Aniversario de 17 anos

Cerca de 667 frases e pensamentos: Aniversario de 17 anos

24/2/2014 17;15

A JUSTIÇA DO SENHOR É A MINHA FORÇA.....

ALEGRIA DO MEU CORAÇÃO........

JOELMA FERA

24/2/2016 17;16

QUEM NÃO DEPENDE DE DEUS PRA TUDO

É EGOÍSTA.....INDIVIDUALISTA...EGOCENTRICO...

ORGULHOSO....

JOELMA FERA

24/2/2018 17;18

QUANDO VOCE ESTA NA TOTAL DEPENDENCIA DE DEUS

ELE É OBRIGADO TE AJUDAR......

É OBRIGAÇÃO DELE TE AJUDAR....

JOELMA FERA

17;23 24/2/2019


O CORAÇÃO É UMA FONTE DE SENTIMENTOS....

DEUS É A FONTE DE TODA SABEDORIA.....

JOELMA FERA

Um Coração Quebrantado

Por Robert Murray Mccheyne

Nenhum outro salmo (Salmo 51.17) expressa tão plenamente a experiência pela qual passa a alma que tem sido guiada ao arrependimento: sua humilde confissão de pecado (v. 3, 4 e 5); seu desejo intenso de ser perdoado pelos méritos do sangue de Cristo (v. 7); sua ansiedade para que o Senhor lhe conceda um coração puro (v.10); sua vontade de oferecer algo a Deus por todos seus benefícios.

Diz o salmista que ele ensinará aos prevaricadores o caminho de Deus; diz que seus lábios, pela graça de Deus» se abrirão para proclamar os louvores a Deus; manifesta que oferecerá a Deus um espírito quebrantado e humilhado (vs. 16,17). Vem assim dizer que, do mesmo modo que tem oferecido (seguindo os ritos mosaicos) numerosos cordeiros imolados em ações de graça a Deus, também agora oferecerá a Ele, como um cordeiro imolado, seu coração quebrantado. Cada um que tem pedido o mesmo perdão de Deus e que chegou, no passado, à mesma resolução de oferecer a Deus um coração quebrantado, poderá receber de graça esta bênção hoje.

1. O coração natural é um coração não ferido, não quebrantado.

A lei de Deus, suas misericórdias, as aflições que acontecem não quebrantam o coração natural. Ouve falar da Lei de Deus, de Suas misericórdias e continua impassível. É mais duro que uma pedra. Nada há no universo tão duro. "Ouvi-me, vós que sois de coração obstinado (duro), que estais longe da justiça" (Is. 46:12). "Nós já percorremos a terra, e eis que toda a terra está agora repousada e tranqüila" (Zc. 1:1 I.). "Naquele dia esquadrinharei a Jerusalém com lanternas, e castigarei os homens que estão apegados à borra do vinho ("assentados sobre as suas fezes" - outra versão), e dizem no seu coração: O Senhor não faz bem nem faz mal". (Sofonias 1:12). "... endureceram os seus rostos mais do que a rocha; não quiseram voltar (Jr. 5:3). "Levantai-vos, mulheres que viveis despreocupadamente, e ouvi a minha voz; vós, filhas, que estais confiantes..." (Is. 32:9-11).

Por quê? Por que é tão duro o coração natural?

Primeiro: Porque há um véu sobre ele. Porque o coração do homem natural se acha coberto por um espesso véu. Não crê na Bíblia, nem nos escritos da Lei, nem na ira que há de vir; um trágico véu cobre seus olhos.

Segundo: Porque Satanás ê dono do coração natural. Satanás leva-lhe a semente perniciosa tão prontamente como possa.

Terceiro: Porque o homem natural está morto em seus delitos e pecados. Os mortos não ouvem, não sentem; carecem de sentimentos e sensibilidade espiritual.

Quarto: Porque se tem construído uma barreira de despreocupação que lhe será mortal. O coração natural confia mais em qualquer refúgio falso, refúgio de mentira, como diz a Bíblia. Confia em rezas ou em esmolas.

