Caio Fernando de Abreu

1 - 25 do total de 193 pensamentos de Caio Fernando de Abreu

(...)e eu digo o tempo todo:o teu ser é conjunto do meu,assim adoçamos nossas vidas...

Caio Fernando de Abreu

Essa ternura bruta que destrói por excesso inábil de amor.

Caio Fernando de Abreu

E enveredávamos então pelo caminho do fácil, tentando suavizar o que não era suave.

Caio Fernando de Abreu

"Só quero ir indo junto com as coisas, ir sendo junto com elas, ao mesmo tempo, até um lugar que não sei onde fica."

Caio Fernando de Abreu

"Fiquei ali sentado, ouvindo. Dulce cantava novamente aquelas canções desconhecidas. Além da lua, as estrelas e coisas assim, do espaço sobre nossas cabeças, percebi que falavam também de seres da terra, escondidos entre as árvores, na fundura das grutas, nas curvas dos caminhos.

Ela disse:
- Força e fé, repete comigo: dai-me força e dai-me fé, dai-me luz.

Eu pedi:
- Força e fé. Dai-me força, dai-me fé e dai-me luz.

Dulce perguntou se eu queria cantar junto com ela. Disse que não, eu preferia ficar ouvindo. Eu não sabia cantar, expliquei. No mesmo momento, sem ouvir o que ela dizia, e talvez não dissesse nada, apenas cantasse, uma estrela cadente riscou o céu. Pensei em fazer um pedido, era meu aniversário. Mas não tinha nada para pedir. As coisas vivas, pensei, as coisas vivas não precisam pedir."

Caio Fernando de Abreu

Estou aberta e sabendo muito bem quem sou e o que pretendo sem ilusões enlouquecidas, a não ser as necessárias pra se curtir uma boa.

Caio Fernando de Abreu

"O que te dizer? Que te amo, que te esperarei um dia na rodoviária, num aeroporto, que te acredito, que consegues mexer dentro-dentro de mim. É tão pouco. Não te preocupa. O que acontece é sempre natural. Se a gente tiver que se encontrar, aqui ou na China, a gente se encontra. Penso em você principalmente como minha possibilidade de paz. O único que pintou até agora, “nesta minha vida de retinas fatigadas”. E te espero. E te curto todos os dias. E te gosto. Muito."

Caio Fernando de Abreu

Que seja doce

Caio Fernando de Abreu
  • Adicionar à minha coleção
    8

‎" Aquilo que não te acrescenta, em nada te fará falta. "

Caio Fernando de Abreu

Cartas, santos, números, astros: eu queria afastar completamente todas essas coisas da minha vida. Queria o real, um real sem nada por trás além dele mesmo. Apenas mais fundo, mais indisfarçável, sem nenhum sentido outro que não aquele que pudesse ver, tocar e cheirar como os cheiros, mesmo nauseantes, mas verdadeiros, dos corredores do edifício. Eu estava farto do invisível.

Caio Fernando de Abreu

Os dragões não conhecem o paraíso, onde tudo acontece perfeito e nada dói nem cintila ou ofega, numa eterna monotonia de pacífica falsidade. Seu paraíso é o conflito, nunca a harmonia.

Caio Fernando de Abreu

‎''Ficar falando no que a gente podia ter sido não é bom. Dá uma sensação de… fracasso. (…) Ninguém vai falar no que podia ter sido e não foi.''

Caio Fernando de Abreu

Eu fico completamente baratinada quando começam a me perguntar o que vai ser, o que vai acontecer com uma tal coisa. Sei lá, eu não sei onde é que eu vou estar amanhã. Eu sei o que eu to fazendo hoje, agora, o resto não interessa. Talvez o mal é que a gente pede amor o tempo todo. Não se preocupa nunca em dar amor, sem esperar reciprocidade.

Caio Fernando de Abreu

Admito que me consumiu, que me despedaçou.
Mas também admito me fez olhar para frente e
entender que tudo nessa vida tem uma razão.

Caio Fernando de Abreu

‎''Tô me aproximando de tudo que me faz completo, me faz feliz e que me quer bem.''

Caio Fernando de Abreu

Durmo mal, insônia, suores, febres. Mas não me entrego não.

Caio Fernando de Abreu

Sonhei que você sonhava comigo. Depois que sonhei que você sonhava comigo, continuei sonhando que você acordava desse sonho de sonhar comigo ..

Caio Fernando de Abreu

E não ter nada além deste amplo vazio que poderei preencher
como quiser ou deixá-lo assim,
sozinho em si mesmo, completo, total.

Caio Fernando Abreu

Caio Fernando de Abreu

Coisas belas, coisas feias: o bom é que passam, passam, passam. Deixa passar.

(Paisagens em movimento, in: Pequenas Epifanias)

Caio Fernando de Abreu

"E se o telefone tocar diga que eu morri que estou mortinho da silva, estirado no chão da sala com o coração na mão. Diga que retirei meu coração com a mão – ele estava doendo demais.”

Caio Fernando de Abreu

E devo dizer ainda que gostaria de vê-lo feliz, apesar de tudo o que me fez sofrer nos últimos tempos.

(Uma História De Borboletas, in: Pedras de Calcutá)

Caio Fernando de Abreu

"Não se concentre tanto nas minhas variações de humor, apenas insista em mim. Se ...eu calar, me encha de palavras, me faça querer dizer outra e outra vez sobre você, sobre nós, e todo esse amor. Se eu chorar, não me faça muitas perguntas, não precisa nem secar minhas lágrimas. Só me diz que você continuará comigo pra tudo, que tenho teu colo e teu carinho. E ainda que te doa me ver assim, me envolva nos teus braços e diga que eu posso chorar, mas que você não sairá dali enquanto eu não sorrir. Porque é isso que nos importa, não é? O sorriso um do outro".

Caio Fernando de Abreu

"(...)E gosto das tuas histórias. E gosto da tua pessoa. Dá um certo trabalho decodificar todas as emoções contraditórias, confusas, somá-las, diminuí-las e tirar essa síntese numa palavra só, esta: gosto."

Caio Fernando de Abreu

"Tenho trabalhado tanto, mas penso sempre em você. Mais de
tardezinha que de manhã, mais naqueles dias que parecem poeira
assentada aos poucos, e com mais força enquanto a noite avança. Não
são pensamentos escuros, embora noturnos. Tão transparentes que até
parecem de vidro, vidro tão fino que, quando penso mais forte, parece
que vai ficar assim clack! e quebrar em cacos, o pensamento que penso
de você. Se não dormisse cedo nem estivesse quase sempre cansado,
acho que esses pensamentos quase doeriam e fariam clack! de
madrugada e eu me veria catando cacos de vidro entre os lençóis." Pequenas epifanias

Caio Fernando de Abreu

'Eu tenho uma psicologia muito frágil – simplesmente não quero me envolver em estorinhas sujas como essa. É doloroso ver o carreirismo, a falta de escrúpulos e o mau-caratismo de gente que eu, ingênuamente, supunha “amigos”.'

Caio Fernando de Abreu