Friedrich Engels

Friedrich Engels (28 de novembro de 1820 - 5 de agosto de 1895), filósofo alemão. Junto com Karl Marx fundou o chamado socialismo científico ou comunismo. Foi co-autor de diversas obras com Marx, e entre as mais conhecidas destacam-se o Manifesto Comunista e O Capital.
Encontrados 6 pensamentos de Friedrich Engels

O fator em última análise determinante da história é a produção e a reprodução da vida imediata.

Friedrich Engels

Um grama de ação vale uma tonelada de teoria.

Friedrich Engels

A religião nasce das concepções restritas do homem.

Friedrich Engels

Uma grama de ação vale mais do que uma tonelada de teoria.

Talvez a evolução superior dos arianos e dos semitas se deva à abundância de carne e leite em sua alimentação e, particularmente, pela benéfica influência desses alimentos no desenvolvimento das crianças. Com efeito, os índios 'pueblos' do Novo México, que se vêem reduzidos a uma alimentação quase exclusivamente vegetal, têm o cérebro menor que o dos índios da fase inferior da barbárie, que comem mais carne e mais peixe. Em todo caso, nessa fase desaparece, pouco a pouco, a antropofagia, que não sobrevive senão como um rito religioso, ou como sortilégio, o que dá quase no mesmo.

De acordo com a concepção materialista, o fator decisivo na história é, em última instância, a produção e a reprodução da vida imediata. Mas essa produção e essa reprodução são de dois tipos: de um lado, a produção de meios de existência, de produtos alimentícios, habitação, e instrumentos necessários para tudo isso; de outro lado, a produção do homem mesmo, a continuação da espécie. A ordem social em que vivem os homens de determinada época ou determinado país está condicionada por essas duas espécies de produção: pelo grau de desenvolvimento do trabalho, de um lado, e da família, do outro. Quanto menos desenvolvido é o trabalho, mais restrita é a quantidade de seus produtos e, por consequência, a riqueza da sociedade; com tanto maior força se manifesta a influência dominante dos laços de parentesco sobre o regime social.

Como o Estado nasceu da necessidade de conter o antagonismo das classes, e como, ao mesmo tempo, nasceu em meio ao conflito delas, é, por regra geral, o Estado da classe mais poderosa, da classe economicamente dominante, classe que, por intermédio dele, se converte também em classe politicamente dominante e adquire novos meios para a repressão e exploração da classe oprimida.

Quando for possível falar de liberdade, o Estado como tal deixará de existir.

Friedrich Engels

Os que no regime burguês trabalham não lucram e os que lucram não trabalham.

Friedrich Engels

O movimento proletário é o movimento autônomo da imensa maioria no interesse da imensa maioria.

Friedrich Engels