Karla Tabalipa

1 - 25 do total de 102 pensamentos de Karla Tabalipa

Atravessei momentos dificeis com uma força que não veio só de mim.
Hoje, olhando pra trás, pensando em tudo isso, tenho essa certeza, que muito da minha força veio dela.
E outra parte da força, a que veio de mim, ela me mostrou que eu tenho. Não preciso que concordem e achem certo tudo que faço.
Só espero que entendam e respeitem e levemente me indiquem o caminho.
Ela SEMPRE agiu assim, sem precisar que eu pedisse que fosse assim.
Poucas pessoas me encantam.
Ela é tão encantadora!
Referência feminina, exemplo de mulher, de pessoa... AMIGA de TODAS as horas, mesmo à distância.
AMIGA de verdade!
Depois dela, não me senti mais sozinha. Nunca! Porque sei onde encontrá-la, SEMPRE! (até porque ela está no meu coração.)
Não tenho dúvidas que nossa amizade é coisa de destino traçado, vontade de Deus e todas essas coisas que muita gente não acredita, mas nós temos certeza que existem!
Me conhece tão bem! Te quero tão bem! Me sinto protegida, querida, amada, compreendida, especial!
Te sinto por perto...mais perto do que muitos que estão ao lado!

És essêncial na minha vida e pra minha felicidade!
Estás guardada em um canto especial do coração!

"Que bom que o seu amor me escolheu, que bom que o seu sorriso trouxe a força..." (L)

Karla Tabalipa

- Como você está???

[Eu? Ah... Tô com um sentimento estranho ... sinto saudades de uma pessoa que nunca toquei, isso é normal?? Eu nunca quis coisas muito fáceis de serem conquistadas, rs, mas esse sentimento de querer alguém que nunca tive, mais do que qualquer pessoa próxima a mim, tem me deixado confusa, ansiosa, agoniada... dizem que passa, mas como isso é novo pra mim, não sei se vai passar...não queria que passasse...queria que se tornasse algo real... ao mesmo tempo não queria sentir isso! Entende? Vai me achar doida! rs! Ou pior, vai dizer que não pode ser assim, que não posso esperar nada de você além dessa "amizade" virtual que existe entre a gente!
Na verdade não espero! Apesar de querer muito! Entende? Quero mas não espero. Porque se virar algo real, não vai passar de horas, no máximo dias, e coisas reais doem mais...
Deixa assim então...se não passar, eu finjo pra mim mesma que passou...escondo tantas coisas de mim mesma pra "não doer"...
Eu só quero dizer que te admiro mais do que qualquer outra pessoa da sua idade...
Pelo caráter, simplicidade, beleza, inteligência e ...ai ai... queria deixar de querer você aqui...]

- Tô bem!! :) E Vc?

Karla Tabalipa

Hoje consigo aceitar que se não me faz bem, não é pra ser...
Estou certa de que Deus fecha uma porta e abre duas janelas...
Que é só me virar pro sol que não consigo ver a sombra...
Que algumas pessoas são sim substituíveis.
Que paixões vão e vem e que ainda não amei de verdade!
Hoje só minha consciência pode me condenar, e sem falsa modéstia, raramente isso acontece!
Valorizo cada erro que cometi, pois embora pareça clichê, eles me fizeram crescer, ser quem sou, e valorizar ainda mais meus acertos.
Não esqueço o passado, mas poucas coisas que passei eu gostaria de reviver.
Tenho a sorte de poder dizer que hoje é melhor que ontem, e as pessoas que me cercam hoje são tão preciosas quanto muitas que ficaram pra trás por falta de opção e mais do que todas que escolhi deixar pra trás!
Quem não me merece não vai me ter por perto, e me sinto digna de ter por perto quem eu desejar ter...
Minhas atitudes independem da atitude de outra pessoa, e nem sempre eu digo o que condiz...
Espero ser fraca muitas vezes nessa vida, diante das tentações que ela me oferecer...
Voltei a ser o que era há alguns anos, tive um reencontro comigo, com a diferença de que dessa vez não é qualquer pessoa que vai me desviar do que eu realmente quero. Não me anulo por mais ninguém, e hoje em dia, ninguém me inspira mais do que eu mesma!

