Homem Carente

1 - 25 do total de 103 pensamentos de Homem Carente

Formas
Cor da pele
olhos
e cabelos
pouco importam
quando o tesão bate a sua porta
rapidamente invade nossa alma
não é preciso dizer nada
somente sentir
o calor percorrendo
todo o nosso corpo
momento único
beijo molhado
a língua invade
apropria-se do outro
como o mal lambe as areias o tempo inteiro
cheiro a flor da pele
perfume invade os corpos suados
Olhares insinuantes
desejando um ao outro
com fome
e voracidade
subentendido nos movimentos
Os corpos se movimentam frenéticamente
visíveis a olho nú
um ar de tesão
invade o lugar
deixando a energia
a flor da pele.

Homem Carente

Meu amor
Tatua o teu corpo no meu
Grava na minha pele
A marca dos teus beijos
Devora-me com teu desejo
Desperta-me os sentidos
Para descobrir os teus segredos
Em caminhos proibidos
Aspira toda a essência
Dos meus jardins em flor
Explora esses labirintos
Penetra-os sem pudor
Tatua a tua vida na minha
Esqueçamos que existe o mundo
Sejamos apenas um
Numa passagem de breves segundos
Percamo-nos sem demora
Nosso corpo já não nos pertence
Tatuaram-se nossas almas dementes
Fazemos amor simplesmente

Homem Carente

Perco-me na noite,
Caminhando ao teu encontro
Diz-me … onde te posso encontrar?
Porque esta noite procurarei por ti
Onde me enrolarei contigo
No brilho prateado da lua e
Dançaremos ao som do cair
Das estrelas apaixonadas
Abrirei a minha caixa de pandora para ti
Para que desdobres cada segredo escondido
Deitado na tepidez de um leito de desejos
O meu riso cálido em busca do conforto do teu
Fará com que me abraces com braços e pernas,
Armas guerreiras nesta batalha de corpos
Que travaremos na tua cama
Entrarás no meu corpo
Levando-me contigo para terras do imaginário
Unindo espíritos, mais que corpos
Entrelaçando desejos, trocando beijos
Os teus olhos procurarão os meus
Por entre as ondas de seda vermelha
Cor do sangue que me corre alucinadamente nas veias
Ardendo em chamas de infinita volúpia
Eu, genuína, sem disfarces ou imitações
Apenas eu, despida de pudores, de roupas e de mim
Seremos só nós dois
Envoltos em sedas que já não escondem
Olhares frenéticos, espelhos de orgasmos
Esta será a nossa noite

Homem Carente

Perdia-me em pensamentos de ti …
As águas do lago de nenúfares
Ondeavam enlaçadas na sombra esbelta do teu corpo
Sinto o entrelaçar dos teus dedos nos meus
Enquanto os teus olhos fixavam a direcção
Daquele recanto bucólico que sempre nos convidava
A amar … vamos ?
Aquele espaço parecia talhado para abrigar a nossa paixão
Solto a tua mão apenas para tirar as sandálias
Enquanto sinto os teus braços à volta
Do meu corpo quase desnudo
Impedindo-me assim de mergulhar o pé na água calma do lago
Por cima do ombro noto o teu sorriso insinuante
Como que a pedir permissão silenciosamente
E acariciando a minha pele palpitante
Arrancas o pedaço de tecido que ainda cobre o meu desejo
Ergo o corpo e sinto a paixão que se apodera da tua pele
Exploras cada centímetro do território que há muito te oferecera
E viras-me para ti segurando o meu rosto entre as tuas mãos
Desço as alças do vestido enquanto os teus dedos
Deslizam pelo corpo desnudo que se te entrega
Ali no meio da natureza
Deixas que te dispa e faça uma cama com as nossas roupas
Nela depositamos os corpos prontos para amar
E numa sintonia perfeita com a natureza que nos envolve
Preenches cada recanto do meu lago de nenúfare

