50 anos de Casados

Cerca de 286 frases e pensamentos: 50 anos de Casados

Chega de ser 100% mulher. Para 10% de homem, 50% me basta. E ainda saio no prejuízo.

Luci Maria (mãe de Monique Frebell)

50% do que se fala brincando é verdade. Porque falar brincando é uma maneira gentil de dizer a verdade sem ofender a outra pessoa...

Tudo para Ficar com Ele

Quando você passar da linha dos 50 anos estará vivendo num "UNIVERSO PARALELO".

Claire Fernandes

Aos 50 anos , não vou mais negligenciar os amigos. A essa altura da vida ,todo mundo já passou por essa dolorosa experiência pelo menos uma vez: quando é que poderíamos imaginar que aquela conversa, aquela carta , aquela visita naquele verão seria a última?

Wendy Crisp

Como tudo na vida, 50% só depende da gente.
O restante acontece ou não.

Kléber Novartes

50 anos
A fase das vitaminas
"As mulheres têm hábitos diversos, e por isso suas carências nutricionais variam bastante. Suplementos alimentares são importantes, mas não se deve tomá-los sem acompanhamento médico", diz Luiz Roberto Ramos, chefe do departamento de geriatria da Universidade Federal de São Paulo.

Esta é a fase na qual a mulher passa por sua transformação mais radical: a menopausa. É quando se encerra a capacidade reprodutiva. A transformação é a seguinte: o nível de estrógeno despenca 75% em relação a seu ponto máximo. Os sintomas são insônia, variação no humor, perda de memória. Além disso, há um maior acúmulo de gordura por todo o corpo (inclusive nas orelhas e embaixo dos olhos).

Para manter o peso, a mulher de 50 precisa ingerir 50 calorias menos por dia do que quando tinha 40 anos. A pele vai ficando mais fina e frágil. Os cabelos estarão grisalhos, mais grossos e secos. A vida sexual também fica mais complicada. A perda de estrógeno provoca ressecamento nas paredes vaginais, perda de elasticidade e, com freqüência, dor durante a relação. O problema é que o desejo sexual da mulher não diminui. Hoje há medicamentos para suprir a redução da produção natural de estrógeno. Existem também lubrificantes vaginais.

Aos 50 anos de idade, em geral, a mulher tem filhos adultos. Freqüentemente tem netos. Do ponto de vista familiar, se ela ultrapassou bem a década dos 40, está com a vida estabilizada. Precisa cuidar da saúde. Deve tomar doses extras de cálcio e vitaminas, fazer exames clínicos em intervalos menores, exercitar-se religiosamente. Mas muito provavelmente terá tempo e disposição para fazer o que gosta e ser feliz – coisa que até então, como vivia mais para os outros que para si mesma, era praticamente impossível.

Um estudo feito no ano passado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revelou que os idosos vivem, hoje, em condições bem melhores que os jovens. E as mulheres estão no alto dessa onda. Entre 1986 e 1998, o número de idosas com renda superior a dez salários mínimos dobrou. Isso porque elas passaram a trabalhar em postos mais bem remunerados e a ter direito a aposentadoria mais alta.

Outros fatores melhoraram a vida da mulher na velhice. Nos anos 70, os casais tinham, em média, seis filhos. Hoje são apenas dois. Famílias pequenas desgastam menos a mulher, emocional e fisicamente. Segundo o IBGE, a expectativa de vida das brasileiras, atualmente, supera em oito anos a dos homens – e aumentou em dois anos na última década.

Malu

Tentar a sorte e você saber que existem 50% de chance de sair vitorioso.

