Aborto

Cerca de 112 frases e pensamentos: Aborto

É "de esquerda" ser a favor do aborto e contra a pena de morte, enquanto direitistas defendem o direito do feto à vida, porque é sagrada, e o direito do Estado de matá-lo se ele der errado.

Luis Fernando Verissimo

Matar não é tão grave como impedir que alguém nasça, tirar a sua única oportunidade de ser. O aborto é o mais horrendo e abjeto dos crimes. Nada mais terrível do que não ter nascido!

Fernando Sabino

Eis porque o aborto é um pecado tão grave. Não somente se mata a vida, mas nos colocamos mais alto do que Deus; os homens decidem quem deve viver e quem deve morrer.

Madre Teresa de Calcutá

Absorto no dia-a-dia
nem percebí que o aborto
veio em forma de poesia.

Rogério Viana

O aborto não é, como dizem, simplesmente um assassinato. É um roubo... Nem pode haver roubo maior. Porque, ao malogrado nascituro, rouba-se-lhe este mundo, o céu, as estrelas, o universo, tudo. O aborto é o roubo infinito.

Mario Quintana

Não poderá prevalecer a PAZ na Terra, enquanto existir o aborto. Porque é uma guerra contra as crianças. Se aceitarmos que uma mãe mate seu filho no próprio ventre, como podemos dizer para outras pessoas que não matem uns aos outros?

Madre Teresa de Calcutá

Mas eu sinto que o maior destruidor da paz hoje é o aborto, porque é uma guerra contra a criança – um assassinato direto da criança inocente - assassinato pela própria mãe. E se nós aceitamos que uma mãe pode matar até mesmo sua própria criança, como nós podemos dizer para outras pessoas que não matem uns aos outros?

Madre Teresa de Calcutá

Pela legalidade do aborto estamos em um país de direitos iguais,intão quando abortar não esqueça de suicidar depois.

VictorDity

Aborto Não!

Eu ia ser sua razão de viver,eu ia segurar na sua mão quando tivesse medo.
Você ia me dar abraços e todos os confortos.
Nós iriamos enfrentar os problemas juntos.
Eu iria te magoar,mas você iria me perdoar e me ensinar.
Eu iria cuidar de você mamãe,eu já te amava.
Mas,você me abortou,eu tento entender mãe,mas era minha única oportunidade.

Rayanne Matos

ABORTO E O PRINCÍPIO DA VIDA

A vida de um feto na barriga da mãe, é o maior laço da concepção do mundo natural, atrofiar a sua expulsão com legalidade, é convalidar outras espécies de crimes.

Erasmo Shallkytton

Eis porque o aborto é um pecado tão grave. Não somente se mata a vida, mas nos colocamos mais alto do que Deus; os homens decidem quem deve viver e quem deve morrer.
Se aceitarmos que uma mãe mate seu filho dentro do próprio ventre, como poderemos impedir que as pessoas matem umas as outras?
Dizer que há bebê demais é como dizer que há flores demais.

Madre Teresa de Calcutá

Uma verdade relativa é um abôrto do intelecto, uma ideia pobre e pouco pensada.

Maycon Ramos de Melo

Vislumbro, na decisão do STF de descriminalizar o aborto de anencéfalos, uma admissão, autruística, que o aborto será o que de melhor pode dar a sociedade para aquele ser que, por não o entendermos, eliminamos. Certamente dá menos trabalho!

Deuel Gontijo

Qualquer país que aceite o aborto não está ensinando o seu povo a amar, mas a usar de qualquer violência para conseguir o que se quer.

Madre Teresa de Calcutá

É fácil sermos a favor do aborto depois de termos nascido.

Keitarou Tanara

"Se um dia me perguntarem o que eu acho sobre o aborto, responderei que quem defende essa prática, supera em grau de crueldade o mais terrível dos homens que a humanidade já conheceu: Adolf Hitler! Pois em alguns casos de suas crueldades, ele deixava sobreviventes e os que defendem a prática do aborto nem sobreviventes há de deixar.”

