Aniversario de 17 anos

Cerca de 782 frases e pensamentos: Aniversario de 17 anos

ENGANO.

25 de novembro de 2011 às 23:17
Quando eu te conhecia meu passado era presente
Pois vi em você uma nova razão de viver.
Passaram alguns dias, também vieram os meses, em nossos rostos as alegrias se tornavam fantasias, em nossas vidas não existiam medos.
Meu coração me cobrava algo que em mim brotava, e nem eu mesmo sabia,mas você foi mais alem ,adentrou todo o meu ser, conheceu o meu passado e passou a eu entender.
As alegrias cederam em teu semblante, seu medo foi maior que a vontade de ser feliz, e eu deixemos-me envolver com teus encantos, confesso que às vezes em prantos, eu pensava EM TE FALAR, mas alguma coisa, mas forte me obrigava a calar, e assim eu descobria que você em mim nascia, e tive medo,tive medo de em você eu nascer, e este medo que crescia mim ,fazia te perder.
Perdi-te é verdade, não sei mais como te ganhar e por mais que fale dos meus sentimentos você não vai acreditar.
Eu só quero uma chance, não quero viver neste tormento.
Entenda o meu sofrimento, teu amor pra é um nascimento... Em uma Nova vida sem engano.. Aracaju se 18 de dezembro de 2000 Carlos Augusto

carlos augusto

As 17


Hoje as 17 Meu coração se entristeceu
Porque achei q amanhã era o ultimo dia
Mais como diz a lenda:
Amanhã é o termino do curso, o mundo não acaba amanhã
é apenas o ultimo dia
vai bate uma saudade
Porque ti via todo dia
mais nada q não possa ser facilmente superado
com um belo sorriso e versos apaixonados

Lucas Da Silva (DS) Vanessa Fernandes

Vai menina, lava esse rosto, troca essa roupa, calça essa salto 17, esconde essa dor, pintas as unhas de vermelho, sorri para o mundo e sai por aí como quem sabe viver a vida.

Amanda Lemos

“A prova da vossa fé." (I Pedro 1.7)

A fé inexperiente pode ser a verdadeira fé, mas certamente é pouca fé, e é provável que se mantenha assim enquanto estiver sem provações. A fé nunca prospera tão bem como quando todas as coisas são contrárias a ela: as tempestades são seus treinadores, e os relâmpagos são seus iluminadores.
Quando reina a calmaria no mar, coloque as velas como quiser, mas o iate não se moverá, pois num oceano adormecido a quilha dorme também. Mas deixe os ventos soprarem e então o barco será levado em direção a seu porto desejado.
Nenhuma flor é de tão lindo azul como aquelas que crescem ao pé da geleira congelada, nem estrelas brilham tão brilhantemente como aquelas que iluminam o céu polar; a água não é tão doce como a que brota no meio da areia do deserto; e nenhuma fé é tão preciosa como a que vive e triunfa na adversidade.
A fé provada traz experiência. Você não poderia ter crido em sua própria fraqueza caso não tivesse sido obrigado a passar através dos rios; e você nunca teria conhecido a força de Deus se não tivesse sido apoiado no meio das tempestades.
A fé aumenta em solidez, segurança e intensidade, mais ela é exercitada com a tribulação. A fé é preciosa, e sua provação é preciosa também.
Não deixe isso, porém, desencorajar aqueles que são novos na fé. Você vai ter provações suficientes, sem procurá-las: a porção completa será medida para você na época devida. Enquanto isso, se você ainda não pode reivindicar o resultado de uma longa experiência, seja grato a Deus pela graça que você tem; louve ao Senhor pelo grau de confiança santa que tiver alcançado; ande de acordo com essa regra, e você deverá ter ainda mais e mais a bênção de Deus, até que sua fé remova montanhas e conquiste impossibilidades.

Texto de autoria de Charles Haddon Spurgeon, traduzido e adaptado pelo Pr Silvio Dutra.

