Amor que não se Mede

Cerca de 128 frases e pensamentos: Amor que não se Mede

Não gosto de números para me definir, números não conseguem me medir.

Patrícia de Oliveira Lima

Quem se dedica a uma causa digna não deve medir honestos esforços para vê-la obter êxito.

Ivenio Hermes

A razão de toda a existência.
É possível avaliar um sentimento? Pesar uma afeição? Medir o entusiasmo ou regular uma paixão? Estamos conectados, seguimos uma ordem natural, um preceito imposto a cada ser como dádiva divina. Somos cativos a esses sentimentos, o ser humano é um indivíduo coeso, de origem racional e segue os próprios instintos. Não há como negar, existe em cada ser a necessidade de suprimir as emoções, mitigar os anseios e saciar desejos concupiscentes. O campo sentimental é como uma selva em que vence o mais forte, em seu interior existe um contrassenso, um leão a ser abatido. Todavia, esse caminho é uma senda serpeada, um campo minado, pérfido, onde vence o perspicaz. Esse “vencedor” não somente se valia de sua argúcia instintiva, como de um desprendimento sentimental especial, diferente dos demais. O ser humano é capaz de amar racionalmente, responder a esse sentimento e submeter-se a suas condições. Desde o útero aguardamos o contato materno, a ânsia pelo amor tornou a experiência embrionária um ensaio prodigioso. O amor, no entanto é um admirável paradoxo, um bem comum, o atributo peculiar em cada ser, o domínio de um e a sujeição do outro. Se estivermos compelidos a amar de forma irracional, estaremos impelidos ao inefável abismo solitário da razão. O amor é inerente como a alma, é a essência de cada ser, um nobre sentimento, uma busca; a razão de toda a existência.

Paulo Master

Eu posso amar muito, de uma forma que não se pode tocar, medir ou imaginar. Contudo eu amo de uma maneira saudável, com todas as minhas forças e buscando sempre a felicidade, verdade e honestidade nas pessoas para as quais eu ofereço o meu amor.

Amanda Thomé

A distância mexe com a imaginação

É difícil medir a distância. O longe, o perto, o espaço de tempo, tudo é relativo. Já me senti tão perto de gente, de coisas, de lugares que estão a quilômetros ou anos de mim, e já me senti tão distante de algo em minhas mãos. Tudo depende de como alimentamos a nossa imaginação. Não é fácil lidar com a distância, pois, a nossa imaginação é muito fugaz, e, efêmera como uma flor.
Quem nunca viajou por algum lugar especial, ao ler um livro, por exemplo? Quantas vezes é tão fácil se sentir caminhando nos limites do Castelo de Córdoba, sentir o cheiro de um pergaminho escrito a centenas de anos. Como é fácil sentir a euforia que provoca um grande amor como o de Marco Antônio e Cleópatra, sentir na boca o gosto do veneno bebido por Julieta e a dor mortal no coração de Romeu ao imaginar ter perdido para sempre seu amor. É fácil sentir o gelo do mármore num abraço demorado de Pigmaleão a sua amada Galatéia. É fácil se nos entregamos a imaginação e nos permitimos viajar pelos sentimentos e pelo tempo, ignorando a distância.
Mas, quando se trata do que está perto de nós, tendemos a controlar esses sentimentos e nossa imaginação nos trai. Por que não nos entregamos à realidade do dia a dia, como nos entregamos ao que está distante da gente? Será que a distância existe? Ou será que nós nos distanciamos do que nos atormenta ou simplesmente não ligamos por que está ali a disposição?
Não tenho respostas, só perguntas. Mas, quero o mais bonito dos passeios, quero sentir a brisa no rosto enquanto eu andar pela rua, quero sentir o cheiro da tinta no papel quando escrevo, quero a euforia e a calma, quero toda contradição do amor. Não quero que minha imaginação me traia e afaste de mim lugares, coisas e pessoas ou me engane distanciando de mim os sentimentos que nos é essencial. É gratificante sentir, rir, chorar, sentir dor, sofrer por amor. É felicidade viajar lendo um lindo romance, e, é lindo sentir o cheiro de vida.

Ana Paula Silva

Autora do Livro: Me apaixonei por um poeta

Ana Paula Silva - Moc

Quando alguém entra na sua vida, não tem como medir o tamanho da importância que ela terá na sua vida.

Quando a saudade é muito grande e não cabe no coração ela se escorre pelos olhos.

Sergio Maia

O amor não se mede pelas palavras, mas pelo cuidado e pela preocupação. Quem ama, move o mundo para que você não sofra desnecessariamente.

