Amiga Antiga

Cerca de 1694 frases e pensamentos: Amiga Antiga

Era uma igreja, muito antiga em um pequeno vilarejo, onde grandes partes dos moradores eram católicas, e viviam das colheitas...
Lá, Pedro jamais imaginou conhecer, mas onde vivia era conhecido como
“O problemático”, mas vivia indo à igreja pequena, de sua cidade, e rezando sempre, pedindo a Deus, resolver seus problemas!
Ele era forte, e trabalhava colhendo frutas...
Porem certo dia, Pedro não recebeu seu salário, e espalhou pragas por toda plantação, assim destruindo tudo ao redor, uma perca imensa! Sem pensar na família e todos que precisam das vendas.
Então, ele pegou suas “tralhas” colocou em cima do burro, e foi procurar outro local, lá ele encontrou uma igreja pequena, mal cuidada, porem estava lotada! E lá Pedro entrou curioso! – O que acontece por aqui? – Pedro perguntou. Responderam no mesmo tempo, “Aqui, é a primeira igreja que foi visto Deus!”
Pedro então começou a achar tudo uma farsa uma besteira! Apenas pra roupar os fiéis, como fazem por aí...
E então, virou as costas, mas ouviu uma voz – Pedro! Volte aqui –
Ele olha pra trás, e vê um homem com uma mascara negra em seu rosto, falando alto!
E Pedro vai até o homem, e diz: O que você quer comigo, me conhece por acaso?!
O homem sorri, e o pergunta: Pedro, você realmente fugiu de onde veio? E então Pedro pensa muito, tentando reconhecer aquele homem, aquela voz misteriosa!
Pedro corre, sai da igreja assustado sem entender o que aconteceu!
Ele correu sem rumo, até que um caminhão de lixo, o atropela! Lá Pedro ficou implorando pra ajudarem, e ninguém o socorreu, o caminhoneiro sumiu em meio às pequenas ruas de areia; Pedro então suspirou, e tudo ao seu redor escureceu uma sensação estranha, se sentiu gelado, e foi membro por membro parando, se tornando imóvel.
E do nada, tudo se apaga.
Ele se encontra, em um lindo local, onde todos vestiam branco, brilhante, onde todos sorriram, todos eram felizes e não existia bonito, nem feio, eram todos anjos com asas, que vieram até Pedro, falaram a ele, que estava no céu, onde não havia guerras, nem maldade, onde pessoas puras seriam elevadas, onde tudo era como à vida, mas justos, onde quem a maldade fez, era rebaixado, quem o bem reinou era elevado, pro mais alto local, e mais belo a cada bondade!
Pedro então sorriu, e disse: É meu anjo, vou ser rebaixado, mas posso lhe perguntar uma coisa? O anjo disse, com uma voz doce – Sim Pedro, diga-me!
Anjo, porque me olhas assim? Com um olhar diferente que parece querer me dizer algo?
O anjo o diz: Pedro, você é o escolhido!
Pedro então fica irritado, e fala muito nervoso! ESCOLHIDO PRA QUE?! EU MORRI!
O anjo pede pra acalmar-se, e afirma: Você tem apenas um único pedido, Pedro.
E então Pedro o responde, sem pensar muito, nem ao menos se acalmar, Pedro diz: Eu quero ver Deus!
E então, o anjo o leva para uma estrada, a mesma que Pedro fugiu, encontrou a igreja e que morreu atropelado.
Pedro espantado, diz: O que faço aqui? Foi aqui, onde morri, (Pedro o encontra estirado no chão) Olha anjo, sou eu!
O anjo então chega perto do corpo e diz: Sim, este é você morto! Pedro, você queria algo, não? Pedro diz: SIM! Quero ver Deus!
E o anjo aponta para o corpo de Pedro, dizendo com palavras lentas...
Pedro, você era o Deus de sua vida, todas as respostas que procurava, estava aí, dentro de ti, por mais dolorido que era sua vida, você deveria achar uma saída, as pragas que lançou à plantação, não o salvaram, que por sinal o motorista que lhe atropelou, era o mesmo que você afundou o dono da plantação. Pedro Deus existe, mas lhe apresentei-o seu próprio Deus, você mesmo.
E então, Pedro se vê dentro de um túnel, um barulho de buzina e gente o xingando, HEY SAI DA FRENTE! TA DORMINDO?! Bibiiiiiii!
Pedro estava dentro de um túnel, na sua cidade voltando de seu escritório, teve um sonho apenas, um sonho sobre aquela voz misteriosa, o homem mascarado. Conheceu seu próprio, Deus...