Charles Haddon Spurgeon

AVE GRANDE, FORTE.
GAROA. NO CHÃO AVOA
PÁSSARO DA MORTE

(IN MEMORIAM)
(17+07+2007)
Às vítimas do acidente da TAM em São Paulo

Miriam Panighel Carvalho (Milika)

Era uma vez um garoto que nasceu com uma doença que não tinha cura.

Tinha 17 anos e podia morrer a qualquer momento. Sempre viveu na casa de seus pais, sob o cuidado constante de sua mãe.

Um dia decidiu sair sozinho e, com a permissão da mãe, caminhou pela sua quadra, olhando as vitrines e as pessoas que passavam.


Ao passar por uma loja de discos, notou a presença de uma garota, mais ou menos da sua idade, que parecia ser feita de ternura e beleza. Foi amor a primeira vista.

Abriu a porta e entrou, sem olhar para mais nada que não a sua amada.

Aproximando-se timidamente, chegou ao balcão onde ela estava.

Quando o viu, ela deu-lhe um sorriso e perguntou se podia ajudá-lo em alguma coisa. Era o sorriso mais lindo que ele já havia visto, e a emoção foi tão forte que ele mal conseguiu dizer que queria comprar um CD.

Pegou o primeiro que encontrou, sem nem olhar de quem era, e disse

- "Esse aqui".

- "Quer que embrulhe para presente?" - perguntou a garota sorrindo ainda mais e ele só mexeu com a cabeça para dizer que sim. Ela saiu do balcão e voltou, pouco depois, com o CD muito bem embalado. Ele pegou o pacote e saiu, louco de vontade de ficar por ali, admirando aquela figura divina.

Daquele dia em diante, todos as tardes voltava a loja de discos e comprava um CD qualquer. Todas as vezes a garota deixava o balcão e voltava com um embrulho cada vez mais bem feito, que ele guardava no closet, sem nem abrir.

Ele estava apaixonado, mas tinha medo da reação dela, e assim, por mais que ela sempre o recebesse com um sorriso doce, não tinha coragem para convidá-la para sair e conversar. Comentou sobre isso com sua mãe e ela o incentivou, muito, a chamá-la para sair.

Um dia, ele se encheu de coragem e foi para a loja. Como todos os dias comprou outro CD e, como sempre, ela foi embrulhá-lo.

Quando ela não estava vendo, escondeu um papel com seu nome e telefone no balcão e saiu da loja correndo.

No dia seguinte o telefone tocou e a mãe do jovem atendeu.

Era a garota perguntando por ele. A mãe, desconsolada, nem perguntou quem era, começou a chorar e disse: "Então, você não sabe? Faleceu essa manhã".

Mais tarde, a mãe entrou no quarto do filho, para olhar suas roupas e ficou muito surpresa com a quantidade de CDs, todos embrulhados. Ficou curiosa e decidiu abrir um deles. Ao fazê-lo, viu cair um pequeno pedaço de papel, onde estava escrito: "Você é muito simpático, não quer me convidar para sair? Eu adoraria".

Emocionada, a mãe abriu outro CD e dele também caiu um papel que dizia o mesmo, e assim todos quantos ela abriu traziam uma mensagem de carinho e a esperança de conhecer aquele rapaz.


Assim é a vida: não espere demais para dizer a alguém especial aquilo que você sente. Diga-o já; amanhã pode ser muito tarde....

Carlos almeida

FLOR MULHER 17/02/2013

A noite lá fora e eu aqui no meu quarto
Meus pensamentos vão longe
Perdido em minhas idéias e nos meus desejos
Imagino coisas, meu corpo ferve
Minha alma incendeia
Queria alguém aqui para entregar meus desejos
Não é sempre, mas hoje a carência me atordoa
Preciso dividir meus carinhos
Necessitando sentir o calor de outro corpo
Desejando viajar com minhas mãos por um corpo macio
Por curvas sinuosas e perigosas
Precisando sentir o exalar do perfume
O perfume da mais bela flor
Essa flor és tu mulher,
O ser mais belo, mais perfeito de todos
Capaz de incendiar e apagar o fogo do meu corpo e da minha alma
Capaz de me fazer viajar, de me perder e de me encontrar
Tudo no mesmo momento e no mesmo instante.