Karla Tabalipa

As vezes vejo coisas que ninguém vê!

As pessoas até me dizem que estou fantasiando, tentam me mostrar, mas as vezes nem meus olhos conseguem mudar o que meu coração enxerga...
É como ver flores em um vaso vazio...

Invenções de um coração cansado dos vasos sem flores...

É como se voltasse a ter 12 anos e visse um cavalo branco parando embaixo da minha janela...
Mas o cavalo sempre para pra descansar...e não porque o príncipe chegou onde queria!

Difícil deixar que os olhos enxerguem no lugar do coração!
Eu não quero mais ver nada disso, prefiro ver o lado feio das coisas e das pessoas!
Prefiro ver o que há de ruim, prefiro não sofrer!
Prefiro enxergar o vaso vazio, e não achar utilidade pra ele!

E quando o coração vê errado, o tempo ensina!

Anda tudo tão claro agora! Caiu a ficha, caí na real, acordei pra vida, e agora enxergo o que todo mundo vê!

Não vejo mais flores em você!

Karla Tabalipa

Sentada diante do computador, com uma pagina em branco aberta, pensando em mil maneiras de buscar inspiração...mil delas aparecem, e a inspiram a escrever uma única frase cada uma, e juntando todas, sairia um texto sem nexo, dificil até pra ela mesma entender...
Essa confusão de sentimentos, todos os tipos sentimentos, alguns deles até mesmo sem nome, tem a deixado inquieta, e ao mesmo tempo, com vontade de estar sozinha, completamente, sem ver, sem ouvir ninguém!
Pensando no passado tumultuado, no presente sem emoções, no futuro mais incerto do que nunca, na falta de sonhos, nas vontades ocultas, no “rodízio” de paixões, que nem doem mais, porque quando pensam em fazer doer, são logo substituídas...
Em pessoas que ela queria por perto, mas não queria pra sempre...
Na saudade de coisas ou pessoas que ela mesma abriu mão...
Tão difícil suportar esse tédio, essa falta do que fazer, do que dizer, de quem amar...
Tão bom ficar dias sozinha, olhando pra dentro, dormindo em horas erradas, desejando pessoas mais erradas ainda...
E esse “eu não te amo mais, mas preciso tanto de você...” ou aquele, “ainda te amo mas não te quero mais...”
Indecisão! Decisões tomadas, sem vontade (coragem) de voltar atrás!
Sonhos se renovam quando outros se realizam...
Amores vem quando outros vão...
Sonhos e amores inspiram...
E ela continua sem nenhuma inspiração...

Karla Tabalipa

Hoje o dia está tão lindo!
Chove muito, venta bastante, o ceu está preto, parece que as nuvens vão desabar na minha cabeça!
Não posso sair de casa, pois nem o guarda chuva evitaria que me molhasse!
Dizem que o final de semana vai ser todo assim!
Nada de praia, nem passeio no parque!
Mas ainda assim, o dia está tão lindo!
Tão bom poder olhar pela janela e ver a agua correndo pela calçada...
Melhor ainda é ficar protegida na minha cama quentinha, Clariceando e ouvindo o barulho da chuva batendo na janela...
Ter tempo pra pensar na vida, e força pra ver os dias passando e o sol reaparecendo!
Ter as melhores lembranças do passado, e boas perspectivas pro futuro!
E o presente? Como o próprio nome ja diz, um presente que Deus me permite viver da maneira mais linda e o mais importante, em paz!
Colocar as decepções e as alegrias na balança e ver que as coisas boas pesam mais...
Ter motivos pra sorrir e não fazer ninguém chorar!!
Sem dúvidas o dia está lindo! E será lindo enquanto eu quiser que seja, porque a beleza dos dias está nos olhos de quem os vê, e a doçura dos momentos está no coração de quem os vive!
Decidi que meus dias serão todos lindos daqui pra frente e se por acaso eu não tiver força para vê-los assim em algum momento, vou pro quente da minha cama esperar os minutos passarem, e dormir no sossego da certeza de que tudo sempre melhora, os maus momentos passam rápido e alimentando os bons pensamentos a felicidade será consequência...

