A Menininha Cresceu

Cerca de 303 frases e pensamentos: A Menininha Cresceu

PAGÃO

Nasceu.
Nasceu, de um olhar choroso que finda no lamento.
Cresceu.
Cresceu, na esperança perdida entre o tempo e a dor.
Se morre?
Se morre, não sei. Talvez se misture a essa atmosfera
ferida
Ou se perca na escuridão.

Renato Rush

Dobrei a Alegria em cinco partes pra caber no coração.
Cresceu tanto no últimos dias que mal cabia...
Agora tem espaço de montão.
Alegria sempre cabe mais,
tristeza não cabe não.

Karla Thayse

E o tempo passou e você cresceu já não é mais aquela menina.

Thiago Oliveeira

- éн . .

αquelα meniiniinнaa cresceu '
  αmαdureceu e αprendeu α ver o mundo

   com outros olнos*descobriiu que não vαle α penα' sofrer

 e siim aprender com os própriios erros (!)

     нoje elah é liiivre* prα seguiir seu própriio cαmiinнo õÕ/


- ih α pαrtiir de αgoorα . .

     eu não vou mαiis tentααr mudαr meu futuro . .
 nem concertααr o pαssααdo ;

   vou deiixαr o destiino cuuidαr de tudo . .
    ii o quii tiiver que seer. . serαá (Ý)

beatriz carvalho rodriques

A menina cresceu, virou mulher, conheceu pessoas novas e te esqueceu palhaço ;)

larissa alves

Porque se você não aprendeu nada com a última experiência, aí foi perda de tempo. Você não cresceu, não amadureceu e, então vai cometer os mesmos erros do passado.

Jônatan Felipe Ribeiro

Encontrei-a quando não quis encontrar.
Cresceu em mim sem perceber.
Tentei não mais lembrar.
Mas não é fácil perecer.

Érico Macri

Tenho muito orgulho dessa menina, moço. Cresceu num castelo, aqueles do concreto mais forte, sabe? Mais altos, aquele castelo que aparentemente ninguém pode tentar entrar para ferir a princesinha, pois seria uma tentativa inútil. Era o castelo mais forte e mais resistente mas não era indestrutível. E à medida em que a princesinha crescia ela percebia isso. E moço, só de contar essa história pra você meus olhos já se enchem de lágrimas, porque ela é linda demais. Eu sei porque vi tudo de perto, vi tudo aqui de cima, o melhor lugar para se ver. As vezes eu aparecia, quando ela estava muito feliz, porque me fazia tão bem ver aquele sorriso, e sentir aquela felicidade toda, mas assim, aparecia sem ela perceber, bem quietinho, mas como menina esperta que é, ela me sentia, acredita? E ainda sorria pra mim! Que linda essa menina, que doce. Mas então moço, como te contava, um belo dia o desastre aconteceu, o castelo desmoronou e a princesinha ficou sem chão, e nunca se sentiu tão só, tão sem vida... Eu coloquei algumas pessoas no caminho dela que fizeram muito bem o meu papel, abraçaram minha pequena, cuidaram dela, mas assim, ela fez tudo sozinha, se levantou e reconstruiu tudo no braço. E enfrentou tudo com força. Só não tem tamanho essa menina, porque vai enfrentar ela pra você ver, nem tenta. E hoje moço, eu olho para aquela princesinha de outrora, aquela tão pequenina que ria feito criança um dia, o riso mais inocente que já vi... Olho pra ela hoje e vejo que o sorriso continua o mesmo, percebo os gestos de antes, agia feito boneca aquela menina, e hoje moço? Permanece a mesma, tão doce nas palavras... Ah moço, eu fiz um bom trabalho, diz aí? Cuidei e continuo cuidando aqui de cima. E sei que ela sai dos trilhos as vezes, mas eu nunca vou deixar que ela se perca, nunca! (...) Se eu encontrasse ela moço, eu ia dizer, que desejo que ela continue sendo essa pequena guerreira, que hora é mulher, e que mulher! Mas que não deixa de ser meiga e doce. Desejo que ela permaneça essa menina de sorriso inocente, que tenha fé e que não se perca nunca... de mim, que por trás de toda tempestade eu vou fazer o sol dela radiar, que por trás de toda noite triste vou tratar de arrumar uma constelação de estrelas no céu só pra brilhar para ela e eu vou estar lá, aquela estrela mais brilhante e mais distante... esperando por ela.

