Heitor Villa-Lobos

Encontrados 11 pensamentos de Heitor Villa-Lobos

MELODIA SENTIMENTAL

Acorda, vem ver a lua
Que dorme na noite escura
Que surge tão bela e branca
Derramando doçura
Clara chama silente
Ardendo meu sonhar

As asas da noite que surgem
E correm no espaço profundo
Oh, doce amada, desperta
Vem dar teu calor ao luar

Quisera saber-te minha
Na hora serena e calma
A sombra confia ao vento
O limite da espera
Quando dentro da noite
Reclama o teu amor

Acorda, vem olhar a lua
Que brilha na noite escura
Querida, és linda e meiga
Sentir meu amor e sonhar

Heitor Villa-Lobos

Compreendo que um compositor alemão seja cerebral. O que não admito é a criação cerebral num latino.

Heitor Villa-Lobos

Muitos compositores de nossa época pretendem ser modernos, sem possuir o dom da originalidade. E não compreendem que todo artista original é moderno por força.

Heitor Villa-Lobos

Quando o criador é original por natureza, pouco importam os meios de que se vale para fixar seu pensamento.

Heitor Villa-Lobos

Não escrevo dissonante para ser moderno.

Heitor Villa-Lobos

Considero minhas obras como cartas que escrevi à posteridade, sem esperar resposta.

Heitor Villa-Lobos

Eu somente sou útil, de alguma forma, através da música.

Heitor Villa-Lobos

A música folclórica é a expansão, o desenvolvimento livre do próprio povo expresso pelo som.

Heitor Villa-Lobos

A minha música é o reflexo da sinceridade.

Heitor Villa-Lobos

Trenzinho Caipira

Lá vai o trem com o menino
Lá vai a vida a rodar
Lá vai ciranda e destino
Cidade e noite a girar
Lá vai o trem sem destino
Pro dia novo encontrar
Correndo vai pela terra
Vai pela serra
Vai pelo mar
Cantando pela serra do luar
Correndo entre as estrelas a voar
No ar no ar no ar no ar no ar
Lá vai o trem com o menino
Lá vai a vida a rodar
Lá vai ciranda e destino
Cidade e noite a girar
Lá vai o trem sem destino
Pro dia novo encontrar
Correndo vai pela terra
Vai pela serra
Vai pelo mar
Cantando pela serra do luar
Correndo entre as estrelas a voar
No ar no ar no ar

Heitor Villa-Lobos

MELODIA SENTIMENTAL

Acorda, vem ver a lua
Que dorme na noite escura
Que surge tão bela e branca
Derramando doçura
Clara chama silente
Ardendo meu sonhar

As asas da noite que surgem
E correm no espaço profundo
Oh, doce amada, desperta
Vem dar teu calor ao luar

Quisera saber-te minha
Na hora serena e calma
A sombra confia ao vento
O limite da espera
Quando dentro da noite
Reclama o teu amor

Acorda, vem olhar a lua
Que brilha na noite escura
Querida, és linda e meiga
Sentir meu amor e sonhar
Heitor Villa-Lobos

Heitor Villa-Lobos