Karla Tabalipa

Você nunca sentiu tanto medo da verdade, né?
Verdades doem, quase sempre sabia?
Mas faz assim, se nada vai mudar quando a verdade chegar, não deixe que ela chegue!
Fecha os olhos se a verdade estiver estampada nos olhos dele!
Essa mania de olhar nos olhos não tem te levado a lugar algum...
Fecha os ouvidos se ele tentar te falar!
Você quer mesmo saber?
O que vai fazer com a verdade, além de sentir o coração doer?
Olha o ceu, que continua lindo, seja lá qual for a verdade!
A beleza do ceu esta dentro de você e não nas palavras dele!
Quantos dele vão te olhar nos olhos e despejar o que não queres ouvir?
Psiu, fecha os olhos antes que precise fechar o coração...

Karla Tabalipa

Se ela pudesse, sentaria na sua frente e diria o que carrega no coração!
Ela não pode! Porque isso seria simples, e ela não sabe viver o simples da vida!
Ela nunca tentou!
E por você tentar força-la a simplificar, complicou!
Impossivel amar o que alguém não é! Porque aí você ama a pessoa errada, porque aí a decepção logo vem!
E se falar é simples, por que o medo?
Falar estragaria tudo? Tudo o que mesmo?
Ah, aquele ditado..."o que era doce se acabou"
Era tão, mas tão doce, que ainda da pra sentir o gosto!
Mas na vida há outros sabores, tão bons quanto, mas nenhum deles muda o gosto doce do que passou!
Se ela pudesse teria dito a verdade!
Dizer a verdade simplificaria ou complicaria de vez?
E se ela falar? Ela não vai falar!
Se ela tentasse, o máximo que sairia é um "seja feliz..."

Karla Tabalipa

Foi lindo, foi forte, foi verdadeiro, mas já foi...
Mas se não é mais, por que ainda me inspira, se já nem me faz suspirar?
Não voltaria atrás, pra fazer diferente,
Não voltaria atrás, pra fazer novamente...
Não voltaria!
Marcou, vai ficar guardado,
ficou pra trás...
Não dói mais!
Mas ainda é como um vento...soprando inspiração pra perto de mim..

Karla Tabalipa

Incrível como pequenos momentos são capazes de tornar uma pessoa tão especial em nossa vida...
As vezes pessoas com quem passamos vários momentos"felizes" não são tão importantes quanto uma outra com quem apenas jogamos conversa fora e demos boas risadas.
Amizade é mesmo um dos laços mais bonitos que podemos ter com alguém.
A leveza da relação, o sorriso verdadeiro, o carinho sem pretensões!
A distância que não atrapalha, quando a amizade é real!
As angústias que somem quando um amigo chega.
As besteiras intermináveis ao telefone ou internet, e o carinho interminável também...
As críticas que são construtivas...o sossego no coração!
A reciprocidade de sentimentos e principalmente, a certeza do "para sempre..."

Karla Tabalipa

A paz tem cheiro, e o cheiro da paz me lembra o cheiro daqueles dias que eu sorria com motivos pra sorrir...
Os mesmos motivos que você tinha, o mesmo cheiro que você sentia, que talvez vinha de você!
A paz tem gosto, o mesmo gosto que eu sentia quando te sentia...
Será que o cheiro estava em você ou em mim quando estavamos juntos??
Tô recuperando o olfato, buscando em outros lugares o tal perfume da paz!!

