Cecília Meireles

Cecília Meireles foi uma poetisa e jornalista, e é considerada umas das maiores escritoras brasileiras. [Biografia de Cecília Meireles]
126 - 150 do total de 231 pensamentos de Cecília Meireles

"Não faças de ti
Um sonho a se realizar.
Vai. Sem caminho marcado.
Tu é o de todos os caminhos.
Sê apenas uma presença.
Invisível presença silenciosa.
Todas as coisas esperam a luz,
sem dizerem que a esperam.
Sem saberem que existe.
Todas as coisas esperarão por ti,
Sem te falarem.
Sem lhes falares. "

Cecília Meireles

Encostei-me a ti, sabendo que eras somente onda.
Sabendo bem que eras nuvem, depus a minha vida em ti.
Como sabia bem tudo isso, e dei-me ao teu destino, frágil,
Fiquei sem poder chorar quando caí.

Cecília Meireles

Eu não tinha este rosto de hoje
assim calmo,assim triste
magro nem esses olhos tao vazios.

Cecília Meireles

Mas a vida, a vida, a vida,
a vida só é possível reinventada.

Cecília Meireles

"Quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem, outros que só existem diante das minhas janelas, e outros, finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim."

Cecília Meireles

Os que sabem o que querem e querem o que têm! Sonhar um sonho a dois,e nunca desistir da busca de ser feliz, é para poucos!

Cecília Meireles

COMPRAS DE NATAL


São as cestinhas forradas de seda, as caixas transparentes os estojos, os papéis de embrulho com desenhos inesperados, os barbantes, atilhos, fitas, o que na verdade oferecemos aos parentes e amigos. Pagamos por essa graça delicada da ilusão. E logo tudo se esvai, por entre sorrisos e alegrias. Durável — apenas o Meninozinho nas suas palhas, a olhar para este mundo.

Cecília Meireles

Epigrama

Narciso,foste caluniado pelos homens,
por teres deixado cair, uma tarde, na água incolor,
a desfeita grinalda do teu sorriso.

Narciso, eu sei que não sorrias para o teu vulto, dentro da onda:
sorrias para a onda, apenas, que enlouquecera, e que sonhava
gerar no ritmo do seu corpo, ermo e indeciso,

a estátua de cristal que, sobre a tarde, a contemplava,
florindo-a para sempre, com o seu efêmero sorriso...

Cecília Meireles

Há um arco-íris ligando o que sonha e o que entende – e por essa frágil ponte circula um mundo maravilhoso e terrível, que os não iniciados apenas de longe percebem, mas de cuja grandeza se vêem separados por muralhas estranhas, que tanto afastam como atraem.

Cecília Meireles

"...Liberdade, essa palavra
que o sonho humano alimenta
que não há ninguém que explique
e ninguém que não entenda..."

Cecília Meireles

Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta.

Cecília Meireles

Essas e outras mortes ocorridas na família me deram, desde pequenina, uma tal intimidade com a morte que docemente aprendi essas relações entre o Efêmero e o Eterno. Em toda vida, nunca me esforcei por ganhar nem me espantei por perder. A noção ou sentimento da transitoriedade de tudo é o fundamento da minha personalidade.

Cecília Meireles

SONHOS DE MENINA

A flor com que a menina sonha
esta no sonho?
ou na fronha?
A lua com que a menina sonha
é o lindo do sonho
ou a lua da fronha?

Cecília Meireles

"Provação. Agora eu entendo o que é provação. Provação: significa que a vida está me provando. Mas provação: significa também que estou provando. E provar pode se transformar numa sede cada vez mais insaciável."

Cecília Meireles

"Penso que sendo o céu redondo,
um dia nos encontraremos..."

Cecília Meireles

"Se não chegas nem pelo sonho, por que insisto em te imaginar?"

Cecília Meireles

Permite que eu volte o meu rosto
para um céu maior que este mundo,
e aprenda a ser dócil no sonho
como as estrelas no seu rumo.

Cecília Meireles

Sonhar um sonho a dois, e nunca desistir da busca de ser feliz... é para pouco!

Cecília Meireles

Não queiras ter pátria, não dividas a terra,não arranques pedaços ao mar. Nasce bem alto, que todas as coisas serão tuas...

Cecília Meireles

Eu quero a memória acesa depois da angústia apagada.

Cecília Meireles

Chorei pelas gentes perdidas de loucura e orgulho. Depois por minhas visões, por meus gestos.
E, finalmente, por nós dois.

Cecília Meireles

Minha primeira lágrima caiu de dentro dos meus olhos.
Tive medo de a enxugar : para não saberes que havia caído.

Cecília Meireles

Somos um ou dois?
As vezes nenhum. E em seguida tantos!

Cecília Meireles

Navego pela memória sem margens.

Cecília Meireles

Meu coração tombou na vida, tal qual uma estrela ferida pela flecha de um caçador.

Cecília Meireles