21:59

Eder Medeiros

A chuva 17/06/04

Quando a chuva veio,
Molhou a terra e me levou,
E eu fui sem reação,
Levou consigo a minha saudade,
Levou meu amor e minha solidão.

Quando a chuva veio,
Molhou-me a alma,
Lavou meu espírito
E renovou o meu viver.

Quando a chuva veio,
Baixou a poeira,
Fez nascer uma planta no chão,
E encharcou de desejos
Um coração cheio de sonhos.

Quando a chuva veio
Eu me perguntei;
Onde estás agora;
Onde estão teus olhos
Que eu não posso ver?

Quando a chuva veio
Eu me perguntei;
Serás que estás longe?
Será que vais voltar?
Como posso saber,
Será que devo esperar?



Quando a chuva veio
Não encontrei respostas,
Apenas sua foto quase desfigurada,
Aí eu me perguntei;
Será que ela volta?
Será que ela vai voltar?

Quando a chuva veio,
Sóbrio, não me desesperei,
Ébrio, me acorrentei
Em elos de tortura e solidão

Quando a chuva se foi
Levou consigo o meu brio,
E o meu brado de liberdade
Não foi o bastante
Para que ela voltasse.

Será que ela vai voltar?
Será que vem com a próxima chuva?
Será que ela vai voltar?
É melhor esperar pela chuva que vem.

Eder Medeiros

Efésios 5:17 "Por isso, não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor."

MGT

Isaias 48:17 Assim diz o Senhor, o seu redentor, o Santo de Israel: ?Eu sou o Senhor, o seu Deus, que lhe ensina o que é melhor para você, que o dirige no caminho em que você deve ir.

MGT

Minha terceira história é sobre morte. Quando eu tinha 17 anos, li uma frase que era algo assim: 'Se você viver cada dia como se fosse o último, um dia você certamente vai acertar'. Aquilo me impressionou, e desde então, nos últimos 33 anos, eu olho para mim mesmo no espelho toda manhã e pergunto: 'Se hoje fosse o meu último dia, eu gostaria de fazer o que farei hoje?' E se a resposta é 'não' por muitos dias seguidos, sei que preciso mudar alguma coisa. Lembrar que estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei para me ajudar a tomar grandes decisões. Porque quase tudo – expectativas externas, orgulho, medo de passar vergonha ou falhar – caem diante da morte, deixando apenas o que é apenas importante. Lembrar que você irá morrer, é a melhor maneira que conheço para evitar o pensamento de que se tem algo a perder. Você já está nu. Não há razão para não seguir o seu coração

Steve Jobs

pedaços de nós
16 de janeiro de 2012 às 17:44
o papel em branco, é como o corpo nu de uma mulher virgem
um alvor sem mácula

Mas logo vem as palavras no papel
e o que a mulher pensa ser o céu
... é na verdade o dente sedento por sangue do conde Drácula

que profana os lençóis
que derrama as letras
e que fere a caneta
um pedaço de nós.

kaducosta

Sua maior missão é ser 100% você, só que para isso é preciso saber o que você é.
Kairo Nunes 17/12/2011.

Rubens Bernardes Nunes

QUE A PUREZA HABITE SEU CORAÇÃO
SIMPLESMENTE PARA QUE VOCÊ VEJA COM PERFEIÇÃO
Kairo Nunes 17/03/2011.

Rubens Bernardes Nunes

Quem alimenta uma falsa imagem, jamais conseguirá a verdadeira.
Kairo Nunes 17/08/2009.

