Amigos Oscar Wild

Cerca de 9030 frases e pensamentos: Amigos Oscar Wild

Escolho os meus amigos pela sua boa apresentação, os meus conhecidos pelo seu bom carácter e os meus inimigos pela sua boa inteligência. Um homem não pode ser muito exigente na escolha dos seus inimigos.

Oscar Wilde

Devem-se escolher os amigos pela beleza, os conhecidos pelo caráter e os inimigos pela inteligência.

Oscar Wilde

A melhor maneira de começar uma amizade é com uma boa gargalhada. De terminar com ela, também.

Oscar Wilde

Todo mundo é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito delicada.

Oscar Wilde

Falar é ter demasiada consideração pelos outros. Pela boca morrem o peixe e Oscar Wilde.

Fernando Pessoa

algumas pessoas preferem ser medíocres. Outras, quando resolvem não ser, correm o risco de perder amigos

Oscar Wilde

"algumas pessoas preferem ser medíocres. Outras, quando resolvem não ser, correm o risco de perder amigos"

Oscar Wilde

A única coisa a fazer com os bons conselhos é passá-los a outros; pois nunca têm utilidade para nós próprios.

Oscar Wilde

Há duas tragédias na vida: uma a de não satisfazermos os nossos desejos, a outra a de os satisfazermos.

Oscar Wilde

A consciência de amar e ser amado traz um conforto e riqueza à vida que nada mais consegue trazer.

Oscar Wilde

O amor é quando começamos por nos enganar a nós próprios e acabamos por enganar a outra pessoa.

Oscar Wilde

O amor deveria perdoar todos os pecados, menos um pecado contra o amor. O amor verdadeiro deveria ter perdão para todas as vidas, menos para as vidas sem amor.

Oscar Wilde

As boas intenções têm sido a ruína do mundo. As únicas pessoas que realizaram qualquer coisa foram as que não tiveram intenção alguma.

Oscar Wilde

A felicidade do homem casado depende das mulheres com quem não se casou.

Oscar Wilde

As nossas tragédias são sempre de uma profunda banalidade para os outros.

Oscar Wilde

É absurdo dividir as pessoas em boas e más. As pessoas ou são encantadoras ou são aborrecidas.

Oscar Wilde