As mais Lindas cartas de Amor

Cerca de 130 cartas As mais Lindas de Amor

COM CARINHO PRA VOCE ! Cartas de Amor !
QueridO , ter alguém como você ao lado faz-me sentir protegido de todos
os perigos que se escondem nas esquinas do mundo. Tendo você por perto
sou capaz de percorrer todas as trilhas que a vida me apresentar, pois
não há maldade capaz de resistir a um coração cheio de amor, inflado com
o otimismo e a esperança que só um grande amor pode trazer... Sei que
todos os caminhos que eu cumprir na sua companhia serão bons caminhos,
sei que todos os passos que eu marchar ao seu lado serão passos
certeiros em direção à felicidade plena e absoluta, porque eu sinto a
força do amor, da decência, da amizade, da sinceridade e de todas as
demais virtudes a cada simples toque da sua mão ou a cada vez que você
olhar para mim. Você faz com que eu vislumbre o futuro com a certeza de
que a felicidade é possível, com a certeza de que não é preciso temer
obstáculos, pois sempre haverá saídas possíveis para as dificuldades
enquanto tivermos o coração impregnado por este sentimento maior que é o
amor, o amor que implica em solidariedade, companheirismo e fé na vida.
Você me traz esta convicção. Você me traz esta convicção e muito mais,
porque não há nada melhor no mundo do que sentir-se uma pessoa amada,
desejada, querida... Receba esta cartinha como a confirmação do amor
imenso que eu sinto por você, com toda a nobreza, força, sentimento e
beleza que ela guarda em sua essência. Beijos carinhosos, ♥ LOURDES
OLIVEIRA ♥

LOURDES OLIVEIRA

Série Cartas: Carta Dois – Às Claras!


Às Claras!

Meu amor estou aqui de novo, escrevendo alguns rabiscos, onde expresso meus sentimentos, pois um amor não se mede com fita métrica, nem com a duração, muito menos com declarações no facebook e sim pelas dificuldades que nós enfrentamos para ficarmos juntos. Um amor verdadeiro é aquele que a outra pessoa fica feliz e radiante, pelo simples fato de ver a outra feliz.
Quero expor sobre esse pedaço de papel rasurado que mil vezes tentei esquecer-te, mas no fim... mil vezes desejei-te tê-la só para mim. Só que uma pergunta me fiz durante nossas discussões: - “Será que vale a pena discutir por bobagem?” Às vezes me repito por diversas vezes que eu a amo para poder dizer pro mundo que eu faço parte de uma maioria que está comprometida... mas isso não vem ao caso. O caso é que já é um fato consumado que estamos bem e felizes ao ponto de querermos viver sob o mesmo teto, dividir as mesmas alegrias e as mesmas preocupações e assim ficar velhinhos um do lado do outro para o resto da vida.
Te amo e não escondo isso, porque eu quero que o mundo saiba que você está aqui ao meu lado. Ah, e me desculpe se eu disse algo que veio a ferir seus mais sinceros sentimentos, não foi a intenção, pois tudo o que faço é para te ver alegre por me ter ao seu lado. Prometo que um dia eu conseguirei suprir todas as tuas angústias e sofrimentos e farei-te esquecer qualquer coisa que te lembre a este passado tão remoto e que ainda se faz presente na sua vida.
Estou aqui escrevendo esta humilde carta expondo meus mais puros e claros sentimentos para você entender que o que eu sinto por você não tem explicação e me deixa sem palavras para terminá-la, então só resta-me dizer que eu a amo mais que tudo e nunca a deixarei só.

Sempre teu,
Amadeu.

Por Caio Cavalcante. Em 28 de maio de 2013; terça- feira

A busca
Poderia escrever muitos Poemas, cartas, prosas e até recitar poesias
Tudo para demonstrar quanto és importante
Mas não tenho tamanha coragem, sei que Não consigo mudar os teus desejos
Não de repente se queres estar só, entendo Vou pelejar pelo teu amor e não te forçarei Em nada,
nada mesmo porque és livre Sempre o foste e sempre o serás Acredita que minhas intenções
Não são para te magoar, nem nunca serão Acredita quando te digo que quero ficar contigo
Só espero que que sintas o mesmo senão
Não importa eu escrever sobre tais sentimentos
Os quais se prendem dentro de mim
De mim, que desde o 1º momento que falaste Comigo na rede social
senti-me feliz como poucas vezes me tivera sentido
Posso até virar o mundo de patas para o ar Mas se não te encontrar de nada terá valor tal procura Que por mais que eu tente nunca chego em teu coração Que guarda aquilo que mais procuro O teu amor!

