AlianÇa

Cerca de 203 frases e pensamentos: AlianÇa

Aliança...
Eu me sinto em uma aliança eterna com você... Sinto-me presa num laço chamado amor...
Que por mais que eu o rejeite... Não consigo desfazer...
Rendi-me... Estamos ligados, temos essa aliança...
Que vem bem antes do que possamos imaginar... E tentar se desprender é loucura...
Toda vez que tento te deixar me sinto mais e mais presa a você... É plenitude... É real... É amor...
E nos temos uma ligação tão forte... Que sinto você... A distancia é só uma fase...
Por que você já esta em mim... E eu me sinto em você...
Somos completos... Quando admitimos esse amor...
Essa aliança... Essa ligação chamada amor...
Eu me sinto sua... Desde o momento que necessitei de ti...

felicity Secret

"Alimente apenas amor em seu coração. Quanto maior for sua aliança com o bem, maior será o bem em sua vida."

Paramahansa Yogananda

tantos monstros de olhos verdes,
zombam e abitam em mim,
com aliança sem confiança
chamo pelo cavalheiro da calma
paz e apego
apressa_te salvar_me e livra_me

keylla maxwelle

No fim do namoro
Desiludido e com dor
O rapaz teve uma ideia brilhante
Fez de sua aliança um abridor.

bruno estevam

tudo é possível neste mundo, quando a mente e o coração estiverem em aliança e acordo.

Samuel Adriano bamo

"Casamento é mais do que apenas uma aliança no dedo."

friedrich nietzsche disse: Que só existe uma pergunta a ser feita quando se pretende casar: "continuarei a ter prazer em conversar com esta pessoa daqui a 30 anos". Você crê que seria capaz de conversar com prazer com esta pessoa até a sua velhice? Tudo a mais no casamento é transitório, mas as relações que desafiam o tempo são aquelas construídas sobre a arte de conversar. É na conversa que o nosso verdadeiro corpo se mostra, não em sua nudez anatômica, mas em sua nudez poética. Casamento não é brincadeira, não é conto de fadas e não se resume a um dia de festas. Casamento é uma escolha realizada por duas pessoas, que se amam e estão dispostas a aceitar o compromisso de se cuidar, se amar, se tolerar e respeitar. Não existe magia no casamento, não existe príncipes ou princesas, então não se iluda com essa ideia. Na vida real existem apenas pessoas comuns, com virtudes e defeitos, a procura de alguém que possa aceita-las como são, sem a ilusão de querer encontrar perfeição. Casamento é mais do que apenas uma aliança no dedo, e mais do que apenas um beijo. O casamento tem que estar baseado no amor, sem amor, o casamento não resiste, Amor não é se envolver com a pessoa perfeita, aquela dos nossos sonhos. Não existem pessoas perfeitas. Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos. O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser. Amor é acolher, é se doar, é se entregar de corpo e alma a amada, amor é um sentimento puro que invade o coração e transforma a vida. Não aceita controle, não mede esforços e é incondicional. Cura doenças, perdoa, lava a alma! Faz ver as estrelas em plena luz do dia. Invade os nossos pensamentos e é pura luz.

Edyvan Souza.

O casamento faz com que os casais coloquem seus corações em uma aliança que não tem início e nem fim.

KELVIN COSTA ALVES

Hoje ao te ver novamente doeu..
Não ver a aliança no seu dedo doeu..
Não te dar bom dia doeu..Não beijar sua boca doeu..
Doeu quando você olhou pra mim , e eu não podia fazer nada
Doeu porque doeu!?
Eu sinto como se meu corpo fosse entrar em erupção..
Saindo lava pelos meus olhos...
Não sei o que aconteceu entre nós... Só sei que muitos definem como amor..!