Bruno Tom

Em meados dos anos 50, em uma cidadezinha pequena, em algum lugar do Brasil, onde os detalhes não importam e as pequenas coisas prevalecem. Encontrava-se Antônio, mais um trabalhador árduo desde jovem, sempre trabalhou na roça, em condições humildes. Ele nunca se importou com as coisas de maior valor, assim como muitos que vem de cidade pequena. A família nunca se importou com ele. Não sabia ao certo o que significava família, nem de longe. E Judith, uma jovem da cidade, que assim como Antônio, trabalhava desde cedo. E que vivia por conta própria. Todos nós estamos cansados de ouvir essas histórias de nossos pais ou avós. De como antigamente trabalhavam desde pequenos e tinham que ter independência. Não era diferente com eles. E inevitavelmente, eles se conheceram. Antônio encontrou a parte que lhe faltava em Judith. E Judith encontrou a paz que lhe faltava em Antônio. Essas coisas de sempre. Vem à amizade, a paixão e o amor. Ambos não sabiam o que era ter alguém ao seu lado, não sabiam o que era ter alguém para contar, para conversar, para cuidar. E foi exatamente por isso que eles se deram tão bem. Trabalhavam cada vez mais, e também se apaixonavam cada vez mais. Antônio fazia questão de todos os dias, levar uma rosa que roubava de um dos vizinhos da região para ela. Era algo errado, pelos motivos certos. Em certo dia, ele comprou um radio, e eles passavam as noites ouvindo musicas do Elvis Presley, cantando e dançando. Judith nunca se importou que ele não soubesse dançar. E Antônio nunca se importou que ela não soubesse cantar. Mas eram as noites mais felizes e bonitas de ambos. Em uma dessas noites, Antônio havia esperado Judith, como fazia todos os dias, e lhe disse que tinha uma surpresa. Levou até um dos lagos da cidade, entregou a rosa do dia, mas com uma diferença, um bilhetinho pequeno, escrito com a sua letra, um garrancho, melhor dizendo. E nele estava escrito “Sei que não um cara charmoso, rico ou maravilhoso, mas deixa eu te mostrar que posso te fazer feliz? Eu não vou precisar de nada disso para isso. Foge comigo e vamos construir a nossa família? Deixa eu te cuidar? Se você quiser, se meu amor bastar.”. Judith, sem palavras, olha fixamente para frente, quando vê Antônio dizer — Aceita casar comigo? — Ela, quase que imediatamente, responde — Eu aceito. Algumas semanas depois, estavam os dois, juntando suas malas, e o pouco de dinheiro que tinham, e indo embora para a cidade grande. Eles mal sabiam por onde começar. Foram para a igreja, e mesmo que sem familiares, trataram de logo casar. Assim que o padre terminou a pequena cerimônia, ele chegou à parte “Judith, você aceita Antônio em casamento, prometendo amá-lo, respeitá-lo e ser fiel, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, por todos os dias de sua vida, até que a morte os separe?”. — Eu aceito — Repetiu o processo com Antônio, terminando com ele respondendo — Eu aceito. E o padre terminou dizendo “Eu vos declaro, marido e mulher, pode beijar a noiva.”,. Antônio beija Judith intensamente, ela olha para ele e diz — Até que a morte nos separe Antônio. Eu te amo. E Antônio, sem pensar duas vezes, diz — Até que a morte nos separe Judith. Eu também te amo. Aos poucos, eles foram se acertando, passaram por grandes dificuldades, é verdade. Mas o amor forte e intenso que sentiam um pelo o outro, parecia superar qualquer barreira e dificuldade que fosse. Logo Antônio conseguiu um bom emprego, trabalhando em uma fábrica famosa de carros, e em pouco tempo, já estava comprando um terreno e construindo a casa que tanto sonhara ter com Judith. Assim que terminaram a construção da casa, venho o primeiro bebê. Eles nunca tinham ficado tão felizes. Ele cuidava melhor do que nunca de Judith e do bebê, comprava tudo que ela tivesse vontade, e se dedicava cada vez mais no trabalho. Com o nascimento e a alegria que o bebê trouxe, eles olharam para si mesmos, e descobriram, finalmente, o que era realmente uma família. Um encontrou no outro a resposta para o que ambos haviam buscado. Família era ter os seus sonhos, medos, desesperos e dificuldades compartilhados e, acima de tudo, ter um ao outro. Mesmo que tudo lhes faltassem, o importante eram eles se completarem. Dois anos depois, o segundo filho chegou. E dois anos mais tarde, o terceiro. Eles eram uma família humilde, porém de um caráter admirável. Criaram os filhos de uma forma justa e correta. Embora tivessem passado