Peça a Deus que o livre da maldição de um coração morto, não quebrantado, não contrito e humilhado. Primeiro, porque não passará muito tempo tranqüilo em sua falsa confiança; você se achará sobre lugares escorregadios e as ondas do oceano rugindo sob seus pés. Segundo, porque Deus lhe demonstrará a eternidade com todo o seu infortúnio. Se você se voltar agora, há esperança certa de perdão. Cristo está pronto a perdoar. Mas depois, na eternidade, Seu juízo cairá sobre você.

2. O coração despertado é um coração ferido, porém não quebrantado, não roto.

a. A lei inflige a primeira ferida. Quando Deus se dispõe a salvar uma alma a leva primeiramente a preocupar-se com seus pecados. "Maldito todo aquele que não permanece em todas as coisas que estão escritas neste livro da lei, para praticá-las" (Gl 3: 10). "Outrora, sem lei, eu vivia; mas sobrevindo o preceito, reviveu o pecado, e eu morri (Rm 6:21). A vida e o coração de cada um adquirem então tremendas cores.

b. A majestade de Deus produz a segunda ferida. O pecador recebe a sensibilidade que lhe faz sentir a grandeza e a santidade d Aquele contra quem tem pecado. "Pequei contra ti, contra ti somente" (v.4).

c. A terceira ferida procede de sua própria incapacidade para melhorar a si mesmo. Neste estado, todavia, o coração não tem sido quebrantado; o coração se levanta contra Deus. Primeiro, pelo rigor da Lei: "Se não fosse tão exigente... !". Segundo, porque a fé é o único caminho da salvação e ela é um dom de Deus: "Queria merecer a salvação e ganhá-la". Terceiro, porque Deus é soberano e pode, ou não, salvar segundo a Sua vontade. Isto é o que há num coração não quebrantado. Não existe outro estado e situação mais miserável.

Aprendamos que uma coisa é ser despertado, e outra muito diferente é ser salvo.

3. O coração do crente é um coração quebrantado em dois aspectos.

Tem sido quebrantado de sua própria justiça e de sua própria possibilidade de justificar-se. Quando o Espírito Santo leva uma alma à cruz, esta se desespera de justificar-se pelos seus próprios méritos e justiça. Todo o seu fardo, todas as suas próprias justiças e suas próprias opiniões se derramam como ura líquido que se perde ao romper-se o frasco que o contém.


Primeiro, porque a obra de Cristo se mostra tão perfeita tanto quanto a sabedoria e o poder de Deus. O pecador vê na obra da cruz a justiça de Deus. "Maravilho-me ao pensar que houve um tempo em que busquei outros caminhos de salvação. Pensando podê-los obter com minhas obras, certamente que com todas as minhas forças me lancei a eles. Maravilho-me ao pensar que o mundo não tem compreendido, nem tem aceitado que o único caminho da salvação é a justiça de Cristo" (David Brainerd).

Segundo. A graça de Cristo tem tanto esplendor! Quão maravilhoso é, que toda a justiça de Cristo, tão excelsa e divina, seja oferecida gratuitamente ao pecador! Maravilhoso ê que eu, que fui deliberadamente negligente, que menosprezei a Cristo, que odiei Sua obra, que coloquei obstáculos ao Seu chamado levantando entre Ele e mim verdadeiras montanhas, tenha sido objeto de Seu amor e, apesar de tudo, tenha Ele vindo a mim, passando sobre todas elas! "... para que te lembres, e te envergonhes, e nunca mais fale a tua boca soberbamente, por causa do teu opróbrio, quando eu te houver perdoado tudo quanto fizeste, diz o Senhor Deus" (Ez. 16:63). Você tem este coração quebrantado e contrito diante da visão da cruz de Cristo? Não será urna olhada ao seu próprio coração, ou ao coração do inferno, mas ao coração de Cristo, o que realmente quebrantará seu coração. Peça que Deus lhe dê um coração quebrantado assim! O orgulho e a jactância estão excluídos. A Ele seja a glória; digno é o Cordeiro! Todas as batalhas e os esforços da alma que busca sua própria justificação têm de ser tirados e desprezados.

