Abencoados os que Esquecem

Cerca de 521 frases e pensamentos: Abencoados os que Esquecem

Há quem diga que o amor é a base de tudo, porém eles se esquecem que:
Há os que se anulam em nome do amor e acabam abandonados.
Há os que investem tudo nos outros acreditando que serão correspondidos e vivem reclamando do egoísmo alheio.
Há os que sonham com um amor perfeito, pretendem encaixar o ser amado nesse modela e acabam descobrindo que cada um é como é e não temos poder para mudar ninguém.
Há os que confundem paixão com amor. Não percebem que paixão é admirar no outro o que recalca em si. Quando a ilusão projetiva desaparece percebemos o ridículo dos nossos atos apaixonados.
Há os que confundem apego com amor. São egoístas que esperam do outro exatamente o que não se dão.
O amor verdadeiro nunca faz sofrer. Traz alegria, motivação e prazer, agindo sempre com seu poder de harmonizar as relações humanas.
Quando ser feliz passa a ser um objetivo sério nós logo percebemos que com o amor não se brinca.

Zíbia Gasparetto

"O tempo faz a gente esquecer. Há pessoas que esquecem depressa. Outras apenas fingem que não se lembram mais

Érico Veríssimo

amiGoS:

.São Tão RaRoS, Que Se CONSaGRaM...

.São Tão iMpoRTaNTeS, Que Não SE eSQueCeM...

.São Tão FoRTeS Que PRoTeGeM...

.São Tão SoLiDaRioS, Que Se eSQueCem De Si MeSMoS..

.São Tão FeLiZeS, Que FaZeM a FeSTa..
.São Tão FieiS Que eSPeRaM..

.São Tão uNiDoS, Que PRoSPeRaM..

.São Tão aMiGoS, Que DoaM a ViDa..

.São Tão aMiGoS, Que Se eTeRNiZaM..










MiGaH LiNDa*

-oH..SaiBa Que eu aMei Te CoNHeCeR..

-Que VoCê Se ToRNou MuiTo eSPeCiaL eM MiNHa ViDa!!

-PoDe CoNTaR CoMiGo SeMPRe Que PReCiSaR, Que eu Vou TaH SeMPRe aQui...

Olimpya Ferraz

"As pessoas estão tão apegadas aos seus problemas que esquecem que quem esta ao seu lado tem problemas também"

Patrícia Aparecida da Silva

"Às vezes, as pessoas esquecem as coisas, até que estejam prontas para lidar com elas. O tempo pode curar."

Pretty Little Liars

As pessoas mudam e esquecem de avisar os outros.

Lilian Hellman

Albert Camus escreveu: “Abençoados são os corações que podem dobrar, eles nunca se partirão.” Mas eu me pergunto… se não se partir não haverá cura, não havendo cura, então, não haverá aprendizado. E se não houver aprendizado… Então não haverá luta. Mas a luta é uma parte da vida, então, devem todos os corações partirem?

One Tree Hill

As pessoas se apaixonam num instante, amam num segundo, e depois esquecem para sempre...

Augusto Branco

“O problema é que as pessoas dizem ”eu te amo” mas esquecem daquele bilhetinho de ”bom dia”, daquela mensagem de ”boa noite, estou com saudade”, esquecem de perguntar se você está bem, assim sabe, só por perguntar mesmo. Esquecem do abraço sem pretexto, do presente fora de época, esquecem de dar atenção nos detalhes e isso, faz com que esse ”eu te amo” perca o valor. Por que o amor não se alimenta de palavras, se alimenta de atitudes.”

Rafael Uccman

Desculpa, Esqueci que Você
só Lembra de Mim Quando
Todos esquecem de Você

jessé ozZ nelly

"O tempo faz a gente esquecer. Há pessoas que esquecem depressa.
Outras apenas fingem que não se lembram mais." -

Érico Veríssimo

Muitos não se esquecem do primeiro gol, feito no pátio da escola. Ou do primeiro frango, quando se foi escalado à revelia para jogar debaixo das traves. Do primeiro beijo de língua, da primeira cicatriz, do primeiro fora e da primeira vez em que se ouviu “eu te amo”, ninguém se esquece.

Também não nos esquecemos da primeira vez em que ouvimos “vou para a casa da minha mãe”, do primeiro divórcio, da audiência na Vara da Família, do terno e do cinismo do advogado do outro, e do tédio do juiz, que já ouviu aquela ladainha tantas vezes...

Nem do primeiro reencontro casual com a ex, em que ela, sorridente, está mais bonita, mais loira, menos cacheada, mais magra, com um par de seios novos, maiores e um vestido bem mais curto que os anteriores, muito bem acompanhada por alguém mais bronzeado, simpático, gente fina e absurdamente mais sarado.

Ela também não se esquece do dia em que vê o ex saindo do restaurante mais caro da cidade- enquanto antes só a levava no pé-sujo mais barulhento-, abraçado a uma garota mais nova que os filhos deles, usando boné, tênis All Star, sem os cabelos brancos de antes, mas ainda com aquela eterna barriguinha, fumando [desde quando voltou a fumar?] e entrando num carro que daria para pagar a pensão alimentícia de todas as mulheres presentes no empreendimento gastronômico citado.