Homem Carente

ocê pode me ver
Do jeito que quiser
Eu não vou fazer esforço
Pra te contrariar
De tantas mil maneiras
Que eu posso ser
Estou certa que uma delas
Vai te agradar...
Porque eu sou feita pro amor
Da cabeça aos pés
E não faço outra coisa
Do que me doar
Se causei alguma dor
Não foi por querer
Nunca tive a intenção
De te machucar...
Porque eu gosto é de rosas
E rosas e rosas
Acompanhadas de um bilhete
Me deixam nervosa...
Toda mulher gosta de rosas
E rosas e rosas
Muitas vezes são vermelhas
Mas sempre são rosas...
Se teu santo por acaso
Não bater com o meu
Eu retomo o meu caminho
E nada a declararMeia culpa,
cada umQue vá cuidar do seu
Se for só um arranhão
Eu não vou nem soprar...
Porque eu sou feita pro amor
Da cabeça aos pés
E não faço outra coisa
Do que me doar
Se causei alguma dor
Não foi por querer
Nunca tive a intenção
De te machucar
Porque eu gosto é de rosas
E rosas e rosas
Acompanhadas de um bilhete
Me deixam nervosa...
Toda mulher gosta de rosas
E rosas e rosas
Muitas vezes são vermelhas
Mas sempre são rosas...Porque eu gosto é de rosas
E rosas e rosas
Acompanhadas de um bilhete
Me deixam nervosa...
Toda mulher gosta de rosas
E rosas e rosas
Muitas vezes são vermelhas
Mas sempre são rosas...
Você pode me ver
Do jeito que quiser
Eu não vou fazer esforço
Prá te contrariar
De tantas mil maneiras
Que eu posso ser
Estou certa que uma delas
Vai te agradar.
Rosas Ana Carolina Composição: Totonho Villeroy Beijocas no coração Drikabylove

Homem Carente

Quero ficar no teu corpo
Feito tatuagem
Que é prá te dar coragem
Prá seguir viagem
Quando a noite vem...

E também prá me perpetuar
Em tua escrava
Que você pega, esfrega
Nega, mas não lava...

Quero brincar no teu corpo
Feito bailarina
Que logo se alucina
Salta e te ilumina
Quando a noite vem...

E nos músculos exaustos
Do teu braço
Repousar frouxa, murcha
Farta, morta de cansaço...

Quero pesar feito cruz
Nas tuas costas
Que te retalha em postas
Mas no fundo gostas
Quando a noite vem...

Quero ser a cicatriz
Risonha e corrosiva
Marcada a frio
Ferro e fogo
Em carne viva...

Corações de mãe, arpões
Sereias e serpentes
Que te rabiscam
O corpo todo
Mas não sentes...



Composição:
Chico Buarque - Ruy Guerra

Homem Carente

Vontade de te amar, agora pela tarde.
Em seu corpo
desfruto meus suores
que em ato acontece...
Em sua boca,
perco-me a saliva,
onde nasce a vontade
de percorrer
lentamente
seus mistérios...
seu cheiro.
sua boca.
a mão,
convidam-me
ao passeio majestoso
dos suores acontecidos
mum momento
de nossos corpos
juntos, úmidos, nus!

Eu amo você!!
Com carinho
Drikabylove

Homem Carente

AMOR PERDIDO

Se eu pudesse
te amar...
... como eu queria...
A minha vida,
seria bem melhor...
Mas quando eu lembro,
que me feriste um dia,
a distância,
fica ainda bem maior...
Quando as lembranças
viram poluentes,
a nossa alma,
vai enegrecendo...
E aquele amor,
que foi minha alegria,
se poluiu e aos poucos
foi morrendo...
E tu que antes,
foste meu espelho,
a minha imagem,
já não refletes mais...
Nossos momentos,
tão apaixonados,
infelizmente,
não voltarão jamais...
Vamos tocando
a vida simplesmente,
fingindo sempre,
que nada aconteceu...
A morte,
não seria a maior perda...
Maior perda, foi
meu amor que morreu...

Homem Carente

Preciso andar, até encontrar um rio,
Deixar na beira, as minhas incertezas...
E apostando nos meus desafíos,
Virar um peixe em suas correntezas...

Preciso andar, até ferir meus pés,
Sou andarilho à caça de emoções...
Desafiando os ventos mais hostis,
Rodopiando, como os furacões...

Preciso amar, como ninguém amou,
Com todas minhas forças vicerais...
Um coração xifópago do meu.
Que me transporte à cima dos mortais...

Homem Carente

LONGE DOS OLHOS

O que os olhos não vêem,
O coração não sente...
Então, como se explica
A saudade da gente?
Do amor que se foi,
Que morreu, que não foi,
Ou que nunca haverá...
Nostalgias constantes
De países distantes
Que não se conheceu!...
Não é preciso ver,
Pra sonhar... pra querer...
Se o amor é cego,
Como controlar
A nossa emoção?
Sentimento profundo,
Que iguala todo mundo,
Aqui, ou na eternidade...
Mais forte que o amor,
De alegria ou de dor,
Chamado: "SAUDADE"

Homem Carente

Quem namora agrada a Deus.
Namorar é a forma bonita de viver um amor.
Não namora quem cobra nem quem desconfia.
Namora, quem lê nos olhos e sente no coração
as vontades saborosas do outro.