Deus realmente existe os anjos aparecem em nossas vidas, mas vão embora por não os valorizar-los. O Deus pode ser você mesmo ou aquela pessoa que tanto lhe mostra caminhos, mas de nossas vidas, pois quem olha por ti, com certeza deve ter um poder maior, mas não pode impedir de destruir o que criou, mas pode sim, dar o dom pra você provar, que nem sempre precisamos provar. As religiões pregam muito que acreditam, muitas vezes nem o que existe, mas as pessoas de fé acreditam em uma pequena pulseira colocada no braço, uma corrente, a sua proteção, uma imagem no coração!

“Não reclame da sua vida, pois o mundo acaba um dia, faça melhor todos os dias, não deixe sua plantação, ser inundada pelas represas a serem construídas em volta.”

André Lucas de Almeida

Uma forma de futuro

Em perfeita harmonia antiga
Dos frutos da terra aos
Rios de purificação
Purificando o homem em desgraça
Reconstruindo um novo mundo
Para mais uma vez dizer...
Que neste planeta há vida inteligente.

Gabriel da Luz

Gabriel Bem

Te escolho para te proteger
Um amigo verdadeiro
Da antiga as novas
Não é algo que se pode escolher

Dentre os 14 você é um deles
Das tavulas aos corações
Esta poesia é feita
Há um dos bravos

Te desejo felicidades incondicionais e uma vida de harmonia

Gabriel da Luz

Política Tão Amada

Ó política tão amada
Tão antiga quanto a historia, tão complexa quanto à criação,
Ó política tão amada
Muito organiza o que esta a sua volta, por outras destrói o que esta a seu redor,
Ó política tão amada
Dá notoriedade aos homens de bem, constrói personagens sombrios,
Ó política tão amada
Sonhei levar teu nome, tive pesadelos com tua realidade,
Ó política tão amada
Te vi amparar os necessitados, assisti prejudicar os mais desfavorecidos,
Ó política tão amada
Do caráter a ideologia, da ganância a demagogia,
Ó política tão amada
Enviaste dez convites para o céu, e dez convites para o inferno,
Ó política tão amada
Das o sucesso pelo suor, presenteias a vitória pela desonra,
Ó política tão amada
Buscas a virtude do bom, ensinas a injustiça aos maus,
Ó política tão amada
Não escolhi estar em seu meio, mas fui um dos escolhidos por ti a compartilhastes,
Ó política tão amada
Tão amada que nos leva a glória, e com a mesma força nos leva ao ódio.

Marcio Barbosa Gonçalves

O Amor e A Decepção

Conta uma antiga lenda que um certo sentimento vagava pelo mundo mesmo antes dele ser criado, esse sentimento era o AMOR. No entanto,coberto de serenidade e desprendimento o AMOR sentia-se só, por isso procurava por uma companheira para seguir com ele pela vida a fora, afinal, ele sabia que Deus, já estava cheio de planos para criar o mundo e ele não queria estar nessa jornada sozinho.

Um dia, o AMOR cansado de buscar por sua companheira, recostou-se e adormeceu. Teve sonhos com possíveis parceiras maravilhosas.... a compreensão, a amizade, a felicidade, a abnegação, a vitória, a sedução, a confiança e a emoção, até que acordou e deparou-se com Deus ao seu lado, que lhe disse: AMOR, estou só dependendo de você para a inauguração do mundo, já foi tudo planejado e organizado, já está tudo em seus devidos lugares. Criei mares, uma imensidão de águas, muitos vão temê-lo, mais será indispensável à vida. Criei o céu, com estrelas, com lua, com sol, ele será além de outras coisas, uma fonte de inspiração para os apaixonados. Criei animais, seres irracionais, mas que muitas vezes se farão grandes amigos. Criei flores, de todas as cores, tamanhos e perfumes e elas também serão grandes companheiras dos amantes. Criei finalmente o ser humano, ele terá defeitos, muitos, ele terá problemas, ele sofrerá, mas coloquei nele algo muito importante, o coração.