Herbert Alexandre Galdino Pereira

Discursar sobre o aborto sem responsabilizar também o homem é hipocrisia e sinal de atraso cultural.
Speaking about abortion without also blaming the man is hypocritical and a sign of cultural backwardness

Marislei Espíndula Brasileiro

Sou contra o aborto e ponto. Não importa se a menina tem 12 ou 30 anos. Na hora de fazer todo mundo gosta. No calor do momento ninguém pensa nas consequências e, não se protegem. Assumir os seus atos é digno; matar o seu próprio filho, ainda que seja apenas um embrião é covardia, é vergonhoso. Ser mãe é um dom de Deus, e praticar o aborto porque é muito nova, ou não está pronta pra ser mãe é falta de caráter, de amor e, de maturidade. Cada ação gera uma reação e, não usar camisinha porque não gosta, sem tomar remédio, é pedir pra ser mãe; além de contrair doenças. Camisinha tem de graça em qualquer posto de saúde. Não quer ser mãe? Se previna!

Amanda Sanches

Aborto sem motivos?

A pergunta a que os portugueses terão de responder no referendo tem, pelo menos, um mérito: não se enreda na explanação de putativos motivos que possam suportar a legalização do aborto.
Não se apela para motivos, porque, na verdade, não há motivos para abortar. Só que esta sinceridade causa arrepios e provoca calafrios. Ela resvala para a arbitrariedade, já que a única razão que se aduz é a «opção da mulher»!
Ou seja, o ser humano em gestação pode ser viável e pode ser perfeito. Mesmo que o não fosse, não deixava de merecer respeito. Desde que a mulher grávida manifeste vontade de abortar, a lei passará a permiti-lo!
Não se percebe como é possível filiar esta posição na promoção dos Direitos Humanos. Há quem prefira uma posição demissionista, deixando ao arbítrio de cada pessoa o caminho a seguir.
Em tal caso, a sociedade não deveria opinar, o Estado não deveria intervir. Só à mulher grávida caberia optar. O princípio seria o da liberdade individual. É um argumento pouco sólido e muito perigoso.
Pouco sólido porque a mesma liberdade individual não é requerida para outras situações. A liberdade individual pode ditar o não pagamento de impostos. O Estado aceita? A liberdade individual pode sugerir o furto de bens alheios? A sociedade concorda?
Mas trata-se igualmente de um argumento deveras perigoso. É que a liberdade individual é um direito e um dever. Não pode esquecer jamais a vida e a liberdade dos outros. A liberdade que não respeita será liberdade? Homenageará a liberdade do próximo? Não é legítimo pensar apenas em liberdade de. Urge incluir sempre a liberdade para.
Será que, numa matéria tão sensível como a vida humana, o Estado poderá deixar ao abrigo da liberdade individual a decisão final e a opção definitiva?
Não deverá ser o Estado o garante de valor tão importante que está na base, aliás, de todos os outros valores?
É claro que esta condição de garante não pode circunscrever-se ao plano judicial. É necessária toda uma ambientação a montante, isto é, a criação de condições para que, antes de mais, a vida humana seja desejada e, depois, para que se fomente o seu desabrochamento com dignidade.
Haverá quem alegue que a penalização do aborto não devolve ninguém à vida. Mas, pelo menos, não fomenta a sua eliminação. Agora, a despenalização é que não protege nem ajuda a salvar nenhum ser humano.
Daí que não seja possível (sem um brutal contorcionismo de raciocínio) a alguém declarar-se contra o aborto e, ao mesmo tempo, propugnar a sua despenalização.
Invocar a tolerância e a cultura da misericórdia para este caso não é admissível. Primeiro, porque a lei já é suficientemente moderada e a sua aplicação é bastante mitigada. E, segundo, porque a misericórdia tem de ser dirigida, acima de tudo, para os mais desprotegidos. Alguém tem dúvidas quanto a isto? Não é o feto que está mais desprotegido?
A penalização não é, em primeira instância, contra a mulher. É um instrumento de defesa e protecção do nascituro. De resto, a justiça, em nenhum caso (mesmo no domínio penal), tem um objectivo vindicativo. Tem, sim, um claro objectivo preventivo e curativo, protegendo os mais indefesos.
É importante enquadrar esta questão em toda a sua globalidade, não a parcelando. Colocar o enfoque na mulher grávida constitui, pois, um enviesamento do problema, menorizando a principal vítima.
Isto não equivale a ignorar a situação dramática por que passam tantas mulheres. Este ponto não há-de ser jamais negligenciado. Não se pode, contudo, engrossar o já elevado número de vítimas.
Fundamental é apoiar as vítimas, dando-lhes a ajuda necessária e o estímulo preciso. Alguém que se prepara para ser mãe (para oferecer uma nova vida ao mundo) merece todo o carinho.

NetSaber

Aborto de anencéfalos é uma coisa realmente polêmica...afinal conheço muita gente sem cérebro vivendo normalmente por aí.

Alessandra Souza