Gladiomir

CARTAS

Eu sinto saudade
Da carta escrita,
Tão leve e bonita
Na simplicidade
Da intimidade
De quem escrevia…
Hoje, todavia,
É brega, passado,
Foi posta de lado
Nesta era fria…

As coisas pequenas
Perderam valor.
Moldaram o amor,
Puseram antenas
E formas obscenas
Nas coisas mais belas…
Ficaram nas telas,
O calor, a vida
A mão não sentida
Nas frases singelas…

Ah, modernidade…
Engoliste cartas,
Fizeste lagartas
Que sem qualidade
E sem humildade
Se julgam normais
(por serem iguais)
Vivendo de abraços,
Sorrisos e laços
Que são virtuais…

Verônica Miyake

Todas as cartas de amor são ridículas.
Não seriam cartas de amor, se não fossem ridículas
Também escrevi, no meu tempo, cartas de amor como as outras, ridículas.
As cartas de amor, se há amor, têm de ser ridículas.
Quem me dera o tempo em que eu escrevia, sem dar por isso, cartas de amor ridículas.
Afinal, só as criaturas que nunca escreveram cartas de amor é que são ridículas.

Da música, MENSAGEM (1946)

de Aldo Cabral e Cícero Nunes.

"GAVETA DE CARTAS"


As lágrimas são como cartas escritas...
De amor, de dor, de saudade
Que hoje repousam numa gaveta velha
Rasgadas, queimadas, esquecidas....
Manchadas com a água dos olhos
Palavras escritas, em verso de tanta poesia.
Palavras mal colocadas e mal interpretadas
Palavras escritas que muitas vezes não são lidas
Cartas que outrora permitiam a tristeza
Em vez de alegria, de felicidade, de amor
Sentimentos, pensamentos escritos em versos
Palavras ditas, escritas, sentidas, perdidas
Que enchem o coração de esperança
Cartas feitas de folhas escritas de lágrimas
De suor, de silêncios, de ilusões
Palavras quando escritas ganham vida própria
Escritas as cegas cheias de recordações
Cartas de velhas páginas escritas e rasgadas
Pelas quais escorrem as lágrimas, de uma história
De uma vida... de sentimentos que foram vividos
De uma melodia suave de um velho papel que sou eu!!!

Isabel Morais Ribeiro Fonseca.

Ridícula Paixão

Já dizia o poeta que todas as cartas de amor são ridículas.
E que, se há amor, tem que ser ridículas.
Ridícula é a paixão!
A paixão é uma das formas mais desarmadas de se entender o amor.
Ela sim é ridícula!

Ridícula porque não se explica,
Se cativa em poucos segundos e não se liberta tão fácil.
Ridícula pelos seus sentimentos anexos:
Uma mistura de dor, de constante presença e vontade de estar perto...

Ridícula pela incessante busca de alguém
E pela cegueira que incapacita a razão.
A paixão é ridícula!
Sentimo-nos saciados sem alimentos, bêbados sem estarmos alcoolizados,
Vislumbrando horizontes a cada momento... é ridícula!

Pergunto-me: “O que é ser ridícula?”
É provocar escárnio dos outros. A paixão é ridícula!
Ridícula porque é uma completude e independe dos risos de indivíduos secos por dentro...
A paixão é ridícula e sua maior sensação é: Apaixonar-se! Ridicularizar-se!
Deixemo-nos pois, expor ao ridículo de uma paixão! Ela sim é ridícula!

Thaty Sousa

Leon e eu somos como um castelinho de cartas de baralho, apenas um sopro para tudo se desmoronar.

