Camila Heloíse

1 - 25 do total de 107 pensamentos de Camila Heloíse

Muito obrigada!Pelo copo trincado, pelo vento soprado, pelo coração despedaçado!
Obrigada por tentar colar os cacos que você quebrou, por tentar esquecer os medos que você plantou e diminuir o sofrimento que você causou!
Obrigada por esta força invisível que você libera dos teus olhos quase que sinceros, pelo cheiro quase que verdadeiro, pela fé, quase que solúvel!
Obrigada, muito obrigado, por minuciosamente planejar a maneira mais eficaz de destruir meu coração, pela inteligência em não deixar caminhos ou saídas de emergência, por não me deixar escolha, obrigado!
Por me tornar mais humana, mais fria e calculista, por fazer de mim esta mulher hoje sem sentidos ou sentimentos tolos, por me lembrar todos os dias olhando estas cicatrizes que somente os fracos se preocupam, os tolos se questionam.
Obrigada por fazer de mim esta constante dúvida, este eterno ceticismo!
Muito obrigada, pela coragem de me torturar silenciosamente, pela audácia com que hoje se arrepende e a facilidade com que consegues deitar na cama e dormir!
Agradeço profundamente por me mostrar que sonhos são só bobagens, que não existem verdades boas, que tudo dura somente o tempo necessário para partir e te deixar vazio...
Que esta chama coberta de valores podres que exala do seu corpo e te mantém vivo permaneça nesta casca, te faça perceber que a maior maldade é aquela arremessada ao vento, tornando-se pó nos olhos alheios.

Camila Heloíse

Não é por só poder comida sem tempero, não é por ter que beber água o tempo inteiro, é a saudade do teu riso gigante, do teu cheiro de banho, da tua alma escancarada no prazer de viver. É saudade de você...

Camila Heloíse

Eu te desejaria felicidade com outra pessoa se eu fosse capaz. Apesar de querer que você entre no ônibus e vá ser feliz no seu novo quarto bagunçado, no seu novo ambiente quadrado, cheio de comida enlatada e café da manhã ao meio-dia. Eu, não consigo desejar que você seja feliz com outra pessoa.
Meu egoísmo ultrapassa as fibras do cabelo, espalham pelo tapete da sala até a geladeira da cozinha.
Tem dias que a gente acorda, senta na cama e põe o pé direito bem firme no chão e pensa: - Hoje quero começar o dia bem, com o pé direito!
Daí tropeça no chinelo e o primeiro passo é com o esquerdo.
Esta noite eu sonhei com você numa piscina bem linda, beijando outra pessoa, mordendo o canto dos lábios dela, coisa nossa sabe?
Eu te enforcaria com a toalha, se naquele momento eu tivesse uma, esvaziaria a piscina num grito.
Acho que nunca chorei tanto sem derrubar uma lágrima. Será que choro de sonho a gente conta? Assim, mesmo que superficial dá pra dizer que chorou?
Doía até a garganta, quando a gente chora e começa a tossir. É que eu queria te confessar que não quero que sejas feliz com outra mas não dá, porque eu quero que você seja feliz, mas sozinho. E, assim, de vez em sempre, pense em mim.
Teve um dia, dentro do carro, que você não sabe. Começou nossa música, pensei que minha imaginação já tinha ultrapassado os limites porque o rádio tava desligado e minha bolsa prata tava tremendo. Era o celular.
Foi um tiro no peito, era gritando ‘ele está ligando’, fiquei exageradamente um século olhando o celular sem atender.
Nestas horas que a gente fica ensaiando o que fazer em fração de segundos e poderia existir aquelas frases prontas que acalmassem as batidas do coração e tivessem sentido sem precisar forçar.
Eu não atendi. Pra não ter que te dizer pra ser feliz.
Andei de pantufas pela casa, ensaiando pra esta segunda-feira que seria impossível escapar. Ensaiei até mesmo erratas pra te dizer amanhã depois das possíveis mancadas que eu daria em falar pra você não morder a boca dela como mordia a minha.
Desculpe-me, errei! Ontem, onde você ouviu “não faça com ela todas aquelas coisinhas bobas que aprendemos juntos, e que eram somente nossas. Não respire bem fundo perto do ouvido dela e não morda os lábios quando beija-la”, deveria escutar, “seja feliz, principalmente sozinho!”.