Fernanda Simões Rodrigues

AmOr não se mede, não se limita, não se consegue, amor se dá, é eterno e conquistado... Amor é a dádiva e a arma que Deus nos deu para lutarmos, e termos vitória...é o que não tem explicação, não tem solução não tem como deixar de lado, é algO que agente sente sem querer, sem saber.. mas qndo vai ver jah está amandO...O amor, é involuntario, é oq nos dá forças para seguir em frente, não é algO, não é aQuilo, amOR... é mágicO, é IntensO, é simples, mas que traz a maior felicidade que um ser humano pode sentir...amOr...é siimplesmente oQ nOs dá sentido a vida, a querer viver.. O amOr, não se escreve, não se fala, não se canta, não se ouve, não se enfrenta.. o amOr se dá, se tem, se demonstra, se prova e principalmente se SENTE...por mais que tentamos dizer, ou demonstrar não conseguimos, pq explicação se dá aquilo que é natural... O amOr não é natural...não é Qualquer coisa.. e não é fácil...O amOr é o maior Sentimento, e tbm o mais Louco... Mias Deus fez as coisas Loucas, para cOnfundir os Sábios...AMOR é oq eu sinto por vocÊ!!

Stephanie

Amor que eu nunca vi igual, que eu nunca verei, amor que não se pede, amor que não se mede, que não se repete, AMOOOOOR s22'*

Desconhecido

O Sentido da Vida

Sabe-se bem que do amor nada se mede
E por seu clamor não há de haver conquista
Somente a unção do entranho par concede
O tragar das carnes ao se por a vista

Amor em demasia assim não se explica
A loucura do intangível fluxo das emoções
Ao contexto do que a si próprio implica
E faz por esmerar os mais distintos corações

Eis que divinamente motiva a existência
A sublime margem de nossa excelência
O segredo da origem quão desconhecida

E eis que do homem faz sua morada
Induzindo-lhe a lançar em dúvida ao nada
O puro e verdadeiro sentido da vida

André Moraes

Eu espero tá? Só pra provar pra você que amor como esse não se mede com fita métrica, muito menos por calendário.

A Dona Da Historia.

O AMooor naum se mede naum se reprime naum se esconde naum se teeem...
o amor se sente se conquista se quer se aceita e nos faz bem...
O Amor naum se contrai naum se desgasta naum se Indiviualisa naum se consomee...
o AMor Invade, toma conta, Traz sorrisos,constroi sonhus e é eterno...

Stephanie

Auto - permitir - se!

Amor não se mede, não se compara
Não cobra e nem se pede.
Vem de repente simplesmente
Quando não se espera logo se sente.
De joelhos alguns pedem para um o ter
Já outros rogam pra um dia esquecer.
Uns se fecham e não mais querem tentar
Outros conhecem o gostinho do amor e preferem arriscar.

Uns pensam que todos irão fazê-lo sofrer
Outros acolhem um novo amor e se permitem viver
Alguns se chocam 24hs com uma realidade cruel
Outros se permitem sonhar e sem pesares chegar até o céu.

Viemos todos no mundo para encontrar um alguém
Que seja imperfeito, mas que não seja ninguém
Que não esteja a postos pra tudo que precise vir
Mas que esteja sempre ao lado sem medo de sentir.

Existem pessoas certas em momentos certos e visíveis
Mas com erradas auto-sabotagens que se tornam previsíveis
Que tem nas mãos uma chance de ser feliz
Mas que preferem não aceitar e depois se indagar “o que foi que eu fiz?”

Dihony Cardoso

É que amor mesmo não se mede, não se controla e nem se evita. Ele não segue regras nem padrões específicos, acontece mesmo sem querer, vai tomando conta, invadindo, se enraizando em nossos corações, até que quando se percebe não há mais o que fazer. Amar não é questão da vontade, vem de uma incompetência de ser diferente, vem da incapacidade de esquecer. Porque amor é isso mesmo é querer mais do que é possível, é cuidar mais do que se é cuidado, é não conseguir agir de outra maneira, é não conseguir se afastar, é nunca esquecer e principalmente nunca se perder em outros corações e encontrar sempre o caminho de volta para o coração que realmente se deseja.

Jéssica Cristine

O Amor

Para todos os outros,
incondicional,
eis que o que sinto por ti
não se mede ao tempo dos humanos
não se compara a nada
o que não se entende
o que está muito distante da compreensão
dos vivos,
o que nunca foi sentido antes
pela dádiva divina;
ave ! inexplicável é ...

Marco Antonio Romano

O amor fala baixo
Mede as palavras
Se dirije com cuidado
Ele chega de mansinho e vai tomando conta, assim
sem a gente perceber
Ele nunca se exalta
Nunca enfia nada guela a baixo
Jamais grita, chuta, ou maltrata
Ele suspira
Até repreende, faz um papo parecer sermão
Mas não se presta a insensibilidade
Ao: Não tô nem ai.
O amor sempre está ai
Ele sempre presta atenção

Kelly Maia

Não se mede o amor por quanto se é amado,
mas sim, pela capacidade de amar.

Eder lu

Engana-se quem pensa que a saudade e o amor se mede pelo tempo.

MariCarlos