O coração quebrantado tem visto desfeito seu amor para com o pecado - Quando um homem crê em Cristo, percebe que agora o pecado o aborrece. Primeiro, porque o separa de Deus, abrindo entre ele e Deus um grande abismo que arrasta o homem à condenação do inferno. Segundo, porque o pecado levou Cristo, o Senhor da glória, à cruz; foi um "grande fardo" que pesou sobre Sua alma, que O fez suar, sangrar e morrer. Terceiro, porque é o sofrimento do coração de Cristo agora, Toda a minha infelicidade se deve ao fato de ser ura pecador. Agora o crente se lamenta e chora por haver pecado contra quem tanto o ama: "Então recordarás teus caminhos e todas as coisas nas quais tens vivido impiamente e te aborrecerás de ti mesmo".


4. As vantagens de um coração quebrantado.

1. Guardar-se-á de te ofender-se por causa da pregação da cruz. O coração natural se ofende quando se lhe prega a cruz. Muitos a odeiam e a desprezam. Muitos, sem dúvida, se enfurecem freqüentemente no mais íntimo de seus corações ao ouvirem a pregação sobre aceitar a justiça de Cristo e deixar a sua própria justiça, se não quiser perecer, Muitos têm deixado a Igreja por causa desta pregação, não querendo seguir esse caminho. O escândalo e a ofensa da cruz não terminaram. Em troca, o coração quebrantado não pode ofender-se de tal pregação. Os pastores podem falar de forma simples e direta a verdade aos corações quebrantados. Um coração quebrantado sente-se alegre em ouvir acerca da justiça (justificação) sem obras.

Muitos se ofendem quando falamos claramente sobre o pecado; muitos se ofendem nos domingos ao ouvir a mensagem. Porém, o coração quebrantado e contrito não se ofende, porque odeia o pecado mais que os pastores, às vezes, podem fazê-lo. Há muitos como os adoradores de Baal: "Leva para fora o teu filho, para que morra (jz. 6:30). Do mesmo modo, quem não tem um coração quebrantado respira ameaças contra o pecador que destrói o ídolo do seu orgulho; porém um coração quebrantado deseja ver o ídolo destronado, derrotado e convertido em fragmentos.

2. O coração quebrantado descansa ao final O coração natural é como o mar tempestuoso. "Quem nos mostrará o bem?". E corre perguntando de pessoa em pessoa, procurando para seu próprio prazer, "o bem". Um coração apenas despertado não tem paz. Os temores da morte e do inferno ameaçam - assim descobrem desesperados sua alma desde que foram tirados bruscamente de sua condição de sono, de estado de repouso e falsa tranqüilidade.

Porém o coração contrito diz: "Volta à tua paz, oh alma minha!". A justiça de Cristo lança fora o medo, dissipa todos os temores. Inclusive a própria maldade e corrupção do coração não podem verdadeiramente abalá-lo, porque tem depositado todos seus fardos sobre Cristo.

3. Não pode acontecer nenhum mal ao coração quebrantado. Para os não convertidos quão trágico é o leito de morte, ou de enfermidade, agitado e inquieto como uma besta selvagem aprisionada na rede! Em contraste, o coração quebrantado se posta satisfeito e sereno em Cristo. Cristo lhe é suficiente; não ambiciona mais nada. Mesmo que tudo desapareça, seu amor, o amor a Cristo permanece. Está como um bebê de meses no regaço de sua mãe» confiante e seguro. Você conhece esse descanso tão seguro?

Robert M. MacCheyne

17;29 7/3/2015

VOCE NÃO PRECISA SENTIR CERTEZA

CONVICÇAÕ DENTRO DO SEU CORAÇÃO

PRA ACREDITAR CRER CONFIAR ....

EM VC NA TUA FÉ..

TUDO É PELA FÉ

COM UMA CONDIÇÃO

DE NÃO SENTIR NADA...

JOELMA FERA

NO BOSQUE

Independente Representação, de O Cântico de Salomão 1:14-17 (Rbi8-T)

Lavra/Sítio/Tempo: Edson Cerqueira Felix | N. Iguaçu – RJ, BR (08/03/2014).

Preito à: Sarau Poético de Manguinhos.