por coisas difíceis, os filhos cresciam felizes e sempre sorrindo, todos eles. Cada filho foi crescendo, se tornando homem ou mulher, e aos poucos, foram atrás de fazer o próprio futuro. Antônio e Judith haviam criados filhos maravilhosos e se orgulhavam todos os dias por isso. Eles também, de certa forma, criaram os netos que viriam a seguir. Porque muitos passavam mais tempo na casa dos avós do que em suas próprias casas. O que era natural, vendo que os dois tinham jeito para isso. Antônio sempre soube que Judith era o amor de sua vida e era algo encantador de se ver. Mas assim como o tempo passa, a velhice chega. E é claro, com ela vêm os problemas de saúde. Judith sentiu isso na pele. Vítima de um AVC, mais conhecido como derrame, que normalmente, deixa sequelas em quem as têm. E não foi diferente com Judith, que havia perdido os movimentos do braço direito e da perna direita. Ela, que sempre ousou de cuidar de sua casa sozinha, lavar as roupas, fazer comida, uma mulher incrivelmente independente. Agora, se via tendo que depender de outras pessoas para arrumar a casa, cozinhar e lavar roupa. Até para andar precisava de ajuda. Antônio sofreu junto com ela, cada dificuldade e problema que ela passava. Ele chorou junto, cada lágrima que ela derramava. Ele esteve com ela todo o tempo. Levando-a para a fisioterapia, todas as tardes, mesmo que estivesse cansado para muitas coisas, ele sempre estava disposto para ela no momento em que necessitasse. E aos poucos, ela foi melhorando, e quem pensa que ela desistiu de cuidar de seus afazeres? Pouco a pouco, ela foi voltando às rotinas de sua casa, da sua maneira, mas ela limpava, cozinhava e lavava. Usando apenas um dos braços e uma das pernas. Com alguma ajuda de vez em quando e para algumas coisas. Ela era um exemplo. Que mesmo depois de passar por tempos difíceis, ainda assim, lutava para não perder a capacidade de ser independente, para não se sentir inútil. E com certeza, isso ela não era, nunca foi. E assim foram nos últimos dez anos. Antônio levava Judith para a fisioterapia, para o médico ou simplesmente media sua pressão. Ele estava lá. Pronto para socorrer a qualquer momento. E nunca deixaram de estar juntos, nunca deixaram de se amar e se respeitar. Até que em um certo dia, ela foi hospitalizada, mais uma vez, com um segundo derrame. E o estado dela foi se tornando cada vez mais grave. Antônio tornou a levar uma rosa para Judith todos os dias em que passara no hospital, assim como fazia quando roubava uma rosa do vizinho, mas dessa vez, ele apenas fazia algo certo por motivos mais certos ainda. Aos poucos a situação de Judith foi piorando, e em uma das noites em que estava no hospital com Antônio, ela disse que não aguentava mais, mas tinha medo de deixar ele sozinho, porque ela sempre havia se preocupado mais com ele do que consigo mesma. Antônio disse para que não se preocupasse, mas sim, que se fosse chegado a hora dela, apenas vá em paz. Ele mesmo, não aguentava mais ver a esposa sofrer todos os dias. Ela olhou para ele, apesar do olhar enrugado e mais velho, ainda assim, o mesmo olhar apaixonado de quando se conheceram e disse — Eu te amo Antônio, sempre amei e sempre vou amar. — Ele segurou em suas mãos, beijou a sua testa e disse — Eu te amo Judith, sempre amei e sempre vou amar. Para todo o sempre. — Minutos depois ela sorriu, e adormeceu. No dia seguinte, chegava à notícia que Judith havia falecido. Junto venho o velório e o sepultamento. E enquanto Judith era enterrada, Antônio se aproximou do caixão e disse alto, acreditando que de alguma forma, ela o escutaria — Você foi a melhor companheira que eu poderia ter, durante mais de cinquenta anos. Você foi tudo para mim e sempre vai ser. Uma parte de mim está indo embora com você, a melhor parte. Nada do que eu tenha feito por ti, foi o bastante. Eu te amo, Judith. — Naquela mesma noite, Antônio estava em sua varanda, em meio a um céu estrelado. Ele se lembrou da frase do dia de seu casamento “Até que a morte nos separe.”. E ela havia separado. Pelo menos durante a vida, pelo menos por algum tempo. Mas a mesma morte que um dia os separou, seria quem um dia os faria se reencontrar. O amor momentâneo viverá por certo tempo, mas o amor verdadeiro viverá para sempre. Ele tinha certeza que ainda não era o fim. E quase sem pensar, olhou para o céu, com os olhos cheios de lágrimas, e disse — Até que a morte nos reencontre, meu amor.