Rubens Bernardes Nunes

[…] 17:45 da tarde. Entrou no seu quarto e viu seu violãozinho que outrora foi companheiro em todas as horas. Pegou no velho amigo e pensou consigo mesma: - “Nossa cara, quanto tempo, senti sua falta sabia? Passei esse tempo todo cuidado das minhas coisas. Escrevendo bobagens. Choramingando sozinha, e acabei esquecendo de ti violãozinho. Mil vezes desculpa.” Olhava pra ele e o via empoeirado e abandonado. Deslisou seu dedo indicador na superfície do caro amigo e percebeu que a poeira ficou ali no seu indicador. Quis tocar algumas notas. De baixo pra cima. E lá se foi… “Mi”, “Si”, “Sol”, “Ré”, “Lá”, “Mi”… Deu um sorriso de canto meio disfarçado e pensou: - “Ainda com o mesmo som perfeito não é mesmo velho amigo?” Se surpreendeu por ainda estar afinadíssimo. Depois de quase 5 meses parado ali atrás daquela porta. Continuou tocando seu violãozinho durante alguns minutos. Se encheu de alegria por um breve momento. Pois lembrou que a musica a acalmava. E cada nota a fazia sorrir por lhe trazer paz. Prometeu ao seu amigo: “nunca mais vou te abandonar”.

Amanda Drielly

Comentário de Filipenses 3.16,17



Por João Calvino

Flp 3:16 Todavia, andemos de acordo com o que já alcançamos.
Flp 3:17 Irmãos, sede imitadores meus e observai os que andam segundo o modelo que tendes em nós.

v. 16 – “Todavia, andemos de acordo com o que já alcançamos”. Mesmo os manuscritos gregos divergem quanto à divisão dos períodos, pois em alguns deles há duas frases completas. Se alguém, no entanto, prefere dividir o verso, o significado será como Erasmo o tomou. Da minha parte, eu preferiria uma leitura diferente, o que implica que Paulo exorta os Filipenses a imitá-lo, para que possam finalmente alcançar o mesmo objetivo, de modo a pensar a mesma coisa, e caminhar pela mesma regra. Porque onde o afeto sincero existe, assim como reinou em Paulo, o caminho é fácil para uma concórdia santa e piedosa, como, portanto, ainda não tinham aprendido o que a perfeição verdadeira era, a fim de que pudessem alcançar isso ele deseja que eles sejam seus imitadores; ou seja, buscarem a Deus com uma consciência pura (2 Timóteo 1.3), para nada arrogarem para si, e com calma submeter seu entendimento a Cristo. Porque na imitação de Paulo todas estas excelências estão incluídas - zelo puro, temor do Senhor, modéstia, auto-renúncia, docilidade, amor e desejo de concórdia. Ele lhes ordena, no entanto, a serem um e ao mesmo tempo imitadores dele; isto é, todos com o mesmo espírito, e com uma só mente.
Observe, que a meta da perfeição para a qual ele convida os Filipenses, pelo seu exemplo, é que eles pensem a mesma coisa, e caminhem pela mesma regra que ele tem, embora, tenha atribuído o primeiro lugar à doutrina em que eles deveriam se harmonizar, e à regra à qual deveriam se conformar.

v. 17 – “Observai os que”. Por essa expressão ele quer dizer, que isto é tudo o que as pessoas devem fazer individualmente para si mesmas, para a imitação, conformando-se com a pureza da qual ele era um modelo. Por este meio toda suspeita de ambição é removida, porque o homem que se dedica a seus próprios interesses não deseja ter qualquer rival. Ao mesmo tempo, ele lhes avisa que todos não devem ser imitados de forma indiscriminada, como ele explica mais detalhadamente depois.

Traduzido e adaptado por Silvio Dutra.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Comentário dos livros do Velho Testamento:
http://livrosbiblia.blogspot.com.br/