Karla Tabalipa

Pensa...
Não é necessário agir, não há mais tempo, nem chance,
Só pensa...
Aquela velha história de que no pensamento a gente voa,
sem preconceitos contra nossos próprios sentimentos, lembrança de um tempo que adoça a alma...
Lembra?
Se lembrar dói, pensa só naqueles sonhos que sonhamos acordados,
Nos planos que nunca foram realizados mas que vão ser pra sempre nossos,
e se um dia realizar com alguém, pensa que começou a sonhá-los comigo, e guarda pra ti, sem nunca deixar de lembrar que essa força pra realiza-los veio também de mim, não precisa falar, só não esquece de lembrar de vez em quando,
dos sonhos...de mim...de nós, que não somos mais nós, que não sonhamos mais juntos, que falhamos nos planos, mas que quando olharmos pra trás, estaremos sempre lá...naqueles momentos, naqueles lugares, na lembrança daquelas pessoas, naquelas canções...em algum lugar do tempo que já foi, nós estamos e vamos permanecer pra sempre, é só pensar, porque esquecer sei que não iremos, então é só buscar no pensamento o que já não está mais no coração...

Karla Tabalipa

E de repente, depois de um dia cheio de sorrisos, eu me senti triste.
Volta e meia eu fico assim.
Porque, mesmo que eu tente me enganar, eu sei que falta algo, sabe? Porque sempre que eu me vejo diante de boas novas, eu lembro que não posso correr pra ele e contar como estou feliz.

Então bate o tal desânimo e eu tento pensar em outras coisas, e por um certo momento eu até consigo esquecer...
Mas o problema é que as coisas boas me fazem lembrar novamente. Lembrar de como ele ficaria feliz em saber e me presentearia com um sorriso lindo.
E as coisas tristes me lembram mais ainda, porque eu penso em como ele me abraçava e fazia tudo parecer bem.

Então eu respiro fundo e continuo sorrindo e mentindo pra mim mesma, fingindo que acredito que meus dias podem ser melhores sem ele.
Dizem que um dia vou mentir tão bem, que vou conseguir acreditar.
Então eu bloqueio os pensamentos, e sigo...fingindo que esqueci que ele ainda me mata dessa saudade sem fim...

[K]

Karla Tabalipa

A poesia não me salva, mas me consola e faz meus dias serem mais leves, porque eu transfiro pra ela tudo que me sufoca.
Porque através dela eu posso colorir o verbo ser.
Encurtar distâncias, fazer carinho com letras. Amar de longe...
E deixar os limites só pro mundo real.
Porque eu posso fingir que tudo vai bem, e de repente, enquanto adoço as palavras, fazer tudo ficar realmente em paz...
Porque escrever me liberta. Da solidão. Do tédio. Da tristeza. Da saudade...
Me faz esquecer os dias difíceis, e deixar ainda mais bonitos os momentos bons.
Poetizar é eternizar um amor.
Porque ser poeta é falar com a alma, e derramar em cada linha o que transborda do coração...

[K]

Karla Tabalipa

Então a gente aprende.
Que um tombo pode significar um belo recomeço.
Que nada dói pra sempre. Que a fé é o melhor remédio, aliada ao tempo.
Que o sol sempre vai brilhar e sempre teremos um ceu azul e uma noite estrelada para lembrarmos como a vida pode ser bonita...
Que por pior que seja a noite, o dia sempre chega.
E a cada dia, a tristeza diminui.
Felicidade pode não ser eterna, mas o sofrimento também não é.
E aprendemos que muitas coisas poderiam ser evitadas, se encarássemos a vida com um pouco mais de otimismo.
Aprendemos que o amor próprio é essencial pra nossa felicidade, e que quem não nos dá valor não merece estar ao nosso lado.
Com o tempo a gente aprende que a vida não é feita de uma pessoa, um sonho e um momento bom.
Ela é feita de uma sucessão de momentos, de uma multidão de pessoas, e de força de vontade pra realizar nossos sonhos.
Pessoas vão, pessoas ficam. E nós vamos seguindo, hora com vontade de desistir, hora com vontade de ganhar o mundo.
E aprendendo sempre. E melhorando, se soubermos usar esse aprendizado. E chorando, e nos reerguendo, e buscando a tal felicidade, que é tão passageira se a buscarmos nos outros, e pode ser permanente, se a encontramos em nós...
Aprende menina, chorar não muda nada, e sorrir, mesmo nos piores momentos, atrai as melhores energias e colore seu dia.
E é de dias coloridos que a felicidade é feita.


