Ely Scarlett

Encontrados 2 pensamentos de Ely Scarlett

Na madrugada tudo de mais silencioso se torna ensurdecedor, e é o começo de mais uma "hemorragia mental", com o patrocínio daqueles que fingem ser, fingem entender, fingem se importar, fingem amar, fingem de novo e de novo e de novo...
O bom e velho círculo vicioso.

Ely Scarlett

Partindo do princípio, creio que nada me faz tão doente quanto pensar que você já fez parte da minha vida, tocou meus lábios com a mesma boca que profanava mentiras, me fez sorrir com uma de suas faces, me fez deixar de lado muitos dos meus planos pessimistas.
Eu toquei seu coração com uma faca cega, o veneno saiu e fez aumentar sua doença terminal.
E não parou por aí, o desastre não seria desastre sem uma boa punhalada pelas costas e é aí que você entra...
Mentir deve ser sua forma de se encontrar.
Não adianta ter o discurso pronto, nem usar a fantasia certa, muito menos lançar olhares de culpa, porque eu sempre vou te desmascarar e te encontrar onde quer que você se esconda.
Qual o limite da sua doença? Até onde pretende me envolver nela? Que sérios riscos eu corro por não ter acesso ao seu diagnóstico?
Os nervos me controlam, a loucura me deixa sã, a queda me faz correr e o amor só me causou problema. Talvez a decepção tenha sido minha cura. Eu não perco a mania de querer chegar no fundo do poço pra enxergar o mundo oco em que me meti.
Nada me faz tão doente(a ponto de vomitar) quanto imaginar você prometendo me amar pra sempre, que sem mim você não é nada... Agora que a realidade me cobriu, isso soa como letra de música brega!
Minha cura é ver seu cérebro partido em três, seu coração triturado no lixo e não querendo ser 'a otimista' que não sou...
Bem que seu oxigênio poderia ser roubado por tempo indetermindado, né?

Ely Scarlett