Namora, quem se embeleza em estado de amor.
Namora, quem suspira, quem não sabe esperar mas espera,
quem se sacode de taquicardia e timidez diante da paixão.
Namora, quem ri por bobagem,
quem sente frios e calores nas horas menos recomendáveis .




Não namora quem ofende,
quem transforma a relação num inferno, ainda que por amor.
Amor às vezes entorta, sabia?
E quando acontece, o feito pra bom faz-se ruim.
Não namora quem só fala em si e deseja o parceiro
apenas para a glória do próprio eu.






Não namora quem busca a compreensão
para a sua parte ruim.
O invejoso não namora. Tampouco o violento!
Namorados que se prezam têm a sua música.
E não temem se derreter quando ela toca.
Ou, se o namoro acabou, nunca mais dela se esquecem.




Namorados que se prezam gostam de beijo, suspiro,
morderem o mesmo pastel, dividir a empada,
beber no mesmo copo.
Apreciam ternurinhas que matam de vergonha fora do namoro
ou lhes parecem ridículas nos outros.




Por falar em beijo, só namora quem beija de mil maneiras
e sabe cada pedaço e gostinho da boca amada.
Beijo de roçar, beijo fundo, inteirão, os molhados,
os de língua, beijo na testa, no seio, na penugem,
beijo livre como o pensamento,
beijo na hora certa e no lugar desejado.
Sem medo nem preconceito.
Beijo na face, na nuca e aquele especial atrás da orelha,
no lugar que só ele ou ela conhece.




Namora, quem começa a ver
muito mais no mesmo que sempre viu e jamais reparou.
Flores, árvores, a santidade, o perdão,
Deus tudo fica mais fácil
para quem de verdade sabe o que é namorar.
Por isso só namora
quem se descobre dono de um lindo amor.




Só namora quem não precisa explicar,
quem já começa a falar pelo fim,
quem consegue manifestar com clareza e facilidade
tudo o que fora do namoro é complicado.




Namora, quem diz: "Precisamos muito conversar";
e quem é capaz de perder tempo, muito tempo,
com a mais útil das inutilidades e pensar no ser amado,
degustar cada momento vivido
e recordar palavras, fotos e carícias
com uma vontade doida de estourar o tempo
e embebedar-se de flores astrais.




Namora, quem fala da infância e da fazenda das férias,
quem aguarda com aflição o telefone tocar
e dá um salto para atendê-lo antes mesmo do primeiro "trim".
Namora, quem namora, quem à toa chora, quem rememora,
quem comemora datas que o outro esqueceu.
Namora, quem é bom, quem gosta da vida, de nuvem,
de rio gelado e parque de diversões.





Namora, quem sonha, quem teima,
quem vive morrendo de amor
e quem morre vivendo de amar.

(Autoria: Artur da Távola)

Homem Carente

Nem sei dizer quantas vezes
Já me falaram de amor!
Mas . . . você é diferente
Faz isso com tanto ardor

Ardor que vem do sentimento
real, sem nenhum tormento...
Desejando com sinceridade,
apenas lhe dar felicidade...

Como feixes amarrados
Apertas meu coração
Já não me basta de ver
Anseio sentir teu querer

Para sentir meu querer,
basta realmente, querer...
Basta me chamar,
que irei para te amar...

Sentir tuas mãos entre as minhas
Teus braços a me enlaçar
Teu beijo de canto de boca
Inflamando e me deixando louca!

Minhas mãos te tocando, acariciando,
vão cada vez mais te inflamando...
Cobrindo tua boca com meus beijos,
mais ainda acenderei teus desejos...

Sonho sempre com teus lábios
Repousando sobre os meus
Assim, nunca nos beijamos
Foi isso o que mais doeu!

Faça de teus sonhos a doce realidade...
Sinta a total felicidade,
recebendo meus beijos e meu carinho,
oferecendo-me lugar em seu ninho...

Faço-te agora um pedido
Venho a ti pra reclamar
Os beijos que tu me destes
E que se perderam no ar!