Maik Sosa

UMA MERA BANDETA

O que significa uma aliança?
Fidelidade, amor e respeito?
Um compromisso eterno?
Hoje é apenas um anel,
Uma bandeta de prata.
Uma bandeta de ouro.
Perdeu-se o significado,
Perdeu-se a promessa.
O eterno passou a efêmero.
A modernidade matou a sensibilidade,
A paciência já não existe,
A aliança além do metal acabou.
Aliança... ah...ah...ah...
Quantos e quantas feitas?
Pra que?
Para enfeitar um dedo?
E o coração?
A alma?
A verdadeira aliança?
O compromisso da palavra?
Do honrar e respeitar?
De aparar e aceitar aparas?
“Ele vê o invisível e escuta o silencio”,
O invisível... Morreu.
O silencio... Morreu.
Hoje Ele está apenas lá,
Lá pregado na cruz,
Pois pouco põe em pratica o amor,
Pois o amor virou uma bandeta
Tão descartável como uma camisinha...
Quem crê na verdadeira aliança,
Vive-a e não a usa como símbolo.

André Zanarella 02-03-2013

Bandeta (dê)
Chapa estreita de metal.•.
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4987907

André Zanarella

O casamento é a decisão formal tomada de viver juntos, mas somente o amor é a verdadeira aliança.

Gregory Barros

Joia Rara, Diamante Negro, Presente Divino, Razão de uma Aliança Conquistada por um Desejo, Nasça Com Virtude Venha com Fé Com vida, Viva minha Alegria, Siga meus passos, Trilhe seu caminho mais Nunca se esqueça que a Estrada Certa é sempre meu colo, Um apego meigo e assim minha Conquista Eterna sonhará com você em uma realidade paterna

vanderleyBorrer

É Irrevogável e Indissolúvel Porque é Eterna

Deus fez uma aliança eterna com os cristãos, e prometeu isto desde os dias dos profetas, e o prometeu especialmente a Davi.
Sendo eterna não pode ser anulada.
E como aliança em seu caráter matrimonial onde Ele é o esposo, e a igreja a noiva, o que se requer então dos aliançados é que eles sejam fiéis.
Deus sempre será fiel porque não pode se negar a si mesmo.
Todavia, os cristãos, por causa do resquício de corrupções que remanescem na natureza terrena, são exortados a serem fiéis em tudo durante a sua peregrinação terrena, porque, tal casamento, do Criador com a criatura, requer isto.
Deus continuará amando seus filhos adúlteros, mas os sujeitará à disciplina da aliança.
Ele não os repudiará porque tem prometido manter o compromisso por toda a eternidade.
Diante de tal caráter imutável da promessa que Ele fez, não resta aos aliançados senão a alternativa de serem também fiéis, de modo que se viva de modo agradável Àquele com os quais se aliançaram numa união de amor indissolúvel e eterno.
Ao falar do caráter eterno da Nova Aliança que faria com os crentes por meio da fé em Jesus Cristo, Deus disse que esta consistiria na fiéis misericórdias que havia prometido a Davi.

“Inclinai os ouvidos e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, que consiste nas fiéis misericórdias prometidas a Davi.” (Isaías 55:3)

Esta promessa de Isaías 55.3 foi confirmada em Atos 13.34.
Davi fizera menção ao caráter eterno desta aliança em suas últimas palavras antes de morrer:

“Não está assim com Deus a minha casa? Pois estabeleceu comigo uma aliança eterna, em tudo bem definida e segura. Não me fará ele prosperar toda a minha salvação e toda a minha esperança?” (II Samuel 23.5)

Silvio Dutra

Tenho uma aliança com Deus, sou abençoada, amada, protegida, especial,aceita, vitoriosa e valorizada. Estou aqui para fazer a diferença!

Helenice Augusta da Cunha

Já que não achou seu nome na coca-cola , quer ter ele na minha aliança..??? rsrsrsrs