O coração será um orgão vital, dele dependerá as duas vidas que darei ao ser humano. A física e a emocional. Criei diversos sentimentos, uns não serão tão bons, mas criei defesas para que o ser humano elimine-os, basta que ele queira. Outros, serão sentimentos puros, a amizade por exemplo será um deles, quem conquistar amigos, será pelo menos, metade feliz. Um amigo será algo que deverá ser valorizado dia a dia , minuto a minuto. Agora dependo somente de você! Vamos combinar o seguinte, a noite está chegando, você terá esse período para encontrar sua companheira. No primeiro raio de luz, estarei aqui para conhecê-la e caso você não a encontre, infelizmente não poderá fazer parte do mundo que criei.

O AMOR, sentiu-se coagido a resolver seu problema, percebeu que teria que arrumar logo sua parceira, pois disso estava dependendo o início do mundo ou o seu fim. Vagou a noite toda, triste, sozinho ... o dia foi amanhecendo, a ansiedade do encontro com Deus cada vez maior e a possibilidade dele não fazer parte do mundo, deixando-o amargurado. Pensou, não poderei escolher muito, terá que ser a primeira que aparecer.

Eis que de repente surgiu ela, triste, sofredora e infeliz. Ele aproximou-se e perguntou: Qual o seu nome? - Eu me chamo DECEPÇÃO. Pois bem, disse ele, preciso de companhia para a inauguração do mundo, deverá ser alguém que me seguirá pela vida toda, por todos os séculos, por quaisquer caminhos que eu seguir e seremos inseparáveis. Você aceita ser o meu par? Ela não pensou duas vezes, muito sozinha que estava, segurou nas mãos do AMOR e prometeu-lhe que seria sua parceira eterna. ...e raiou a primeira luz do dia.... e logo Deus chegou, e qual não foi sua surpresa quando deparou-se com o AMOR junto daquele outro sentimento que ele havia criado.

AMOR......será ela então? ...mas por quê você foi escolher logo ela? ... é que não tive tempo Senhor, portanto não tive opção, combinamos que seguiremos juntos nessa jornada e prometi a mim mesmo que tentarei de todas as formas sempre me sobrepôr a ela. ....e finalmente criou-se o mundo......e desde então o AMOR segue junto com a DECEPÇÃO, aonde quer que ele vá, DECEPÇÃO o acompanha.

Algumas vezes ele a deixa em casa e foge, mas ela , esperta que é, corre em busca dele e o encontra. DECEPÇÃO continua sendo infeliz, como naquele dia que o AMOR a encontrou....e o AMOR por sua vez, não desiste de lutar pela felicidade.

Às vezes eles tem brigas horríveis e se afastam e os seres humanos de mais sorte são justamente aqueles que encontram com o AMOR quando eles estão nesse período de afastamento. Outras vezes, caminham tão juntinhos que quem esbarra com eles, imediatamente fica íntimo dos dois.

Através dos séculos só existe uma coisa que o AMOR sempre faz questão de frisar para todos que não conhecem a história da criação do mundo. Só ando de mãos dadas com a DECEPÇÃO........porque não tive tempo de escolher outra companheira, mas entre eu não fazer parte desse mundo ou fazer junto dela, achei mais sensato seguir com ela.

Andy

Voltar à fila antiga desorganiza as duas filas e deixa todo mundo puto da vida. Obs.: Lei das Filas.

Edward Aloysius Murphy

Liberdade.
Essa minha antiga paixão pela liberdade me fez parar para pensar em algumas coisas.
Como toda paixão, já cheguei a ofendê-la por , talvez, de tamanha admiração, não saber como lidar com ela muitas vezes!
E já cheguei a pensar que ela traz duas companhias: solidão e egoísmo.
Porém, elevei meu pensamento pra quase chegar na altura dela que é muito maior que qualquer sentimento ou tentativa de entendimento racional. E constatei que a maior altura que a liberdade pode alcançar seria a morte.
Sim, porque a morte nos obrigaria a nos desapegar de todas as coisas: materiais, amigos, família.
Ficaríamos sem nada, sem poder nos prender a nada , obrigatoriamente.
Talvez seja esse o presente do último suspiro: a liberdade eterna.
Mas ainda há uma coisa que a liberdade não nos roubaria: o amor. O amor fica , ele não é obrigado a ir embora...O apego teria que. Mas o amor não.
Se a liberdade nos permite amar, ela não pode ser tão ruim assim...Ouso dizer que ela não causa nenhum mal...E se faz necessária.

Natália Godoy Martinho Ferreira.