Reclamação injusta,
pois nada me custa,
e só prazer irá me dar,
se vieres meus beijos aqui buscar...
(Irani & Marcial)

Homem Carente

O dia desperta, deixando para trás a longa noite. O teu corpo quente, enconsta-se ao meu, para se abrigar da brisa fria da madrugada. Sinto a suavidade da tua pele, roçar a minha, num aconchego doce e terno. A claridade invade o quarto, onde nos abandonamos aos desejos de amor. Vejo o sol nascer no teu olhar quando despertas, sinto a caricia da tua mão sobre o meu peito desnudo, quando o teu corpo se anima de vida.
Beijo-te, com a suavidade da seda dos teus lábios de carmim, no ar ainda se sente o perfume do incenso que ardeu, e no teu corpo ainda sinto o sabor do amor que te ofereci. Lá fora, o mundo continua a rodar, a vida ganha forma, e o dia avança no seu largo caminhar, até à próxima noite. Aqui, entre lençois e abraços, deixamo-nos ficar, absorvendo a essência de cada um, entre os teus braços e os meus, entre as minhas mãos e as tuas.
Afago-te os cabelos longos, ondulados como as águas do oceano, sinto o perfume de maçãs frescas que deles se liberta, o teu rosto colhe o calor do meu peito, como se colhe o trigo no campo. Os pássaros lá fora parecem entoar canções de embalar, ficando-nos uma vontade lânguida de nos deixarmos levar nas suas asas. Abandonamo-nos aqui, deitados sobre a cama, despidos de corpo e alma, porque para nós, este momento é intemporal.

Homem Carente

LOUCOS? TOTALMENTE POETAS SOMOS...
Tanny Voigt

Viajo por mundos imagináveis
Meu olhar busca ver o belo
Caminho sempre em nuvens de algodão
As emoções sempre à flor da pele
Para alguns sou tola
Para outros sou uma louca
Para os sensíveis sou poeta
Sou tola... por acreditar na paz
Sou louca...por querer um mundo
melhor e mais justo
Sou poeta...
Por acreditar
Por sonhar
Por amar sempre!

Homem Carente

Face de Um Olhar
Desconheço a autoria

Qual o segredo
Deste penetrante olhar
Que conduz meus sentidos aos desejos. . .
Olhar
Que se torna rei das minhas vontades
Majestade dos meus sonhos
Dono da minha realidade.
Olhar
Que provoca,
Faz delírios de minhas promessas
Inconseqüências de minhas emoções.
Viajo neste momento
Simplesmente fascinada por estes olhos,
Face de inconseqüentes desejos,
Loucuras de uma realidade.
Algo me prende
Algo me rende. . .
Será um desejo
Que meu caminho é realizá-lo?
Será um sonho que terei que esquecê-lo?
Face de um olhar
Que faz delírios de meus sonhos
Faz loucuras com meu coração,
Mostre-me seu destino
Traga-me meu sentido
O qual está em seu olhar.
Renda-se a minha realidade
E contemple comigo
As Maravilhas Destes Desejos.


Beijossss...

Homem Carente

LIBERDADE
Tanny Voigt

Dou asas aos meus pensamentos
Liberto a alma
Vôo livre, totalmente liberta
Sinto a brisa batendo em meu rosto
Danço ao vento... livre e solta
Corro, plaino entre os morros verdejantes
Sou brisa mansa e leve
Sou amor, sou esperança, sou um sorriso de criança
Liberta, livre, como o sopro do vento
Sou bondade
Sou esperança
Sou fraternidade
Sou um grito de liberdade ecoando...



Suave beijo a todos meus amigos(as) e desejo uma semana super linda pra vcs...

Adoro vcs!!

Homem Carente

TENTANDO ACERTAR
Célia Jardim

Tenho ainda muito que aprender
nesta vida complicada
um dia acho que sei quase tudo
outro vejo que não sei quase nada

Uso sempre o meu bom senso
faço o melhor que posso
e assim eu sempre penso
viver melhor neste mundo nosso

Não cobro de ninguém
uma perfeição que eu não tenho
esperando não ser cobrada também
e possa valer todo meu empenho

Quero sempre tentar compreender
para ser compreendida também
perdoar sem olhar a quem
e do outro o perdão merecer

Sei que posso ser melhor
ainda que continue a errar
pois o erro maior
é nunca tentar acertar


Lindo final de semana pra vcs...