Como anel de cabelo enrolado de hena é para mim o meu namorado,
entre as grandes extensões de vinhas de En-Gedi

Eis que és perfeita,
ó aquela que participa da vida minha!
Eis que és perfeita!
Teus olhares são fêmeas do pombo

Eis que és perfeito,
meu namorado,
também aprazível
Também,
a nossa espécie de sofá sem encosto é de pétalas

As peças de sustentação de nossa majestosa residência são árvores de grande porte,
que crescem especialmente nas florestas do Líbano,
nossas peças de madeira que sustentam as ripas do telhado e usadas em armações são zimbros

EDSON CERQUEIRA FELIX

Há Somente uma Fonte para a Santificação

"João 17:17 Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.
João 17:18 Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.
João 17:19 E a favor deles eu me santifico a mim mesmo, para que eles também sejam santificados na verdade.”

Eis apresentado por nosso Senhor Jesus Cristo, em tão poucas palavras, a única forma de não se errar o alvo da vida: não há santificação verdadeira que não seja operada pela Palavra de Deus.
A santificação requerida, sem a qual ninguém verá o Senhor, é obtida somente por meio da Palavra de Deus – a palavra que nos foi revelada somente na Bíblia, conforme o próprio Senhor Jesus Cristo o confirma em diversas passagens dos Evangelhos.
Assim, se alguém não mantém um contato permanente com a Bíblia, com o fim de viver em conformidade com os seus preceitos, certamente não poderá ser santificado pelo poder do Espírito Santo.
Jesus define a Palavra de Deus como sendo a única verdade que nos salva e santifica.
Portanto, buscar a salvação e a santificação em outras fontes será um terrível engano, porque isto nos manterá afastados de Deus e impedidos de cumprir a missão que ele nos tem designado de ser proclamadores da salvação ao mundo.
Assim, mesmo aqueles que professam amar a Cristo e que no entanto não guardam a Sua Palavra, estão vivendo em engano quanto a estarem lhe servindo de fato.
Por isso nosso Senhor afirmou o seguinte em João 8.31:

“Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos;”

Silvio Dutra

17 de janeiro.

Vivo procurando a poesia nas coisas, e nunca a encontrei em pessoas, quando acho que encontro me decepciono, ninguém é tão arte ou cor, talvez o quebrar a esperança seja uma forma expressa de poema, tudo o que se sente o cria. Mas eu vi no mundo, no silêncio e no tumulto algo que há anos eu escrevia ou lia, então senti! E sei que nem todos compreendem sobre o que falo, ou sobre minha opinião, pareço sempre estar do lado avesso, já mudei tanto pra tentar sentir algo. E mudo sou então quando não posso sentir, sem sentir não expresso, não sou poesia. Mas ainda estou buscando alguém que me faça em qualquer momento que seja saber sentir, expressar, e entender!

Marjorie Pacheco

Na rua das Cerejeiras, número 17, no velho largo onde nos beijamos; parado observando você passar. Inertes. Você me avista e sua mente briga entre o sim e o não, e você descobre novamente que, o sim foi apenas o descuido do não. Mas você pára e me pergunta como está o dia e o que faço plantado ao amanhecer em frente a farmácia, eu amarrotado e com aquele sorriso que só você tem respondo: esperando você passar e levar meu coração. Você timidamente como o sol daquela manhã de outono mostra o seu mais belo sorriso e vai embora por mais uma estação com seu medos e o um coração como poucos. Um coração a moda antiga.

Leonardo Hakim

Eu te esperava todo dia,
às 17h eu tomava um chá
de maçã com canela,
e lembrava que você
preferia o de hortelã, sem açúcar,
mas sempre bebia um pouco
do meu que era mais doce
do que calda de pudim
e reclamava,
chamava-me Doce
ao olhar pela janela,
e ver que as crianças
saíam das escolas, e
iam para casa assistir
a parte final do desenho
animado;
você era animado.
Eu lembrava, todo dia,
que sentava do seu lado,
e você com aquele jeito de
Ricardito do Llosa
me encantava,
depois beijava as minhas
mãos gélidas, e dizia que
o meu hidratante era um dos
sete pecados, e
eu te chamava de bom menino,
mas nunca fui a Lily.
Eu sentia um vazio
que lembrava, outra vez,
quão indefinível é o
amor.

Laís Grass Possebon

"Me olhe nos olhos que você vera que sim eu sou capaz de te conquistar"

17/04/12.

By Leandro Fagundes (Corpus)

17ª CARTA

"Tempo de esperas."

