John Milton

John Milton (9 de dezembro de 1608 - 8 de novembro de 1674) Representante do classicismo inglês e autor do célebre livro O Paraíso Perdido, um dos mais importantes poemas épicos da literatura Universal. Foi politico, dramaturgo e estudioso de Religião.
Encontrados 16 pensamentos de John Milton

A paz não corrompe menos do que a guerra devasta.

John Milton

Ninguém pode amar a liberdade sinceramente, senão pessoas boas; as demais amam não a liberdade, mas a licenciosidade.

John Milton

Toda a maldade é fraqueza.

John Milton

A juventude mostra o homem tal como a manhã mostra o dia.

John Milton

Os prazeres intelectuais são de uma qualidade mais elevada do que quaisquer outros.

John Milton

A mente não deve ser modificada pelo tempo e pelo lugar. / A mente é o seu próprio lugar, e dentro de si / Pode fazer um inferno do céu, do céu um inferno.

John Milton

Onde há uma grande vontade de aprender, haverá necessariamente muita discussão, muita escrita, muitas opiniões; pois as opiniões de homens bons são apenas conhecimento em bruto.

John Milton

A fama não é uma planta que cresça em solo mortal.

John Milton

Na música reside um doce poder persuasivo.

John Milton

É melhor reinar no inferno do que servir no céu.

John Milton

O Amor depura os pensamentos e engrandece o coração.

John Milton

O povo não existe por causa do rei, mas o rei existe por causa do povo.

John Milton

O fim de toda a aprendizagem é conhecer a Deus, e, mediante esse conhecimento, amá-lo e ser como ele é

John Milton

Também ajuda quem fica e espera

John Milton

Acima de todas as liberdades, dê-me a de saber, de me expressar, de debater com autonomia, de acordo com minha consciência.

John Milton

A mente é seu próprio lugar e ela está em si mesma.
Pode fazer Céus do inferno, e também inferno de Céus.

John Milton