Homem Carente

Se soubesses
Melliss

Se soubesses como o mundo fica mais bonito
quando abres um sorriso,
estou certa de que não te negarias a sorrir
mesmo nos dias mais difíceis,
naquelas horas em que a melancolia parece
ser capaz de apagar o sol ... .
Quando sorris,
a esperança estremece sobre ti,
estende asas que alcançam o infinito,
varrendo dos teus olhos a lágrima derradeira,
soprando para loge as nuvens de tristeza,
despertando os sonhos que pensavas
jamais reencontrar ...
Lembra-te :
O teu sorriso é um portal
onde os anjos celebram a bênção da tua vida,
escrevendo a história dos teus dias.
Assim, abre um sorriso para a vida
e deixa que a vida sorria.


Desejo suavidade na sua vida...

Homem Carente

Abraço teu corpo desnudo, perco-me na suavidade da tua pele, na doçura dos teus lábios, na profundidade da tua alma. Amo-te assim, na madrugada escura da Noite, como se estivesses em mim, guardando em meus lábios o sabor dos teus que a cada instante me beijam. Amo-te de corpo e alma.

Não me escutas? Não me sentes? Estou aqui! Em cada instante da tua ausência, em cada um dos teus silêncios, escuto, ainda que apenas seja, o bater do teu coração. Sente o calor da minha mão percorrer-te a face, enxugar a lágrima que resvala em teu rosto. Sente a minha respiração em teu ouvido, meu pranto, meu gemido,

Ainda que no céu não brilhe uma única estrela, ainda que de dia não se sintam os raios do Sol, será constante em ti a minha presença, estará presente em ti a minha força, levarás eternamente na mão a flor que te dei, que inventei para ti, num traço suave de amor e ternura.
CRIADO EM 2/13/2008 12:13:00 PM 6 COMMENTS

Homem Carente

A chuva cai, como lágrimas salgadas que se desprendem de teus olhos. O corpo molhado revela tua silhueta, o cabelo longo, escorrido por fios de água cola-se a teus ombros. Vens ao meu encontro, caminhando em passos firmes, como se tivesses a certeza do teu mais intimo desejo. Aqui parado, vejo-te chegar, percebo nos teus contornos a saudade por matar, o fogo que arde em teu sangue, e o desejo de finalmente nos podermos encontrar.

Roubo ao céu uma estrela, que sustento entre mãos. Prendo-a em teus cabelos, iluminando tua aura. Teus lábios carmim, murmuram o meu nome, como se me conhecesses de toda a eternidade, e não fosse esta a primeira vez que me encontrasses. Ficamos ali, separados por uns escassos centímetros, sentindo já o calor dos corpos, abraçando já as almas, segurando o desejo que os corpos clamam, aprofundando no olhar o prazer que sabemos já sentir, antes mesmo de nos tocarmos.

Fez-se silêncio, a chuva cessou, o tempo parou, no instante em que as bocas se deram de beber, num beijo doce. No momento em que os corpos se aninharam num abraço apertado, as almas dissolvem-se na fusão perfeita dos seres que se amam e se sentem, a saudade afoga-se no mar imenso da paixão, deixando para trás o mundo inteiro, poluído de adversas realidade, ruídos e agressividades.

Faz-se luz, na noite cerrada, faz-se música no silêncio perdido e voamos, corpos entrançados, rumo ao Universo escolhido.

É amar-te assim,
Saber-te em mim,
A cada instante!

Homem Carente

Na suavidade de seu corpo
Meus lábios os teus se encontra
Numa ancia se entrelaçam
Provocando a libido
Preparando-nos para o amor.

Na suavidade de seu corpo
Meus lábios viaja por toda sua extensão
Visitando-a sentindo teu sabor
Degustando a doçura de sua pele...
O pulsar de seu coração...

Na suavidade de seu corpo
Minhas mãos aquecem com seu calor
Vibra com seus desejos e vontades.
Percorre por todas suas intimidades
Aguçando sua sensibilidade.

Na suavidade de seu corpo
O calor transforma em fogo
Aquecidos em fervura
Emaranhamos um no outro
Sob a magia das emoções
Que nos leva ao êxtase

Na suavidade de seu corpo
Acendidos pela cobiça,
Com os instintos atiçados
Entregamo-nos sem ressalva e sem pudor

( Autor desconhecido )

Homem Carente

Quero sentar-me em teu colo,
Colar em tua boca,
Teus lábios beijar.
Roçar os teus pêlos,
Acariciar-te os cabelos,
Sentir sedosa pele,
Em êxtase de prazer,
Em meio às estrelas,
Nas ondas do mar,
Sob a luz do luar.
Serei tua de todas as formas,
E em todo e qualquer lugar.
Viverei à exaustão desse amor tesão,
De tanto te amar!
Serei um vulcão intenso,
De amor imenso,
De inesgotável prazer.
E assim sempre haverás de me querer.
Vem!
Aplaca minha sede!
Mata minha fome!
Acalma minha fúria de te amar!