[K]

Karla Tabalipa

Colecionando saudades...

[K]

Karla Tabalipa

Eu não sou tua.
Não tenho que me sentir culpada se beijo outra pessoa, ou se sinto interesse em alguém…
Não tenho que te dar a mínima satisfação do que fiz durante o dia ou do que vou fazer no final de semana!!
Não posso te chamar de meu e nem esperar que sejas fiel a mim. Eu não sou…mas me sinto tão tua!!
Porque eu posso, mas não quero ter outra pessoa!
Porque eu gosto de te contar meu dia e saber do teu!
E porque eu não preciso que sejas fiel a mim, pq eu sei o que significo pra você! Eu não sou tua, mas me sinto importante pra você, porque você faz com que eu me sinta assim!
Eu penso em você todos os dias, mas tento não dizer que penso o dia todo, porque não sou sua e isso pode não parecer tão normal!!!
Mas me sinto tua e tenho agido como se fosse…
E as vezes, meio sem querer (querendo muito), te sinto tão meu…

E assim, sem cobranças, sem aquele sentimento de posse que atrapalha tanto as relações, eu sigo me sentindo completamente tua e fingindo que não, enquanto noto que sabes que não sou tua oficialmente, mas sou toda sua de coração!

[K]

Karla Tabalipa

É estranho olhar nos seus olhos e não me enxergar mais aí.
Lembra aquele brilho que eles tinham quando você olhava pra mim?
O filme que passava na sua cabeça quando alguém te falava de amor, era o mesmo que eu via quando pensava em futuro.
Eu era tão sua. Você era tão meu.
O problema disso tudo, é que continuo me sentindo sua, mesmo sem ser.
Mas quando seus olhos me vêem, eles já não brilham mais.
Queria sentar na sua frente e falar daqueles dias em que os problemas eram pequenos diante da felicidade que você me fazia sentir.
Queria ficar horas fazendo você lembrar de quantas vezes eu te fiz sorrir, e te contar o quanto você tem me feito chorar...
Queria que você sentisse saudade daqueles dias em que você tinha certeza que o seu amor era meu.
Queria voltar a ser dona do melhor abraço e do sorriso mais lindo que já vi na vida.
Queria esquecer. Deixar de querer. Queria te ter. Porque eu cansei de desperdiçar meus melhores carinhos com as pessoas erradas, que tanto me fazem lembrar como te dar carinho era bom.
Porque quanto mais eu tento ser de outro, mais sua eu me sinto.
Porque quanto mais eu tento deixar de te amar, mais eu quero você aqui. Perto de mim.

Karla Tabalipa

Eu queria tanto deitar meu olhar sobre o seu e encher seu coração de certezas.
Dizer todos os ‘sim’ que você tanto deseja ouvir, mas as minhas dúvidas não permitem que eu diga.
Fazer promessas de um amanhã mais bonito, feito de nós dois...
Claro que eu gosto. Se não gostasse, prometeria. E poderia chamar de meus os melhores sorrisos, o abraço mais reconfortante, e os beijos que me fazem tão bem.
Tem sido tudo tão bom, e confesso, dá aquela vontade de “para sempre”...
Mas ainda sim eu espero. E não falo, não decido, não sei o que quero...querendo tanto...
Esperando, com medo de perder, com medo de ter, com medo.
Mas só eu sei o bem que me faz te deixar ir, e ainda sim, ver você ficar...