Li no tumblr

Recordando os velhos tempos de minha juventude,pelo idos das décadas de 50 e 60,tinha um padre que era muito meu amigo,o Mnsenhor José Luiz Cortez,padre humilde e de alma muito elevada...sempre bem humorado e adorava contar piadas para mim.
Certo vez,quando nos dirigíamos,conversa animada, pelas ruas de Teresina, em direção da igreja de São Benedito,por ocasião dos festejos e missas ali realizadas,muitas pessoas, ao invés de estarem assistindo à missa,ficavam do lado de fora da igreja,enconstadas nas paredes.E ele observando aquele espetáculo me indagou:
-Meu filho, você está vendo aqueles indivíduos namorando e apalpando aquelas mulheres?
-E eu lhe respondi,sim,padre.Por que?
-Foi quando ele me respondeu:
-Meu filho,se peito de mulher fosse buzina ninguém conseguiria dormir a noite.

Adelmar marques marinho

JEREMIAS 50

“1 A palavra que falou o Senhor acerca de Babilônia, acerca da terra dos caldeus, por intermédio de Jeremias o profeta.
2 Anunciai entre as nações e publicai, arvorando um estandarte; sim publicai, não encubrais; dizei: Tomada está Babilônia, confundido está Bel, caído está Merodaque, confundidos estão os seus ídolos, e caídos estão os seus deuses.
3 Pois do Norte sobe contra ela uma nação que fará da sua terra uma desolação, e não haverá quem nela habite; tanto os homens como os animais já fugiram e se foram.
4 Naqueles dias, e naquele tempo, diz o Senhor, os filhos de Israel virão, eles e os filhos de Judá juntamente; andando e chorando virão, e buscarão ao Senhor seu Deus.
5 Acerca de Sião indagarão, tendo os seus rostos voltados para lá e dizendo: Vinde e uni-vos ao Senhor num pacto eterno que nunca será esquecido.
6 Ovelhas perdidas têm sido o meu povo; os seus pastores as fizeram errar, e voltar aos montes; de monte para outeiro andaram, esqueceram-se do lugar de seu repouso.
7 Todos os que as achavam as devoraram, e os seus adversários diziam: Culpa nenhuma teremos; porque pecaram contra o Senhor, a morada da justiça, sim, o Senhor, a esperança de seus pais.
8 Fugi do meio de Babilônia, e saí da terra dos caldeus, e sede como os bodes diante do rebanho.
9 Pois eis que eu suscitarei e farei subir contra Babilônia uma companhia de grandes nações da terra do Norte; e por-se-ão em ordem contra ela; dali será ela tomada. As suas flechas serão como as de valente herói; nenhuma tornará sem efeito.
10 E Caldeia servirá de presa; todos os que a saquearem ficarão fartos, diz o Senhor.
11 Embora vos alegreis e vos regozijeis, ó saqueadores da minha herança, embora andeis soltos como novilha que pisa a erva, e rincheis como cavalos vigorosos,
12 muito envergonhada será vossa mãe, ficará humilhada a que vos deu à luz; eis que ela será a última das nações, um deserto, uma terra seca e uma solidão.
13 Por causa da ira do Senhor não será habitada, antes se tornará em total desolação; qualquer que passar por Babilônia se espantará, e assobiará por causa de todas as suas pragas.
14 Ponde-vos em ordem para cercar Babilônia, todos os que armais arcos; atirai-lhe, não poupeis as flechas, porque ela tem pecado contra o Senhor.
15 Gritai contra ela rodeando-a; ela já se submeteu; caíram seus baluartes, estão derribados os seus muros. Pois esta é a vingança do Senhor; vingai-vos dela; conforme o que ela fez, assim lhe fazei a ela.
16 Cortai de Babilônia o que semeia, e o que maneja a foice no tempo da sega; por causa da espada do opressor virar-se-á cada um para o seu povo, e fugirá cada qual para a sua terra.
17 Cordeiro desgarrado é Israel, os leões o afugentaram; o primeiro a devorá-lo foi o rei da Assíria, e agora por último Nabucodonosor, rei de Babilônia, lhe quebrou os ossos.
18 Portanto, assim diz o Senhor dos exércitos, Deus de Israel: Eis que castigarei o rei de Babilônia e a sua terra, como castiguei o rei da Assíria.
19 E farei voltar Israel para a sua morada, e ele pastará no Carmelo e em Basã, e se fartará nos outeiros de Efraim e em Gileade.
20 Naqueles dias, e naquele tempo, diz o Senhor, buscar-se-á a iniquidade em Israel, e não haverá; e o pecado em Judá, e não se achará; pois perdoarei aos que eu deixar de resto.