Claudete Silveira

Homem Carente

EU SOU UMA MENINA...
"A menina que aos poucos foi trocando a barbie por maquiagem.
Trocando seu mundo de sonhos pelo da realidade.Hoje sua vida segue em frente...O passado não importa.Ela vive o presente!!!
A garotinha que cansou de acreditar que contos de fadas começam com “era uma vez” e terminam com “um final feliz”...
Sou muito mais que essas letras,frases e fotos que falam sobre mim...
Sou as minhas atitudes,os meus sentimentos,as minhas idéias...
O que realmente faz valer a pena estar vivo,não há filmadora ou máquina fotográfica que registre...
Surpresas,gargalhadas,lágrimas,enfim,o que eu sinto,quem eu sou,você só vai perceber quando olhar nos meus olhos,ou melhor,além deles...

Posso até ser pequena pra quem vê...Mas gigante pra quem ama!

"A menina dos olhos castanhos; dos cabelos compridos; da voz irritante; do sorriso sincero; dos sonhos impossíveis; da esperança interminável; da insegurança constante; dos amigos perfeitos; do coração enorme; que se apaixona fácil; se esquece dos erros; se envergonha de tudo; se sente sozinha; e que nunca desiste.

A menina que precisa ser protegida; que chora por tudo; que morre de medo; que ama a vida; que se arrepende das falhas; que aproveita cada segundo; que é romântica; que fica feliz com um abraço; que sonha demais; que pensa demais; que escolhe demais; que complica demais ; que ama demais e que deseja apenas ser FELIZ..

Menina mulher, já dizia o Poeta: "todas as mulheres deviam ser meninas.”

Mulher menina, mistura perfeita para ser desejada.

Mulher, postura firme, imponente, mas o melhor mesmo, é quando nas horas certas, se deixa, se permite, sentir a menina que tem dentro de você.

Mulher desejada, amada, se protege, difícil de entender, mas sabe que deixa um doido, quando menina se permite ser.

Homem Carente

Sou uma nuvem negra no céu
Prestes a chover
Sou a letra triste no papel
Que o poeta começou a escrever.
Sou a mulher branca, negra, mulata,
Sou a loura, a morena e a parda.
Sou a mulher magra e a alta.
Sou a mulher pequena e a gorda.
Sou enfermeira
E psicóloga
Sou professora
Sou sexóloga.
Sou a dona de casa e chefe também.
Sou doméstica no meu lar.
Sou guia espiritual que diz amém
Sou eu mesma quem guia meu caminhar.
Sou do Norte e do Nordeste
Represento a mulher brasileira
Sou do Sul, Sudeste, Centro-Oeste;
Sou do Brasil, mas não discrimino a estrangeira.
Sou a tristeza e a alegria
Sou o riso, o choro, a amizade.
Sou a melancolia e a euforia
Sou o abraço da saudade.
Sou a mulher labareda
Onde o fogo foi meu algoz
Sou a vitória e sou a perda
Sou a nascente de um rio e sou a foz.
Sou Joana Darc não tenho medo
Sou a chegada e sou a saída
Sou o calor dos ágeis dedos
Da poetisa que me deu a vida.
2007 JOANA DARC *

Homem Carente

A mulher que eu amo tem a pele morena
é bonita é pequena e me ama também
a mulher que eu amo tem tudo que eu quero
e até mais do qe espero, encontrar em alguem

A mulher que eu amo tem um lindo sorriso
é tudo que eu preciso pra minha alegria
a mulher que eu amo tem nos olhos a calma
ilumina minh’alma, é o sol do meu dia

Se o amor é pra mim o que há de mais lindo
se ela está sorrindo eu estou também
tudo dela é bonito, tudo nela é verdade
e com ela acredito na felicidade

A mulher que eu amo enfeita minha vida
meu sonhos realiza, me faz tão bem

Se o amor é pra mim o que há de mais lindo
se ela está sorrindo eu sorrio também
tudo nela é bonito, tudo nela é verdade

Homem Carente