[K]

Karla Tabalipa

Porque eu não quero mais, sabe?
Porque muita coisa mudou, e dizem que aos 30 as mulheres ficam com mais preguiça de tudo que não é incrível.
Eu cansei de noites em claro com quem não muda o meu dia.
Cansei de minutos ao telefone, com quem não diz exatamente o que eu preciso ouvir.
Não sei mais desperdiçar carinhos.
Não é qualquer mensagenzinha no celular que acelera meu coração.
E entre meu sofá e um gostosão sem cérebro... deito e durmo tranquilamente.
Não troco facilmente meus livros por uma noite suando na balada e uma madrugada fedendo a cigarro.
Aliás, homens que fumam eu risquei da lista. Os que dirigem bêbados também. E dos que não tem muita intimidade com a gramática, tô fora! Eu sei que a lista diminuiu consideravelmente. E as possibilidades de "desencalhar" também. Mas eu não faço questão de nada agora, sabe? Lembro que aos vinte eu sentia uma carência enorme quando ficava algumas semanas sem alguém...
Se uns acham que fiquei mais fria perto dos 30, eu digo que fiquei é mais seletiva. E o amor-próprio? Vai muito bem, obrigada! E admito, um amor cairia muito bem! Mas amor de verdade, sabe? Daqueles que transmitem paz só de olhar. Alguém que me aceite com todo o meu histórico de amores mal sucedidos, e minhas teorias malucas sobre o verbo amar.
Alguém de quem eu não precise mais do que a minha própria vida, mas que precise de mim pra vida inteira. Alguém só meu. E que não sinta necessidade de ser de mais ninguém. Não quero o cara sarado da academia, quero o cara de coração bem resolvido.
Não quero o cara perfeito. Só quero o meu cara.
E por isso eu espero, sabe? Sem procurar, porque isso me cansa demais. E eu ainda sou meio à moda antiga. Ser conquistada, pra mim, tem muito mais valor.
Eu ando naquela fase de me amar, pra saber ser amada depois. Eu ando me redescobrindo e me apaixonando por mim mesma. Tirei do baú os velhos gostos que sempre fizeram de mim uma boa companhia pra mim mesma. E vou vivendo. Não seguindo o fluxo das coisas. Vou vivendo do meu jeito, com as minhas manias, os meus livros, as minhas poesias, minhas músicas e meu sonho secreto de encontrar meu príncipe, mesmo que não seja tão encantado assim, e de finalmente, viver o meu “felizes para sempre”.

Porque a felicidade que eu tanto procurava nos outros, eu encontrei dentro de mim.


[K]

Karla Tabalipa

Comer devagar. Se arrumar ouvindo música. Cantar.
Dançar sem cansar. Beijar com vontade. Abraçar apertado. Amar a noite inteira. Ler um livro. Copiar na agenda as frases mais lindas.
Não esquecer datas importantes. Distribuir sorrisos. Poetizar.
Poder lembrar-se dos bons momentos sem que doa. Nostalgia.
Oração. Sem demagogia. Viver o que diz. Falar o que condiz.
Torcer pela felicidade daqueles que amamos. E aceitar a felicidade daqueles que nos fizeram mal. Ser feliz. Por dentro. Sem precisar provar nada a ninguém.
Perdoar. Pedir perdão. Esquecer. Lembrar pra sempre.
Bem-querer. Perder algumas horas com futilidades. Saber separar quem vale a pena de quem nunca valeu um minuto da sua vida.
Amar e se deixar ser amada. Se amar, mesmo sem um amor. Viver o hoje. Acreditar no amanhã. Sorrir com o ontem.
Ser transparente. E aceitar o que é. Tentar corrigir os defeitos. E se orgulhar das qualidades. Elogiar quem merece. Aceitar elogios. Sorrir todos os dias. Chorar quando sentir vontade.
Tirar da vida as melhores coisas que ela oferecer. Aprender com as piores. E ser. Na essência. Na verdade. No olhar que fala. De alma tranquila e coração aberto.
E de consciência sempre em paz.


