fala mais com ele, não liga pra ela, finge que morreu, quando ver ignora, mas no fundo, nem nos conseguimos fazer isso, como exigir que os outros façam, o que falamos mas não fazemos?

Por isso que sempre dizem, atitudes valem mais que palavras, falar é fácil, iludir faz parte, ter atitudes dignas de pessoas de caráter, tão fácil falar, tão difícil fazer, vivemos nos iludindo, e tentando sempre arranjar explicações, mentiras pros outros e atitudes falsas, não vou fazer, não vou ligar, e quando ninguém ta vendo, ligamos igual, agimos igual criança, fazemos errado sem saber, e quando vemos, estamos de novo, fazendo tudo errado.

Pena que eu mesmo não consigo fazer o que digo, então imagina vocês que lêem agora e pensam, mais uma vez exatamente sobre o que escrevo, minhas palavras não são minhas atitudes, mas e de quem são?

Lucky - Luciano Castro

Inconstantes - Lucky

Inconstantes....

Sempre existiu e existirá pessoas que mudam de idéia, que garantem estarem decididas e do nada não estão, ficam em duvidas, entram numas de não saber como fazer as coisas que sempre souberam fazer, ficam pensando se é pra ir ou não, se devem ou não fazer e assim acabam esquecendo de viver, intensamente.

Pois a vida é feita de decisões, todas elas tem chance de dar certo e errado, tudo tem cinqüenta por cento, direita ou esquerda não muda, o que muda é como fazemos as coisas, como encaramos, e como tomamos as decisões, o que incomoda nisso tudo são as inconstâncias, como projetar, planejar e se basear em alguém que ao invés de te ajudar nas decisões, fazem você ficar em duvida.

Pessoas decididas são raras, quando é com o coração então, fica mais difícil ainda, tomar decisões baseadas em emoções, sentimentos, amor, falhas de caráter, continuar ou não, tentar ou não, ter ou não ter, não se decide a vida como se compra um carro, como se pinta uma parede, não escolhemos quem vai aparecer pra nos, mas podemos escolher quem fica ao nosso lado, quem vai fazer parte ou não da nossa vida, pena que muitas vezes quem a gente quer que fique, não fica, e nos faz sentir fracos, perdidos, e indecisos...

Se as indecisões dos outros fossem decididas pela gente o mundo seria tão mais fácil, mas ai entra o tal do livre arbítrio, todo mundo tem direito de escolha, ate quem não tem escolha, se eu pudesse escolher, mudaria tantas opiniões, tantas pessoas estariam ao meu lado, e tantas outras não, como eu queria ser assim, uma rocha, não ter sentimentos e decidir, mas e ai, onde ficaria o viver, o sofre e o se perder, que são justamente as partes boas da vida.

A indecisão as vezes é tão boa, da aquele friozinho na barriga, aquele sofrimento que ate é gostoso, aquela angustia, de conseguir ou não, ter duvidas tem suas vantagens e nos torna mais humanos, mais felizes, e mais legais, pessoas com mistérios, simples e fáceis de serem descobertos, mas a inconstância, nos faz pessoas difíceis de serem interpretadas, e ai mesmo que vem o bom da vida, se perder, e não saber aonde se quer chegar, como eu amo ser inconstante.

Lucky - Luciano Castro

Por que Amor? - Lucky

Porque amamos quem amamos, porque escolhemos gostar de pessoas que as vezes nada tem em comum com a gente, pensamentos diferentes, coisas que não gostamos, defeitos que nos fazem mal, sentimentos que não são correspondidos, atitudes sem explicação, momentos inesquecíveis, e muitos que preferíamos esquecer?

Amor não é uma coisa que você escolhe sentir, e menos ainda algo com explicação, você simplesmente sente, acontece do nada, sempre por alguém que em sã consciência você não escolheria gostar, é um sentimento doido, que invade a alma, que muda o pensamento, e nos faz fazer coisas que nunca faríamos.

É um sentimento de querer cuidar do outro, da vida, se meter em tudo, tentar defender ao máximo, proteger do que nem nos conseguimos nos proteger, mudar atitudes que nos não mudamos em nos mesmos, passamos a viver a vida com outros olhos, como se fosse vista de outra forma, coisas importantes se tornam simples, e coisas simples se tornam mais importantes que tudo.

Passamos a dar valor a segundos, a olhares, a momentos mínimos que ficam guardados como eternos, brigas e discussões somem em segundos, raiva desaparece, você mesmo tendo vontade de cair fora, dizer não quero mais te ver, e no segundo seguinte, quer mais ainda, ódio deixa de existir, perdão passa a ser a palavra de ordem, pois quem ama perdoa.

É um sentimento forte que nunca morre, que permanece marcado na alma eternamente, que sempre será sentido, que por mais que tentamos entender, cada dia amamos mais, assim como dizem que é amor de mãe, é eterno, supera tudo, todas as barreiras, na realidade todo amor é assim, forte, intenso, e inesquecível, como existem pessoas que queríamos esquecer, mas o amor não deixa.

Lucky - Luciano Castro