Biografia de Baltasar Gracián y Morales

Baltasar Gracián y Morales

Baltasar Gracián y Morales nasceu em Belmonte de Catalayud, em 1601. Ainda jovem, aos 18 anos, ingressou na Companhia de Jesus e pouco tempo depois, em 1641, já era considerado um pregador de renome.

Com destaque, passou a ser reitor dos colégios Jesuítas de Tarragona e Valência. Além da teologia, foi ligado à literatura e à filosofia, escrevendo seis livros.

Algumas das obras de Baltasar foram sobre a arte da escrita e outras sobre a ética da vida, essas últimas foram publicadas usando um pseudônimo. Quando esses livros sobre ética tiveram sua verdadeira autoria descoberta, Baltasar foi punido com a proibição de publicar seus escritos e a também perdeu a cátedra.

Seu livro mais conhecido, "A Arte da Prudência", é formado por 300 aforismos, através dos quais o autor explana sobre as relações humanas. É um livro que funciona como manual de estratégia para viver bem, levando em consideração a instabilidade do ser humano no campo emocional.

Seu modo de pensar era baseado na realidade dos fatos, pois para Baltasar o ser humano age sempre em busca de seus próprios interesses, sendo impossível prever seus atos. É fundamental, segundo ele, ser precavido diante das circunstâncias, para obter equilíbrio.

Suas obras influenciaram grandes escritores como Schopenhauer, Nietzsche, Voltaire e Jacques Lacan.

Baltasar Gracián faleceu em 1658, em Tarazona.

Acervo: 34 frases e pensamentos de Baltasar Gracián y Morales.

Frases e Pensamentos de Baltasar Gracián y Morales

O desprezo é a forma mais subtil de vingança.

Baltasar Gracián y Morales

Não há maior vingança do que o esquecimento.

Baltasar Gracián y Morales

Não há ninguém mais fácil de enganar do que um homem honesto; muito crê quem nunca mente, e confia muito quem nunca engana.

Baltasar Gracián y Morales

Quem confiou os seus segredos a outra pessoa, fez-se escravo dela.

Baltasar Gracián y Morales

O silêncio é o santuário da prudência.

Baltasar Gracián y Morales