Quando o vi pela primeira vez, aqueles olhos brilhantes olhando para mim, sabia que ele era cilada e que não deveria me envolver. Ele era presunçoso, metido e cheio da verdade. O rosto dele só descrevia uma coisa, o quanto ele era arrogante. Sempre me questionei como uma pessoa poderia ser tão arrogante assim? O tom de voz dele chegava até me ofender e olha que não precisava falar muita coisa. Aquela mania obsessiva de falar “aham”. Meu Deus como eu odeio pessoas que falam isso! Para mim “aham” não se resume a sim, só mostra a preguiça da pessoa a pronunciar uma simples palavra. E as manias dele não paravam por ai, ele ficava me encarando quase sempre, tirando sarro do meu sotaque de mineira, não tenho culpa se puxo mais o R em algumas palavras. Ele tem muitas outras manias, poderia até escrever um livro só que manias do Leon. Mesmo com tudo isso eu não resisti. A carne é fraca, eu sei. E acabei me envolvendo com ele, gostando dele, de estar com ele, de conversar com ele. Posso até dizer que acabei me apaixonando por ele, coisa que nunca tinha me acontecido antes. Às vezes acredito que me apaixonei pelo Leon que criei em minha imaginação. Em minha imaginação ele é perfeito, muito longe da realidade. Porque como ser humano ele é cheio de defeitos, poderia até dizer que o amo com todos os seus defeitos. Mas acredito que nem todo amor do mundo poderia suportar tantos defeitos, mancadas e vacilos. O amor é uma troca, não se pode amar sozinho. Isso não é egoísmo e nem narcisismo, mas amar sozinho é triste. Perdi a conta de quantas vezes chorei a noite procurando encontrar uma desculpa, um motivo que me fizesse tira-lo da cabeça e ama-lo menos. Não achei motivo algum, mas minhas lagrimas acharam motivo suficiente para caírem sem parar. Quando estava junto de Leon, eu sabia que ele não estava junto a mim, ele nunca esteve. Ele não é daquele tipo que se prende a alguém, ele gosta de ser livre. Liberdade creio eu é sua palavra favorita. Todo cheio da verdade sabia bem o que queria, sabia o que buscava e sabia que comigo não iria encontrar. Meu coração ele despedaçou de todas as maneiras possíveis que um coração pode se despedaçar. Deixou marcas que não sei se um dia poderão ser apagadas. Choros que não sei se um dia serão silenciado. Mas outro dia amanhece e eu tenho que me levantar, com ou sem Leon. O castelinho de cartas de baralho se desmoronou, mas esta na hora de reerguer um novo castelo.

Carina Coutinho

“” Abrem-se as cortinas do futuro
Num jogo duro, de cartas marcadas.
Mas sempre com densa harmonia
Segue a trama, dia a dia
.
Mergulham rosas em eternos espinhos
Aromas e cores desfilam nesses caminhos
São apenas sóis a nos alentar
Entre tantas noites, queremos sonhar.
.
Roucos privilégios, de âmbar levado
Acima do poço, há um pouco cerrado.
Lamentações. veneram a alma
Acalma, emudece, palidez fria.
.
Sinceramente penso em nós
Noutroras que temos ainda
E finda a mágica do tempo
Quando de repente já é amanhã..””

Oscar de Jesus Klemz

As cartas que a ti escrevi, em cada palavra ali extravasava o meu amor e no suave toque de minha mãos acariciando teu rosto, eu fechava meus olhos para expressar meus sentimentos.

Sei que vou guardá-lo para sempre em meu coração, porque as lembranças em mim, eternizarão teu sorriso, por tudo que vivi ao seu lado.

Lembranças, imagens, todas captadas através da calmaria do mar, no brilho do meu olhar, sentindo em mim o teu coração pulsar. E o vento traz seus pensamentos, vem de longe me encontrar num doce e amável sentimento, meu anjo lindo que estava sempre a me alegrar. Um amor benquisto, um amor que fui capaz de amar, mas conquistar seu coração não foi fácil e nem significa que ganhei o seu amor, apenas o tive por alguns momentos, onde na verdade eu o quis nutri-lo para sempre e ser merecedora do seu amor. Afinal, quem será a felizarda de seu nobre coração?

Vivemos tão empenhados em esconder o que sentimos que acabamos escondidos de nós mesmos, ocultando o que nos impulsiona a viver.

Mesmo assim, expressemos os sentimentos, afinal de contas, quem nos merecerá se não tivermos a quem expressá-lo?

Senôma Landy

Poesias de Cartas

Nessas mal traçadas linhas, neste amor não correspondido, lhe escrevo esta carta com a esperança de não lhe ter só como amigo, mas como alguém com quem eu possa compartilhar, de todo fruto desse amor proibido.

Tudo que lhe digo é verdade, tudo que espero é compreensão. Gostaria que você acreditasse e não magoa-se desse pobre coração.

Tamy Henrique Reis Gomes

Amar...Te Amo!