21 Sobe contra a terra de Merataim, sim, contra ela, e contra os moradores de Pecode; mata e inteiramente destrói tudo após eles, diz o Senhor, e faze conforme tudo o que te ordenei.
22 Na terra há estrondo de batalha, e de grande destruição.
23 Como foi cortado e quebrado o martelo de toda a terra! como se tornou Babilônia em objeto de espanto entre as nações!
24 Laços te armei, e também foste presa, ó Babilônia, e tu não o soubeste; foste achada, e também apanhada, porque contra o Senhor te entremeteste.
25 O Senhor abriu o seu arsenal, e tirou os instrumentos da sua indignação; porque o Senhor Deus dos exércitos tem uma obra a realizar na terra dos caldeus.
26 Vinde contra ela dos confins da terra, abri os seus celeiros; fazei dela montões, e destruí-a de todo; nada lhe fique de resto.
27 Matai a todos os seus novilhos, desçam ao degoladouro; ai deles! porque é chegado o seu dia, o tempo da sua punição.
28 Eis a voz dos que fogem e escapam da terra de Babilônia para anunciarem em Sião a vingança do Senhor nosso Deus, a vingança do seu templo.
29 Convocai contra Babilônia os flecheiros, todos os que armam arcos; acampai-vos contra ela em redor, ninguém escape dela. Pagai-lhe conforme a sua obra; conforme tudo o que ela fez, assim lhe fazei a ela; porque se houve arrogantemente contra o Senhor, contra o Santo de Israel.
30 Portanto cairão os seus jovens nas suas praças, e todos os seus homens de guerra serão destruídos naquele dia, diz o Senhor.
31 Eis que eu sou contra ti, ó soberbo, diz o Senhor Deus dos exércitos; pois o teu dia é chegado, o tempo em que te hei de punir?
32 Então tropeçará o soberbo, e cairá, e ninguém haverá que o levante; e porei fogo às suas cidades, o qual consumirá tudo o que está ao seu redor.
33 Assim diz o Senhor dos exércitos: Os filhos de Israel e os filhos de Judá são juntamente oprimidos; e todos os que os levaram cativos os retêm, recusam soltá-los.
34 Mas o seu Redentor é forte; o Senhor dos exércitos é o seu nome. Certamente defenderá em juízo a causa deles, para dar descanso à terra, e inquietar os moradores de Babilônia.
35 A espada virá sobre os caldeus, diz o senhor, e sobre os moradores de Babilônia, e sobre os seus príncipes, e sobre os seus sábios.
36 A espada virá sobre os paroleiros, e eles ficarão insensatos; a espada virá sobre os seus valentes, e eles desfalecerão.
37 A espada virá sobre os seus cavalos, e sobre os seus carros, e sobre todo o povo misto, que se acha no meio dela, e eles se tornarão como mulheres; a espada virá sobre os seus tesouros, e estes serão saqueados.
38 Cairá a seca sobre as suas águas, e elas secarão; pois é uma terra de imagens esculpidas, e eles pelos seus ídolos fazem-se loucos.
39 Por isso feras do deserto juntamente com lobos habitarão ali; também habitarão nela avestruzes; e nunca mais será povoada, nem será habitada de geração em geração.
40 Como quando Deus subverteu a Sodoma e a Gomorra, e às suas cidades vizinhas, diz o Senhor, assim ninguém habitará ali, nem peregrinará nela filho de homem.
41 Eis que um povo vem do norte; e uma grande nação e muitos reis se levantam das extremidades da terra.
42 Armam-se de arco e lança; são cruéis, e não têm piedade; a sua voz brama como o mar, e em cavalos vêm montados, dispostos como homens para a batalha, contra ti, ó filha de Babilônia.
43 O rei de Babilônia ouviu a fama deles, e desfaleceram as suas mãos; a angústia se apoderou dele, dores, como da que está de parto.
44 Eis que como leão subirá das margens do Jordão um inimigo contra a morada forte, mas de repente o farei correr dali; e ao escolhido, pô-lo-ei sobre ela. Pois quem é semelhante a mim? e quem me fixará um prazo? Quem é o pastor que me poderá resistir?
45 Portanto ouvi o conselho que o Senhor decretou contra Babilônia, e o propósito que formou contra a terra dos caldeus: Certamente eles, os pequenos do rebanho, serão arrastados; certamente o aprisco ficará apavorado por causa deles.
46 Ao estrondo da tomada de Babilônia estremece a terra; e o grito se ouve entre as nações.”

