Ésquilo

1 - 25 do total de 42 pensamentos de Ésquilo

Os sofrimentos humanos têm facetas múltiplas: nunca se encontra outra dor do mesmo tom.

Ésquilo

Os malvados que têm sucesso são insuportáveis.

Ésquilo

É bom aprender a ser sábio na escola da dor.

Ésquilo

Ira é doença que os argumentos curam.

Ésquilo

A disciplina é a mãe do êxito.

Ésquilo

O sucesso: / entre os mortais, este é um deus, ou melhor, mais do que um deus.

Ésquilo

Tem um terrível poder quem venera os deuses.

Ésquilo

Há poucos homens capazes de prestar homenagem ao sucesso de um amigo, sem qualquer inveja.

Ésquilo

Toma coragem: o ápice da desventura não durará muito tempo.

Ésquilo

A verdadeira sabedoria está em não parecermos sábios.

Ésquilo

Apenas quem terminou a sua vida sem sofrimento / pode considerar-se feliz.

Ésquilo

As palavras são um remédio para a alma que sofre.

Ésquilo

Faz parte da natureza dos mortais / pisar ainda mais em quem já caiu.

Ésquilo

A disciplina é a mãe do sucesso.

Ésquilo

Morrer bem é a suprema glória.

Ésquilo

A sabedoria amadurece / por meio do sofrimento.

Ésquilo

Conhecerás o futuro quando ele chegar; antes disso, esquece-o.

Ésquilo

Quando um homem tem força de vontade, os deuses dão uma ajuda.

Ésquilo

Não seja descomedido nas palavras. Palavras temerárias são expiadas severamente.

Ésquilo

Raras são as pessoas que têm caráter suficiente para se alegrar com os sucessos de um amigo sem ter uma sombra de inveja.

Ésquilo

Falseando a verdade, grande parte dos homens prefere antes parecer a ser.

Ésquilo

Diálogo entre deuses:

Vulcano para Poder : “Tu serás sempre, ó Poder, destituído de piedade, e capaz de tudo!”

Poder para Vulcano: “Certamente! De que serve lamentar a sorte deste criminoso, uma vez que não há remédio possível para seu mal? Não te canses, pois, na busca de um socorro inútil.”

Vulcano para Poder: “Como tuas palavras correspondem bem a teu interior!”

Poder para Vulcano: “Apiada-te de quem quiseres, mas não censures minha audácia, nem a dureza de meu coração!”

Poder para Prometeu : “Insulta agora daqui os deuses, ó Prometeu! Rouba-lhes as honras divinas, para dá-las a seres que não viverão mais que um dia!Poderão, por acaso, os mortais, minorar teu suplício? Em vão te deram os deuses o nome de Prometeu... Tu sim! - precisas de um Prometeu que te liberte!”
(*): Prometeu significa “o previdente”, “o que prevê”.

(Prometeu Acorrentado)

Ésquilo

“Tu serás sempre, ó Poder, destituído de piedade, e capaz de tudo!”


(Prometeu Acorrentado)

Ésquilo

Diálogo entre as Ninfas e Prometeu:

Prometeu fala de Júpiter: “Logo que se instalou no trono de seu pai (Saturno), distribuindo por todos os deuses honras e recompensas, ele tratou de fortificar seu império. Quanto aos mortais, porém, não só lhes recusou qualquer de seus dons, mas pensou em aniquilá-los, criando em seu lugar uma raça nova. Ninguém se opôs a tal projeto, exceto eu. Eu, tão somente, impedi que destruídos pelo raio, eles fossem povoar o Hades. Eis a causa dos rigores que me oprimem, deste suplício doloroso, cuja simples vista causa pavor. Porque me apiedei dos mortais, ninguém tem pena de mim! No entanto, tratado sem piedade eu sirvo de eterna censura à prepotência de Júpiter”.
(Prometeu Acorrentado)

Ésquilo

(diálogo entre deuses):

Prometeu: “Graças a mim, os homens não mais desejam a morte”.

As ninfas: “Que remédio lhes deste contra o desespero?”

Prometeu: “Dei-lhes uma esperança infinita no futuro”.

As ninfas: “ Oh! Que dom valioso fizeste aos mortais!”

Prometeu: “Além disso, consegui que eles participem do fogo celeste”.

As ninfas: “O fogo!... Então os mortais já possuem esse tesouro?”

Prometeu: “Sim; e desse mestre aprenderão muitas ciências e artes”.

(Prometeu Acorrentado)

Ésquilo