[K]

Karla Tabalipa

Quase 30 e uma imensidão de perguntas.
Essa minha mania de esperar demais dos outros, faz com que eu admire tão poucas pessoas...
E minhas opiniões que variam a cada momento e me afundam em confusão e vontade de desistir. Queria parar de pensar um segundo. Mas em um segundo eu penso um turbilhão de coisas.
Se alguém me perguntar agora o que eu quero, eu vou dizer que não sei.
Sabe como é querer muito, mas não querer mais?
Me afundei em livros, músicas e poesia.
E mesmo lendo eu penso. Penso e cada vez quero menos.
Tenho lido um romance lindo, e tudo que é lindo me faz lembrar...
Como eu demorei tanto pra ‘descobrir’ Simone de Beauvoir?
“Não se nasce mulher: torna-se.”
Me tornei.
E não foram os momentos bons que me fizeram despertar pra dentro de mim.
Foram as quedas, e os recomeços.
Confesso que me orgulho de olhar pra trás e ver como encarei determinados momentos.
Eu nunca fui de esperar passar. Eu forço a melhora, eu me forço a sair do chão. Eu me recuso. Eu caminho, eu danço, eu escrevo, eu esqueço. E assim eu cresci.
Porque aos dois anos eu aprendi o que é perder. Acordar e ter que entender na marra que a vida segue e chorar não traz ninguém de volta.
Só eu sei a falta que eu senti. Só eu sei como doeu uma dor eterna.
Só eu sei o buraco que ficou e, apesar de muita gente ter tentado, ninguém conseguiu suprir essa falta.
Algumas pessoas, definitivamente, não são substituíveis.
Todas as outras são. Isso eu também aprendi.
Então eu sigo, sabe? Admitindo que às vezes dói. Mas sempre passa.
E o aprendizado da vez (entre tantos) é que, mesmo de um jeito torto, certas coisas na vida têm prazo curto de validade. E outras, ficam pra sempre. De algum jeito, elas ficam. Seja de corpo ou seja de alma.


[K]

Karla Tabalipa

Escrevo para não me afogar nos sonhos e nos sentimentos que transbordam da alma e enchem o coração.

[K]

Karla Tabalipa

Que nunca me falte essa vontade de seguir, sem parar por muito tempo pra lamentar.
Que nunca me faltem os abraços apertados que tanto me acalmam durante as recaídas.
Que eu nunca fique sem meus anjos da terra, a quem costumo chamar de amigos. E que sempre que eles precisarem de mim, eu possa me fazer presente.
Que eu consiga sempre enxergar o tamanho do meu valor.
E identificar rapidamente as pessoas que não merecem minha companhia.
Que eu nunca esqueça que pessoas melhores virão, e substituirão aquelas que nunca mereceram o lugar que ocuparam no meu mundo.
Mas ainda sim, que eu entenda que essas pessoas que me fizeram sofrer, entraram na minha vida pra que eu aprendesse a dar o devido valor àquelas que realmente merecem.
Que eu não desaprenda a amar. Que eu aceite ser amada.
Que eu não deseje o mal daqueles que insistem em me atingir, por capricho, insegurança e inveja.
E que eu desconheça essas medíocridades.
Que não falte música na minha vida. E que eu tenha ânimo pra dançar até o sol raiar.
Que eu durma pouco. Que eu viva mais.
E que eu seja eu. Verdadeiramente. Mesmo diante daqueles que não sabem ser quem realmente são.
Que eu saiba perdoar e esquecer. E seguir sempre em paz e de consciência limpa.
Que eu não magoe as pessoas. Que eu não seja magoada.
E que eu sempre encontre na minha vida, inspiração e motivos pra sorrir.
Que eu provoque sorrisos...
E principalmente, que nunca me faltem os sonhos...


Amém.

[K]

Karla Tabalipa

Vive, menina. Vive. Porque o tempo cura. E traz pra vida da gente um motivo maior pra seguir. Acredite. O passado não tem volta. E nada dói pra sempre.


[K]

Karla Tabalipa