Devassa

Encontrado 1 pensamentos de Devassa

Quando o sol em mim se debruçou ...O cálice nas mãos não mais sentia...Dura... Cruel... Infame... Deserto...Algo que sem vida... Inferior... Sem cor... Nascia...Sem lume no olhar... Sem chama... Ver-me aflita...Perante o céu... Que fora azul... Já não me guia.Neste momento... Medo... Punhal dourado que então me fira! Lentas sombras... Sem cor... Cruéis... Infames. Neste sutil momento... Sem luz...Breu espesso... Maciço... denso...Súbito eu... Natureza embalsamada... Ser que antes era vida. Meu nome... Não sei... Quem sabe queixa...Poesia...Sem precedentes...Escrúpulos...Fulgente espada...Afoita... Sedenta..Fecundando meu ser neste raro dia. ...Noite... Nua... Feminil...Embala o meu sono, mas não me traga o dia.

Devassa