Comentário do Novo Testamento:
http://livrono.blogspot.com.br/

Mensagens:
http://retornoevangelho.blogspot.com.br/

Escatologia (tempo do fim):
http://aguardandovj.blogspot.com.br/

Calvino

Hoje me perguntaram qual era a diferença da Beatriz com 10 anos para a Beatriz com 17. Na hora não soube o que responder, mas passei o dia com essa pergunta me atormentando. A diferença? É que hoje eu aprendi que minha vida não é um parque de diversões, meu coração não é fila de banco e meus sentimentos não são objetos. Hoje eu sei quem eu realmente quero perto de mim e por esses, eu sou capaz de tudo. Sou 8 ou 80, pra mim não existe o meio termo, ou vc está comigo, ou não está. E acredite, eu valorizo os que estão comigo. Aprendi que o melhor remédio é o perdão. Infelizmente na minha condição de humana ainda não perdoei aquele que devia ser o primeiro a receber meu perdão, ninguém é perfeito. Sempre me perguntam porque eu ainda dou "moral" pra certas pessoas, que não "mereciam" nem meu sorriso seguido de um oi. Existem pessoas que por mais que vacilem, não conseguimos arrancá-las de nossas vidas. E existem as que precisam de nós, as que precisam segurar na mão de alguém confiável , que vai guiá-las pelo caminho certo. Essas pessoas não podem ser abandonadas em circunstancia alguma. Pense que se elas fizerem escolhas erradas, uma parcela dessa culpa será sua. Todos temos direito não só a uma segunda chance, a uma terceira, quarta, quinta..
A vida do ser humano baseia-se em evoluir. Sempre. Mas essa evolução não pode visar apenas o material. É necessário alimentar o caráter, rever os conceitos, fazer um backup nas escolhas, nas metas e até mesmo no seu ciclo social. Lembro de quando eu era pequena, nunca fui o tipo de garota que pedia bonecas ou brinquedos de presente, eu sempre preferi um abraço. A infância inteira eu agi pela emoção, deixei me guiar pelos sentimentos.. Minha adolescência foi marcada por perdas, desilusões e por arrependimentos. Acreditei em quem não devia, perdi três das pessoas que eu mais amei na vida. Fiz muitas escolhas erradas, escolhas que até hoje me afetam. Briguei com gente que não merecia, deixei partir pessoas que não podiam ter partido. De todos os meus erros, o que mais me arrependo é não ter dito verdadeiramente para algumas pessoas o quanto as amei, o quanto elas era únicas, especiais e o quanto eu era apaixonada por elas. Mas é aquela história, temos que perder para dar valor. Infelizmente, eu só me dei conta do quanto eu era apegada quando eu percebi que já era tarde demais. Eu fui uma criança que frequentou mais velórios que aniversários, aprendi cedo o valor da vida e o quão frágil é o corpo humano. Nunca acreditei na morte da alma, mas algumas vezes contestei a existência dela.
Se eu me tornei um ser humano excepcional? Não. Ainda estou em aprendizado e acredito que ninguém atinge a perfeição. Ela não nos é permitida, é preciso que sejamos falhos. Com nós mesmo e com os outros. Precisamos errar, precisamos perder aquilo que nos foi dado em abundância e desfrutamos de modo desregrado. Tudo que vem fácil vai fácil, só damos valor aquilo que realmente lutamos para conquistar. E em mundo em que violência, preconceito, aborto, guerra e ódio prevalecem, é preciso muita luta. Como diz meu irmão "É preciso matar um leão por dia".
Hoje, com 17 anos meu caráter está formado e eu devo isso a um punhado de gente que sempre esteve comigo e a algumas pessoas que passaram pela minha vida, mas deixaram palavras, sorrisos, mensagens, experiências. Existem pessoas que estão comigo desde que eu me entendo por gente, outras começaram comigo na escola e outras chegaram agora. Muito justo lembrar delas ao falar de mim, mas é justo também lembrar daquelas que estiveram comigo por um tempo determinado. Algumas foram embora por vontade própria, outras pelo destino, algumas eu me afastei por não saber conviver com o seu modo de viver. Dentre as que estão comigo, algumas eu converso a 3,4,5 anos e mesmo sem nunca ter estado com elas, as conheço muito bem, as amo. Outras, o tempo afastou e se encarregou de trazer de volta até mim.
À todos vocês, que chegaram e ficaram, eu agradeço imensamente. À aqueles que não permaneceram, talvez tenha sido melhor, talvez o destino ainda tenho planos para nós.. E aos que partiram, sempre haverá uma lembrança dos momentos em que passamos juntos. Aos que virão, venham pois serão bem vindos.
E por fim, peço desculpas se me prolonguei, mas sinto que devia fazer esse agradecimento, as pessoas com as quais convivo sabem que se encaixam em algum ponto desse texto.