O Anjinho da Lizie

Amanda Rocha

Nasceu, cresceu, virou ateu e no facebook apareceu.
Boa sorte.

Dandefish

Expressa sua dor fúria revolta mostre para todos que vc evoluiu que a criança cresceu que virou homem ou mulher fortes sem medo

Valdeci Liberato Savóia

A gente nota que cresceu quando ri daquilo que já nos fez sofrer

Gisely Favaretto

Enfim você cresceu
De repente ,voce entra no quarto ,olha as prateleiras e elas estão vazias.Cadê tudo aquilo que povoava a sua ,e a minha vida.Meu Deus,agora me dei conta que você cresceu.De livre espontânea vontade,recolheu para uma caixa, a pequena amostra que ainda havia de sua infância,sumiram os sinais de que você ainda era somente meu.
Criou-se um espaço para coisas novas ,para novas aventuras e descobertas para um crescer que ninguém pode deter.Guardou-se as lembranças mais felizes que se deve guardar.Guardou-se para ser aberta daqui alguns anos ,talvez em outra fase de sua vida ,para também fazer feliz a vida de mais alguém.
Estou ansiosa para o que virá, mas também certa de que fiz o melhor que pude para fazê-lo feliz ; Bem ,o que vem gora é resultado de tudo isso ,e espero que tudo corra bem,porque enfim você cresceu;

Rosália pinheiro

O reflexo de uma vida boa é olhar para o seu passado e ver o quanto você cresceu e aprendeu com seus erros, hoje seu presente é solido seu futuro poderá ser melhor ainda.

Glaucia Zamella

Minas Gerais

Neste solo plantei sementes
Que germinou, cresceu
E fez amar este chão
De tantas histórias,
Tantas glorias,
De homens fortes,
Bravos, nobres
De tantos versos;
Solo fértil
Montanhas,
Belas paisagens
Que encanta cada olhar
Que nele fica olhar.
Assim é Minas Gerais.

Ataíde Lemos

Sou uma criança adulta uma adolescente que não cresceu. Aquela que muitos amam,milhões odeiam e pouco tem rostinho de boneca,mas não foi feita pra brincar!!!

Brendah Souza

A MENINA E O MUNDO

Demétrio Sena, Magé - RJ.

A menina oprimida e tratada como santa cresceu. Quando a família perdeu o direito enviesado de separá-la das propaladas "imundícies do mundo", ela quis conferir. Ver se o mundo é tão imundo quanto aprendeu. Se todas as pessoas de fora da sua bolha são de fato perversas, mentirosas e podres.
Viu que o homem que fuma tem o pulmão comprometido, mas o coração, em sua natureza humana, é generoso. Conheceu finalmente a mulher de cabelos vermelhos e tatuagens no corpo, e constatou que a bondade não tem aparência. Que a decência não escolhe a cor dos cabelos nem da pele. Descobriu que a vaidade condenável não estampa ou cobre o corpo. Ela se oculta no coração e se manifesta em atos como preconceito, julgamento e certeza da perdição das almas de quem não comunga o mesmo credo; a mesma visão de mundo e vida; o mesmo caldeirão de filosofias distorcidas e dogmas calcificados. Ao mesmo tempo, descobriu a malícia e a hipocrisia; o rancor e a má fé impregnados em grande parte dos mais contritos, severos e santarrões da elite religiosa que a mantinha no cabresto... ou no redil.
Então a menina já não menina chorou. Estava no mundo e só foi preparada para estar no céu. Teve que travar a grande luta interna para vencer a si mesma e aprender a tratar o próximo como semelhante, apesar das diferenças. Viu, de uma vez por todas, que não estava cercada por demônios. Que as virtudes não são exclusivas da religião, nem os defeitos são inerentes aos não religiosos ou aos que professam outras crenças. Percebeu que o bem e o mal não escolhem grupos e ambientes; estão em toda parte, e seja onde for, somos nós que nos livramos das tentações, por força de caráter, natureza e criação.
Mas a maior tristeza da ex-menina foi constatar o rancor, a intolerância, o preconceito e o julgamento dos seus, desde o momento em que resolveu enxergar com os próprios olhos. Caminhar com os próprios pés. Pensar por conta própria. Correr seus riscos e descobrir que o mundo é bom. As pessoas do bem são muito mais numerosas que as do mal, e nenhuma delas tem uma inscrição na testa ou na palma da mão. Muito menos é conhecida em sua real profundidade, pelos discursos que faz ou o grupo a que pertence.
Mesmo assim, a já não menina e já não oprimida tem esperança de reconquistar a família e os antigos irmãos de fé, sem ter que voltar a ser como antes. Sua esperança na família, é a mesma que aprendeu a ter no mundo, após conhecê-lo pessoalmente, sem as influências do sensacionalismo denominacional.