Agosto de 2012, Piracicaba/SP

Querida Clarissa,
o relógio na parede aponta duas horas e quinze minutos. A noite é silenciosa e solitária. E por minha conta. Eu poderia estar com ela agora, mas estou aqui – deitado na cama e tentando dormir. Me conheces, Clarissa. Sabe sobre minhas confusões. E, novamente, estou aqui preso sobre a decisão da loucura ou do costume.
Meu erro é o mesmo de sempre: me envolver com as pessoas erradas. Gosto de estar com ela, mas o jeito da outra me encanta. Estou dividido. Com uma é sexo. Sexo mesmo! A coisa mais louca que já vivi com uma mulher. Com a outra é doçura. É gostarmos de coisas em comum, e, discordarmos de outras. O físico de uma me enlouquece, a sinceridade e a sonoridade da voz da outra me acalma. É torturante! Porque são amigas...
Porque uma tem meu corpo e a outra ganhou meu coração. Porque uma sabe a hora que chego e a outra nem imagina que gostaria de estar ao seu lado. E machuca. Machuca porque estando com ela vivo a vida da outra. E tenho que esconder como chama a minha atenção quando aqueles olhos brilham como as estrelas desta noite. Tenho que disfarçar minha fragilidade, porque as pessoas dessa cidade conhecem apenas a minha força, o meu delírio, a minha imprudência.
Não sabem que aqui dentro ainda mora o menino que pegava a bicicleta e pedalava até a casa da avó para escutar as histórias mais fantásticas de minha vida. Não sabem que sinto mais do que ajo e que penso mais do que falo. Não sabem dos meus maiores segredos e não poderiam imaginar como é fácil me derrubar. – Não podem saber da tempestade que cai dentro de mim: sou dela, mas queria ser da outra.
Por isso não respondi aquela mensagem. Rejeitei a noite prazerosa que sei que teria com aquela mulher e estou aqui imaginando o sorriso da outra... Ah, como é doce! Como é linda! Tem tudo o que eu sempre procurei para ter ao meu lado: é simples e cheia de fé.
Não entendo. Por que duas amigas? Talvez seja a vida me pregando a velha peça do: “aprenda, não é possível obter tudo”. Seria mais fácil se pudéssemos largar os velhos hábitos, conter o ciúme, não nos confundirmos como propriedades e deixarmos livres as pessoas que nos são belas. Porém, é fato, não é humano aquele que não ferve a veia de ciúme. Não é leal aquele que não está com a mão aberta. E não ama aquele que trai.
É por isso que me contenho. É por isso que devo me afastar dela e da outra. Não posso ferir aquilo que eu poderia amar. Não posso ser egoísta quando aprendi da pior forma que o amor é prêmio dos merecedores. E para merecer é preciso de algo que, quando entendido o significado, é desafiador conseguir sê-lo. Para merecer o amor é preciso ser gentil.
A generosidade e o sacrifício andam juntos neste caminho. É preciso ser generoso com quem se ama e é preciso sacrificar-se para ser verdadeiro. Amor exige lealdade, princípios, força e fé. Amor não é aquilo que as revistas e televisões expõem. Amor é o objetivo pelo qual vivemos. E sem ele a vida é triste, insone, cinza. A vida sem amor passa em preto e branco.
Clarissa, eu lhe perdi pelos meus desatinos. Carregarei esta culpa para sempre. Porém, saiba, não lhe perdi porque desisti de ti, eu lhe perdi porque desisti de mim mesmo. Não posso mais desistir de mim. É tempo de espera. Faz-se tempo de espera por aquilo que é bonito e não por aquilo que é passageiro. – “Me espera.”.

Com amor,
Danillo.

Gabriella Beth Invitti

Santificação Na Verdade

“Santifica-os na tua verdade;
a tua palavra é a verdade.”
João 17.17

É nesta intercessão de Jesus
pelos crentes
de todas as épocas
que se cumpre
a realização
do trabalho em santificação
do Espírito.

Cristo já intercedeu
para que este trabalho seja feito,
e ele será feito
porque está determinado
pelo Pai
que os eleitos
sejam completamente santificados.

E o Pai não negará nada ao Filho.