Amar não é dar Flores,
Bombons, Cartas
ou Poemas de Amor...
Amar é cuidar com o coraçãO...
Ninguem aprende a Amar;
Muito menos ensina...
vem de dentro de si mesmo!!

Eu Amo TãO intensamente
que esqueço que vivo,
o amor veio derrepente
quandu te vejo perco meus sentidos
te amar é como amar o céu
é saber que vou pular de um preidio
e não vou cair;
Ah como eu Te Amo!
Sei que Amo porque,
so com você eu posso voar,
so com você eu respiro o ar mais puro;
Te Amo tãO além das estrelas,
que necessito de outro coração
pra que esse amor dure sempre...

DiguinhoO

Se, as luas divinas forem assim
as cartas que tão tristes vir motivadas pelo amor por ti
haveria então uma chance
que estaria ao nosso alcançe
como um belo filme de romance

Sei, que a tua raiva não passou
ao menos queira me ver mais
talvez o tempo nunca volte atrás
só tenho teu retrato, meu precioso bem
assim guardo, pois é meu e de mais ninguém


Eu sou quem anda perdido
não tenho asas, nem abrigo
cadê você? cadê você...
Cai, as folhas mortas sobre a minha dor
e eu sinto tanto a sua falta amor
cadê você? Cadê você...

Sou um triste e trançado jaz, toda a frieza que o vento trás
não vai mudar o que sinto por ti
dos beijos que me destes, somente um marcou
o primeiro, dentro de mim nunca de mim nunca se apagou

Eu sou quem anda perdido
não tenho asas, nem abrigo
cadê você? cadê você...
Cai as folhas mortas sobre a minha dor
e eu sinto tanto a sua falta amor
cadê você? Cadê você...

Cadê você?

Lucas Poletto

não tente me esquecer

Nas cartas que eu te fiz eu tentava te dizer
que todo o meu amor é direto para você
que toda essa loucura que eu faço, todo o dia
é na esperança de ter você de novo outro dia
uma esperança que nunca se acaba
que é eterna como um ouro
não só como um ouro mais como todas as jóias
que formam um tesouro
um tesouro assim como você, difícil de se achar
mais valioso para se ter
tão valioso como o sol, que ilumina toda a terra
Fazendo-se brilhar toda uma era
uma era de paixão profunda é amor especial
que dependendo de você forma um casal
isso só depende de você

por isso eu lhe suplico

não tente me esquecer

Fredy Malvinus

Cartas de amor

Queria escrever uma carta de amor, mas não achei palavras para expressá-la, o que sinto não se expressa em um simples pedaço de papel. O seu cheiro que sinto andando pela rua, o seu olhar que procuro a cada pessoa que passa, o sorriso aberto e que expressa tanta alegria e eu vejo nas suas fotos.
O que quero dizer não cabe em uma carta de amor, minhas palavras ocupariam páginas e mais páginas de um livro sem sentido, encheria uma prateleira de uma livraria e nela ficaria somente o pó.
Pessoas cairiam em lágrimas se eu soubesse expressar cada reação do meu corpo quando te vejo na rua, quando seu olhar cruza com o meu e você me abraça, um abraço que dura a eternidade, enquanto você fala o seus lábios me hipnotizam e eu caio em transe profundo. Quem dera se parte de você fosse minha, se ao menos o seu carinho pudesse me acalentar.
Os meus sentimentos não cabem em cartas de amor!

Marcel Henriques

Eu adoro essa meu amor, prometo cantar a vc!!

Cartas
Não olham nos olhos
Foi bem mais fácil escrever
Dentro
De cada palavra
Vai um pouquinho do meu coração
Um verso de amor
Não conhece a timidez
Nem treme na presença de quem ama
Um verso de amor
Vai tomar o meu lugar
Quem sabe ele me ajuda a confessar
Você vai ler
Que tudo em mim
Pede o fim do silêncio
Esperar
Já não é o bastante
E vai saber
Que o meu amor
É maior que tudo
E está escrito
Que é seu pra sempre
Dentro de cada palavra
Eu me desenho inteiro pra você
Um verso de amor
Não conhece a timidez
Nem treme na presença de quem ama!
Um verso de amor vai tomar o meu lugar
Quem sabe ele me ajuda a confessar...
Você vai ler que tudo em mim,
Pede um fim do silêncio
ESPERAR JA NÃO É O BASTANTE
E vai saber que meu amor é maior que tudo
E esta escrito que vai ser pra sempre
Cartas
Esperam respostas...