Demétrio Sena - Magé-RJ.

A MENINA E O MUNDO

Demétrio Sena, Magé - RJ.

A menina oprimida e tratada como santa cresceu. Quando a família perdeu o direito enviesado de separá-la das propaladas "imundícies do mundo", ela quis conferir. Ver se o mundo é tão imundo quanto aprendeu. Se todas as pessoas de fora da sua bolha são de fato perversas, mentirosas e podres.
Viu que o homem que fuma tem o pulmão comprometido, mas o coração, em sua natureza humana, é generoso. Conheceu finalmente a mulher de cabelos vermelhos e tatuagens no corpo, e constatou que a bondade não tem aparência. Que a decência não escolhe a cor dos cabelos nem da pele. Descobriu que a vaidade condenável não estampa ou cobre o corpo. Ela se oculta no coração e se manifesta em atos como preconceito, julgamento e certeza da perdição das almas de quem não comunga o mesmo credo; a mesma visão de mundo e vida; o mesmo caldeirão de filosofias distorcidas e dogmas calcificados. Ao mesmo tempo, descobriu a malícia e a hipocrisia; o rancor e a má fé impregnados em grande parte dos mais contritos, severos e santarrões da elite religiosa que a mantinha no cabresto... ou no redil.
Então a menina já não menina chorou. Estava no mundo e só foi preparada para estar no céu. Teve que travar a grande luta interna para vencer a si mesma e aprender a tratar o próximo como semelhante, apesar das diferenças. Viu, de uma vez por todas, que não estava cercada por demônios. Que as virtudes não são exclusivas da religião, nem os defeitos são inerentes aos não religiosos ou aos que professam outras crenças. Percebeu que o bem e o mal não escolhem grupos e ambientes; estão em toda parte, e seja onde for, somos nós que nos livramos das tentações, por força de caráter, natureza e criação.
Mas a maior tristeza da ex-menina foi constatar o rancor, a intolerância, o preconceito e o julgamento dos seus, desde o momento em que resolveu enxergar com os próprios olhos. Caminhar com os próprios pés. Pensar por conta própria. Correr seus riscos e descobrir que o mundo é bom. As pessoas do bem são muito mais numerosas que as do mal, e nenhuma delas tem uma inscrição na testa ou na palma da mão. Muito menos é conhecida em sua real profundidade, pelos discursos que faz ou o grupo a que pertence.
Mesmo assim, a já não menina e já não oprimida tem esperança de reconquistar a família e os antigos irmãos de fé, sem ter que voltar a ser como antes. Sua esperança na família, é a mesma que aprendeu a ter no mundo, após conhecê-lo pessoalmente, sem as influências do sensacionalismo denominacional.

Demétrio Sena - Magé-RJ.

Amor verdadeiro que cresceu rápido tão rápido que assim morreu. Ou talvez esteja só dormindo.

Vitor Costa.

São Paulo cresceu nos últimos trinta anos sem planejamento algum, áreas de preservação invadidas por troca de votos, pessoas incompetentes administrando setores essências, crescimento desordenado, abandono total da administração pública e super população são só alguns dos fatores que levaram São Paulo ao caos hídrico....

Luiz carlos mathias

Estrelas brancas...
Lá no meio da praça,
cresceu um pé de magnolia
e quando as flores desabrocham,
viram estrelas tão brancas
que se parecem,
com a paz de um coração tranquilo
transbordando delicadeza
e fazendo a gente pensar
como é possível uma flor,
fazer de uma vida atribulada,
um imediato, serenar.
by/erotildes vittoria

Erotildes Vittoria