Esta profecia de Jeremias sobre a queda de Babilônia, somente se cumprira 70 anos após ter sido proferida, quando Nabucodonosor já não estaria mais no trono, e quando estivesse reinando seu neto Belssazar, filho de Evil-Merodaque, que havia sucedido a Nabucodonosor no trono de Babilônia.
Assim a queda de Babilônia, foi predita antes mesmo do nascimento do rei persa, Ciro, por quem ela seria dominada.
À queda de Babilônia corresponderia a elevação e restauração dos judeus, conforme prometido por Deus nesta profecia.
Deus havia envergonhado os falsos deuses de todas as nações relacionadas nos capítulos anteriores, e agora envergonharia os de Babilônia, tal como tinha feito com os falsos deuses do Egito nos dias de Moisés, e tudo isto deveria servir para reforçar a convicção no povo que voltaria do cativeiro, que somente o Deus dos judeus é Deus, e que não passam de invenções de homens os deuses das nações.
Os judeus buscariam ao Senhor quando Babilônia fosse castigada e Ele se deixaria achar por eles, porque perdoaria os seus pecados, com que haviam transgredido contra Ele.
Deus faria das terras férteis de Babilônia um grande deserto, de maneira que ninguém habitaria nelas por gerações sucessivas.
A arqueologia descobriu em anos recentes as antigas ruínas de Babilônia, numa região desolada ocupada atualmente pelo Iraque.
Sadam Hussein, tentou reviver a antiga glória de Babilônia, nomeando-se a si mesmo o Nabucodonosor redivivo, e todos sabemos da destruição que tem acontecido naquele país e o que foi feito aos palácios e monumentos por ele erigidos. Se tivesse um maior conhecimento destas Escrituras e se tivesse o temor do Senhor quanto ao que declarou sobre a ruína eterna de Babilônia, não teria se envolvido em tal empreendimento, que em primeira instância, tratava-se de uma afronta à determinação de Deus.
O templo de Bel, divindade Babilônica, tinha a altura de 200 metros, e era nele que Nabucodonosor guardava os objetos que levara do templo de Jerusalém, que ele havia destruído, sendo este um dos motivos declarados pelo Senhor, nesta profecia de Jeremias, dos juízos que traria contra Babilônia.
A cidade de Babilônia fora construída a cerca de 80 quilômetros da moderna Bagdá, é ficava próxima do Golfo Pérsico. Suas muralhas tinham mais de cem metros de altura e tinha largura em torno de cinco metros. Cada lado da cidade possuía vinte e cinco portas de metal, e de cada uma destas portas partia uma rua com cerca de seis quilômetros de comprimento. Daí podemos inferir o grande o orgulho que havia no rei deles bem como em todo o povo, que seria mais um dos motivos de terem sido ameaçados com o juízo de Deus que viria sobre eles no futuro (v. 29 a 32)