Roupa Nova Cartas

Otimo domingo meu tesouro , Te amo!! Beijos .......

Rick e Lu

As palavras que nunca te disse

As cartas servem também por isso meu amor, para escrever aquelas palavras que nunca te disse, e será por aqui que irei começar essa minha.
Escrevo como se tivesse que por tudo numa garrafa e entregar as ondas do mar para que as palavras fiquem para sempre, mas se afastem de mim.
Nunca teve a coragem de te dizer palavras que iriam ferir o meu orgulho.
Era tão fácil te dizer “Te amo” e não te disse por muito tempo eu não te disse que te amava até quando entendi como era fácil, como era bom, fácil dizer essa palavra. Eu não te disse como vi você em todas as coisas lindas e bonitas que passaram na minha frente. Eu não te disse como ter conhecido o mundo foi um prazer só para poder te contar como ele é. Eu não te disse como você é uma necessidade constante, uma decepção ter passado 50 anos da minha vida sem te conhecer e o medo de passar os próximos anos sem mais te ter.
Queria te agradecer para ter me ensinado a sorrir de verdade e agora quando sorrio para um amigo, uma garçonete, um conhecido, sorrio de coração, porque, na realidade, é para você que estou sorrindo.
Queria que você soubesse como e me senti o rei do mundo porque você era a minha rainha.
E por fim quero me surpreender junto com você de uma coisa estranha: teria que morrer pela dor de te ter perdido, e, pelo contrario me sento feliz, rico e único, mais daqueles que invejo pela serenidade deles, porque o pensamento que me consome, o sentimento que me queima, a agonia que me deixa acordado......todo isso tem o teu rosto e a tua imagem, e eu os adoro assim como adoro você Monique.
Gui.

Guido Battaglia

E lembrando das cartas. Sim! AQUELAS que eu escrevi para quando encontrasse o amor da minha vida.

Lembrei-me disso:

Tenho desejado te encontrar tão ardentemente até agora, que abri espaço para que algumas coisas me machucassem.
Agosto de 2009

Será que ainda permito? Será um erro acreditar que uma nova pessoa pode ser você? Por que quando for como eu saberei?

Taty Módolo

CARTAS PARA UM AMOR

Todas as belezas deste mundo são incomparáveis a ternura de teus lindos olhos. Cara amiga, por estes me aproximei e na certeza de uma paixão, eu simplesmente amei-a. Nada condiz com este amor avassalador que nos envolve cada vez que falamos cada momento oportuno ao seu lado são doces e de muita excelência.
Minha cara, todos os dias são tristes e mútuos sem você, as noite são vazias e incompletas sem que eu pudesse ver este lindo sorriso. Tenho a mais branda certeza que estou pra você assim como as ondas do mar, quem pode imaginar um mar sem ondas? Não podemos certamente, pois elas encantam e dão beleza ao mesmo.
Ineficazes são os dias sem sua presença, e que linda presença. Este amor me atormenta e cria dentro de mim algo inexplicável, não se pode comparar a força que ele traz as medidas de sua extremidade, mas podemos dizer que ele é lindo.
Os tempos são oportunos, e os dias vãos e se perdem ao meio, mas eu ficaria bem grato se os meus pudessem ser ao seu lado, amada. Não deixes que eu vá pra longe e nem me afaste de você, pois não suportaria sua ausência, assim como hoje. Não me deixe neste poente sem que eu possa vê-la, não me atormentes com este vil pensamento.
Vais amada, mas voltas ao recreio deste seio que te espera e anela teu corpo nu e sem pudor. Não deixes meus invernos mais frios sem o calor de teu corpo. Vens para mim e me mostra teu imensurável amor e ardor.

Vivi Suhad

Ah , o amor!

Andei na noite,
reli cartas
me doei...
Fiz de conhecidos desafetos...amigos de coração.
Nao adiantou muito.
Você está entranhado.
Criou raízes.
Profundas como as dos carvalhos.
Aí veio a chuva..que abalou a terra.
Varreu os campos.
Avassaladora torrente
que deixou destroços..
Árvores de pequeno porte foram varridas,
muralhas ruíram.
Mas os carvalhos...
esses ficaram incólumes.
Benditas tempestades
que fazem os carvalhos aprofundarem as raízes.

Luciete Valente