Danielly Candidaa

A Firmeza da Nossa Aliança com Cristo

No sétimo capítulo de Romanos nós vemos o caráter firme e seguro da nossa aliança com Jesus, e pela qual somos libertados da condenação de uma aliança segundo a lei.
Deus como o Grande Legislador e Juiz de todo o universo, criou o homem e fez com que ele fosse responsável perante Ele segundo a norma da lei moral que ele inscreveu em sua consciência, instalando ali um tribunal que age no próprio homem condenando-o naquilo que é reprovável e aprovando-o naquilo que é louvável.
Mas, segundo a Lei Régia há a exigência da perfeita obediência, conforme foi revelado a Adão, e que a penalidade para qualquer ato de desobediência é a morte, e todo homem responde à referida Lei até hoje.
Posteriormente, nos dias de Abraão, Deus acrescentou novos mandamentos para serem guardados pelas pessoas da descendência do patriarca, com as quais formaria um povo para Si, para se revelar ao mundo através do mesmo, e principalmente para que por este povo nos fosse dado o Messias.
O caráter da obediência completa exigida de toda a humanidade da Lei Régia foi ainda mais detalhado com os mandamentos que foram dados através de Moisés. E desde então, até que viesse o Messias, o modo de agradar a Deus, passava obrigatoriamente pelo cumprimento dos mandamentos da Lei.
E a pena de morte espiritual e eterna para os desobedientes foi mantida porque se afirma na Lei de Moisés que é maldito todo aquele que não permanece em todas as coisas da Lei, para cumpri-las.
Isto descreve a condição de miséria espiritual e de condenação que paira sobre toda a humanidade, porque todos são pecadores, e não têm em si mesmos a condição e o poder para obedecerem perfeitamente a todos os mandamentos da Lei.
Como poderia então Deus se prover de filhos semelhantes a Cristo?
Se todos estão obrigados à Lei, como poderão ter vida, estando mortos; como poderão ser livres, estando condenados?
Só havia um modo de Deus nos libertar da condenação da Lei e nos dar vida eterna, permanecendo Justo, por não remover ou contrariar a Lei. Isto Ele fez nos considerando como mortos para a Lei, por ter feito com que a morte de Jesus na cruz fosse a nossa própria morte.
Ele visitaria o Seu próprio Filho Unigênito com o castigo que era destinado a nós pecadores. Ele executaria a sentença de morte exigida pela Lei nEle, fazendo com que fosse feito pecado e maldição no nosso lugar.
E assim, a Lei não seria removida, mas nós seríamos resgatados por meio de Cristo de debaixo da sua condenação e maldição.
É basicamente isto que Paulo expõe no sétimo capítulo de Romanos; de modo que toda a argumentação que ele fizera quanto à condição de não se fazer o bem que queremos, e fazer o mal que não queremos, pelo pecado que opera na nossa carne, é sobretudo uma condição que explica sobretudo a condição em que se encontram aqueles que permanecem debaixo da Lei e não da graça do evangelho, a saber as pessoas que não foram regeneradas pelo Espírito Santo.
Elas podem dizer isto, por não terem encontrado a solução que Paulo havia encontrado: "miserável homem que sou". Isto porque não têm a Cristo que é o único que pode nos livrar do corpo desta morte.
E este livramento que se obtém somente por Cristo e em Cristo, não é decorrente do fato de que agora os próprios crentes são perfeitos segundo a Lei, porque sempre haverá resquícios de pecado e de desobediência em sua natureza terrena que ainda carregam neste mundo, mas sim, e exclusivamente pelo fato de que foram resgatados da condenação da Lei por terem morrido para a Lei em Cristo.
Uma Lei não tem autoridade sobre quem já está morto. Assim, os crentes já não são julgados ou condenados por Deus com base na Lei, porque não estão mais debaixo da Lei, quanto ao que se refere ao seu poder de condenação daqueles que pecam contra os seus mandamentos. Eles são julgados agora pela lei da liberdade, respondendo, livres que são, não mais a um Juiz, mas a um Pai de amor, que os corrige e dirige como filhos amados, por causa de Jesus Cristo.
Haverá ainda um grande conflito entre o Espírito e a carne, entre a velha e a nova natureza, em todos os crentes, mas juntamente com Paulo eles podem dizer em uníssono: "Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor." Não serão mais condenados por não serem tão bem sucedidos nesta guerra contra as suas almas, quanto gostariam de ser. Contudo, sabem que são amigos de Deus, que amam a Deus, que odeiam o diabo e o pecado, e que por fim serão transformados à perfeita imagem de Jesus, ainda que isto ocorra somente na glória.
Todavia, esta grande verdade central do evangelho não deve servir de motivo para que abusemos da liberdade que foi conquistada para nós por um preço elevadíssimo de sangue, e não de um sangue qualquer, senão o puro e imaculado sangue do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Preço este que foi pago para que livres do pecado, pudéssemos viver em novidade de vida santificada perante Deus. Afinal, foi para isto que fomos chamados e justificados.
E para vivermos esta vida santa sem a qual não podemos manter nossa comunhão com Deus, necessitamos de poder do alto.
Veja que quando os apóstolos viram todos os sinais que Jesus havia realizado, Sua ressurreição e ascensão, a uma mente carnal pareceria que isto seria o suficiente para que eles saíssem pelo mundo afora dando testemunho das coisas que haviam visto e ouvido.
Todavia, nosso Senhor lhes falou da necessidade de permanecerem em oração, e aguardando em Jerusalém o batismo do Espírito Santo, para que fossem revestidos de poder, pois quem dá e sustenta o testemunho de Cristo em nós é o poder do Espírito Santo.
Por este motivo vemos o apóstolo Paulo dirigindo a Timóteo as seguintes palavras, para o cumprimento adequado do seu ministério:

“Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça que está em Cristo Jesus.” (2 Tim 2.1)

E a todos os cristãos:

“Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder.” (Ef 6.10)

Vemos assim a nossa necessidade vital de estarmos permanentemente fortalecidos na graça de Jesus, mediante o poder do Espírito Santo que em nós opera.
Muitos pensam erroneamente que quando se fala em batismo do Espírito Santo, revestimento de poder do Espírito, ou enchimento do Espírito, que isto signifique simplesmente receber um poder sobrenatural que operará em nossas vidas independentemente das condições morais e espirituais em que nos encontremos.
Todavia, se examinarmos com mais cuidado não somente o texto bíblico, mas a nossa própria experiência prática em relação a este assunto, verificaremos que é muito mais do que isto o significado do poder da graça e do Espírito Santo atuando em nossas vidas.
Antes de tudo, devemos lembrar que este poder nos é dado para sermos cheios do fruto do Espírito Santo, que tem a ver com as nossas atitudes, com o nosso comportamento, com a transformação progressiva do nosso caráter e coração.
É um poder para nos habilitar a sermos obedientes aos mandamentos de Deus, para aprendermos a ser mansos e humildes de coração, a sustentarmos um bom testemunho de comportamento em nossa vida cristã, de modo a nos tornarmos exemplo para ser seguido por outros.
Trata-se de ser cônjuges exemplares, filhos exemplares, servos exemplares, líderes exemplares, cidadãos exemplares, enfim, sermos achados em todas as áreas de relações humanas como homens e mulheres de Deus, que trazem estampada em suas vidas a imagem de Jesus Cristo, conforme veremos no estudo do oitavo capítulo de Romanos, no qual se afirma que fomos predestinados por Deus para tal propósito.
E nada disto poderá existir sem que haja uma transformação do nosso coração. E por isso necessitamos crucialmente deste poder do alto, porque como o próprio Senhor Jesus afirmou, sem Ele nada podemos fazer, notadamente no que tange às coisas que são celestiais, espirituais, e divinas.
Em cumprimento à promessa que nos fez em relação à Nova Aliança (Jeremias 31.31-35) Deus já nos deu um coração de carne em substituição ao coração insensível de pedra às coisas concernentes ao reino dos céus que tínhamos antes da nossa conversão a Cristo.

Silvio Dutra

O amor é uma aliança,
Ele cura sofrimento ou tristesa,
Manda pra longe todo mal que existe
E permite que juntos dois seres-vivos ultrapassem barreiras

Bruninho Di Mazza

O amor deve ser como a água pura e cristalina
Eis que meu amor por você e igual a uma aliança, pois ele tem começo mas não tem fim

Gilson Catedral

Aliança.
Ela não marca meu dedo.
Estou sempre mudando-a de lugar, p´ra lá e p´ra ca. Principalmente no sol, ou enfiando-a em um bolso (junto com o resto da mão), cobrindo-a, evitando que ela brilhe.
Tudo é motivo para não usa-la. Em casa, bicicleta, rapel (se ainda o fizesse), kart, piscina... É como se eu estivesse sempre testando, para ver se ela ainda sai. Para ter certeza que ela não esta grudada... presa no meu dedo para sempre.

MindEvade

Eu já sofri demais com a distância
(Por nós dois eu aceitei usar uma aliança)
Seu problema eu sei, é só desconfiança
Eu não quero mais viver nessa loucura
(Quer saber porque ainda me procura?)
Porque saudade é com amor que a gente cura!

Nanny Miranda