Beatriz Fernanda Regis

A Alegria é Um Dever

Por João Calvino

“1Tes 5:16 Regozijai-vos sempre.
1Tes 5:17 Orai sem cessar.
1Ts 5:18 Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”

“Alegrai-vos sempre”. Refiro-me a isto como sendo a moderação do espírito, quando a mente se mantém em calma sob a adversidade, e não é indulgente com a dor. Por conseguinte, eu uni essas três coisas - alegrar-se sempre, orar sem cessar, e dar graças a Deus em todas as coisas. Pois, quando ele recomenda oração incessante, ele aponta o caminho da alegria perpétua, para que, por estes meios, peçamos a Deus alívio em relação a todas as nossas angústias. Da mesma forma, em Filipenses 4.4, tendo dito, “Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, alegrai-vos. Seja a vossa moderação conhecida de todos. Não estejais ansiosos quanto a qualquer coisa. O Senhor está próximo.” Em seguida, ele chama a atenção para os meios de se alcançar isto – “mas em todas as orações sejam as vossas petições conhecidas diante de Deus, com ações de graças.”
Nessa passagem, como podemos ver, ele apresenta como uma fonte de alegria uma mente calma e composta, que não seja indevidamente perturbada por injúrias ou adversidades. Mas para que nós não ficássemos abatidos pela dor, tristeza, ansiedade e medo, ele nos convida a repousar na providência de Deus. E como dúvidas frequentemente nos perturbam quanto a que se Deus de fato cuida de nós, ele também prescreve o remédio - que pela oração lancemos nossas ansiedades, por assim dizer, no Seu seio, como Davi nos manda fazer no Salmo 37.5 e no 55.22; e também Pedro, a seguirmos o seu exemplo (1 Pedro 5. 7). No entanto, como somos precipitados indevidamente em nossos desejos, ele impõe um exame sobre eles - que, apesar de desejarmos o que necessitamos, nós, ao mesmo tempo não devemos deixar de dar graças.
Ele apresenta isto, aqui, quase na mesma ordem, embora em menor número de palavras. Pois, em primeiro lugar, deveríamos ter e guardar os benefícios de Deus, em tal estima, que o reconhecimento deles e a meditação sobre eles superaria toda tristeza. E, sem dúvida, se considerarmos o que Cristo nos tem conferido, não haverá amargura de tristeza que seja tão intensa que não possa ser aliviada, e dará lugar à alegria espiritual. Pois se esta alegria não reina em nós, o reino de Deus é ao mesmo tempo banido de nós, ou nos afastamos dele. E é muito ingrato que o homem de Deus, não tenha em tão alto valor a justiça de Cristo e a esperança da vida eterna, assim como alegrar-se em meio à tristeza. Como, no entanto, nossas mentes são facilmente desanimadas, até que elas dão lugar à impaciência, devemos observar o remédio que ele acrescentou imediatamente depois. Porque ao sermos desanimados e derrubados somos ressuscitados por orações, porque nos lançamos sobre o Deus que nos carrega. Como, porém, há em cada dia, ou melhor, a cada momento, muitas coisas que podem perturbar a nossa paz, e estragar a nossa alegria, ele, por esta razão nos manda orar sem cessar. Agora, quanto a esta constância na oração, nós temos falado em outro lugar. A ação de graças, como já disse, é adicionada como uma limitação. Porque muitos oram de tal maneira, que ao mesmo tempo murmuram contra Deus, e se preocupam se ele não satisfará imediatamente seus desejos. Mas, ao contrário, é apropriado que os nossos desejos sejam restringidos de tal maneira que, contentes com o que nos é dado, sempre misturemos a ação de graças com os nossos desejos. Podemos legitimamente, é verdade, perguntar, suspirar e lamentar, mas deve ser de tal forma que a vontade de Deus seja mais aceitável para nós do que a nossa.

Traduzido e adaptado por Silvio Dutra.

Calvino