AMOR A MODA ANTIGA


Sou aquela, fadada às mazelas
das paixões sinceras e obstinadas.
Amo a moda antiga, sou fiel, leal e amiga
e não há quem me diga se estou certa ou errada.
Quando amo e não sou amada,
se sou banida e relegada, caio prostrada.
Não consigo falar e nem me alimentar
por ser preterida; maldita ferida da vida.
Não quero mais nada se meu amor já não está
fico na cama quietinha
chorando pelo amor que “tinha”
e sofrendo como um cão sarnento,
sem discernimento do que farei
com o amontoado de sonhos que sonhei.
Dos desejos e planos?
Ah! Eles ferem como enormes enganos
São punhais, danos ao corpo quente
da febre intermitente em meus mais profundos ais.

Siomara Reis Teixeira

Na fala antiga reside um tempo da graça
que, por um tempo, suspende
a ausência e a dor.

Marcel Franco

E te desprezo do alto de minha juventude. Mas, no fundo, é pura vontade. Temor da vontade antiga que nunca passa.

L. S. Dias

Amor a moda antiga

Quem sabe ainda sou
Aquele homem que ama
Que lhe manda cartas
E te leva, cafezinho na cama
Que faz tudo e nunca reclama
Que lhe faz mulher, uma dama
Quem sabe ainda sou
Aquele amor a moda antiga
Que lhe faz uma canção, um poema
Uma serenata , uma cantiga
Ainda sou aquele que te leva flores
Que por você morre de amores
Quem sabe ainda sou teu homem
Tua vida, teu príncipe encantado
Que sabe ainda sou teu amado
Quem sabe sou fogo, sou brasa, sou chama
Só sei, que mesmo com o passar dos tempos
Ainda sou, aquele homem...
Que diz que te quer, e te ama.

Reff Carvalho

Morri pela beleza
Uma rainha antiga, Nefertiti
Quem matara?
A beleza, respondi Manoel
Um virgula seis um oito
Um um
Vênus de Milo
Uma razão âurea
Vinci um homem Vitruviano? Não é Léo?
A beleza opulênta e ócia
Era decote imperial
Josefinas Napoleonicas
Uma maquiagem natural
Je ne sais quoi
As mocas rolicas
Emoldura e mumificaram uma estética
Matriz Tornambe
Emily, uma beleza que transcende
Magros e magras chupadas
Carnes e ossos
Fashion
Silhuetas cocos chaneis
Corpetes
Botulínicas
Um espelho fosco atual
Vicissitudes
A beleza um paraíso artificial
Mulheres e homens haxixes a oléos
Um remédio contra a insônia e a insanidade
Quem a matara?
A beleza, respondi Joemar

Joemar Rios

INTERDEPENDÊNCIA

Que liberdade é essa
que tanto almejo,
antiga asa de desejo,
se sou este mundo
dentro de um,
dentro de alguém,
dentro de algum?
Se sou este ser carente,
dependente
do pai
da mãe
da mãe
de ti
que de mim
espera
um prato cheio de amor?
Que liberdade é essa
que tanto almejo,
antiga asa de desejo,
asa sem coração...
Liberdade então,
meu amor,
é solidão?

Janet Zimmermann

Lei das filas: Voltar à fila antiga desorganiza as duas filas e deixa todo mundo puto da vida.

Edward Aloysius Murphy

Uma biblioteca antiga com livros esquecidos e empoeirados, luz âmbar, piso rangente; os ingredientes para a minha imaginação fluir

Adriana N. do Amaral

Dos meus sentimentos perdi o conhecimento. A minha antiga felicidade, aquele amor bandido roubou. De momentos bons, a minha história está marcada. De pessoas perfeitas, a imaginação está cheia, e de falsidade, a vida apresenta a cada um o melhor. Dos corações apaixonados, o meu sempre tem mais da ilusão.

Julianna Galvão

E hoje aqui me revelo,
numa película antiga e mofada
Nesse químico que não me nego.

William de Oliveira

Sou como uma gaveta de uma cômoda antiga, que perdeu a maçaneta, exigindo assim, um certo esforço para que tenham acesso ao seu conteúdo. Nela eu guardo memórias, lembranças, recordações, de pessoas, lugares, momentos, como uma colcha de retalhos, onde cada retalho seria uma lembrança, emendadas por sentimentos. Às vezes me perco em minhas reminiscências, mas depois é nesse baú de achados, que encontro o meu eu perdido, e junto com ele as respostas de minhas inquietudes.

Carol Carvalho