Atração Fatal

Cerca de 392 frases e pensamentos: Atração Fatal

Pouca sinceridade é uma coisa perigosa, e muita sinceridade é absolutamente fatal.

Oscar Wilde

A moderação é uma coisa fatal (...). Nada tem mais sucesso do que o excesso.

Oscar Wilde

A solidão é impossível, e a sociedade, fatal.

Ralph Emerson

O que mexe com a libido das mulheres não é a beleza física é a inteligência. Tanto que revista de homem nu só vende para gays.

Pedro Bial

O amor é tão mais fatal do que eu havia pensado, o amor é tão mais inerente quanto a própria carência, e nós somos garantidos por uma necessidade que se renovará continuamente. O amor já está, está sempre. Falta apenas o golpe da graça - que se chama paixão.

Clarice Lispector

Aprendi a amar menos, o que foi uma pena, e aprendi a ser mais cínica com a vida, o que também foi uma pena, mas necessário. Viver pra sempre tão boba e perdida teria sido fatal.

Tati Bernardi

Um pouco de sinceridade é coisa perigosa, muita é fatal

Oscar Wilde

Nenhuma certeza fatal é pior que a dúvida ameaçadora.

Lao-Tsé

A certeza é fatal. O que me encanta é a incerteza.
A neblina torna as coisas maravilhosas.

Oscar Wilde

Ah, meu amor, não tenhas medo da carência: ela é o nosso destino maior. O amor é tão mais fatal do que eu havia pensado, o amor é tão inerente quanto a própria carência, e nós somos garantidos por uma necessidade que se renovará continuamente. O amor já está, está sempre.


In: A Paixão Segundo G.H

Clarice Lispector

Preciso de paciência porque sou vários caminhos, inclusive o fatal beco-sem-saída.

Clarice Lispector

Deus estava satisfeito com a sua obra, e isso é um erro fatal.

Samuel Butler

A little sincerity is a dangerous thing, and a great deal of it is absolutely fatal.

Oscar Wilde

Pouca ambição é uma coisa perigosa, e muita ambição é absolutamente fatal

Oscar Wilde

Sua coragem é a de, não se conhecendo, no entanto prosseguir. É fatal não se conhecer, e não se conhecer exige coragem[...] O caminho lento aumenta as coragens secretas.

Clarice Lispector

Amar é consequência de uma atração espiritual acima de qualquer mera paixão humana.

Cícero

O segredo da felicidade consiste em sabermos gozar o que temos e perder toda a atração pelas coisas que estão além do nosso alcance.

Lin Yutang

Decidi então tomar como guia de minha nova análise a atração que eu senti por certas fotos. Pois pelo menos dessa atração eu estava certo. Como chamá-la? Fascinação? Não, tal fotografia que destaco e de que gosto não tem nada do ponto brilhante que balança diante dos olhos e que faz a cabeça oscilar; o que ela produz em mim é exatamente o contrário do estupor; antes uma agitação interior, uma festa, um trabalho também, a pressão do indizível que quer se dizer. Então? Interesse? Isso é insuficiente; não tenho necessidade de interrogar minha comoção para enumerar as diferentes razões que temos para nos interessarmos por uma foto; podemos: seja desejar o objetovo, a paisagem, o corpo que ela representa; seja amar ou ter amado o ser que ela nos dá a conhecer; seja espartamo-nos com o que vemos; seja admirar ou discutir o desempenho do fotógrafo, etc.; mas esses interesses são frouxos, heterogêneos; tal foto pode satisfazer a um deles e me interessar pouco; e se tal outra me interessa muito, eu gostaria de saber o que, nessa foto, me dá estalo. Assim, parecia-me que a palavra mais adequada para designar (provisoriamente) a atração que sobre mim exercem certas fotos era "aventura". Tal foto me advém, tal outra não.
O princípio da aventura permite-me fazer a Fotografia existir. De modo inverso, sem aventura, nada de foto. Cito Sartre: "As fotos d eum jonal podem muito bem 'nada dizer-me', o que quer dizer eu eu as olho sem pô-las em posição de existência. Assim as pessoas cuja fotografia vejo são bem alcançadas através dessa fotografia, mas sem posição existencial, exatamente como o Cavaleiro e a Morte, que são alcançados através da gravura de Dürer, mas sem que eu os ponha. Podemos, aliás, deparar com casos em que a fotografia me deixa em um tal estado de indiferença, que não efetuo nem mesmo a 'colação em imagem'. A fotografia está vagamente constituída como objeto, e os personagens que nela figuram estãos constituídos como personagens, mas apenas por causa de sua semelhança com seres humanos, sem intencionalidade particular. Flutuam entre a margem da percepção , a do signo e a da imagem, sem jamais abordar qualquer uma delas".
Nesse deserto lúgrube, me surge, de repente, tal foto; ela me anima e eu a animo. Portanto, é assim que devo nomear a atração que a faz existir: uma animação. A própria foto não é em nada animada (não acredito nas fotos "vivas") mas ela me anima: é o que toda aventura produz.

Roland Barthes

Amadurecemos a partir do dia que rimos, de algo quee já nos fez chorar !

Morena Fatal

Sucesso não é o final, falhar não é fatal: é a coragem para continuar que conta.

Winston Churchil