Camilo Castelo Branco

Camilo Castelo Branco (n. Lisboa, 16 de Março de 1825 - f. São Miguel de Seide, 10 de Junho de 1890) foi um escritor português.
1 - 25 do total de 70 pensamentos de Camilo Castelo Branco

É falso o amor que leva o homem à indignidade.

Camilo Castelo Branco

Os raciocínios do amor-próprio não gozam do crédito das melhores consequências.

Camilo Castelo Branco

Todas as paixões são vencíveis.

Camilo Castelo Branco

As maiores desgraças são aquelas que a si próprias não podem perdoar.

Camilo Castelo Branco

Reparar, quando o coração repara mais que o juízo, é amar.

Camilo Castelo Branco

A maldade é congénere do homem.

Camilo Castelo Branco

A civilização é a razão da igualdade.

Camilo Castelo Branco

Não há amor que resista a vinte e quatro horas de filosofia.

Camilo Castelo Branco

As ações de cada pessoa são boas ou más consoante a maneira como as outras as comentam.

Camilo Castelo Branco

A amizade é o mais levantado dos humanos sentimentos.

Camilo Castelo Branco

A amante que chora o amante que teve, na presença do amante que se lhe oferece, quer persuadir o segundo que é arrastada ao crime pela ingratidão do primeiro.

Camilo Castelo Branco

A saudade pelos vivos é dor suave.

Camilo Castelo Branco

O basilisco do ciúme é, às vezes, o galvanismo dos corações regelados e mortos pelo tédio.

Camilo Castelo Branco

A escala dos sofrimentos humanos é infinita.

Camilo Castelo Branco

O amor é a primeira condição da felicidade do homem.

Camilo Castelo Branco

Quando a eloquência, inspirada do íntimo da alma, regurgita em jorros dos lábios de uma amante, é certo o triunfo.

Camilo Castelo Branco

O amor só vive pelo sofrimento e cessa com a felicidade; porque o amor feliz é a perfeição dos mais belos sonhos, e tudo que é perfeito, ou aperfeiçoado, toca o seu fim.

Camilo Castelo Branco

O amor dá-se mal nas casas ameaçadas de pobreza. É como os ratos que pressentem as ruínas dos pardieiros em que moram, e retiram-se.

Camilo Castelo Branco

O silêncio é uma confissão.

Camilo Castelo Branco

O último amor que desampara o homem é o combinado com o orgulho.

Camilo Castelo Branco

As quedas de algumas mulheres justificam-nas alguns maridos.

Camilo Castelo Branco

As injustiças, se alanceiam as vítimas, também ferem quem as faz.

Camilo Castelo Branco

Quem não conhece a mulher amiga, põe a mão sobre o coração e não encontra aí a flor, que se rega nas lágrimas, quer de alegria quer de recíproca tristeza.

Camilo Castelo Branco

O homem que ama é um tolo sublime.

Camilo Castelo Branco

O amor é uma luz que não deixa escurecer a vida.

Camilo Castelo Branco