Camila Heloíse

A verdade dos relacionamentos

A gente muda hábitos alimentares. Deixa de freqüentar aquele restaurante com o garçom que já é seu amigo e sabe o seu suco predileto. Só porque ele tem fobia de lugares fechados.
A gente muda a maneira de se vestir, põe de lado aquela calça agarrada que te deixa com a bunda mais gostosa do mundo porque ele fica enciumado. Deixa de usar aquelas blusinhas soltinhas e tão confortáveis para todas nós porque ele diz que você parece grávida, ainda mais quando usa sapato baixo. Anula aquela saia sexy que dispensa até uma blusa bacana porque ela chega nos lugares antes de você e te faz sentir que está um show. Só porque ele diz que você parece uma puta e não precisa mais se mostrar já que esta comprometida. Toda vez que abre o guarda-roupa olha ela e pensa pra quem você daria de presente e não tem coragem. Guarda ela até ficar amarela, verde, branca e apodrecer.
A gente deixa de comer aqueles lanches da madrugada que todo mundo adora, fica com peso na consciência de assaltar a geladeira porque ele diz que você não pode engordar uma grama se quer.

Quando começou a namorar ele dizia que você seria linda de qualquer jeito.


Você deixa de freqüentar a casa das suas amigas porque ele acha que vocês só falam de homens e combinam de sair escondidas.
Não vai mais na casa da sua avó porque se leva ele, o moço fica com aquela cara de quem queria virar um vegetal e só acordar na hora de ir embora, a inquietação dele te faz achar que 15 minutos com seus parentes já foram muitas horas.
A gente começa a aceitar que é ele quem manda e você não precisa nem mais dos seus pais, porque quando você fizer alguma besteira é ele quem vai te dar uma bronca no meio da multidão e te avisar o quanto você foi imbecil. Em alto e bom som.
Você não precisará mais das terapias porque ele vai te avisar todos os dias que você é louca e imagina as coisas. Vai te lembrar que você não tem bola de cristal e precisa parar com a mania besta de achar que sabe das coisas.


Começa a crise de nem saber aonde você foi parar! Onde começa ele, onde termina você.


Toda a segurança do mundo que você pode dar a ele, você faz questão de vestir até no lingerie do dia a dia. Toma banho e usa como sabonete toda sua capacidade de se mostrar a mulher mais fiel e apaixonada, enquanto ele senta no sofá com cara de merda e reclama que sente falta da vida de solteiro.
Seu trabalho pára se ele tiver uma crise com o patrão só porque você precisa dar uma aula de motivação pra um cara que precisa de uma mãe.
Seu almoço pára porque ele perdeu os documentos e enquanto ele grita desaforos você tem que milagrosamente encontrá-los.
Sua vida pára porque ele não sabe se gosta do seu jeito e dos seus defeitos ou só do seu sexo. E você pensa em tudo que terá que colocar no lugar se ele te deixar porque ele fez questão de ser o tudo que existia.


Demora horas se arrumando pra festa que custou R$50 e você economizou o mês todo só pra curtir com ele. Coloca aquele longo que estava embolorando no armário e você sempre quis usar. Faz todo aquele suspense pra abrir a porta com o coração batendo atravessado, ansiosa pelo que vai ouvir quando ele perceber que seus olhos brilham mais que o vestido, e você usa uma tornozeleira delicada pra quando ele admirar suas pernas se deliciar com tanto charme. A porta abre e ele diz “puta que pariu, se demorasse mais um pouco eu ia embora”. Não fala nem do seu perfume novo, nem do seu cabelo pateticamente arrumado que custou R$25 e 4 horas no salão.
Quando sente falta, reclama porque você ainda não disse que ele é o mais bonito da noite, mesmo que esteja de terno e gravata feito todos os outros.