Ambos os gêneros não se esquecem do primeiro orgasmo, do dia do sim, da lua-de-mel e da primeira vez em que ele é obrigado a dizer “isso nunca me aconteceu”. Também não nos esquecemos da primeira vez que em ouvimos “não é isso que você está pensando”, “o problema não é você”, “o celular estava no vibracall” e “não bufa”. Nem da primeira camisinha. Muito menos da primeira camisinha estourada.

Diz o pensador Washington Olivetto, que uma garota não se esquece do primeiro sutiã. O que as garotas não sabem é que nós, garotos, não nos esquecemos da primeira vez em que prendemos o bem mais precioso no zíper da calça. Vemos estrelas. É como se o Big Bang se repetisse bilhões de anos depois.

Elas nunca se esquecem da primeira curetagem, e eles, do primeiro exame de próstata. Acho que poucos se lembram da queda do primeiro dente-de-leite. Mas ninguém se esquece da primeira extração do primeiro siso. Ou da primeira operação para extrair as amídalas. Ou da primeira dentadura.
Não nos esquecemos também quando o limite de colesterol passou para o nível inaceitável, ou quando ouvimos pela primeira vez a pergunta: “Você tem caso de diabetes na família?”

Da primeira vez em que o time de coração ganhou a Libertadores, alguém se esquece? Nem os corintianos, da quantidade de vezes em que o time foi eliminado perto das finais. Nem em qual churrasco estava nas finais das Copas do Mundo de futebol. Nem do pênalti perdido pelo craque do time na decisão. Ou da primeira vez que entrou num estádio. Ou dá última, em que passou mal, depois de jantar o dogão com purê e maionese da rua em frente.

Ninguém se esquece da primeira vez em que andou de bicicleta sem rodinhas, da primeira vez em que boiou sem a ajuda dos braços do avô, do primeiro tombo do cavalo. E do primeiro e indigesto fio de cabelo branco, alguém se esquece?

E do tamanho do primeiro celular? E da primeira bicicleta? E do primeiro carro? E da cara do primeiro instrutor da autoescola? E de todas as casas em que morou? E do primeiro cachorro? E de todos os outros? E dos gatos? Da babá? Da primeira escola? E da última? Da primeira namorada? E da última?

Tudo bem se esquecer do número do PIS/Pasep, ou do passaporte, que muda a cada cinco anos. Mas alguém se esquece do número do próprio celular, RG, CPF ou do telefone da mãe? Do aniversário?

Alguém se esqueceu da reação que teve quando soube que o Senna, o Tancredo, a Diana, o John Lennon, os Mamonas e o Michael Jackson morreram? E por qual canal assistiu a queda das Torres Gêmeas no 11 de setembro? E da primeira greve? Do primeiro voto? Da primeira vez diante da urna eletrônica? Da primeira vez que voou de avião, ou helicóptero, ou para o espaço?

E a Zélia anunciando pela tevê que cada brasileiro teria o direito de sacar apenas R$ 50? E das Diretas Já? E dos caras pintadas? E do Collor dando adeus? E do que estava fazendo no dia do blecaute? E do dia em que o PCC parou a cidade?

Alguém se esquece do cheiro da avó? Do perfume do amante? Do gosto da manga, da água de coco, do caju, do figo? Do cheiro do mar? De dizer “feliz ano novo”? De curar soluço? Do primeiro vestibular? Do homem chegando na Lua? Do primeiro porre?

Depois dizem que somos um povo sem memória.

Marcelo Rubens Paiva

O que as pessoas se esquecem é o quanto é bom quando a gente se livra desses segredos. Sejam bons ou maus, pelo menos eles foram liberados - quer gostemos ou não. E uma vez que seus segredos foram escancarados, você não tem mais que se esconder atrás deles. O problema com os segredos é que mesmo que você pense que está no controle... Você não está.

Meredith Grey

Parece que as pessoas esquecem de nós com a mesma facilidade que elas dizem "Oi".

Raquel de Menezes

Ah, mas tudo bem. Com o tempo, todo mundo se acostuma. As pessoas esquecem umas das outras com tanta facilidade. Como é mesmo que minha mãe dizia? Quem não é visto, não é lembrado. Longe dos olhos, longe do coração. Pois é.

Caio Fernando Abreu

Injusto mesmo é a maneira como as pessoas mudam e esquecem de avisar pras outras. Claro que a dor vai embora. Alguém nega? Nada de drama. Lava o rosto, se olha no espelho. Tenta não esquecer que só você pode mudar esse script. Não esquece que o coração, um dia, vai sentir todas as mesmas sensações (ou até mesmo melhores) que já sentiu. Mas até lá? Injusto seria não ter o direito de sofrer em silêncio.

Thais Luquez

É comum ver Fracassados se esforçarem e reclamarem da sorte. Mas esquecem ( sequer aprendem ) que sucesso não depende de esforço, mas de competência.

Thimer

Amizade

Por que as amizades não podem ser para sempre?
Por que as pessoas esquecem de quem as ajudaram quando elas estavam precisando?
Por que o mundo é tão injusto?
É tão difícil entender por que as pessoas esquecem uma amizade que antes elas diziam ser eterna!
A falsidade é o início de uma amizade que diz não ter fim, mas que já acabou antes mesmo de começar!

Lariana Nunes Oliveira

Pessoas que esquecem depressa. Não merecem ser lembradas.

Gabriela Sousa