Bertolt Brecht

Bertolt Brecht. (1898-1956) foi um importante dramaturgo alemão do século XX. [Biografia de Bertolt Brecht]
1 - 25 do total de 56 pensamentos de Bertolt Brecht

Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso.

Bertolt Brecht

Não conseguireis desgostar-me da guerra. Diz-se que ela destrói os fracos, mas a paz faz o mesmo.

Bertolt Brecht

Para quem tem uma boa posição social, / falar de comida é coisa baixa. / É compreensível: eles já comeram.

Bertolt Brecht

Do rio que tudo arrasta se diz que é violento. Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem.

Bertolt Brecht

A vida é curta e o dinheiro também.

Bertolt Brecht

Temam menos a morte e mais a vida insuficiente.

Bertolt Brecht

Apenas a violência pode servir onde reina a violência, e / apenas os homens podem servir onde existem homens.

Bertolt Brecht

De todas as coisas seguras, / a mais segura é a dúvida.

Bertolt Brecht

Primeiro vem o estômago, depois a moral.

Bertolt Brecht

Um homem tem sempre medo de uma mulher que o ame muito.

Bertolt Brecht

O que não sabe é um ignorante, mas o que sabe e não diz nada é um criminoso.

Bertolt Brecht

Quem não conhece a verdade não passa de um tolo; mas quem a conhece e a chama de mentira é um criminoso!

Bertolt Brecht

O amor é a arte de criar algo com a ajuda da capacidade do outro.

Bertolt Brecht

A confiança pode exaurir-se caso seja muito exigida.

Bertolt Brecht

Perante um obstáculo, a linha mais curta entre dois pontos pode ser a curva.

Bertolt Brecht

Miserável país aquele que não tem heróis. Miserável país aquele que precisa de heróis.

Bertolt Brecht

Pão e um gole de leite são vitórias! / Um quarto quente: uma batalha vencida! / Para te fazer crescer / Devo combater dia e noite.

Bertolt Brecht

OS QUE LUTAM
Há aqueles que lutam um dia; e por isso são muito bons;
Há aqueles que lutam muitos dias; e por isso são muito bons;
Há aqueles que lutam anos; e são melhores ainda;
Porém há aqueles que lutam toda a vida; esses são os imprescindíveis.

Bertolt Brecht

PARA LER DE MANHÃ E À NOITE

Aquele que amo
Disse-me
Que precisa de mim.
Por isso
Cuido de mim
Olho meu caminho
E receio ser morta
Por uma só gota de chuva.

Bertolt Brecht

Apenas quando somos instruídos pela realidade é que podemos mudá-la.

Bertolt Brecht

Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis.

Bertolt Brecht

Nada é impossível de mudar

Desconfiai do mais trivial, na aparência singelo.
E examinai, sobretudo, o que parece habitual.
Suplicamos expressamente: não aceiteis o que é de hábito como coisa natural, pois em tempo de desordem sangrenta, de confusão organizada, de arbitrariedade consciente, de humanidade desumanizada, nada deve parecer natural nada deve parecer impossível de mudar.

Bertolt Brecht

AULA DE AMOR

Mas, menina, vai com calma
Mais sedução nesse grasne:
Carnalmente eu amo a alma
E com alma eu amo a carne.

Faminto, me queria eu cheio
Não morra o cio com pudor
Amo virtude com traseiro
E no traseiro virtude pôr.

Muita menina sentiu perigo
Desde que o deus no cisne entrou
Foi com gosto ela ao castigo:
O canto do cisne ele não perdoou.

Bertolt Brecht

Ah! Desgraçados!

Um irmão é maltratado e vocês olham para o outro lado?
Grita de dor o ferido e vocês ficam calados?
A violência faz a ronda e escolhe a vítima,
e vocês dizem: "a mim ela está poupando, vamos fingir que não estamos olhando".
Mas que cidade?
Que espécie de gente é essa?
Quando campeia em uma cidade a injustiça,
é necessário que alguem se levante.
Não havendo quem se levante,
é preferível que em um grande incêndio,
toda cidade desapareça,
antes que a noite desça.

Bertolt Brecht

O Analfabeto Político
O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais.

Bertolt Brecht