O relacionamento é quando um está indo e o outro voltando, quando bem no meio deste caminho vocês se encontram é tudo tão perfeito pelo tamanho da surpresa do encontro, mas, depois da surpresa, um continua indo e o outro voltando. E não tem nada a ver com o tipo de cara que você escolhe ou com a idade, tem a ver com tudo aquilo que você deixa de ser porque um cara não quer uma namorada. Ele quer uma mãe pra cuidar das suas necessidades, um corpo nu na sua cama quando estiver insaciável, e uma planta ao lado quando ele não suportar a sua voz, não entender suas vontades, não se lembrar de todo o esforço que você fez escolhendo uma vida bem mais idiota e menos interessante só pra ficar do lado dele, beijando, abraçando e sentindo o perfume do cara por quem você se apaixonou.

Camila Heloíse

"Feliz o coração daquele que percebe: Um grande amigo e um grande amor significam a mesma coisa"

Camila Heloíse

Ainda que cansada eu fique de tanto acreditar em coisas que não chegam nem perto, tua presença em meu peito insiste em me dizer o contrário. Que não importa o tamanho da distância entre os braços, não importa a solidão dos nossos olhos, tenho a certeza que estaremos sempre juntos.

Camila Heloíse

Entende vai, o fim das coisas, é só mesmo o fim das coisas. E você não precisa ficar se contorcendo como se aquilo que acabou tivesse te arrancado um braço, uma perna ou qualquer outra coisa

Camila Heloíse

Volta pra casa, arruma sua cama que ta com aquele cheiro de gente doente que não levanta faz tempo. Joga fora aquele bilhete guardado na agenda, joga fora a maldita teimosia e abre a janela pra respirar.

Camila Heloíse

Tudo ao meu redor tem seu cheiro. É como se o universo me obrigasse a lembrar o tempo todo daquele que me esqueceu.

Camila Heloíse

Eu posso começar de novo, sem reclamar. Mas nada neste mundo apaga as marcas que me fizeste.

Camila Heloíse

Desta vez não vem embalado, nesta data querida tenho apenas coisas que desejo para você.
Desejo, em primeiro lugar que você nunca pare. Porque parar faz a gente se esquecer de onde estava indo e retroceder. Retroceder faz voltar para um lugar que não existe mais. Resgatando pessoas que não são mais o que eram, trazendo dor.
Desejo que você agradeça sempre pela sua boca de beijo sabor menta. Que você tenha a capacidade de parar de falar antes de encontrar a ladeira das palavras que levam à ofensa.

Camila Heloíse

Independente do tamanho do amor,
é preciso sintonia.

Camila Heloíse

Quero um relógio quebrado, pra bagunçar as horas e entrar em sintonia com meu coração bagunçado, pra então fazer sentido, pra eu não fazer mais nada no tempo errado.

Camila Heloíse

Relógio Quebrado

Eu conto as horas certas antes de dormir, e por sempre a soma não levantar nem todos os dedos de uma só mão, eu durmo mal.
E conto o tempo de madrugada esperando o celular tocar, e porque ele não toca, meu estômago revira em baixo das cobertas até amanhecer.
E conto quanto ainda falta para o almoço, quantos quilômetros eu já passei e quantos faltam pra chegar em casa. Faço a soma das tarefas que ainda não realizei aperto mil vezes o botão do celular pra ver que horas são.
Mas hoje, prometi a mim, comprar um relógio quebrado, um presente para minha alma singular.
Quero um relógio quebrado pra tomar banho sem pensar no tempo, e tomar chuva sem pensar no depois. Pra não ter que esperar a hora certa de ganhar coragem, pra não ter tempo exato pra arrumar a bagagem, pra não perder o ônibus, pra não ficar com fome.
Quero um relógio quebrado que me mostre que eu não preciso abrir a geladeira e ser rápida. Que não existe tempo certo pra fazer a coisa certa (ou a coisa errada). Um relógio quebrado, que faça o beijo não terminar, o pôr-do-sol não acabar, os olhares profundos não terem fim.
Que não exista não ir porque não vai dar tempo, ou esperar dar o tempo pra então ir. Um banho de espumas que não enrugue os pés se demorar, uma bela vista da janela que não mude, um perfume de gardênias que dure sem tempo, um vento no meio do peito que se possa parar pra sentir sem se atrasar pra viver. Um abraço que seja infinito, um sonho que não dure sete minutos, um desejo realizado a qualquer momento, uma lembrança que faça sorrir sempre, um olhar para o céu que tire as dúvidas sem precisar voltar pra casa antes das seis, uma foto que não congele o tempo, um espelho que não importe no futuro.
Quero um relógio quebrado, pra bagunçar as horas e entrar em sintonia com meu coração bagunçado, pra então fazer sentido, pra eu não fazer mais nada no tempo errado.