Silvio Dutra

SALMO 50 – Salmo de Asafe

É de fato admirável, que sem a iluminação do Espírito Santo, o homem não pode entender esta carta escrita por Deus para a humanidade que é a Bíblia.
São tão claras e diretas as advertências que o Senhor faz contra aqueles que colocam sua confiança em ritos e cerimônias religiosas, em vez de uma verdadeira vida piedosa, de um coração transformado e santificado; e todavia muitos não se dão por avisados e continuam pensando que estão agradando a Deus por meramente se submeterem a ritos e cerimoniais religiosos.
O Senhor é juiz de todas estas coisas e dará a cada um conforme as Suas obras, quando julgar o mundo por meio do padrão da vida de Jesus Cristo.
Não era portanto nos animais que eram oferecidos por Israel no Velho Testamento, que eles deveriam fazer o fim mesmo do ato de culto deles a Deus, porque todos os animais pertencem a Ele, e não necessita comer a carne deles e nem beber o seu sangue. Então, o sacrifício no qual eles deveriam concentrar a atenção deles era nas ações de graças e nos votos que tinham para com o Altíssimo, especialmente os relativos ao cumprimento dos Seus mandamentos. Somente agindo assim, invocariam ao Senhor no dia da angústia, e seriam livrados por Ele, e em consequência O glorificariam, como é do Seu propósito em relação ao Seu povo. Mas não deviam contar com isto, enquanto colocassem a confiança deles meramente nos sacrifícios de animais que Lhe ofereciam, e nos demais cultos externos exigidos pela Lei cerimonial, quando os mesmos não eram acompanhados por uma verdadeira piedade de coração. Quanto aos ímpios então, nem sequer lhes daria qualquer atenção quando repetiam os Seus preceitos e afirmavam de boca que estavam aliançados ao Senhor, porque aborreciam a disciplina e rejeitavam as Suas palavras. Eles se compraziam no roubo, e no adultério, eram maldizentes e difamadores, e como poderiam esperar contar com o favor de Deus enquanto permaneciam escravizados a estes pecados e a outros? Então somente àqueles que oferecem sacrifício de ações de graças, pelo reconhecimento de tudo o que o Senhor tem feito, e que preparam o seu caminho para andarem somente nas veredas da justiça, o Senhor daria que vissem a Sua salvação.