Por isso é importante
saber que o pedido
da nossa santificação
pela Palavra
já foi dirigido
ao coração do Pai
pelos próprios lábios de Cristo.

É por causa desta Sua oração
que a santidade é iniciada em nós.
É por isso que a força motriz
da santidade
recebida na regeneração do Espírito
continua vivo e preservado em nós.


E se nós
realmente desejamos
ser santos,
é nosso dever
nos juntarmos
à intercessão de Cristo
para o aumento disto.


E se é parte
da intercessão de Cristo
que esta santificação
seja operada por Deus
com base na verdade
que Ele próprio definiu
como sendo a Palavra de Deus,
então concluímos
que um dos meios
para sabermos
se estamos sendo santificados
é o fato de termos prazer
em cumprir
os mandamentos de Cristo.

Assim é por meio disto
que podemos saber
se estamos sendo ou não santificados.

Então é somente pela santificação
que podemos ter prazer
em cumprir os mandamentos de Deus.

Silvio Dutra

Eu tinha que conquistar a Ásia, Europa, e mais 17 territórios à minha escolha, mas você só me dá vontade de ler poesia.

Reynaldo Araújo

Ridículo não é uma menina de 17 anos não sair porque os pais não deixam, ridículo não é uma menina de 21 anos ser virgem. Ridículo mesmo é uma criança de 11 anos beijar 7 em uma noite, ridículo é uma de 12 anos se gabar por estar de ressaca por ter bebido na noite anterior, uma de 14 anos dizer que fez sexo com vários e uma de 15 com filho pra cuidar! Acordem, eu hein!

Heros Reis

Fragmentos: 17/05/2012

Posso não ter boa aparência, mas tenho coração e sentimentos também.

Bruno "Somniator" Alves de Souza

APASCENTA
"Apascenta as minhas ovelhas" - Jesus (JOÃO,21:17)
Significativo é o apelo do Divino Pastor ao coração amoroso de Simão Pedro para que lhe continuasse o apostolado.
Observando na Humanidade o seu imenso rebanho, Jesus não recomenda medidas drásticas em favor da disciplina compulsória.
Nem gritos, nem xingamentos.
Nem cadeia, nem forca.
Nem chicote, nem vara.
Nem castigo, nem imposição.
Nem abandono aos infelizes, nem flagelação aos transviados.
Nem lamentação, nem desespero.
"Pedro, apascenta as minhas ovelhas!.
Isso equivale a dizer: - Irmão, sustenta os companheiros mais necessitados que tu mesmo.
Não te desanimes perante a rebeldia, nem condenes o erro, do qual a lição benéfica surgirá depois.
Ajuda ao próximo, ao invés de vergastá-lo.
Educa sempre.
Revela-te por trabalhador fiel.
Sê exigente para contigo mesmo e ampara os corações enfermiços e frágeis que te acompanham os passos.
Se plantares o bem, o tempo se incumbirá da germinação, do desenvolvimento, da florescência e da frutificação, no instante oportuno.
Não analises, destruindo.
O inexperiente de hoje pode ser o mentor de amanhã.
Alimenta a "boa parte" do teu irmão e segue para diante.
A vida converterá o mal em detritos e o Senhor fará o resto.

EMMANUELFrancisco Cândido Xavier - Fonte Viva

POEMA DA MATURIDADE
(Poema de: Almany Sol - 17/06/2012)

Sabe filho,
Se você fosse mais vivido,
entenderia meu rigor educativo,
me veria como um mestre
e não como um comandante cruel.
Pensartia duas ou mais vezes,
antes de me desobedecer e me afrontar.
Desejaria o melhor pra todos,
sem se importar egoistamente consigo.
Teria muito mais paciência
e compreenderia as dificuldades senis,
pois a jovialidade é efêmera.
Saberia que se sentir orgulhoso,
nem sempre será por ter méritos proprios,
mas também em ver nos seus filhos,
suas realizações impossíveis.
Sabe filho,
Desejo que quando chegar a sua vez,
você possa recitar de cór e com maestria,
o poema da maturidade, ao seu filho também!

Almany - poeta do sol

O delito de 17 de janeiro, 171, deveria ser punido com 17 janeiros na prisão.

Marco Aurélio Masini de Sousa