Camila Heloíse

Eu me queria de volta mesmo que fosse doer, mesmo que fosse fazer pensar que na verdade eu poderia ser todas as coisas do mundo. Queria de volta poder chorar, mesmo que não parasse nunca mais, mesmo que não fizesse parar de doer ou que virasse escudo, contra todas as coisas do mundo que me roubam todos os dias, pra eu ser aquilo que não sou, sem poder escolher.

Camila Heloíse

Quando for passar aqui em casa, se lembre de pegar, algo que não vai significar nossa separação, mas que estou precisando. Está empoeirado, em baixo da sua cama, uma coisa que também é minha e eu esqueci aí faz tempo...o meu coração.

Camila Heloíse

"Porque, ainda que você não saiba, eu te amo em verdade. E, você não precisa me amar,
eu amo por nós dois!"

Camila Heloíse

Vão perceber que apesar de tanto medo de espinho, eu ainda ando entre as flores.

Camila Heloíse

Eu amava aquele garoto como uma melodia. Mas ele, de amor e de canções, não entendia nada.

Camila Heloíse

Na verdade não importa para qual direção você está olhando.
Olhos do coração nunca apontam a direção.
Eles são os únicos feitos não para ver, mas para sentir.

Camila Heloíse

Aceitar não tem nada a ver com entender. Quem aceita é porque está cansado demais pra brigar hoje, mas amanhã é outro dia. Quem entende não precisa necessariamente aceitar, entender significa deitar o coração num colchão macio e parar de se machucar

Camila Heloíse

A arte de olhar direito

"Feliz daquele que enxerga sorte,
onde todos só enxergam elefantes!"

Camila Heloíse

O cara mais livre do mundo


O amor era amargo, mas não doía. Era saber que ele nunca ligaria, mas apareceria pra aguentar meu corpo cheio de cicatrizes e evitar comentários infelizes sobre o dia. Era nunca ter rancor, não carregar tijolos e não lutar contra o invisível. Ia além das portas de igreja, anéis de compromisso e dos sonhos de família, porque era presente, existia enquanto pulsava estrondoso na hora, não tinha pretensões. Não tinha escolha.
É por isso que hoje eu entendo que essa coisa – o amor, vai além das declarações e das flores em datas especiais. É compaixão e sinceridade. É querer sem possuir, e aceitar (com franqueza) quando alguém não está pronto.

Camila Heloíse

Eu e Ele

Nós dois, que coisa engraçada. Nos damos bem, divertimos, damos risadas. Arrastamos durante a tarde – dúvidas, incertezas, desejos e farpas. Quase nos engolimos, quase nos despimos. E de ciúme eu quase morro, e de flores ele vem e me mata. E às vezes, dá uma tristeza, e, ainda que seja tão densa, não faz alarde. Não grita. Não chora. Não abre buracos...
Tristeza de quem já sabe sentir.

Camila Heloíse

Põe a tua mão gigante no meu peito pequeno, afrouxa as coisas aqui dentro que estão tão apertadas. Você sabe como é, não sabe? E depois de arrumar algum espaço, eu te deixo entrar.

Camila Heloíse