“Fala o Poderoso, o SENHOR Deus, e chama a terra desde o Nascente até ao Poente. Desde Sião, excelência de formosura, resplandece Deus. Vem o nosso Deus e não guarda silêncio; perante ele arde um fogo devorador, ao seu redor esbraveja grande tormenta. Intima os céus lá em cima e a terra, para julgar o seu povo. Congregai os meus santos, os que comigo fizeram aliança por meio de sacrifícios. Os céus anunciam a sua justiça, porque é o próprio Deus que julga. Escuta, povo meu, e eu falarei; ó Israel, e eu testemunharei contra ti. Eu sou Deus, o teu Deus. Não te repreendo pelos teus sacrifícios, nem pelos teus holocaustos continuamente perante mim. De tua casa não aceitarei novilhos, nem bodes, dos teus apriscos. Pois são meus todos os animais do bosque e as alimárias aos milhares sobre as montanhas. Conheço todas as aves dos montes, e são meus todos os animais que pululam no campo. Se eu tivesse fome, não to diria, pois o mundo é meu e quanto nele se contém. Acaso, como eu carne de touros? Ou bebo sangue de cabritos? Oferece a Deus sacrifício de ações de graças e cumpre os teus votos para com o Altíssimo; invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás. Mas ao ímpio diz Deus: De que te serve repetires os meus preceitos e teres nos lábios a minha aliança, uma vez que aborreces a disciplina e rejeitas as minhas palavras? Se vês um ladrão, tu te comprazes nele e aos adúlteros te associas. Soltas a boca para o mal, e a tua língua trama enganos. Sentas-te para falar contra teu irmão e difamas o filho de tua mãe. Tens feito estas coisas, e eu me calei; pensavas que eu era teu igual; mas eu te arguirei e porei tudo à tua vista. Considerai, pois, nisto, vós que vos esqueceis de Deus, para que não vos despedace, sem haver quem vos livre. O que me oferece sacrifício de ações de graças, esse me glorificará; e ao que prepara o seu caminho, dar-lhe-ei que veja a salvação de Deus.”

Silvio Dutra

Vôo saídas às 10h15min. Tempo no ar 50 minutos. Problemas sempre foram em terra. A demora será aproximadamente cerca de 4 a 5 horas em decorrência da city tour. ... Demanda de tempo em terra por decorrência de assinaturas em papeis da locadora de veículos etc. .....fico imaginando se na hora de morrer , tivéssemos toda essa burocracia do tipo: ... “hein... vai morrer?”............. Pra morrer você necessita antes preencher formulários assinar e reconhecer firma, .... Só depois sim está liberado, pode morrer a vontade....... Mas voltando ao que interessa, ..... Levando em consideração que tudo transcorra conforme previsão, chego na hora combinada..... amor, quando chegar,necessito somente do seu abraço e do seu beijo..... Te amo até nas alturas, acima das nuvens, no infinito de eternidade em eternidade................... BEIJO FLOR............

Caetano Castro

A vida é sempre a mesma e depois dos 50. , já se tem seus ideais de vida definidos. Esta é a fase da autoconsciência, em que o ser encontra sentido e significado para sua vida. O caminho para a maturidade é um contínuo subir de degraus, física e, em especial, psicologicamente.

Mestre Arievlis

- Eu te amo.
- 50 reais.
- O que? Não entendi.
- Ué, você não paga para brincar num parque de diversão?
- E daí?
- E daí que agora deixei de ser otária, e estou cobrando para aqueles que querem brincar com meu coração. Vai que eu lucro!

— Thiara Macedo.

eu

Mais de 3 bilhões de mulheres, segundo o World Census 2009, 35.000 maracanãs lotados de mulheres, 50% delas na idade perfeita para relacionamentos, É tanto homem paspalho, imbecil, se rastejando, se matando, entrando em depressão por uma só, chega a ser irracional. Mas é realidade .

Doutrinador

daqui à 50 anos quando você olhar pra trás e ver sua vida inteira... você não vai querer dizer que teve coragem de dar um passo a frente para ser feliz?

Felipe Ribas

A rodovia 50 é conhecida como a autoestrada mais
solitária dos Estados Unidos. Atravessando o deserto
sob um calor brutal, seguem pela rodovia pessoas
que talvez jamais cheguem ao seu destino (...)
Um gato preto espetado na placa que indica a cidade
de DESESPERO mostra que há algo estranho acontecendo
na rodovia ....

Stephen King

E você vai pagar R$ 50,00 ; R$ 60,00 e até R$ 70,00 reais em um ovo de Páscoa? Parabéns pra você! Depois não reclama que não consegue emagrecer! Prefiro investir em livros e engordar meu cérebro com sabedoria!

Ninah Alves

Hoje, deitado em minha rede, no alto dos meus quase 50 anos; lidando com minha pouca lucidez, penso: O que será que será, que andam cochichando de mim pelas alcovas...

Ronei Porto da Rocha